terça-feira, março 8

O clube dentro da Lei é assim

O Benfica julga-se acima da Lei. O Porto faz a Lei e os seus jogadores executam-na!
Não estranho, pois, que não repudiem as agressões. Bolas de golf... sticks... já estão familiarizados.

ver o vídeo aqui

32 comentários:

Anónimo disse...

"Mais um lance que, dizemos nós benfiquistas, não dignificam o hoquéi em patins"

Não só befiquistas conseguem tirar esta conclusão..

Anónimo disse...

*benfiquistas

Jorge Borges disse...

Ainda não vi mais ninguém, incluindo o presidente do clube que age dentro da lei, o tal que não se julga acima da lei, vir também condenar esta atitude, de um jogador, diga-se, que conta com outros episódios de extrema violência na sua carreira.
Só o Javi e o David Luiz é que agridem.
Vá-se lá perguntar ao homem e ele, com a sua "fina ironia" (tão apreciada pelos seus adeptos) ainda vai dizer que ele estava de costas e que não poderia ver o adversário. que o olho do cú, que se saiba ainda é cego.
E vai haver meia dúzia de anormais a achar piada e bater palmas.

Hugo disse...

Óbvio que estas agressões são de condenar e devem ser punidas. Não sei qual é a dúvida.
Agora escusam de vir com essa postura de virgens imaculadas como se a origem de todos os males estivesse a Norte.
O fanatismo anda a atingir níveis surreais.

Anónimo disse...

Só tenho pena de alguém que tenha de viver comum lam´pião.

Há sempre o remédio de os enviar esgoto abaixo

luis disse...

Pelo esgoto abaixo vai a cona da tua mãe, ó anónimo.

Pedro disse...

"a origem de todos os males estivesse a Norte."

Não é a Norte...não confundam. É mesmo numa certa "Torre" na cidade do Porto. Norte? Isso queriam vocês!!!

Vergonha devem sentir os jornalistas, qd olham ao espelho ou para os seus filhos, pq não terem coragem de fazer as perguntas certas a este corrupto mor que é o cancro do nosso futebol. Mas uma coisa me alegra no meio disto tudo é qd este monte de esterco se olha ao espelho e vê q o dia do adeus está cada vez mais perto. Como eu desejo q esse dia seja antes de um jogo na Luz, como eu anseio por esse "minuto de silêncio". HEHEHE

Anónimo disse...

"O fanatismo anda a atingir níveis surreais"

Cinges-te a quê? às bolas de golfe? às pedradas? aos actos de vandalismo a um autocarro cada vez que passa pelo porto? aos transeuntes que sejam quais forem as cores se levarem uma camisola vermelha independentemente da idade apanham de uns merdosos azul e broncos?

Vai-te curar mas a tua pouca vergonha.

Anónimo disse...

Vcs não se recordam quando o hoquista do Porto foi barbaramente agredido com um taco basebol na luz, aquando dum jogo de Hóquei entre o Benfica e o FC Porto?!

Anónimo disse...

Nos clubes dentro da lei o presidente pede à PSP para facilitar a entrada de objectos perigosos aos membros do seu "braço armado"

Anónimo disse...

coitado do benfica.depois publiquem no site ou não interessa!!

http://www.youtube.com/watch?v=mKCxV31kjq4

Anónimo disse...

Isto é um blogue, anormal.

Hugo disse...

"Vai-te curar mas a tua pouca vergonha"

Vergonha deves ter tu que nem te identificas.

Hugo disse...

"Vai-te curar mas a tua pouca vergonha"

Vergonha deves ter tu que nem te identificas.

Marco Morais disse...

Luís, peço desculpa mas vou responder aqui.

'Marco, o clube corrupto só o é porque aceitou o castigo sem recorrer. Foi o próprio clube que anuiu com essa colagem.'

Dizer que o Porto assumiu o rótulo por não recorrer é ridículo. Isto porque de nada valia o recurso visto que o adiamento (que tantas vezes vos convém) poderia fazer perder pontos na época em curso. Daí a ingenuidade do rótulo. (E não percas tempo a argumentar de novo com as escutas pois já sabes a minha opinião sobre isso).

'O FCP teve uma fase fraca e não perdeu'

Ficamos a saber que as equipas quando têm fases fracas têm automaticamente de perder, e até nem costuma ser isso o que define os campeões: ganhar. Pena não te lembrares disso o ano passado. Mas eu acho bem que compares a fase fraca do Porto com a fase fraca do Benfica, pois na nossa não houve uma defesa intranquila devido ao seu GR nem um onze a querer jogar como no passado ano sem as peças no lugar.

