sexta-feira, fevereiro 29

Derby dos derby's - 1ª antevisão

Ainda estamos a practicamente três dias do grande jogo, e como tal ainda muita coisa vai acontecer. No entanto, podem-se projectar algumas coisas...
Este, não vai ter o encanto de outros tempos, a luta é pelo acesso directo à Champions e não pelo título nacional. Mas um Sporting-Benfica (e vice-versa) é mais do que a luta pela classificação...
Dizem que ganha o derby aquele que normalmente está pior. Consegue-se dizer qual dos dois está pior? Se for pela tabela, então o Sporting ganha. Se for pelo futebol praticado, vai dar empate.
No Sporting Romagnoli parece estar afastado. Liedson e Vukcevic estão limitados. Não me esqueço da última vez que o montenegrino esteve em dúvida, e depois... Quanto ao Liedson nem vale a pena falar muito: é um grande jogador e um avançado perigosíssimo (principlamente se o defesa que o marca é o Luisão). Não tenho falsas hipocrisias e se os dois não jogarem, muito melhor para o Benfica. Também estou confiante no Rui Patrício, que talvez nos queira dar uma ajudinha.
No Benfica, Petit é uma ausência practicamente confirmada, assim como Nuno Gomes. Luisão ainda está em dúvida. Espera-se que Rodriguez e Léo estejam a 100%. Se já não temos lado direito e perdemos o lado esquerdo, vai ser lindo. Estou confiante que o Rui Costa, mais uma vez, vai ser preponderante e fazer jus ao título de "maestro", e que o Cardozo vai continuar a calar os detractores.
Eu acredito que, mesmo com todas as condicionantes, o Benfica vai vencer.
Prognóstico: 0-2
O meu 11:
Quim; Nélson, Luisão, David Luis e Léo; Katsouranis, Binya, Assis, Rui Costa e Rodriguéz; Cardozo.
O 11 adversário:
Rui Patrício; Abel, Polga, Tonel e Grimi; Veloso, Moutinho, Izmailov e Vukcevic; Liedson e Tiuí.

quarta-feira, fevereiro 27

Miserável

Nova exibição horrorosa. Não se joga nada. Que suplício ver jogar esta equipa. Com Tiuí e Purovic em campo, só mesmo daquela maneira é que a bola entrava. Miserável, miserável... Valeu pelo apuramento que, apesar de tudo, só o Sporting merecia.

Mike Plowden

Estes são sempre os 'posts' mais dolorosos, mas que se tornam obrigatórios quando nos deixa alguém que merece ser recordado. Morreu Mike Plowden, um dos pilares da melhor equipa portuguesa de basquetebol de todos os tempos. Tive o prazer de conhecê-lo e de com ele conversar muitas vezes, a primeira das quais há quase 20 anos. Quando o nosso contacto passou a ser menos frequente, não deixava de me mostrar o seu habitual sorriso sempre que nos cruzávamos. Admirei muito a sua qualidade como jogador - defensor impressionante e ressaltador de respeito -, mas ainda mais a sua atitude enquanto desportista. Ficou célebre o seu ritual antes de cada jogo, deixando os restantes intervenientes perfilar-se e fazendo questão de todos cumprimentar individualmente, colegas, árbitros e adversários. A sua lealdade em campo foi do melhor que o desporto já me mostrou. A notícia do seu falecimento ontem, aos 49 anos, no decorrer do treino da equipa que orientava e na qual joga o seu filho, Rafael, deixa-me bastante abalado. Fica esta homenagem, mais modesta do que mereceria, convicto de que todos o admiravam, mesmo os adeptos de cores diferentes. RIP MIKE!

terça-feira, fevereiro 26

Esforço, comparação, devoção e Águia Vitória...

No discurso de apresentação do novo cartão de sócio do clube, a palavra mais vezes pronunciada pelo presidente do Sporting, Filipe Soares Franco, foi Benfica. Extraordinário!

segunda-feira, fevereiro 25

Bateu no fundo...

É assim que querem (des)credibilizar as investigações????
Com todo o respeito e honorabilidade que merece a pessoa, mas... à mulher de César não bastou sê-lo...
A justiça afunda-se no seu próprio pântano...

