quarta-feira, junho 26

O Mauricio do Recife, o Rafa do Feirense, o Salim da Académica...

Sinceramente nem parece uma lista de reforços do Sporting. Mas por outro lado seria difícil esperar melhor. A dúvida aqui reside em saber se até estes conseguiremos assegurar, pois ao que parece já têm outros clubes interessados.

Sinais dos novos tempos...e sobretudo, mais um sinal do tempo que vamos precisar/necessitar até ser de novo um grande clube de futebol!!!

15 comentários:

luis disse...

Percebo a tua preocupação mas:

1. O Sporting é um clube muito grande, onde a exigência é, também ela, enorme.

2. Este ano a competência técnica estará sentada no banco. Não há Sás, não há Oceanos, belgas desterrados e Domingos. Há Jardim que me parece ser um treinador competente e que é aposta de um Presidente que, até ver, trouxe alguma paz e seriedade ao Clube.

3. O estilo burlesco de GL e seus muchacos é finito. O insucesso do Sporting começou com eles.

4. O plantel nunca será inferior a um Braga, logo, poderá competir pelo terceiro lugar.

5. Os sportinguistas terão de ter muita paciência.

Peyroteo disse...

Qual é o mal?
Ficavas mais entusiasmado com um Onyewu ou um Alberto Rodriguez?

Mike Portugal disse...

Não percebo esta coisa das pessoas automaticamente serem contra os jogadores que jogam no nosso campeonato. Será que por jogarem cá, são automaticamente maus? Irra, que já chateia esse bota abaixo.

J. disse...

Mas queres comparar um jogador do Recife com o que era Onyewu ou Alberto Rodriguez antes de chegarem ao Sporting?
Por isso lá está, eram muito mais caros ( ainda que tivessem vindo a custo 0)...

Mr. Shankly disse...

Estou de acordo com o luis, o Sporting terá sempre um bom plantel e com reforços da Academia. Partindo com expectativas mais baixas que o costume, Leonardo Jardim pode ter alguma paz e fazer um trabalho relevante. As expectativas são o melhor e o pior de um clube grande. Acho que foi aí que caiu o Domingos, que acho bom treinador.

J. disse...

Mike, nada contra os jogadores que jogam no nosso campeonato.
Muitos e bons jogadores que por cá andam. Olha lá o que o Porto comprou até agora....
O que estou a constatar é que nem dos melhores que cá andam podemos ir buscar.
Não há supresa nenhuma nisto, já todos sabemos como estamos de dinheiros, mas isto tb não me obriga a ficar mais contente com aquilo q se compra.

JMF disse...

Típica mentalidade tacanha de quem não percebe patavina de futebol (a maioria dos sportinguistas) e acha que gajos com nomes estrangeiros sonantes (tipo Bojinov, Pranjic, Schaars, Onyewu e Batraquiu), contratados aos restos de nomes de clubes sonantes (Jeffren/FC BARCELONA, Elias/ATLÉTICO DE MADRID), ou desviados em final de contrato de nomes de clubes sonantes (Labyad(PSV EINDHOVEN) por milhões de euros, e ZERO RENTABLIDADE, é que são bons...

J. disse...

O dificil que é ter uma conversa em condições hoje em dia.

É sempre um 8 ou 80.
Eu posso estar em desacordo com a política de contratações no passado, isso faz automaticamente com que tenha que estar de acordo com as de agora?
Bolas, parece que vivemos cada vez mais num espaço de pouca discussão.

N. disse...

Garanto que, em condições normais, vamos ouvir falar muito e bem do Rafa durante a próxima década.

Marco Morais disse...

De que clube veio o David Luiz? O Deco? O Derlei?

Percebo que o post não quer dar uma imagem catastrófica mas sim chamar a atenção para a mudança de tempos. Mas ao não conheceres (como eu) os jogadores podes estar em vias de morder a língua. Isto se houver competência na avaliação das contratações.

Acho que o Sporting terá que ter um cuidado imenso com as expectativas. Vai ser difícil com um presidente tão efusivo e eufórico o clube e adeptos terem a paciência necessária para uma retoma que o país futebolístico espera. Mas a ver vamos, venha de lá essa época =)

J. disse...

O David Luiz era ainda um jovem internacional sub-20 brasileiro antes de vir para o Benfica, Derlei e Deco já tinham tido algum destaque na Primeira Liga Portuguesa antes de ir para o Porto.
Não é bem a mesma coisa...digo eu!!!

O que se está aqui a falar é de um jogador de 24 anos, que pelo que li nem era sempre titular de uma equipa de segunda divisao brasileira e um jovem que acaba de dar os primeiros passos na Segunda Liga ao serviço do Feirense.

Mas obviamente que o post não vai tanto para por em causa qualidades de jogadores que nunca vi jogar.

Foi só um constatar que neste momento o Sporting tem a capacidade negocial de um Rio Ave ou Gil Vicente.
Pode acertar, pode, mas é claro que face a tantas limitações para fazer investimentos, que o mais normal é que se assista a um medianizar da qualidade do plantel e por consequência de resultados.
Oxalá todos estejamos preparados para isso....

LDP disse...

"o mais normal é que se assista a um medianizar da qualidade do plantel e por consequência de resultados.
Oxalá todos estejamos preparados para isso...."

O que é que tem acontecido nas últimas 3 ou 4 épocas, J., não é isto mesmo?

Pedro disse...

Acho que não foi percebido a essência do post do J.

Ele não está a pôr em causa a qualidade dos jogadores (podem ser bons ou maus, não se sabe) está sim a comentar o tipo de contratações que o scp consegue fazer. Nem sequer é uma questão de escolha, mas sim de necessidade. É esse o ponto do post do J.

J. disse...

O que tem acontecido nos ultimos 3/4 anos não foi um "medianizar" o plantel. Foi precisamente o contrário. Foi tentar trazer qualidade extra através de contratações de jogadores que se suponha que fossem mais valias.
Os resultados foram o que foram, mas eu sou ainda da opinião que nao era por falta de qualidade no plantel que o Sporting teve os resultados que teve.

O Sporting está onde está devido principalmente a uma péssima direcção desportiva que não conseguiu nunca trazer estabilidade nem coerência para o futebol do Sporting. E ultimamente já nem conseguia pagar salários...

Metralha disse...

J.

para contratar resolver primeiro os que não queremos na proxima epoca. Até lá acho bem que não haja uma unica contratação. Espero que seja esta a estrategia da direcção.
Cissé é mau, os outros não conheço.