Achas mesmo coincidência, e culpa da arbitragem, que quando o Roberto estabilizou, a defesa do Benfica tenha estabilizado também, e que quando Jesus definiu, claramente, um onze, o futebol do Benfica tenha subido de produção? Depois, as arbitragens deixaram de fazer parte das conversas até haver outra brincadeira do Jesus e outra frangalhada do Roberto. Eu se fosse os responsáveis do Braga fazia queixa à Liga de todas as faltas mal assinaladas no meio-campo do Benfica, é que com o Roberto na baliza nunca se sabe.

Marco Morais disse...

Não condeno que com tanto vermelho a pintar por aí, não tenhas tempo de fazer apreciações dignas às entradas dos jogadores do Benfica. Se fossem azuis, sei bem que eram entradas que colocariam jogadores na rua e que os impediriam de decidir os jogos.

Mas, sinceramente, também não defendo que seja justa a vantagem de 11 pontos. O jogo de Guimarães subtraiu pontos importantes ao Benfica na perseguição. Por isso entendo a tua 'afronta', mas não deixo de a achar exagerada e altamente tendenciosa.

Exagerada porque, como a maioria dos benfiquistas és o tal que me responde que no golo do ano passado na Luz 'não é taxativo' que tenha havido toque - quando se nota a léguas (no vídeo) - e que defende que o Hulk é bem suspenso por meses quando o Pepe por muito mais, A UM JOGADOR, apanhou 9 jogos. Mas pronto o homem foi 'suspenso' e a lei tá mal feita, o que muda imenso. Realmente nada de estranho nisso. Mas pronto, pode não ser taxativo que se dois penáltis fossem marcados ao Porto, a equipa perdesse pontos. Talvez com uma suspensão acontecesse.

Lembra-te desse argumento quando criticares os empréstimos de jogadores do Porto a outros clubes. É assim a lei, olha. Mas já nada me surpreende e como tal já nem ligo a quem passa a vida a argumentar com as escutas e a chamar os portistas de ingénuos. Não será ingénuo, também, não acreditar no que não está em escutas?

Eu sei vocês são um clube santo e impoluto com uma visão extremamente limpa e honrada das coisas, uma visão tão límpida que vos incita a comentar todas as agressões portistas, mas que vos mantém calados em horas 'vergonhosas'. Mas já sei, a mania da perseguição torna legítima a vossa adrenalina.

Marco Morais disse...

E acho graça à moda dos vídeos que aqui pegou, mas já que arranjaram esses porque não dão mais uma voltita no Youtube? é que nem todos parecem confirmar as vossas teses.

E depois argumentem que a mim tudo me passa ao lado porque me convém, porque vou na frente. Será que eu não abrir a boca (porque acho a maioria dos argumentos, que na maioria das vezes se utilizam, irrelevantes) vos dá a enganadora sensação que nunca se passa nada de errado na Luz? Ou será que é mesmo um fenómeno de ilusão colectiva?

Sinceramente, não me vou cansar de defender o maior indicador das vitórias. E esse é o futebol jogado, por mais que vocês achem o contrário. O Benfica este ano não foi tão competente como o Porto, e aquilo porque vocês lutam é um cenário de dificuldade, que nunca apareceu, para o 'vosso rival que vai à frente'. É legítimo, mas o cenário favorável começou na Supertaça e assim continuou a cada deslize...

Jorge Borges disse...

Marco:
não se trata da moda dos videos ter pegado aqui. mesmo com imagens há quem não consiga ver determinadas coisas.
É um bocado incómodo, eu sei, mas tem que ser.

Podes sempre colocar um em que sejam os jogadores do Benfica ou os adeptos a agredir que, da minha parte terás a garantia que comento, sem desculpar esses actos com outros de outros clubes.
Também não virei aqui, disfarçado de anónimo com insultos gratuitos.

Marco Morais disse...

Jorge,

Espero não te ter depreciado por, de alguma maneira, ter criticado a inclusão de vídeos aqui.

E espero porque apenas critico as limitações dos mesmos. Há casos para todos os lados, argumentação para todos os lados, mas a impunidade não atingirá nenhum deles.

Vocês falam e com razão da prova das escutas. É a mais forte e é legítimo utilizarem-na. Não serei eu nunca que vou estar aqui com tangas do tipo 'ainda vos apanham ao telefone a dizer que uma pita é boa e por isso vocês são pedófilos'.