O Inferno

Durante anos foi apelidado de "Inferno da Luz". Só de entrarem no estádio do Benfica, os adversários tremiam. Neste momento, quase não há quem de lá saia derrotado. Desde o ano passado que o Benfica não ganha em casa para a Liga, com uma carreira semelhante à do Sporting longe de Alvalade. Em 10 jogos na Luz, o Benfica só ganhou 4 (!), perdeu com o FC Porto e empatou os restantes cinco (Sporting, V. Guimarães, Leixões, Nacional e Sp. Braga). Ontem, marcou o primeiro golo em casa em 2008. A exibição nem foi das piores e o resultado é claramente lisonjeiro para o Braga. Mas já sabemos que nem sempre o desfecho de um jogo traduz o futebol que se jogou. Foi assim em Nuremberga, por exemplo. Porém, o treinador do Benfica já deveria ter percebido que as substituições não devem ser guardadas para o fim. Mais de uma hora com Bynia e Petit simultaneamente em campo foi um exagero. Foi evidente que Mantorras e Freddy Adu - que tinha sido preterido na lista de convocados em favor de Luís Filipe e Maxi Pereira (!) - abanaram o jogo, mas o angolano só jogou uma dúzia de minutos e o americano não foi além da meia dúzia. Assim, é complicado exigirmos-lhes algo.

O título, já se sabia, é uma miragem. O segundo lugar, apesar de ser o primeiro dos últimos, apresenta aliciantes. Poderíamos atravessar a segunda circular em posição confortável. Assim, corremos o risco de sair de lá com o Sporting a morder-nos os calcanhares e com novo jogo em casa de seguida.

domingo, fevereiro 24

De volta ao 4º lugar

Mais uma derrota, mais uma exibição medíocre. Nada de novo portanto. Patrício voltou a dar um frango e a maior parte dos jogadores de campo do Sporting estiveram igualmente mal. Olegário não marcou um penalty nítido contra o Sporting e o seu assistente invalidou mal um golo leonino logo aos 4'. Tudo muito mau neste jogo. O Vitória de Setubal com este resultado já começa a incomodar o 4º lugar... A UEFA para o ano ainda está longe de estar garantida.

Rogério Alves ao vivo

No Centuria Leonina temos hoje Rogério Alves, a responder, dentro do possível, às perguntas dos sportinguistas "anónimos". Rogério Alves está também a aproveitar o tempo de antena para mobilizar desde já os adeptos para o novo projecto dos 100 mil sócios. Não perde tempo! Trata-se de mais uma excelente iniciativa deste blog e obviamente, de Rogério Alves. Numa altura em que muitos acusam o Sporting de falta de espírito democrático, eis uma resposta à altura.

sábado, fevereiro 23

What´s that?

Volta o campeonato...

Com o Porto cada vez mais perto do título, o interesse do campeonato centra-se agora na luta pelo 2º lugar. É nesta perspectiva que se torna imperioso um triunfo do Sporting no Bonfim. A 4 pontos do Benfica e a 1 do Guimarães (ainda que à condição), é obrigatório vencer em Setúbal, ainda para mais em vésperas de derby. Imagino que, por esta altura, a motivação dos jogadores leoninos se centre sobretudo em conquistar as 3 taças que ainda disputam mas convém aproveitar o bom momento para fazer regressar o clube a um lugar que tem sido seu nos últimos anos. Bem sei que o 2º é o primeiro dos últimos mas quando isso lhe garante uma entrada directa na Champions League, o caso muda um pouco de figura.
Não vai ser um jogo nada fácil para o Sporting, pois o Vitória tem feito um campeonato sensacional e vem de um triunfo em Braga. Ainda para mais, já venceu (sem espinhas) o Sporting na presente temporada. No entanto, o Sporting continua a ser superior e atravessa uma das melhores fases da temporada. Ou seja, existem boas perspectivas de assistirmos a um bom espectáculo.
As ausências de Vukcevic e Izmailov podem ser importantes. Tratam-se de jogadores de qualidade, que contribuem bastante para os golos do Sporting (Simon leva 10 e Izmailov 7, curiosamente o nº das suas camisolas) mas que são algo intermitentes nas suas exibições. Esse tem sido um dos grandes problemas do Sporting 2007/2008. A enorme qualidade individual dos seus centrocampistas (Veloso, Moutinho, Simon, Izmailov, Romagnoli, etc) ainda não foi aproveitada a 100% para o colectivo. No ano passado, o Sporting encontrou o rumo pouco antes do virar do campeonato e não mais parou. Esta época, com muitas caras novas, Paulo Bento tem encontrado dificuldades para gerir o plantel da melhor maneira. Os reforços nem foram maus mas há qualquer coisa que tem falhado a nível interno pois, curiosamente, é na Europa que o Sporting tem mostrado a sua melhor face. A Champions foi positiva e a UEFA começou de forma autoritária, com uns esclarecedores 5-0 ao Basileia. Resta saber que Sporting vamos ter até final da época...

