terça-feira, agosto 14

Curtas mesmo a começar.

1. Os Jogos Olímpicos terminaram e a participação portuguesa foi negativa. Por muito que nos esforcemos, não podemos ficar agradados com tão fracos resultados. Culpar os atletas? Não, isso seria o mais fácil, apesar dos sempre irritantes "azar", "pernas que não correram" ou "injustiça". As medalhas foram poucas, mas, é coisa para entristecer, especialmente, os próprios atletas.

Portugal é o espelho desta participação olímpica: um país pouco evoluído, propício às barracadas e sempre com um homem do leme disposto a passar uma esponja por cima de tudo o que de mau aconteceu, tecendo loas até ao seu próprio trabalho. E assim, daqui a quatro anos, há mais. Tristezas.

2. Sábado a bola vai rolar e logo contra o Braga. Teste difícil para os "encarnados". Espero uma vitória, como sempre, com Jesus, com Vieira e até com Emerson. A partir de Sábado, e sempre durante os 90' dos jogos, vou cegar, vou acreditar e vou sofrer.

Artur; Maxi e Melga; Luisão e Garay; Javi e Witsel; Nolito e Salvio; Aimar; Cardozo.

Isto se Cardozo puder jogar, se Luisão puder jogar, se Garay voltar em condições e puder jogar, se Nolito já não se quiser ir embora, se Witsel não for vendido, se Melga valer mesmo a pena naquele lugar, se Sálvio estiver em condições, assim como Aimar, e se Jesus não insistir na merda dos dois avançados.

3. Os sportinguistas voltam a mostrar-se extremamente optimistas, à imagem do ano passado. Estão mais fortes, é um facto, mas continuo a achar que Sá Pinto tem muito a provar. Este ano, passada a natural euforia, virão os jogos difíceis, os momentos decisivos e a pressão de ter de vencer sempre, para não deixar fugir FCP, SLB e Braga. Coisa que na época passada nunca existiu.

4. O FCP continua a vencer, apesar da confusão que por lá reina. E agora até aparecem a falar de violências e agressões como se não fosse essa a sua imagem de marca construída ao longo de 30 anos.

5. Este ano a disputa entra Barcelona e Real vai fazer "mortos". Conseguirão Messi e Ronaldo manter o nível absurdo de golos e vitórias? Como será o Barcelona sem Pep?

6. Em Inglaterra a minha aposta este ano vai para o MU. Penso que o City vai ter mais problemas do que soluções e o Chelsea atingiu o pique na época passada. Villas-Boas chega ao Natal e pouco mais.

7. Finalmente, para terminar, desejo que este ano o nosso futebol, possa viver sem as habituais nojeiras, sem as habituais violências e que, no fim, vença o melhor. Como adeptos, era isso mesmo que merecíamos.

24 comentários:

ana disse...

Não sei com que sportinguistas andas tu a falar, mas, bem pelo contrário, acho os sportinguistas, mais uma vez, pessimistas. Lês a blogosfera leonina? Encontras algum optimismo? Se sim, dá-me, por favor, o endereço, que eu já ando deprimida com tanto negativismo. Ia saber-me bem ler umas palavrinhas optimistas... Se faz favor?...

Peyroteo disse...

1 - Eu acho que acabou por ser uma participação dentro das possibilidades dos nossos atletas. O problema é a falta de condições proporcionadas em comparação com outros países.

2 - Duvido que o Martins não seja titular contra o Braga.

3 - Estou optimista numa época superior à anterior. Importante é começar melhor do que na época passada. Ou seja, que não nos "tirem" pontos como descaradamente o fizeram nas primeiras três jornadas.
O plantel é mais equilibrado, um dos mais fortes dos últimos anos, por isso espero bons resultados. Já títulos, os outros candidatos têm mais responsabilidade.

Sérgio disse...

1. Os consagrados da CS falharam redondamente os desconhecidos conseguiram resultados "colossais" LOL.

2. O Braga de Peseiro é uma equipa algo desequilibrada assim como é o Benfica de Jesus (mas mesmo assim consegue ter mais equilíbrio) espero que seja um belo espetáculo de futebol de ataque.