Só condeno que a vossa cruzada pela justiça tenha dois pesos e duas medidas. O Bruno Alves é protegido e o Cardozo, que faz exactamente o mesmo, não merece o mesmo destaque. O Luisão agride um jogador que se encontra no chão ao pontapé e, certamente, vocês nem se lembram em que jogo foi. O ano passado num jogo que está 1-1, o Javi agride um adversário dentro da área e vocês escolhem falar este ano nos penáltis que ficam por marcar ao Porto.

Não posso ficar calado, Jorge.

E isto tá tudo em vídeo, se quiseres eu 'linko'. Mas para quê? Para mais disto?

Sei que é efeito 'bola de neve' até porque uns falam, outros respondem e há muito sangue na guelra a toldar os casos, que são tantos, e de que já ninguém se lembra.

Para rematar, o meu ponto já sabem bem qual é, mas não desprezo agressões, penáltis e faltas mal assinaladas, foras de jogo mal tirados. E também percebo que o clima de suspeição está longe de terminar, mas considero-me inteligente o suficiente para não festejar campeonatos roubados.

Os desfechos, poderiam sempre ser outros mas a equação é tão grande, e os enquadramentos tão pequenos, que só nos perdemos todos. Sei que há corrupção no futebol e que ela deveria ser investigada a fundo e não às metades, mas também acredito piamente, e um dia espero ajudar a prová-lo, que é o futebol que tudo rege.

Glorioso11385 disse...

O Luisão deveria ter sido expulso no jogo com o Nacional para a Taça da Liga de 2009/2010. Estás satisfeito, Marco? Agora faz aí a lista dos jogos em que jogadores do teu clube deveriam ter sido expulsos, dos 'penalties' mal assinalados esta época a favor do teu clube, dos que ficaram por assinalar a favor dos teus adversários ou a favor do Benfica. Pois, isso é mais complicado. É capaz de te faltar espaço...

luis disse...

Marco, por te ter em boa conta é que me predisponho a discutir um assunto sem fim contigo. Gosto de ler os teus argumentos - e concordo com alguns - e sei que não estás a tentar convencer-me de nada, apenas discutes o assunto consoante aquilo em que acreditas.

Vou limitar-me ao assunto Hulk, que é algo que é repetido muitas vezes por desconhecimento.

Acabas por responder a pouco do que te disse e que julgo não conheceres sobre o assunto. Relativamente à comparação com Pepe, porque ires a outro campeonato? Porque não comparas com situações similares que aconteceram no passado, em Portugal?

Mais: é muito mais grave um jogador agredir alguém do público, ou um simples agente desportivo, do que agredir um jogador adversário. Isto nem sequer tem discussão, Marco.

Devias ler com atenção aquilo que escrevi sobre o caso na outra caixa.

Relativamente aos empréstimos, escrevi um "post" há algum tempo que defendia a impossibilidade de se empretares jogadores na mesma divisão. É essa a minha opinião.

luis disse...

*emprestarem

Marco Morais disse...

Luís,

Tenho a certeza que voltaremos em breve ao assunto. É realmente sem fim. =)

Glorioso, é exactamente isso de que falo. É que a prepotência (ainda que sem intenção) é tanta que nunca vais admitir que a lista de casos nos jogos do teu clube é também bem extensa.

É assim que discutes o caso do Luisão? E que eu saiba não falei só dele... mas quando quiseres falar no Porto eu falo, mas o assunto não era esse. Mas é giro que tragas a Taça da Liga ao assunto. Taça essa onde os critérios 'cozinhados', que vocês tanto defendem, me foram bem visíveis várias vezes.

E recorda-te que quando abordei a célebre final contra o Sporting referi como erro maior do jogo a displicência dos jogadores leoninos ao jogo. E não o fiz como favor aos benfiquistas, certamente.

Acho realmente que se tens alguém a quem pedir listas, não será a mim certamente.

mago disse...

"O Bruno Alves é protegido e o Cardozo, que faz exactamente o mesmo, não merece o mesmo destaque."

Ia escrever qualquer coisa, ou até talvez buscar uns vídeos ao youtube, mas acho que isto fala melhor por si só.

Marco Morais disse...

Sim talvez não salte tão alto, isso é bem verdade.

Vê o movimento dos braços quando os dois saltam e vê o que está vestido de vermelho ser 'acidentalmente' e vê o que é vestido azul ser 'propositadamente'.

Se te referes a agressões intencionais, podes sempre juntar aos teus vídeos as do Javi, ou as do Luisão. Estou certo que as encontrarás.

