terça-feira, junho 21

A escolha acertada



Teria de ser por aqui. A aposta na continuidade é a escolha acertada para quem tudo ajudou a definir, desde a época de sonho à pré-época que se avizinha. Do pouco que sei de Vítor Pereira - tirando a afinidade pelo bom futebol - posso dizer que nunca vi um treinador principal recorrer tantas vezes ao adjunto para debater ideias. Vale o que vale, mas para mim há ali 'coisa'.

Não foi à toa, parece-me.

Vítor Pereira terá as suas ideias, e uma ou duas afinações no modelo que ganhou tudo serão sempre melhores que um qualquer corte pela raíz. Não terá é desculpa pois sabe como mais 'facilmente' se ganha. Que continue o espectáculo... em qualquer campo!

Boa sorte!

P.S. 1 - Rui Faria fica guardado para o Benfica... apostamos?

P.S. 2 - Belos serão os combates na Europa do futebol. Num canto Mourinho e o seu amigo Ferguson, no outro Guardiola e o seu 'seguidor' André Villas-Boas. Os meus votos são para que outro português se junte ao combate, sem temores. O que vier a mais é acréscimo.

18 comentários:

Joao disse...

é a melhor opção. Congratulo a rapidez, não dando azo sequer à eventualidade de ser considerado 2 ou 3 escolha (depois de Jesus ou Domingos).

LC disse...

Parabéns pela veia poética Marco, só espero que não ganhem mais um campeonato à 5ª jornada como o último onde destaco a excelente gestão de recursos criada pelo homónimo do novato que profetizou "Só é enganado quem quer".

Pode ser o Villas ou o Pereira, pode ser o Ferreira ou o Jardim... o que interessa é que os craques cá continuam... não me refiro aos Hulks nem aos Falcaos...

Marco Morais disse...

Obrigado LC, enquanto cá tiveres tu para me explicar é tudo mais fácil :P

low desert puke disse...

Esperem là...mas nao foi à quarta jornada?!?

Gonçalo disse...

Acho que foi uma boa decisão. Estou mais tranquilo e confiante. Quando se planeia o imprevisto as decisões são mais fáceis e rápidas. Tem que se tirar o chapéu a uma organização que consegue antever a saída do seu timoneiro e preparar a sua substituição em tempo útil e sem disrupção. Mourinho serviu também para isto.

Anónimo disse...

Patético. Ou os 15 milhões servem para pagar os árbitros, ou este "treinador de aviário" não chega ao Natal.
Como o JJ também não durará muito tempo, parece claro que o Sporting é o principal favorito.

Gonçalo disse...

pois parece... claríssimo.

Mr. Shankly disse...

"parece claro que o Sporting é o principal favorito."

Eu não diria melhor. E a seguir vem a Naval na bolsa de apostas. E sim, eu sei que desceu.

Porto 60%, Benfica 25%, Sporting 10%, Braga 5%.

Ricardo disse...

Havia dois caminhos: abdicar do planeamento da época e das pessoas que o projectaram, contratando alguém novo e construindo uma nova equipa ou, como aconteceu, elevando o adjunto de Villas-Boas a técnico principal, ele que é um dos responsáveis tanto pela excelente época passada quanto pela programação desta. Com a escolha por Vítor Pereira, o Porto garante continuidade - pelo menos ao nível das pessoas e do projecto; em termos de filosofia de jogo poderá mudar algo mas não creio que as diferenças sejam significativas num primeiro momento; seria, até, um erro claro.

Acho que Pinto da Costa escolheu bem. É um risco, obviamente, até porque duas apostas arriscadas em dois anos consecutivos serem ganhas seria algo nunca visto, mas sê-lo-ia na mesma se viessem outros, mesmo que de grande nomeada.

No fim de contas, talvez o menos arriscado seja mesmo apostar no treinador de maior risco.

Peyroteo disse...

