quinta-feira, abril 8

A esperança é Valverde*

Em 2003 passou das camadas inferiores dos leões de Bilbao para a equipa principal e no ano de estreia conseguiu colocar o Athletic no 5º lugar da Liga Espanhola e levá-los à UEFA. Despontavam Yeste, Iraola e Del Horno num futebol bastante ofensivo.

Na época seguinte foi eliminado nos 16 avos de final após ter ficado em 1º do grupo, com uma vitória por 1-7 em Liége pelo caminho. Nessa mesma época o desempate por grandes penalidades impedem-no de levar a equipa à final da Taça do Rei. Vai para o Espanyol e consegue no 1º ano levar a equipa à final da UEFA, eliminando o Benfica nos quartos e o Bremen (5-1) nas meias finais. Perde a final nos penaltys contra o Sevilla.

Em 2008/2009 tem a primeira experiência no estrangeiro e conquista a dobradinha no Olympiacos. Uma vez mais enfrenta o SLB e vence por 5-1.

Agora é um treinador livre após a saída do Villarreal e tem o perfil indicado para treinar o Sporting com sucesso. Experiência nas camadas jovens, futebol atractivo, títulos e vitórias sobre o SLB. Será que alguém do SCP se lembrou dele em Janeiro quando saiu do Villarreal para que começasse a preparar devidamente a próxima temporada?


* Do nosso leitor Nuno

14 comentários:

Iniesta de Mundet disse...

Se vitórias sobre o Benfica é um critério, o Luis Campos está disponível!

Pedro Pereira disse...

Aqui está o perfil indicado para o treinador do SCP.

Porque acima de tudo aposta na formação, pois o SCP tem ali um filão de ouro.
Claro que não vai sair sempre "Ronaldos", "Figos" e afins...
Se não existir continuidade na aposta da formação, para quê manter a academia?! Para tirar um jogador de tempos a tempos?! Para mim, os clubes se têm academias, têm que apostar nelas, como faz, e muito bem, o AJAX.

Agora ia vai vingar ou não?! Nunca ninguém sabe ou saberá...

J. disse...

Epá se ganhou 5 a 1 ao Benfica é de certeza um bom treinador.
:-)
Eu contratava-o já!!!

Leão de Alvalade disse...

Com a devida autorização dos Sr´s do Sector já havia defendido o nome de Valverde aqui:

http://anortedealvalade.blogspot.com/2010/03/um-clube-melhor.html

Mas como digo noutro post mais adiante:

"Na minha opinião o 1º erro foi desistir do trabalho de Carvalhal. Acredito que, criadas verdadeiras condições de trabalho para se ser campeão, como as que julgo que se tentarão criar para o seu sucessor, ele daria conta do recado. Mas é só a minha opinião."

Pedro Pereira disse...

Carvalhal?! Este senhor não tem postura para ser treinador do SCP...

Ok, já sei que vão dizer que Jesus também não...

J. disse...

Eu também estou de acordo contigo LdA.
Acho que andou ali um pouco perdido no inicio, e deu-nos duas valentes humilhações, no entanto, a equipa melhorou significativamente e hoje joga muito melhor, como há muito não se via em Alvalade.

Pedro disse...

Então e o Villas Boas?
:)

low desert puke disse...

E dinheiro para o contratar?

Mr. Shankly disse...

Espanta-me que não falem no nome! Perfeito!

Fora de brincadeiras, é um excelente treinador.

Petinga disse...

Tudo bem que o senhor tem bons registos e até pode ser dono de um fetiche para goleadas contra os "brumelhos". Mas essa de fazer a dobradinha no Olympiakos tem muito que se lhe diga. Quem olha para a Liga Grega percebe que o Olympiakos é o Porto lá do sítio - ganhou 12 (DOZE!) dos últimos 14 campeonatos (um hepta! e um penta só interrompidos pelo Panathinaikos). O Valverde ganhou o último título do Penta.
Mas pronto, para todos os efeitos conhece um bocadito mais do que La Liga e até sabe o que é ganhar Campeonatos. Sempre é mais do que Villas Boas e afins.

Leão de Alvalade disse...

J.
Na verdade é sempre doloroso perder com os rivais de sempre e talvez tenha sido aí que CC perdeu algum apoio entre os Sportinguistas. Dessas 2 derrotas a que mais me custou foi a das Antas porque não fizemos nada até sofrer 5 golos. Foi como se não tivéssemos estado em campo. Estive lá e doeu. Mas considero que devolvemos a humilhação com juros.

O jogo da Taça Lucílio não me custou tanto. A competição não tem grande significado e a sequência dos acontecimentos (expulsão+golo) ditaram a sorte do jogo, num momento dificil do ponto de vista emocional, inverso ao do adversário. Temos 3ª feira uma nova oportunidade para deixar evidente que a qualidade de ambas as equipas não justifica a diferença do resultado final.

Petinga:
Algum mérito terá, mesmo no Olympiakos.Chegou viu e venceu, num ambiente dificil, na 1ª experiência fora de casa. E nunca é fácil perceber os gregos, que o digam Temuri Ketsbaia e Zico...

Mário Rui Oliveira disse...

Boa ! Alguém que concorda comigo !

Eu para mim era Juande Ramos ou Ernesto Valverde ... se o JR já vi malta a concordar , com o EV é a primeira vez que leio !

José Leal disse...

gosto da parte em que omitem o despedimento do Bilbau por colocar a equipa em risco de descida de divisão, onde sobressaiu uns historicos 7-0 em camp nou ao fim dos primeiros 45 minutos.

e como foi a carreira no Villarreal?

Anónimo disse...

OFF TOPIC
"Um estudo recente, demonstra que os níveis de agressividade dos comentadores da internet justificam-se porque, aqueles que são mais moderados - e que representam a maioria - raramente comentam."
E não é só na internet, é também nos arrepiantes fóruns televisivos e radiofónicos, com intervenientes repetidos, debitando imbecilidades, criando uma atmosfera artificial e irracional em tantos assuntos nacionais.
É triste. E cada vez mais me convenço que nas águas menos rasas, por debaixo da espuma desta histeria, está uma realidade que é, simplesmente, ignorada.
Alexandre