sexta-feira, dezembro 6

Curtas.

1. O Benfica recebe hoje o Arouca e, obviamente, só a vitória interessa. O Sporting vai a Barcelos e pode perder pontos pelo que, hoje, não podemos falhar, como não falhámos na semana passada (nem o Sporting).

Cardozo continua de fora, e já não deve jogar mais este ano. Cavaleiro está de volta, assim como Funes Mori.

Lima deve fazer dupla com Rodrigo e Markovic deve ser, novamente, encostado à linha, ficando Sulejmani de fora. Assim, queimam-se logo vários jogadores ao mesmo tempo.

2. O Jornal do Sporting tem uma peça sobre o Apito Dourado. Obviamente que é uma provocação, que surge precisamente um dia depois de Bruno de Carvalho ter dito que o futebol precisa de afastar-se do clima habitual de guerrilha.

Ainda no Sporting, o clube aposta agora no mercado chinês, depois do falhanço total com a história do indiano. Será que o Futre tinha razão?

3. Durante a tarde haverá ainda o sorteio do Mundial. Preferem ver Portugal num grupo da "morte", à imagem do que nos aconteceu no último Europeu, ou num grupo tipo Angola-México-Irão?

12 comentários:

Hugo disse...

1-O Benfica deve ganhar facilmente

2- Bruno de Carvalho além de se ter mostrado bastante simpatico soltou algumas tiradas como "É importante os adversários começarem a dar mais luta".
Sempre achei que o Futre tinha toda a razão

3- Venha o grupo da morte

Mr. Shankly disse...

1 - Estou a ver muitas expectativas de facilidades logo, mas a verdade é que jogamos sem os melhores 3 jogadores (Matic, Salvio, Cardozo) e ainda sem o Siqueira e o Sílvio. Com o plantel que temos não temos desculpa para não ganhar, mas exige-se mentalidade competitiva (quem viu o jogo com o Belenenses sabe a que é que me refiro).

2 - Só vem com 10 anos de atraso.

3 - Torço sempre por ter poucas selecções europeias no grupo, e desta vez a FIFA fez-me a vontade. Com Angola-México-Irão correu bem (pudera...), mas com EUA-Coreia do Sul-Polónia nem por isso. Como diz o Ronaldo, agora é para disfrutar.

Pedro disse...

1- É ganhar, mais nada. JJ é assim, catedrático que é catedrático queima logo vários ao mesmo tempo.

2- "Só vem com 10 anos de atraso" - Faço minhas as palavras do Shankly (com a ressalva de não saber o que os verdes dizem, na volta ainda falam da escuta de Vieira..LOL)

3- Sorteios só me interessam os do Benfica e do Euromilhões...

Peyroteo disse...

Vem com 10 anos de atraso? Mas se foi o Sporting, através de Dias da Cunha, que primeiro se debateu contra o sistema.
E porque não haveria de falar na escuta do Luís Filipe Vieira? É algum santinho?

Pedro disse...

LOL
Claro que devia. E não esquecer o Calabote e o jogo no Algarve.
:)

Fil disse...

1 - A deslocação do Sporting é efectivamente difícil e com um deslize, pode adiar-se nova discussão das regras para o 1.º lugar ;) É mais um teste, num campo onde, salvo erro, o Gil Vicente está invicto, e já ganhou a Braga e Guimarães...Em minha opinião, o Sporting terá que ser mandão desde o 1.º minuto e jogar com mais intensidade do que em Guimarães para vencer.

2 - A nova linha editorial do Jornal do Sporting prometeu endurecer a sua posição face ao circo, digo futebol nacional. Começou por explicar quem é Duarte Gomes e agora relembra o Apito Dourado (o que segue o contexto, parece-me), pelo que não deduzo de imediato que seja uma provocação face à circunstância recente de um sorteio que obriga o FC Porto a deslocar-se a Alvalade. Mas se for também não vejo problema, até porque um clube da grandeza do Sporting, que se vê desrespeitado diariamente por meios de comunicação que servem cegamente os rivais e ainda se armam hipocritamente em imparciais (Record, Bola, Jogo, Sportv, Porto Canal e por aí…), deve usar os poucos meios que dispõe para ir lembrando ou relembrando as vergonhas que por aí andam, como é óbvio.
Quanto à associação disto às declarações de Bruno Carvalho, enfim… não penso que ele seja directamente responsável pelos conteúdos do Jornal do Sporting (até porque nem lhe deve sobrar tempo para tal), e por isso falará quando e conforme achar apropriado, mas tem muita razão quando diz que se devia pensar no futebol como um produto que credibilizado e pensado em conjunto, serviria a todos os clubes (embora com os intervenientes actuais, dirigentes de clubes, media, arbitragem, etc… isso seja muito difícil,).

