terça-feira, dezembro 10

Curtas-longas.

1. A tragédia grega que aconteceu à equipa da Luz na época passada bem que podia acontecer (em menor dimensão, mesmo assim), hoje, ao Olympiacos. Na recepção ao milionário PSG, os encarnados têm que dar tudo, coisa que não têm feito ultimamente.

2. Em caso de eliminação da LC, será apenas mais um falhanço a toda a linha de Jorge Jesus. Ao fim de cinco anos ninguém pode achar estranho esse cenário, tendo em conta as últimas presenças nesta competição.

3. A nível europeu é por demais evidente que o Benfica de Jesus não deu o salto qualitativo. Continuamos muito longe do topo e sem níveis competitivos que nos permitam vencer clubes do patamar acima do nosso.

4. A eventual ida para a Liga Europa vai possibilitar-nos fazer mais uma caminhada interessante. O nível as equipas é médio, apenas, e, com alguma sorte (à imagem do ano passado, com muita mesmo) poderemos chegar novamente à Final da competição e, assim, paracer que somos um clube europeu. Não o somos.

5. É óbvio, mesmo para um cego apoiante da dupla Vieira/Jesus, que o plantel não está a render nem 75% do seu potencial. Os motivos podem ser menos claros mas, sem pensar muito, podemos especular sobre uma relação entre técnico e jogadores que já não tem volta a dar. Pode, até, esta relação, não ser impeditiva de se alcançar o sucesso, mas convenhamos, pode fazer toda a diferença.

6. No campeonato, aquele que deveria ser o nosso principal foco, continuamos a dar o flanco, a desperdiçar pontos contra equipas menores (muito menores), a apresentar as mesmas debilidades de sempre e, pior, uma falta de atitude competitiva que é, simplesmente, inadmissível.

7. Do outro lado da segunda-circular habita a maior surpresa do campeonato. Não por estar em primeiro lugar, mas especialmente por liderar o campeonato depois de uma época desastrosa e marcadamente negativa, apresentando o melhor futebol da Liga, mesmo que eu considere que sem grande competitividade.

8. De facto, olhando para o líder, há coisas que nos fazem, ou deveriam fazer, inveja: a vontade de vencer, o querer jogar bem, o lançamento sem vergonhas de jovens que, mesmo não sendo um portento com potencial de vendas de milhões, têm lugar neste Sporting em construção.

9. Não sei se o Sporting vai aguentar. Ninguém sabe. As lesões, os castigos, a própria pressão que vai aumentando com a aproximação do final do campeonato, tudo pode mudar, de repente. Contudo, olhando para o trabalho feito pela direcção e, em especial, para o trabalho de Jardim, é difícil prever o descalabro leonino.

10. Sempre defendi que a qualidade de um treinador deve ser o ponto principal de uma equipa de futebol. Jardim é a prova viva disso mesmo. Competente, equilibrado, sensato e com resultados. Ainda não ganharam nada, é certo, mas, o que terá mais valor: ser campeão com uma equipa milionária, mas apenas na última jornada, ou pegar num clube em cacos, numa equipa sem estrelas, com dispensas a torto e a direito, e cheia de malta que nada provou ainda no mundo do futebol e levá-la à liderança isolada ao fim de 12 jornadas?

11. Concluíndo, o Sporting é, unanimamente, um líder justo. Como benfiquista, sinto alguma inveja. Não da liderança em si, mas antes da paixão que sentem os sportinguistas por todos os 90 minutos da sua equipa, pelo amor pela cor das camisolas, pela equipa que se formou entre adeptos-direcção-plantel. Tudo o que falta ao Benfica, apesar dos pornográficos milhões investidos.

11 comentários:

Pedro disse...

1- Não tenho grandes esperanças. Duvido que o Olympiakos não vença os belgas.

2- O costume em JJ. Nas horas decisivas e com adversários fortes nunca ganha.

3/4- Infelizmente é a verdade.

5- Não sei se os apoiantes de JJ/Vieira reconhecem seja o que for. Estão tão manipulados que não conseguem pensar para lá do que lhe impingem. Sobre o balneário do SLB um dia conto-te...

6- Resulta de tudo o que foi falado antes. Falta de atitude, de união e de competência.

7/8- O que faz ter alguém que sente o clube como um adepto nos centros de decisão.