sexta-feira, fevereiro 22

UEFA

Seguiram em frente as equipas que se esperavam mas com níveis de sofrimento bem diferentes...
O Sporting resolveu a eliminatória bem cedo, partindo para uma exibição bastante tranquila e conseguida, com destaque para o trio de meio-campo (Moutinho, Veloso e Pereirinha), para Rui Patrício e para mais dois golos europeus de Liedson que (à atenção dos distraídos) leva já 17 golos na presente temporada. Tiuí também marcou mas o golo foi mal anulado.
Apesar do Basileia ser um adversário acessível, foi o Sporting que tornou fácil esta eliminatória. Segue-se o Bolton, que eliminou o Atlético de Madrid. Penso que um Sporting com atitude semelhante à que teve frente aos suíços será suficiente para ultrapassar os ingleses.
Já o Benfica penou bastante para eliminar o Nuremberga. Segundo rezam as crónicas, foi uma exibição muito fraca dos encarnados. A altura em que mudei de canal para ver o final do jogo coincidiu com o golo de Cardozo. O paraguaio foi a melhor contratação do Benfica nesta época, marcando golos importantes. Penso que leva 16 golos em todas as competições o que não deixa de ser assinalável para primeira época no futebol europeu.
Luís Filipe continua a demonstrar não ter qualidades para representar um grande e Camacho não deverá passar do final da época, tendo em conta a impaciência dos adeptos em relação ao espanhol.
Este mau momento não invalida que o Benfica possa prosseguir na Taça UEFA pois o Getafe não assusta e mesmo um Benfica medíocre pode (e deve) ultrapassar um pequeno clube do país vizinho.

Épico

Ontem, assisti pela televisão a um extraordinário jogo de futebol, dos melhores que presenciei em muitos anos e que culminou com uma épica qualificação do Benfica. Conseguir o apuramento na Alemanha, uma das potências do futebol mundial, depois de estar a perder por 2-0, com o adversário a atirar uma bola ao poste entre os dois golos, não está ao alcance de qualquer um. Aqueles dois golos "encarnados" seguidos foram determinantes. Que espectáculo! Que qualidade! Foi mesmo à Benfica.

O pior da noite de ontem foi o pesadelo estranho que tive. O Benfica não jogava sequer de encarnado, mas, imaginem só, de cor-de-rosa! O defesa-direito, em vez de marcar um golão de fora da área, empenhava-se em oferecer golos ao adversário. O treinador não era um bigodudo bonacheirão, mas uma anafada personagem que parecia empenhada em perder o jogo, ao colocar os piores em campo. Pelo meio-campo, andava um rapaz com um grande sinal junto à boca que parecia jogar pior do que eu. No ataque, estava um matacão, o que logo me fez pensar que tínhamos comprado o Nicolau à Académica. Não pode ser o Benfica, pensei. Mas era. Reconheci um rapaz do tal jogo épico de que falo no parágrafo anterior. Era o n.º 10. O mais estranho de tudo é que o pesadelo, inacreditavelmente, acabou bem.

PS - Que pena tenho dos benfiquistas que não têm acesso à tv por cabo ou satélite e apenas podem assistir aos jogos de futebol dos quatro canais que emitem em sinal aberto.

quinta-feira, fevereiro 21

Deixa lá, rapaz, para a próxima os teus colegas não te estragam os planos.


Taça UEFA

Existem boas possibilidades de seguirem duas equipas para os Oitavos-de-Final. Sporting e Benfica levam vantagem para esta 2ª mão e são superiores aos seus adversários. No entanto, os rivais lisboetas têm revelado grande instabilidade exibicional ao longo da época e nenhum deles está a salvo de uma surpresa. Não seria a primeira vez que um clube de 2ª linha europeia eliminava um grande de Lisboa. Por mais avisados que os jogadores estejam para estas situações, a verdade é que elas acontecem com uma frequência considerável.
O Sporting vai a Basileia com dois golos de vantagem e tem tudo para seguir em frente, principalmente se a sociedade Romagnoli-Liedson funcionar nos contra-ataques. Tiuí vai estrear-se a marcar de leão ao peito.
Já o Benfica, estou em crer que vai sofrer um pouco no início da partida (os alemães vão entrar com tudo) mas a maior experiência internacional vai acabar por impor-se e acredito até que os encarnados podem sair de Nuremberga com uma vitória.
O Braga é que vai, com certeza, despedir-se das competições europeias, muito por força dos dois penaltys falhados em Bremen. Esperemos que, pelo menos, os arsenalistas se empenhem e aproveitem o relaxamento alemão para conquistar três pontos para o ranking português.

quarta-feira, fevereiro 20

SAM centurião

O excelente blog Centuria Leonina conta agora com a presença de Sérgio Abrantes Mendes. Hoje, num tom pacificador e elevado, SAM foi respondendo a várias perguntas, no seguimento deste seu post. A não perder pelos sportinguistas...