E se conseguires definir alguma que encontres como 'agressão', depois podes procurar as que em 2005 deram vários jogos de suspensão a jogadores do Porto por processos, nada propositados, sumaríssimos.

E se ias escrever qualquer coisa bem o podes fazer, até porque já não és o primeiro a ser bem vago hoje.

mago disse...

Oh Marco, para sofista, sofista e meio: encontra-me um vídeo do Cardozo a pisar os tomates do Moutinho, ou a espetar os pitons nas costas do Anselmo ou do Jorge Gonçalves. Até lá aquilo que escreveste não é verdade - não de um modo opinativo, mas sim factual. Está concreto o suficiente assim?

E.. Os sumaríssimos de 2005? Respira, que não é razão para tanto.

LC disse...

"Vcs não se recordam quando o hoquista do Porto foi barbaramente agredido com um taco basebol na luz, aquando dum jogo de Hóquei entre o Benfica e o FC Porto?!"

Recordo a notícia sim, mas não VI, o que VI foi uns minutos antes dentro do pavilhão o Paulo Alves dar uma stickada na cabeça de uma criança de 11 anos.

LC disse...

E devo dizer que recrimino essa agressão ao Filipe Santos como todas as outras.

Marco Morais disse...

Mago,

Tu entendeste bem o que eu quis dizer, mas foges mal à questão. Mas se não for o caso eu explico.

Não me pareceu nunca que o Cardozo tenha intenção de agredir, mas os movimentos que faz com os braços estão na mesma conta dos de Bruno Alves. Os tais que muitos benfiquistas se apressam a considerar como brutais agressões. O exemplo foi para explicar os dois pesos e as duas medidas, mas concordo que o Bruno Alves tem mais histórico de agressões propositadas e que é bem mais impetuoso. Mas no que toca a cotovelos estão bem equiparados, e isso não podes negar.

Sim, o Bruno Alves passa-se mas o Luisão e o David Luiz nunca se passaram. Entende que é só a dualidade dos vossos critérios que eu condeno.


Claro que daqui a nada está aí o Glorioso a dizer que a minha lista é maior que a dele...

Para mim vocês têm razão se disserem que ganharam a uma equipa de caceteiros na Final da Taça da Liga, mas nós não teremos também se dissermos o mesmo da Supertaça?

E atenção, eu só me meti nisto, porque está a meter imensa confusão porque parece que tudo o que eu digo é um sacrilégio. Não que isso me faça algum mal, ou que eu dê alguma importância, mas boquiaberto deixa-me :P

Marco Morais disse...

E a tua opinião sobre a questão dos sumaríssimos diz exactamente tudo aquilo a que eu me refiro, e que me prende aqui (até porque nem é hábito).

Pareciam pardais, 3 jogos para aqui, 3 jogos para ali e mais 3 para acolá. Mas agora os que defendem que as arbitragens condicionam campeonatos dizem 'relax, take it easy, a vida é bela e isso não é nada de importante!'.

Muito bem! num campeonato onde os dois primeiros terminam a menos de 3 pontos este já não fez diferença e o Benfica foi considerado pela critica como um justo campeão.

Olha para mim também foi. O pior que já vi, mas foi...

mago disse...

Estás à vontade para condenar as "nossas" dualidades de critérios, não estás à vontade para equiparar o Bruno Alves ao Cardozo - que foi o que fizeste na frase que eu citei. E escusas de vir com equiparações de cotovelos, porque aquilo de que eu (e não nós) me lembro quando falam do Bruno Alves não é dos cotovelos.

E ainda bem que também já sabes a minha (ou nossa, agora estou na dúvida) opinião sobre a questão dos sumaríssimos de 2005, quando tudo aquilo que eu fiz foi apontar a espiral por onde já estavas a entrar na tua "argumentação" - ainda não é tarde para aparecer o Calabote.

Marco Morais disse...

Mago,

O Bruno Alves foi apelidado de carniceiro logo após a agressão a Nuno Gomes no Dragão. Depois, toda a imagem que lhe conheces ficou evidentemente marcada pelos saltos de cotovelos no ar e pelas quedas aparatosas.

Repara bem que eu já separei a fronteira das agressões e a única coisa que comparei com o Cardozo foi a intencionalidade dos movimentos de um, e para uns, e a intencionalidade de outro, para esses mesmos.

Não percebi bem a questão dos sumaríssimos quando li e percebi que tinhas dado opinião. Assim sendo não a deste e fazes bem em guardá-la para ti, então.