quarta-feira, outubro 12

Selecção não-seleccionada.

Lá nos safámos da goleada graças a um Patrício inspirado (num dia normal teríamos comido com meia dúzia). A qualificação directa falhou em casa, com o Chipre, e não ontem, contra uma sempre complicada Dinamarca. E este facto devemos a Queiroz, não a Paulo Bento.

De qualquer forma, uma equipa mediana, com um treinador mediano (e com dirigentes - presentes e futuros - miseráveis) tem uma real oportunidade de participar num evento gigante. Nada mau.

14 comentários:

Pedro disse...

ver o jogo de ontem e lembrar que há quem defenda q temos equipa de topo mundial...olés dos dinamarqueses? LOL

E o trivelas pá? Q jogador...LOL

O tronco alves sem dar paulada é banal e o rolando tinha evitado aquele primeiro golo se fosse um jogo da nossa Liga.

Ronaldo, Carvalho e Coentrão são os unicos jogadores de topo mundial na selecção. O resto varia entre o mau e o bom. Não mais q isso.

Peyroteo disse...

Claro, incluíndo o Nani, esse tosco...

luis disse...

Peyroteo, mesmo com o Nani, é pouco.

Pedro disse...

O Nani está no grupo dos bons.

LDP disse...

Discordo Pedro.

Quanto a mim temos mais jogadores de classe mundial. E nao estou sò a falar de Messis ou Chicharitos.

Independentemente de serem chamados ou nao, temos Carvalho, Pepe, Coentrao, Bosingwa, Nani, Danny e Ronaldo. é jà mais de meio onze titular. Se juntarmos a isto um Rui Patricio como o de ontem, Silvio e Amorim em forma, Moutinho, Meireles, Liedson...temos equipa para chegar a umas meias finais de um Europeu. Com grande esforço e estrelinha, ams temos.

Mas para mim o "problema" é que nao temos um seleccionador elàstico e criativo. Nao o digo em maneira negativa, mas sempre vi Paulo Bento como um gajo quadrado, tanto como treinador como jogador.

Pedro disse...

Pepe e Danny de classe mundial?

O problema é que eles tb pensam assim e depois é o que se vê.

O Pepe consegue ser bonzinho quando não perde a cabeça e desata a bater nos adversários; Danny é um suplente interessante, não é material para titular de uma selecção q pretende ganhar qqr coisa.

Temos um conjunto razoável q com um bom treinador e moral em alta pode fazer um brilharete. Não mais q isso.

LDP disse...

Exactamente. E nesse "conjunto razoàvel" tens obrigatoriamente de incluir o Pepe e o Danny. Sem eles o conjunto passaria a ser bastante menos razoàvel, de certeza.

See what I mean?

Peyroteo disse...

O Danny nunca fez nada na selecção.

Pedro disse...

LDP, disseste q tinhamos mais jogadores de classe mundial e colocaste o nome deles ao lado de Ronaldo, Carvalho e Coentrão. Presumi q estavas a considerá-los de classe mundial.

Eu discordo totalmente.

Fazem parte de um conjunto razoável. Claro q sim. Dão alguma qualidade ao conjunto. Sem dúvida. Mas nada de classe mundial.

Pedro disse...

Os dirigentes futuros são miseráveis, mas são os escolhidos pelo teu chefe da banda

Pedro disse...

Não me recordo de ver o Queiroz no banco, no jogo com o Chipre.

Pedro disse...

Contra o Chipre jogaram:

Eduardo

Miguel
Fabio Coentrao
Bruno Alves
Ricardo Carvalho

Meireles
M. Fernandes
Danny

Nani
Quaresma
Hugo Almeida

Suplentes utilizados:
Moutinho
Liedson
Yannick

Mesma táctica, equipa mais equilibrada na defesa (na vossa teoria), menos equilibrada no meio campo e no ataque bem melhor que a de ontem (não me venham cá com ronaldos!)

E a culpa é do Queiroz e do Madail?
Já pararam para pensar, que temos uma selecção composta por malta que vem cá para o frete e acima de tudo não TEMOS UM CAPITÃO!

Pensem nisso

Leão Justiceiro disse...

O Rui Patrício de ontem é o Rui Patrício dos dias normais. O facto de ter exibido algumas falhas de concentração num passado recente não lhe retiram qualidade.

Ele ontem foi simplesmente igual a si próprio. Concentrado nos momentos decisivos, apesar de uma noite sem quase nada para fazer.

Já o jogo patético do Postiga só me faz suspirar de profundo alívio: chiça, do que a gente se livrou.

TUGA disse...

Carlos Gamarra in OJOGO

"Quando estava no Inter de Milão, falou-se de que vinha para o Sporting.
- Não passou de uma conversa entre representantes.

Mas gostaria de ter vindo?
- Era praticamente impossível, estava bem, metade da minha carreira foi feita na Europa e nunca joguei em equipas fracas."