terça-feira, agosto 18

15 minutos à Benfica...

Foram mesmo 15 minutos à Benfica, os últimos 15 do Benfica-Estoril...
Ao contrário do que o resultado possa indiciar, o Benfica teve muitas dificuldades para levar de vencida o Estoril.
A primeira parte foi fraca por parte do Benfica, e ao intervalo os fantasmas voltaram a pairar sobre a Luz. Apesar disso, o sinal mais foi do Benfica, mas pouco mais, ao contrário do que se impunha. Luisão mandou uma bola à trave, mas há pelo meio um penalti de Luisão que ficou por assinalar.
Na 2ª parte o Benfica apresentou-se diferente, com mais vontade, mas nem sempre clarividente. A cabeçada de Mitroglou teve  condão de desbloquear o jogo do Benfica e afastar os fantasmas que estavam já muito próximos do relvado. A partir daí tudo foi mais fácil. A entrada de Talisca e Victor Andrade mexeu definitivamente com o jogo, com o jovem brasileiro a deixar açúcar na boca dos adeptos. A ver vamos se é para continuar. O 4º golo do Benfica resulta de uma jogada fantástica, com (mais) um toque de magia de Nico Gaitán.
O Estoril foi um digno vencido, que não merecia um resultado tão desnivelado. Tentou jogar e proporcionar um bom espectáculo.
Arbitragem: Na minha perspectiva, há um penalti claro de Luisão já que o empurrão nas costas é dentro da área, muito embora haja um contacto ainda fora da área. Gaitán reclama penalti ainda na 1ª parte, mas à primeira vista não parece. Contudo será prudente um defesa que coloca as mãos atrás das costas não se coloque de lado para a bola (pode haver quem entenda isto como um prolongamento do corpo...), mas no caso não me parece haver intenção do jogador do Estoril. No lance entre Bonatini e Talisca acho hilariante falar-se de um lance em que o árbitro ajuizou bem já que não há qualquer contacto entre os jogadores, há até quem defenda que ele se devia ter equivocado e assinalado penalti. O penalti assinalado contra o Estoril, na primeira imagem deixou-me dúvidas, e vamos continuar sem saber se a bola bateu efectivamente nas mãos do estorilista, mas pelo movimento tudo indica que sim. Se o remate tivesse sido efectuado mais próximo talvez não fosse, assim... Fica ainda o registo da má apreciação no critério disciplinar, já que o árbitro foi lesto em amarelar Lisandro, mas depois foi bastante condescendente com os estorilistas, nomeadamente quando de forma sistemática inviabilizaram ataques do Benfica, fazendo faltas sucessivas sobre Gaitán.
Gostei do discurso de Rui Vitória relativamente aos miúdos. Há que ter e fazer ter os pés assentes na terra!


3 comentários:

LDP disse...

Eu já vi um penalty ser marcado tão mas tão fora da área que a bola e os jogadores até estavam para lá das quatro linhas...

Luís Fiúza disse...

Pela primeira vez este ano estamos mentalmente por cima, livres.
Acredito que agora sim, o trabalho vai começar, e os frutos vão aparecer.
Faz toda a diferença esta danada psicologia...

Pedro disse...

70 minutos à JJ e 20 minutos à RV!
hehehe

Vitória suada, dificil e merecida. Vamos ver se serve para acalmar as hostes!!!

Muito a melhorar. Felizmente muito por onde melhorar.
Siga para o Arouca!