Mesmo que o Sporting consiga um plantel fortíssimo, vai precisar de tempo para consolidar a equipa e tanto Porto como Benfica não estão propriamente com equipas fracas.

Quanto ao novo treinador do Porto, é a escolha mais óbvia, tendo em conta a proximidade do início da época. É alguém que tem um conhecimento do clube superior a qualquer outro que fosse contratado agora.

Pedro disse...

É uma boa escolha do PC que resolveu rapidamente algo que s epodia tornar um problema sério. Não me convence a conversa q este é q era o homem forte por trás de AVB, q era ele o mentor, blá blá blá...mas é o homem certo para dar continuidade ao projecto. Os jogadores já o conhecem, não existirão grandes alterações tácticas (nem o PC deixaria) e é alguem q está a par da construção do plantel.

jvl disse...

O PdC previu a saída do AVB?! LOL

Jorge Borges disse...

JVL,
há quem acredite em tudo. Basta o Ayatollah dizer que estava planeado para que todos cantem em coro. Palavra do senhor!

É claro o desconforto e a surpresa da saída. Digam o que disserem, a "estrutura" não contava com esta saída. A forma como ela se dá é, para mim, sintomática.

Se o Pereira se vai dar bem, isso são outras contas.

Jorge Borges disse...

Não tarda mauito e vão dizer que o obreiro das vistórias do AVB foi este Vitor Pereira.

Hummmm... essas conversas que tinham no banco são reveladoras....

jvl disse...

Jorge,

Exacto!

Marco Morais disse...

Sempre me chamou a atenção o facto de AVB recorrer imenso às tais 'conversas' que para vocês são reveladoras. Vale o que vale, como já disse.

Quem não me parece que fale com nenhum adjunto é Jorge Jesus, e olhem que às vezes bem que precisava.

O mérito foi do grupo, do qual Vítor Pereira fazia parte. Daí a dizer-se que ele é que tem a maior parte do mérito ainda vai muito. Recorde-se que toda a gente dizia sobre Azenha e Jesualdo...

Como já disse o maior trunfo desta contratação é o que expliquei acima: fez parte do grupo que ganhou tudo.

Jorge Borges disse...

marco, a indirecta não era para ti. Sei que o que escreveste não tinha essa intenção.
A indirecta é para aqueles que dizem amen ao que o presidente do Porto diz.

Já agora, porque faste do Jesus? a conversa era sobre ele? sobre treinadores, ou sobre uma situação específica. Não me digas que estás a apnhar o tique. Se assim for, é pena.

Marco Morais disse...

Olá Jorge,

Sim realmente pensei que a indirecta fosse para 'as conversas' que o AVB tinha no banco com o VP. Como não li mais nada sobre o assunto, pensei que a 'boquita' seria para mim :P

E sim a conversa do Jesus vem a propósito disso. Não me parece que haja algum mal em falar com o adjunto, como também não me parece que seja alto indicador de qualidade, mas também quererá dizer algo da influência do mesmo nas ideias do treinador. E como nunca vi Jesus a fazer isso... pareceu-me apropriado 'ripostar' dessa maneira ao que pensei que fosse uma indirecta a um dos meus argumentos sobre VP.

Isto porque se Jesus não fala talvez o devesse fazer mas como conversas no banco não 'são reveladoras', talvez seja melhor ele continuar como está.

O 'tique' ainda que pareça um tique, descabido ou não, nunca será com maldade.

Obviamente sei que as palavras de PC são sempre estratégia para proteger a 'estrutura'. As de AVB ao longo da época fizeram parte da mesma norma. Houve sucesso, pena não dar para haver continuidade. Já PC tem sucesso e continuidade, o amén, não em relação às palavras mas à estratégia, tem aqui razão de ser.

À palavra de Pedroto 'fieis só os cães' eu lhe acrescento, 'só os cães e Pinto da Costa'. Esse lá está e só nos abandonará contra a sua vontade por motivos de força maior.