sexta-feira, agosto 17

Normal (?)

Percebo a revolta de muitos sportinguistas com a não inclusão de Onyewu nas listas para a UEFA, mas  devemos dar crédito à equipa técnica nesta escolha. Sejamos honestos: Onyewu é de facto a 4ª ou 5ª escolha para a posição porque os outros são (ou parecem ser) melhores. Entre colocar Carriço ou Onyewu, o treinador optou pelo jovem formado na casa. Não vejo drama nisto.

Já fazer o write-off do investimento de 6,5M em Pongolle (leia-se dispensar o jogador sem qualquer contrapartida) parece-me mais grave. Gestão danosa, diria, sem correr grandes riscos de estar errado.

14 comentários:

Chefe disse...

Não concordo nada.
Na minha opinião ele seria titular ao lado do holandes. No minimo seria o 3º central. Mete Xandão e Carriço num só bolso.

Quanto a Pongolle é um jogador completamente desvalorizado, quem vai dar alguma de jeito por ele ? Ninguém. Achas que havia alguma tolerancia da parte dos adeptos no caso de ele ser reintegrado no plantel ? Pelo menos poupamos os ordenados.

luis disse...

Acho que Carriço é superior ao americano. Contudo, Xandão, é muito, muito fraco.

Pongolle, gestão danosa? Não me parece, Miguel. É só mais um caso em que um jogador faz gato sapato de um clube.

Peyroteo disse...

O Xandão não é nada fraco. Fez uma excelente meia época e é fraco?! O Sporting acabou o campeonato como 2ª melhor defesa muito por culpa da entrada dele na equipa. Estás a confundir com o Jardel :)
É superior ao Onyewu como defesa central. O que acontece é que o Onyewu marca mais golos.

Já o Pongolle, é melhor despachá-lo já porque, caso contrário, vais pagar um balúrdio de ordenados até final do contrato.

J. disse...

Quando a discussão estiver apenas em saber quem é o nosso melhor quarto ou quinto central, estamos muito bem!!!

O Pongolle nem chegou a fazer uma pré-época com o Sporting.Incrível!!!

Gonçalo disse...

A rescisão de contrato com Pongolle não significa que deixem de pagar os salários até ao final do contrato... Muito provavelmente chegou-se a um acordo, mas de certeza que o francês não saiu de mãos a abanar.

Peyroteo disse...

J. isso não é verdade. Ainda jogou alguns jogos. Aliás, tens aquele célebre jogo na Madeira em que marcou nas duas balizas.

Gonçalo, sim, não sairá de mãos a abanar mas não acredito que receba a totalidade dos ordenados até final do contrato.

luis disse...

Peyroteo, o Xandão é uma nulidade em termos posicionais e tens muitos golos da época passada onde podes confirmar isso.

Estaremos cá para ver o futuro dess gajo.

luis disse...

Quanto ao Pongolle, acho que estamos todos de acordo, e não consideramos um caso de gestão danosa. É um remediar, numa ou noutra perspectiva.

J. disse...

O Pongolle chegou a Alvalade no mercado de Inverno, alegou problemas pessoais (uma história com a filha, se não estou em erro) para justificar essa falta de adaptação e depois nunca mais calcou.
Nunca fez uma pré-temporada com o Sporting.

Se calhar, por uma lógica de mercado, justificaria-se que ficasse o americano em vez do Xandão.
Essa ainda nao é nosso e teriamos que dar 3 milhoes para ter um suplente.

Gonçalo disse...

luis, eu por acaso partilho da opinião do miguel. acho que deixar 6,5M + ordenados ao lixo com retorno desportivo ou financeiro 0 é gestão danosa. dizes-me que isto acontece frequentemente e em todos os grandes nacionais, pois acontece. concordemos então que existe gestão danosa no futebol e que as consequências são nulas. outra coisa são situações de risco elevado que não trazem os dividendos esperados, este claramente não é o caso.

luis disse...

Gonçalo, por acaso estou a falar um pouco de cor, sobre o Pongolle. Mas parece-me que o gajo invocou problemas familiares graves (tipo Enzo).

Passado um ano, sem jogar, sem ritmo competitivo, um Pongolle vale quanto? Zero?

Vão vendê-lo a quem? Por quanto? Acho que às vezes isso pode não ser exequível.

Gestão danosa prende-se com intenções. Se as intenções dos dirigentes do SCO são essas...

Gonçalo disse...

Gestão danosa não tem que se prender só com intenções, pode ficar pela incompetência« :)

LMGM disse...

É engraçado que para vender um lote de terreno qualquer por 5 milhões a direcção tem de pedir por favor a milhares de sócios. Para torrar 6 milhões nos Pongolles desta vida é só passar a ideia pela cabeça de um qualquer director desportivo e não há nenhum que não tenha uma bela quantidade de Pongolles no curriculo.

Para sair a custo zero o Sporting não terá de pagar nada, o acordo deverá ser feito assim, o clube não despende dinheiro com indeminizações, salários, prémios em atraso, etc., e em troca não recebe nada pela transferência.

É mau? É! É possivel fazer melhor... não sei. É danoso? Sim, mas será que existe forma de o evitar?

P.S.- Carlos Freitas com um pedaço de dinheiro está a fazer um belo trabalho.

kovacevic disse...

o real madrid pode perder 6,5 milhoes num jogador, o sporting nao

o pongolle é uma das contratacoes mais caras de sempre do sporting

é gestao danosa, obviamente

por sair a custo zero, mas principalmente por chegar pelo preço que chegou quando já não era ninguém no futebol