Revolução Webster

"O artigo 17 de Regulamento de Transferências da FIFA determina que um jogador possa rescindir livremente com o clube que o emprega, se tiverem passados três anos desde que o começou a representar, para assinar por uma equipa estrangeira. Ou apenas dois, se tiver mais de 28 anos."

Impactos previsíveis se se confirmar esta revolução no mercado de transferências:

1) O preço de aquisição dos jogadores vai descer porque o investimento tem de ser rentabilizado em 3 anos e porque a probabilidade de realizar mais valias com esse jogador decresce.

2) Os salários dos jogadores tendem a aumentar.

3) A componente de mais valias nos orçamentos dos clubes tende a diminuir. Terá de haver preocupação acrescida com as outras fontes de receitas. A situação de défice estrutural das SAD's dos grandes portugueses tende a agravar-se.

4) A formação deixa de ser um negócio tão bom como potencialmente seria. Exemplo: um jogador é formado pelo Sporting e assina contrato profissional aos 17 anos por 5 anos. Aos 19 anos chega à equipa principal. Aos 20 anos sai para um clube estrangeiro, pagando este clube ao Sporting os 2 anos de salários em falta até ao fim do contrato.

terça-feira, fevereiro 19

... Champions... these are the champiiiiooooonnnnssss...


Vá malta... basta repetir último resultado neste campo!!! Força!!!

O principio do fim!?

"Derlei faz artroscopia e pára mais quatro semanas"
In A Bola 19.02.08

Haverá futuro para Derlei no Sporting!?Principalmente, depois de um ano sem jogar!?
Acho que dos 5 avançados do actual plantel, apenas um dá garantias. E mesmo esse não tem dado o rendimento que dele se espera, principalmente no campeonato.
Definitivamente, é um aspecto a rever pela SAD para o próximo ano.

segunda-feira, fevereiro 18

Makukula, o reforço.

Posso estar a cometer uma injustiça tremenda, pois nunca vi o Makukula jogar antes de chegar ao SLB. Do que já vi, faz-me ter saudades do Pringle (só para chatear). É um matacão, que não sabe o que é dominar a bola com os pés, não é?

Mais uma...

... exibição muito fraca do Benfica. A primeira jogada digna desse nome deu-se aos 83'. Já me cansa ver um jogo onde uma equipa só sabe dar pontapés para frente, sem qualquer ligação entre os sectores, e sem a mínima preocupação com isso.
Fazendo a vontade aos muitos portistas que passaram o fim de semana a fazer figas para haver casos nos jogos do SCP e do SLB, o árbitro esteve mal ao não sancionar o lançamento irregular do Bynia que deu origem ao 1º golo e ao perdoar um penalti contra o Benfica nos minutos finais. E consegui dizer tudo sem "ses". É fácil. Nem foi preciso argumentar com a "legítima defesa".
Agora, a 10 pontos de distância e cada vez mais perto do fim, não custa nada, muirto pelo contrário, até dá jeito, assim podem-se fazer as costumeiras contabilidades e chegar à conclusão que "todos os grandes são beneficiados".

domingo, fevereiro 17

Post curto, como a exibição

Grande golo de Moutinho e regresso de Liedson aos golos. Pelo meio, mais um penalty falhado. 5ª feira há mais.

Fazer mais e melhor

O jaws, dois posts abaixo, fala em fazer mais e melhor. Considerando o "fazer mais", sem dúvida que o Porto lidera porque tem ganho mais do que os outros. Olhando para o "fazer melhor", coloco algumas dúvidas. Considerando os custos totais e os pontos obtidos nos ultimos dois campeonatos:

Em 2005-06
1º - Porto - 79 pontos - 966 mil euros por ponto
2º - Sporting - 72 pontos - 554 mil euros por ponto
3º - Benfica - 67 pontos - 965 mil euros por ponto

Em 2006-07
1º - Porto - 69 pontos - 935 mil euros por ponto
2º - Sporting - 68 pontos - 750 mil euros por ponto
3º - Benfica - 67 pontos - 890 mil euros por ponto


O Sporting com menos orçamento é quem tem tido melhor aproveitamento face ao dinheiro investido. Existe obviamente uma questão a montante: porque razão é que o Porto e o Benfica têm mais dinheiro? Mas isso são outras contas.

Se o Fernando Mendes tivesse rodas provavelmente seria um pequeno camião TIR...

... mas como não tem apresenta o preço certo em Euros.

Interessa mesmo discutir se o Lisandro deveria ou não deveria ter sido expulso no jogo dos Barreiros? Interessa mesmo questionar a idoneidade de um árbitro que é considerado pela maioria como o melhor em actividade no nosso país? Interessa mesmo especular como seria o comportamento de ambas as equipas tendo em conta essa alteração? Interessa, já agora saber como o faríamos. Seria através de um modelo matemático que permitisse extrapolar o comportamento dos jogadores de ambas as equipas a partir desse momento? Ou simplesmente assumiríamos que o FCP sem Lisandro claudicaria? O tempo destinado à discussão deste assunto é tão proficuo quanto o investido na análise da primeira frase deste post. Isto na minha humilde opinião.