3. Tenho que concordar com a Ana leio muito pessimismo por essa blogosfera leonina no entanto no meu caso em particular estou optimista como estou sempre todos os arranques de época (tenho sido sempre coerente neste sspecto :9 ).

4. É o que dá olhar para os "umbigos" dos outros esquecendo-se do seu ... perfeitamente normal de parte a parte.

5. O Real vai repetir o êxito do ano anterior, quanto aos recordes de Messi e Ronaldo acho que Messi só poderá suplantar a marcar anterior se aumentarem de forma exponencial o número de penaltis a favor do Barcelona :) já o Ronaldo não sei ... acaba sempre por nos surpreender época atrás época sempre a melhorar os seus registos.

6. Não sei não eu se calhar apostaria no Chelsea.

7. Partilho dos teus votos sabendo de antemão que será algo incansável.

SL,

Pedro disse...

1- Não concordo. Fizemos o possível, com prestações muito positivas na canoagem, vela, jessica e clarisse, no ténis de mesa, 1ª vitoria no Badmington. Tirando o Judo ninguem fez menos do que devia. A meu ver... Sem Nelson Evora, Naide e Francis Obi as medalhas nao eram expectaveis.

2- Ui tantas duvidas, cheira-me q com as queixinhas que tem havido e que há 2 anos que esses mesmos senhores vos roubam a champions, a liga... devem ter uma ajudinha, m é só o que me cheira, pq desde 2001 que nao vejo o slb perder sem ser por culpa do arbitro.

3- Expectativas normais, euforia normal, depressão normal. Sabemos que o plantel é melhor, mais estável, mais conhecedor. Teremos 2 factores: 1- Sá Pinto - será que tem mãos? Vejo pouca agressividade a defender e a atacar, qualidade há... 2- Arbitragem - será que começará logo na 1ª jornada como no ano passado? Será tudo novamente branqueado pela CS? Que nunca esquecem o inicio do slb no ano anterios? Ou haverá greve? Pois nao podem ouvir criticas? Ah, só nao podem ouvir de alguns, pois depois do slb-fcp não me lembro de nenhuma greve, nem de uma palavra dos filhos da p... da APAF!

Já agora, não tenho nada contra as greves e até as prefiro, pois os da 2ª categoria ou 3ª têm menos vicios que os da 1ª.

Espero mesmo, para qualquer lado, que o campeonato seja decidido em campo e não fora dele!

Mike Portugal disse...

Não percebo porque é que dizes que a participação Portuguesa foi negativa, quando estes foram os JO em que mais atletas ficaram nos 16 primeiros. Ou só conta quando ficam nos 3 primeiros?

Frederico disse...

1. A participação portuguesa nos J.O. não foi negativa!
As expectativas do público mal informadas pelos jornalistas/comentadores / bloggers do futebol... (queria dizer desportivos, mas virou-se-me o teclado para a verdade) é que são muito altas.
Num país onde se pensa que o futebol é desporto e o resto é paisagem, vale a pena ler a opinião dos poucos jornalistas / comentadores /bloggers verdadeiramente desportivos que temos (cada um na sua àrea) para percebermos que os resultados foram na generalidade o esperado ou inclusivé melhor. Inclusivamente houve vários recordes pessoais batidos (e penso que pelo menos um nacional).

Frederico disse...

7. Quanto ao teu desejo, tenho muita pena de parecer pessimista mas não vai passar disso.
Enquanto os dirigentes de clubes, federativos e afins continuarem como até aqui nada vai mudar.
Basta ver o caso do Luisão, onde o Carraça (por exemplo) só tinha é que admitir o erro do Luisão e pedir desculpa pelo sucedido, mas pelo contrário vem culpar o árbitro.

luis disse...

Mike, as medalhas não contam para nada, pelo menos para mim. Quem fica feliz (mesmo) com elas são os atletas.

Percebo o teu argumento e até o conheço bem. Contudo, onde havia francas expectativas em conseguir bons resultados, acabaram por falhar (falhar não é falhar as medalhas, é falhar os mínimos, independentemente de quem seja a culpa).

