quinta-feira, outubro 6

Limites

A rivalidade entre clubes é saudável mas esta "guerra" entre Benfica e Sporting está já a entrar por caminhos pouco recomendáveis. É certo que isto tudo começou com a mudança de Jesus para Alvalade, situação mal aceite pela "comunicação" do Benfica, aliado ao incómodo que Bruno de Carvalho provoca, ao contrário dos seus antecessores. O Sporting optou por responder à letra, e fê-lo através dos seus orgãos oficiais.
Aí, convenhamos, foi um erro do Sporting pois transmite a ideia que se trata de representantes oficiais de um clube a entrar num "bate-boca" com paineleiros de outro clube. No fundo, toda a gente sabe que esses comentadores não transmitem a sua opinião pessoal mas sim o que a direcção do clube lhes manda dizer. No entanto, podem sempre utilizar esse pretexto e alguns acreditam e muitos mais fingem acreditar.
Ainda hoje, passados 16 meses da saída de Jesus, as indirectas ao treinador são constantes e por vezes insólitas e revelando um profundo mau gosto pelo local e contexto. Anteontem, no velório de Mário Wilson, ao invocar a memória desse grande senhor do futebol português, José Eduardo Moniz não se coibiu de a realçar a honradez, integridade e fair-play ao contrário de "alguns treinadores que só procuram protagonismo".
Dito isto, não quero desresponsabilizar o Sporting em toda este conflito. Principalmente após a entrada deste novo director de comunicação, as intervenções escritas e publicadas nas redes sociais são muitas vezes infantis e desprovidas de senso. Se o Sporting se sente atingido deve responder com elevação e sempre na defesa dos seus interesses. Não deve, por exemplo, emitir opiniões sobre as eleições do Benfica. Além de desgastar a imagem da comunicação do clube, é um assunto que em nada interessa aos sportinguistas.
Acredito que, com a profusão de programas dedicados a discutir bola, a comunicação dos clubes seja um departamento em alerta constante, mas seria melhor que, em vez de responder a "papagaios", se dê destaque ao que realmente importa. E há tanto para destacar no universo Sporting. Esta direcção tem feito um trabalho notável em várias vertentes (nº de sócios, expansão da marca pelo mundo através de academias, etc.). É essencial estabelecer limites na rivalidade, até como forma de respeitar a história destes dois grandes clubes.

4 comentários:

Luciano Silva disse...

Sejamos sérios e honestos, o Benfica nunca aceitou a mudança de JJ! Aliando isso a um ressurgimento do Sporting iniciou uma guerra tão estúpida quanto feroz.

O Sporting, pelo seu lado, habitualmente reage a esta campanha e, na minha opinião, quase sempre mal.

Neste momento já ninguém quer saber deste tipo de situações para nada. Pelo menos eu, vejo LFV a pedir silêncio, e escolho os ombros e não quero saber.

Venha de lá o futebol dentro das 4linhas que, aí sim, temos matéria prima de primeira água.

Mike Portugal disse...

Nem foi preciso esperar muito tempo depois do discurso de LFV para ver o quão sinceras foram as suas palavras: https://2.bp.blogspot.com/-tJ4-mxQ_Hrk/V_ZgDdiVG7I/AAAAAAAAE0A/ZgpdoXfXrjsQBoPXJ3Eih-nEUJ7UsaQMwCLcB/s1600/rgs.png

Ace-XXI disse...

Só agora é que descobri que o sector reabriu portas!
Espero que o resto da malta regresse para podermos mandar umas bujardas.

A comunicação é claramente o calcanhar de aquiles da nossa direção, percebo que se use um estilo mais agressivo até como tentativa de afirmação mas este ano as coisas estão demasiado extremadas e o nivel da linguagem...

Em campo é que as coisas têm de ser ganhas e para já está a correr bem mal ao SCP continuo a confiar em JJ para equilibrar e potenciar o plantel que tem nas mãos mas as ultimas 4 jornadas são demasiado más para não disparar todos os alarmes.

Nao Estava Nada Errado disse...

Parece-me, no meu ponto de vista, sim que o SCP tem que continuar a trilhar o seu caminho focado nos seus objetivos e ignorar os ventos que sopram com o objetivo de de-estabilizar, mas não o consegue fazer.
Será falta de inteligência emocional? Será Criancice? Será que apenas quer andar em guerra com o Mundo Inteiro? Pois até com o Dortmund se meteram...
Se ele tivesse focado no seu trabalho e se tivesse assim tanto trabalho não teria tempo para bate bocas.
Veja-se o exemplo do SLBenfica, ignora, ignora, ignora e apenas manda recados pelos seus avençados que estão espalhados por esses canais de TV, fóruns, blogues e perfis de FB. Calma, todo os clubes tem este tipo de avençados. Não sejamos hipócritas a achar que apenas o SLB tem este tipo de personagens que em nada dignificam o Futebol Português.