Outro fenómeno engraçado que se tem verificado por aqui é a constatação que o FCP é a melhor equipa e que pratica o melhor futebol mas que é constantemente beneficiado pelas arbitragens. E com isto ninguém quer questionar o mérito azul e branco, os altos valores morais é que não permitem a estas pessoas permanecer em silêncio e deixar de denunciar tais evidências. Curioso é o facto do inverso se aplicar. Equipas cujo futebol produzido é manifestamente insuficiente são prejudicadas pelos homens do apito. E com isto ninguém quer dizer que as coisas seriam diferentes se o mundo fosse mais justo, mas, mais uma vez, não podem deixar de o mencionar.

Falando de futebol - o jogo - o Marítimo entrou melhor e dominou claramente até à meia hora de jogo. A equipa insular construiu oportunidades para inaugurar o marcador mas foi perdulária. O FCP percebeu que se continuasse assim a coisa podia não correr bem e recuperou o controlo do jogo e com eficácia e organização resolveu o jogo. Na segunda parte só deu FCP. No final o resultado apesar de ser pesado e penalizador para o Marítimo, nomeadamente pela expulsão injusta, é completamente justo e espelha a superioridade azul e branca.

sexta-feira, fevereiro 15

Se...

Lisandro bisou e o Porto ganhou. Como teria sido se aos 19' o argentino tivesse sido expulso como merecia? É certo que até ficou um penalty por marcar a favor do Porto, mas, repito, Lisandro deveria ter sido expulso antes.

Está tudo doido

Já não bastava termos de levar com o trapalhão semana após semana, ainda temos de levar com o empresário do trapalhão a acusar o Sporting de estar a matar o Purovic! Estão ultrapassados os limites da decência! Em primeiro lugar, esse jogador é que devia agradecer estar empregado num clube com a dimensão do Sporting Clube de Portugal. No dia em que for embora, e muitos já desesperam por esse dia, os únicos suspiros que se vão ouvir serão de alívio. Em segundo lugar, o que mais faltava era o Sporting alterar o seu esquema de jogo porque o empresário de um tronco de 2 metros acha que estão a prejudicar o seu jogador.

quinta-feira, fevereiro 14

Vergonhoso.

Uma miserável exibição devia ser motivo mais do que suficiente para Camacho dizer adeus aos benfiquistas. Foi deplorável e, custa-me escrever isto, Camacho é o culpado máximo do que (não) se passa no relvado, sempre que o SLB joga.
Não há dois passes seguidos, não há jogadores em boa forma, a desequilibrar, é pontapé para a frente à descarada. Sinceramente, foi dos piores jogos de sempre que pude ver! E aquela atitude complacente com o naufrágio, tão nova no espanhol, e que toda a gente desconhecia.
Salvaram-se Quim e Luisão, que estiveram muito bem. Katso é cada vez mais a opção certa ao lado de Luisão. O resto? Menos de zero. Embaraçante. Nelson é um pateta alegre: nove em cada dez intervenções são desastradas. Mas nunca perde a postura de campeão. Rodriguez foi-se, com a lesão? Di Maria não me convence. Assis... não pode levar um encosto, é muito fiteiro e quase sempre inconsequente. Petit e Leo estão fracos, resta-lhes a vontade, é certo.
Ganhámos. Mas alguém festejou? Ao menos tivesse havido duas ou três boas jogadas. Queremos um bocadinho de futebol, caralho!

Pergunta do dia

É mais fácil ganhar ao penúltimo classificado do campeonato português ou do campeonato alemão?

PS - Não sejam previsíveis nos comentários...

Já vai tarde

Entretanto Marian Had regressa ao Lokomotiv. Nunca se percebeu como é que um boneco destes chegou a jogar com a camisola do Sporting... é certo que a culpa não foi dele, foi de quem viu nele capacidade para alguma coisa mais do que apanha-bolas.

UEFA - Oitavos de final à vista

O Sporting entrou mal no jogo e marcou um golo às três tabelas na primeira vez que foi à área adversária. O Basileia tentou reagir mas a partir dos 22/23 minutos o Sporting começou a engrenar. A exibição foi boa. O resultado foi bom. A lesão de Vukcevic foi muito má. O melhor marcador do Sporting vai falhar o jogo com o Benfica. Pelo meio falha também a 2ª mão da UEFA, o duplo confronto com o Estrela e ainda a deslocação a Setubal. Saiu a sorte grande a Tiuí que vai ser lançado às feras. A avaliação da real qualidade (ou falta dela) deste jogador será feita nas próximas semanas.