Mas custa sempre um bocadinho ter tantas medalhas como o Botswana ou a Guatemala. Ou não custa?

Acabámos por ter tantos pontos como em Pequim e muito menos pontos do que em Atenas. Eu não vejo aqui grandes ilações positivas a tirar, infelizmente.

LMGM disse...

1. Como diz o outro, Londres já é passado. Gostava de ver com bastante destaque informativo até final do ano aquilo que se pretende para os próximos jogos olimpicos pela boca dos principais dirigentes desportivos nacionais.

Logo à partida há dois caminhos a definir que poderão ser antagónicos, ter a maior delegação da história desportiva nacional ou ter o maior número de medalhas.

Um caminho produz base desportiva que pode se "adubada" produzir futuramente campeões. Outro caminho diverge os fundos para a preparação de um grupo de elite que deverá já ser detectado nas camadas jovens.

Penso que os próximos jogos olimpicos são um grande desafio para os dirigentes desportivos nacionais. Há enorme margem de crescimento nas modalidades colectivas, há um enorme potencial nos desportos aquáticos com embarcação, no hipismo, no tiro e um investimento grande a fazer no atletismo e ginástica para regressar a outros tempos.

A definição clara de rumo parece-me fundamental porque os recursos vão ser bastante escassos.

Gostava de ver o Sporting a liderar este processo.

LMGM disse...

Vamos à bola,

2- 0-0, com Lima a mandar o Peseiro "Tomar no cú" e Jesus a distribuir estalada no meio campo como é tradição.

3- Estou com grandes expectativas, a equipa parece sólida, com opções e agora é soltar o génio do marroquino e do argentino, julgo que o russo vai embora. Para estar optimista falta um finalizador para morder os calcanhares ao Ricky, pode ser um velho ciático tipo Acosta, aliás era perfeito!

4- É tempo de vender ou de fazer obras para aumentar o balneário e incluir um ring de wrestling. Cuidado com as maçãs...

5- A estratosfera vai ter os olhos e a ambição na Champions. Será possivel algum outro clube concorrer? Não creio, mas acho que Falcão vai partir a louça toda.

6- Se Persie for para o MU, vai ser dificil alguém lá chegar, mas há vários candidatos com planteis de luxo.

7- Esquece...

Pedro Almeida disse...

Há um grande problema em muitos atletas que ninguém fala, a parte emocional.

Um atleta fazer nos JO um tempo/marca muito próximo do seu melhor de sempre e mesmo assim ficar em 40º lugar não é mau, apenas significa que é esse o nosso lugar no panorama internacional.

Agora um atleta chegar aos JO e fazer a pior marca do ano, aí já me parece que é algo mais derivado a uma fraca preparação emocional.

Talvez fosse de investir mais nessa preparação emocional dos atletas...ainda todos temos na memória o Fernando Mamede.

Por outro lado, países pequenos como o nosso talvez devessem apostar apenas e só em determinadas modalidades, especializarmo-nos apenas naquilo onde temos alguma vantagem competitiva.
A Jamaica praticamente só aposta na velocidade.
No nosso caso seria de apostar forte em remo e canoagem, em vela e mesmo no judo. Talvez ainda em provas de fundo e meio fundo no atletismo, mas tenho dúvidas.
A natação por exemplo é para esquecer, é sempre fomos mediocres e continuamos a sê-lo, mais vale descartar de uma vez.
Desportos colectivos, idem.

Frederico disse...

A aposta no maior número de medalhas para os J.O. de 2016 ou de 2020 em detrimento de uma aposta da massificação é a aposta na morte do desporto.

Nesse ponto estou em pleno acordo com o Vicente Moura, só há um caminho possível: Desporto, desporto, desporto... e isso é aposta na massificação.
A não ser que queiram mesmo é medalhas e então (tal como o VM também disse) toca de naturalizar os quantos Quenianos, Etíopes Nigerianos ou outros que tais, assim garantem umas medalhas e fica toda a gente contente!
Afinal é seguir os passos do deus futebol, onde os clubes importam brasileiros, argentinos e afins e até a FPF mexeu os cordelinhos para naturalizar o Deco (em vez de alterar os quadros competitivos dos escalões de formação tal como toda a gente que percebe de formação anda a reclamar à anos)

Frederico disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
luis disse...