9- Eu acho que aguenta e teremos que levar com eles até ao fim. Aliás, com esta vitória em Barcelos e com as próximas três jornadas arriscam-se a ser mesmo uma grande surpresa e mais não digo pq os dedos não deixam. ;)

10- Não só um treinador competente mas um líder máximo que sente o clube e quer o melhor para o clube e, fundamental, procura unir os adeptos. Gozam com as suas palhaçadas junto dos adeptos mas é isso que faz a diferença para com os tecnocratas da gravata de antes. Não me lembro de ver um visconde a festejar golos dos verdes desta forma. Faz toda a diferença.

11- Não sei se é um líder justo. Inveja não tenho. Mas queria ver no Benfica, dirigentes benfiquistas que amassem o clube. Mas quanto até um Rui Costa se torna o que se tornou...

LDP disse...

Não percebo tanta negatividade...estamos empatados com o clube que investe tanto como nós e ainda tem no plantel algo que nós não temos - os profissionais da apaf -, e ainda nos queixamos? E depois só estamos a 2 pontos da equipa que tem o melhor marcador do campeonato com um terço dos seus golos em fora de jogo (o que significa 4 ou 5 pontos a mais na classificação).

Não temos nada de que nos queixar. Viva Vieira! Viva Jesus! Viva o Nuno Espírito Santo!

Mike Portugal disse...

Pedro,

Em relação ao teu ponto 9, digo isto: Apesar dos próximos 2 jogos serem em casa, há sempre a possibilidade da equipa empatar. Mesmo na 15ª jornada que é só em Janeiro, apesar de nós sabermos que 1 dos 2 (FCP ou SLB) irá perder pontos, isto ainda não está nada decidido.

E termino dizendo: SPORTING, tu nunca vais acabar !! lol

Pedro disse...

Com a equipa com esta moral dificilmente perderão pontos nesses dois jogos e depois podem receber os ganhos do jogo entre SLB-fcp. Vão entrar na segunda volta líderes isolados. A cada vitória ficam cada vez mais "fortes". Infelizmente em Portugal percebe-se pouco de futebol e ainda menos do contexto do mesmo. Dois pontos de diferença não são nada mas esses dois pontos podem passar a 4 e a atitude/moral verde está completamente diferente da atitude/moral dos outros. Isso faz diferença.

Obviamente que podem claudicar, podem quebrar com um mau resultado mas não reconhecer o perigo actual é um disparate.

Peyroteo disse...

Grande post!

LDP, que grande azia que para aí vai. O Montero tem 13 golos e marcou 2 em fora-de-jogo, sendo que, contra o Benfica não foi bem um remate em fora-de-jogo, foi beneficiar de posição irregular a certa altura da jogada. Mesmo sem esses dois golos seria o melhor marcador.
E tal como o Sporting foi beneficiado em um ou outro lance, também foi prejudicado noutros. E o penalty escandaloso que ficou por marcar contra o Rio Ave? E os erros contra o Marítimo? Por acaso ganhámos este mas...

sar disse...

13*1/3 = 4.333...

Golos em fora de jogo do Montero só me lembro contra o Olhanense e por acaso ganhámos 0-2...

O golo contra o slb teve um fora de jogo na jogada,o golo foi em jogo, tal como o golo do slb foi precedido de uma falta inventada contra o SCP.
Golo em fora de jogo é como o do cardozo na taça, ok?

Mesmo esquecendo convenientemente os lances em que fomos prejudicados e em que o teu clube foi levado ao colo, como consegues chegar a esses 4 ou 5 pontos?

Ou é como os "chouriços", só deviam contar para os vermelhos?

Contas à Querido Manha...

Riga/V-1-Boy disse...

não me digam que já não conheciam os desvarios selectivos do ldp

Pedro Jorge disse...

o ldp gosta é dos capelas, duarte gomes e ruis costas desta vida

Miguel disse...

Pedro, parabéns por demonstrares que há benfiquistas e lampiões ... como sportinguistas e lagartos, como tripeiros e portistas.

Tenho muitos amigos do Benfica, sem um pingo da tua lucidez.

Aos que pensam assim, reforço a minha opinião:

Benfica - RIvais

Porto - Corruptos e Inimigos.

Tasqueiro Emigrante disse...

LDP

Qual é a marca das tuas ganzas?

Quero provar :)

Jorge Borges disse...

subscrevo na íntegra tudo.
O Sporting e os seus adeptos estão de parabéns, e merecem tudo de bom que estão a viver.