A eliminatória está extremamente bem encaminhada, mas o Sporting deste ano é muito inconstante e em Alvalde sempre existiu uma pontinha de masoquismo. Adversários como o Grasshoppers, o Rapid Viena ou o Casino Salzburg já conseguiram reviravoltas inesperadas nas eliminatórias. A não repetir, sff!

quarta-feira, fevereiro 13

Entre Lisboa e Bremen

O grande Carlitos volta a jogar em Alvalade, onde há cerca de dois anos e meio, de forma surpreendente, Koeman o colocou como titular, num jogo em que o Sporting venceu o Benfica (2-1). E se o rapaz hoje resolvesse mostrar que actualmente teria lugar no Benfica, como extremo-direito?
Entretanto, o Braga defronta o Werder Bremen, equipa em que joga Diego. Curiosamente, isso acontece na semana em que se noticia que o Barcelona pensa nele para substituir Deco. Onde já vi eu este filme?

terça-feira, fevereiro 12

Final entre 'grandes'?

O sorteio dos quartos-de-final deixa em aberto a possibilidade de termos uma final da Taça de Portugal entre dois 'grandes'. Eis os jogos de 27 de Fevereiro:
Benfica-Moreirense
Sporting-E. Amadora
FC Porto-Gil Vicente
Naval-V. Setúbal
O sorteio foi favorável e, caso se confirmem os favoritismos, avizinha-se uma final grande no Jamor.

segunda-feira, fevereiro 11

Se fosse sempre assim...

Fui criticado pelo 'post' feito há umas semanas, depois de o Benfica empatar em casa com o Leixões, em que critiquei ferozmente a arbitragem e apontei-a como uma das causas do desequilíbrio que tem caracterizado o futebol português na última década e meia. Um dos argumentos utilizados era o de que se revelava despropositado face à pálida exibição da minha equipa. Nesse jogo, como se recordam, o Benfica empatou 0-0. Agora, derrotou o Paços de Ferreira por 4-1. Porque realizou uma grande exibição? Não, a primeira parte chegou a ser deprimente. Simplesmente, porque houve dois 'penalties' na área do Paços de Ferreira e o árbitro os assinalou. Deveria ser sempre assim. Mesmo que depois tenhamos de aturar um palerma com um ridículo chapéu publicitário a disparar barbaridades.

domingo, fevereiro 10

A solução dos nosos males

Está tudo explicado.
Até eu fiquei "boroquiado".
Será que a influência se estende aos árbitros? Se assim for os homens estão desculpados.

video

Ai se não fosse a providência divina...

Next

Os 5 euros do bilhete de ontem justificam-se por 2 motivos:
- o Sporting ganhou e está nos quartos de final da Taça
- parece que finalmente vamos voltar a jogar com defesa esquerdo.

Marian Had e Ronny, se tudo correr bem, só jogarão esporadicamente. Had, por mim, pode mesmo começar a fazer as malas. É que Grimi, logo no seu primeiro jogo, demonstrou atributos suficientes para agarrar a titularidade. Também não era difícil face à concorrência.

Depois de ver o jogo, há uma coisa que não percebo. Apesar do meio campo do Sporting ser constituído por jogadores que até seguram bem a bola, esta estava constantemente na posse dos jogadores madeirenses. Não fosse o Sporting ter marcado golos em momentos "felizes" - logo a abrir e imediatamente após o golo do Marítimo - e talvez as coisas se tivessem complicado demais. O Sporting continua a jogar muito mal.

Adrien teve azar com uma lesão inoportuna. No entanto, o facto de ter relegado Veloso para o banco teve pelo menos o mérito de espicaçar o habitual titular. Entrou com muito mais garra do que habitualmente, reagindo assim a alguns assobios que ouviu no momento em que entrou em campo.

Tiuí. As expectativas estavam tão em baixo que conseguiu surpreender pela positiva. Liedson fartou-se de mandar vir com ele o jogo todo mas Tiuí nem jogou assim tão mal. No entanto, continuo a esperar ansiosamente por Derlei.