Só aqui nesta caixa há vários sportinguistas bastante optimistas. O que até não se estranha: é normal que assim seja depois de épocas francamente negras. Eu também estaria.

LMGM disse...

Pedro Almeida, na natação já existiram diversos atletas de finais, este país tem piscinas e nadadores em tudo quanto é canto o que se passa para mim é um mistério ou não... como acompanhei alguns nadadores com minimos olimpicos nos idos 80's sei a quantidade absurda de treino necessário para chegar a esse nivel e nem conseguiam cheirar medalhas. Não vai ser em 4 anos que o panorama da natação vai ser alterado, pode melhorar muito mas conjugar treino olimpico com estudos é muito complicado sobra tempo para dormir e pouco mais.

Para ir mais além precisam por exemplo de planos curriculares adaptados a alta competição é não é só aos 16 anos ou quando entram na faculdade e já podem compor o seu horário a seu gosto.

O futebol não tem desculpa nenhuma para não estar presente nos jogos olimpicos, comparando com o mais fraco atleta da nossa delegação qualquer futebolista federado devia ter vergonha de a sua modalidade não estar representada naquela montra. Houve fogachos do Volei e do Basquetebol nos últimos campeonatos, é para manter? Ou foi geracional?

O vólei de praia é outra, desde Miguel Maia e João Brenha, atletas de excepcional qualidade, é um deserto completo. Será que falta areia? O investimento necessário é ridiculo comparando com outras modalidades.

Miguel disse...

1 - Olhem para Espanha.

2 - O Benfica vai começar a época sem defesa esquerdo e com reforços de 8 milhões no banco. Não deixa de ser favorito face ao Braga que este ano, com aquele treinador, é uma grande incógnita.

3 - estou mais optimista do que o ano passado mas vejo os sportinguistas mais sisudos do que há um ano atrás. Aqueles jogos em Huelva não ajudaram nada. O resultado de Guimarães pode ser decisivo para galvanizar / deprimir os adeptos.

4 - Vendam o Moutinho pá!

5 - Real novamente campeão.

6 - Melhor campeonato do Mundo. City tem os melhores jogadores mas mais uma vez o campeonato pode decidir-se no ultimo minuto.

7 - Coneçando esta semana, era mandar já o Carraça para o exílio.

Antonio Silva disse...

luis:

"4. O FCP continua a vencer, apesar da confusão que por lá reina. E agora até aparecem a falar de violências e agressões como se não fosse essa a sua imagem de marca construída ao longo de 30 anos."

A puta da lata...

luis disse...

Também acho, Silva, a puta da lata que o PdC e adeptos do FCP têm.

Antonio Silva disse...

Fomos nós que partimos os dentes a um árbitro num Centro Comercial.

Fomos nós que espancamos um hoquista rival ao ponto dele ficar em coma.

Fomos nós que incendiamos um autocarro de os adeptos dum clube rival.

Fomos nós que interrompemos um jogo de juvenis à pedrada.

Fomos nós que agredimos um fiscal de linha em pleno jogo.

Foi um treinador nosso que andou à chapada no centro do relvado no fim dum jogo.

Foi uma claque nossa apanhada com armas, munições e droga em plenas instalações das Antas.

Fomos nós que matamos um adepto rival em pleno Estádio Nacional.

Quando enumerares pior merda feito por nós aí poderás dizer que o Porto teve lata.

Pedro disse...

E é isto o fcp...

Antonio Silva disse...

Resposta mesmo à lamp

Sporting até morrer disse...

Esta última troca de comentários entre adeptos lampiões e tripeiros revela bem aquilo que vocês são, dois clubes iguais e que apenas procuram vencer a todo o custo e por todos os meios.

Antonio Silva disse...

Olha o clube "diferente".

Sérgio disse...

Não façam isso pá ... deixem o Toni sossegado.

Evitem falar mal dos árbitros ou dos problemas internos do FCP senão o "rapaz" salta logo do armário :).

Abraço e um bom feriado para todos !!!