3 – Selecção? A escolher viesse um adversário forte, um médio e outro fraco, e por esta ordem…

Peyroteo disse...

É óbvio que não é comparável mas a verdade é que as escutas mostram que LFV queria Paraty para apitar (que é adepto benfiquista, daqueles que vai ao estádio e tudo) e foi recusando nomes até aceder no João Ferreira. Os que ele recusou eram todos controlados pelo Pinto da Costa. LFV só controlava dois ou três. :)
Acho que há outras formas de combater a corrupção...

luis disse...

"que servem cegamente os rivais"

Podes explicar em que medida é que servem os rivais?

Eu diria que se servem (de todos um pouco, uns mais do que outros).

De resto, concordo contigo, acho que é uma provocação mas não vejo mal nenhum nisso. Apenas incoerência.

Peyroteo, não quero alongar muito esse tema mas estás errado em algumas coisas que dizes.

O LFV foi recusando com o argumento de serem todos do Porto, chega mesmo a dizer que é tudo a gamar. Do outro lado, estava um responsável da arbitragem que nunca se insurgiu, ou seja, deu razão às queixas.

Como sabes, os árbitros nessa fase da Taça eram ESCOLHIDOS pelos DOIS clubes intervenientes.

LFV também diz que não procura benefícios, apenas não quer que roubem o SLB.

Podes dizer que não é muito ético o procedimento de se escolher o árbitro mas, convenhamos, se ambos os clubes o fizeram (tendo acordado), parece-me pouco relevante, especialmente quando estamos a falar do Apito Dourado, que mete putas, bagaço e o caralho.

E também mete títulos, sempre para o mesmo clube (tal é o domínio do Benfica que ganhamos tanto nos últimos 10 anos como... o Sporting).

Fil disse...

"Podes explicar em que medida é que servem os rivais?"

Posso, e num ápice, por um lado basta olhar para A Bola (A bíblia benfiquista, como é comummente apelidada) e o Record (que se transformou num bastião benfiquista por força de Alexandre Pais e passando o legado, agora de João Querido Manha). De resto, até em certos blogs benfiquistas isto é aceite com naturalidade (Exp. http://serbenfiquista.com/blog_post/depois-de-alexandre-pais).

Por outro lado, O Jogo (há dúvidas aqui?) e um canal televisivo que se pretende de uma cidade e não de um clube mais a Norte.

De resto, julgo que não é preciso mais do que acompanhar ligeiramente as capas e as tendências normais dos artigos destes meios de comunicação para o saber, diria mesmo que o senso comum e a simples interpretação de conteúdos bastará, não?

luis disse...

Não respondes à minha pergunta.

Eu perguntei-te em que medida é que esse "apoio" de reverte em favor do Benfica.

Não te parece muito mais óbvio que se servem do Benfca, muito mais do que servirem o Benfica?

Quando o Benfica perdeu contra o PSG, por exemplo, a capa da Bola era HUMILHANTE.

Isto é servir o Benfica em que aspecto?

E quando os jornais alimentam novelas tipo as do Cardozo, com declarações inventadas todos os dias, estão a servir os interesses de quem? Do Benfica?

Fil disse...

Aí tens razão, como qualquer adepto quando a coisa corre mal, acabam por bater forte, mas não deixam de ser apoiantes e no geral, isso ajuda sempre. O que me custa sinceramente é não o assumirem claramente.

luis disse...

Mas ajuda como? Juro que não entendo. Em que medida? Resultados? Estabilidade?