As assistências em jogos da Taça de Portugal são sempre uma vergonha a menos que o grande se desloque à terrinha para lotar um estádio com 3000 lugares ou a menos que estejam em confronto dois grandes do futebol português. De resto, e o Sporting já vai no 3º jogo em casa para a Taça este ano, as assistências têm sido fraquinhas. Será que a segunda competição nacionl mais importante também não desperta interessa? Claro que depois, para a final, todos os paraquedistas querem arranjar bilhete, mas se por acaso não se chegar à final, a competição não teve qualquer interesse?

sexta-feira, fevereiro 8

Preocupação

Estou preocupado com as situações de Rodriguez e Léo.
Duas "pedras" importantes na equipa do Benfica, que, saindo no final da época, dão uma forte machadada no plantel.
No que diz respeito ao Léo, penso que é mais uma má decisão da SAD não renovar. Deixa-me muita pena a sua saída no final da época. Ainda tenho uma restiazinha de esperança, mas...
Quanto ao Rodriguez, a cláusula deveria ter sido exercida logo em Outubro ou, no mais tardar em Novembro. É lógico que agora, e face ao interesse de outros clubes, as exigências do jogador sejam maiores, ao passo que se a situação tivesse sido acautelada em tempo devido o Benfica não teria que passar pelas dificuldades que vai ter que passar para o manter no plantel. E pelas palavras do próprio não vai ser muito fácil ficar. Fala-se de Inter e Porto e o jogador não desmente nenhuma hipótese. Mais do que ir para o Porto, custar-me-ia muito ver o nosso melhor reforço desta época não ficar. Afinal foi ele que atenuou a perda do Simão.

quinta-feira, fevereiro 7

Arquivado: é pena...

Uma fonte judicial revelou que, por falta de provas, foi arquivado o processo-crime relativo às agressões a Ricardo Bexiga, antigo vereador de Gondomar. É pena que assim seja. Houve quem lhe batesse. Provavelmente, houve quem ordenasse. Foi, portanto, praticado um crime. Supõe-se que relacionado com o processo Apito Dourado, desencadeado pelas denúncias apresentadas por Bexiga. Não foi possível apurar os autores do crime. É pena, repito. A justiça falhou. Foi derrotada. Como tantas vezes acontece... Apenas se lamenta que isto tenha sucedido num caso em que alguém referiu publicamente saber quem eram os criminosos. O que falhou, então?

Aprender com os erros

São hoje as palavras da nossa maior estrela internacional.
E eu pergunto: Quais erros!? Dos erros nos dois jogos contra a Pólonia, Finlândia e Sérvia!?Ou nos erros do jogo de ontem?
É que com tanto erro não sei se há alguma coisa a ser bem feita nesta selecção.

quarta-feira, fevereiro 6

A Bola de fogo

Perante o que está escrito hoje na Bola, é importante que alguém da SAD leonina desminta, se puder, as insinuações (prefiro chamar-lhes assim por enquanto) que foram veiculadas. Estas colocam em causa:

- jogadores: mau estar entre vários jogadores estando Polga, Romagnoli, Stojkovic, Vukcevic e Purovic na berlinda. Ou mesmo confrontos entre jogadores em Manchester, no Restelo, na Madeira.
- o capitão Moutinho: imposto por Pedro Barbosa mas sem peso no balneário.
- treinador: perdeu o respeito do grupo, não consegue motivar os jogadores como no passado.
- o director desportivo Pedro Barbosa: com anti-corpos em alguns jogadores que sabem que foi um dos que ajudou a correr com Peseiro.
- a Administração da SAD: impõe política de aposta em jovens que é incompatível com conquista de títulos.

Perante isto, Pedro Barbosa continuará a assobiar para o ar? Quem é que defende o grupo desta vez? Novamente Paulo Bento?

P.S. Apesar de tudo, não duvido que o que está escrito na Bola seja verdade.

segunda-feira, fevereiro 4

Precisa-se psicólogo

Depois de uma boa exibição a semana passada, mais um jogo horripilante. Talvez o pior da época. Tal como há umas semanas, podíamos encostar no Benfica e pressionar o segundo lugar. Em vez disso, perdemos e fomos ultrapassados no 3º lugar. Este Sporting não se consegue explicar de tão inconstante que é.

domingo, fevereiro 3

SLB em queda livre?

Ao contrário do Miguel, não penso que SCP e SLB vivam "realidades" iguais ou parecidas, sequer. Quando o SLB faz uma exibição como a de ontem não me parece nada descabido apontar setas aos jogadores, a Camacho e à Direcção. Não acompanho o SCP em pormenor, mas duvido que joguem tão mal.

Contudo, neste momento, pergunto-me sobre a real importância das atoardas de LFV ou do mau planamento da época, em relação ao futebol apresentado. Não há um único jogador em boa forma (Di Maria parece estar a ganhar alguma consistência), não há ligação entre os sectores da equipa, não há golos em casa. Quem está a falhar?

No plantel do SLB há jogadores, alguns bons, outros razoáveis e uns quantos medíocres. Mas no Nacional ou no Setúbal também, e estas equipas (só para dar alguns exemplos) jogam bem melhor do que os "encarnados". O buraco à frente da defesa continua, os espaços dados aos adversários igualmente, a marcação deficiente de cantos e livres também. Quem está a falhar?

Quando escrevi que acreditava no SLB campeão parti do pressuposto que os jogadores-base tivessem um rendimento mínimo. Nada disso se verifica. Se nem eles querem ou acreditam, de facto, mais vale eu estar calado, atirar a toalha ao chão e continuar a torcer pelo Cristiano Ronaldo. Como é possível começar a correr apenas a 15' do fim? Quem está a falhar?

Para satisfazer a ânsia do nosso leitor Visigordo, cá vai a apreciação que faço ao árbitro de ontem: vários erros, para os dois lados, sem qualquer interferência no resultado final. Falhou num fora-de-jogo e numa falta de Luisão (para o lado do SLB) e falhou em amarelos para mostrar a alguns madeirenses (Patacas foi avisado 3 vezes, no mínimo) e, por exemplo, nos 4' de desconto. Com seis substituições (penso eu), e vários jogadores a serem assistidos, pareceu-me curto tempo de prolongamento dado.

Mesmo entendendo a posição de alguns que não comentam as arbitragens, penso que o árbitro faz parte do jogo, do espectáculo. E a sua má qualidade recorrente deve ser analisada e comentada. Contudo, continuo a preferir perder, empatar, jogar mal, do que ver o clube salvo por um erro do árbitro. Era bom que todos entendessem isto: qualquer adepto "normal" faz cruzes para que a bola não entre, depois de um livre que não o foi, ou depois de um pénalti que também não o foi.

Esta época o FCP é o clube mais beneficiado dos três "grandes". A falta de seriedade, de transparência e de rigor da nossa justiça remete-nos, inevitavelmente, para a descredibilização das vitórias do FCP. E o que tem isto a ver com o mau futebol do SLB? Nada.

Em casa onde não há pão...

As queixas dos benfiquistas hoje contra Camacho, contra a Direcção, contra um ou outro bode expiatório (seja Luis Filipe, Maxi, ou outro qualquer) são, para nós sportinguistas, um déjà vu. Em Alvalade, há umas semanas, as baterias estavam também apontadas aos mesmos alvos e culminaram mesmo com a saída de Carlos Freitas. Afinal, quando faltam as vitórias, os adeptos são iguais em todos os clubes. Uns mais calmos desejosos de estabilidade, outros sempre crentes acreditando que se está no rumo certo para vitórias futuras, alguns mais nervosos e desejosos de revolução imediata, pedindo a cabeça de treinador, presidente e jogadores.

sábado, fevereiro 2

Afinal, corrijo, o SLB não pode ser campeão (2).

Para reforçar o "post" anterior e segundo um amigo meu, os primeiro golos do FCP, normalmente, são "golos de grande ilegância".

Afinal, corrijo, o SLB não pode ser campeão.

O FCP continua a mostrar um futebol espantoso, que deixa a léguas os seus mais directos adversários. O Leiria não sai da toca, tal é o caudal ofensivo dos "azuis". 2-0, grande golo do Quaresma, dizem-me agora mesmo. Espantoso. O primeiro golo também foi muito bom, pena aquela tabela. Mas não importa, o FCP é superior e isso é que importa. Continuam embalados e a estes é que ninguém os pára.

Resguardo

Perante as notícias que mencionam a falta de resguardo do mister Paulo Bento, posso perguntar o que é que o director Pedro Barbosa lá está a fazer?

sexta-feira, fevereiro 1

Sem outra opção.

No 442, perguntava-me o Katanec se eu acreditava na vitória do SLB, no campeonato. Finalizado o "mercado de Inverno", a resposta é positiva. Não considero o plantel do SLB incapaz disso. E estou convencido que, jogadores como Petit, Luisão, Katsouranis, Rodrígues, Nelson, Assis e Gomes podem marcar a diferença nesta segunda parte da época. São estes os verdadeiros reforços que espero ver.

À excepção do ex-PSG, que já fez excelentes jogos, todos os outros andam desaparecidos. Mas mesmo Rodríguez tem revelado uma preocupante insistência para as lesões. Di Maria e Adu, podem aproveitar o caminho até ao fim da competição para ganharem maturidade e consistência. Mas, pontualmente, podem funcionar como "armas secretas".

Se Camacho voltar a ser "o Camacho", o FCP é perfeitamente alcançável. Mesmo com arbitragens como a de Guimarães.

Makukula, que não conheço bem, pode ser um bom reforço pelo poderio físico que emprestará em jogos em que o ataque seja continuado, contra equipas muito fechadas.

As gralhas, "gaffes" e asneiras de Luís Filipe Vieira não apagam a qualidade e as soluções que existem no plantel. É obrigatório ganhar um título, de preferência, o Campeonato Nacional.