terça-feira, outubro 22

Cultura de mediocridade.

Existem vários motivos para o Benfica andar arredado de vitórias nos últimos anos. Uns exógenos ao clube, em relação aos quais pouco se pode fazer, mas existem também as razões endógenas. Dentro destas, uma que me salta à vista como muito evidente é a cultura de mediocridade neste momento instalada. Isto é ainda mais preocupante quando os três líderes (LFV, Jesus e Luisão) parecem partilhar de uma visão pouca ambiciosa para o clube. Alguns exemplos, apenas recorrendo à memória:

1. LFV: "Não me podem exigir títulos".
2. Jesus (depois de uma vitória por 1-0 e de uma exibição fraca, contra uma equipa da 3a divisão, a propósito de ter lançado alguns jovens da equipa B): "Se tivesse corrido mal já andavam pessoas a falar".
3. Luisão: insulta adeptos, depois de mais uma exibição fraca da equipa.

Isto apenas demonstra que nenhum dos líderes tem noção do que é (ou deveria ser) a equipa da Luz. Só assim se explica que se celebre uma vitória contra o Marítimo como se se acabasse de ter ganho a Champions (ainda hoje acho que foi aí que perdemos a liga do ano passado).

Só assim se explica que não se tenha ganho a final do Jamor do ano passado a um banal Vitória de Guimarães.

Só assim se explica a atitude dos jogadores do Benfica em todos os jogos desta época (o único jogo razoável foi contra o Anderlecht, uma das equipas europeias mais fraquinhas que vi na luz nos últimos anos).

Espero que 4ª feira o Benfica comece a inverter esta tendência, mas a história recente diz-nos o contrário. De qualquer forma, lá estarei para apoiar a equipa e também aplaudir o grande Saviola!

6 comentários:

Tasqueiro Ultra-Copos disse...

1-0 po olympiacos, golo do Roberto de baliza a baliza frango do artur :D

o meu porto hoje mais uma vez a perder nos ultimos minutos depois do jogo todo com menos um e com 2 bolas na barra. injusto mas é a vida, herrera que aprenda com o erro infantil e paulo fonseca que começe a arrepiar caminho senão o pintinho por muito que goste dele vai mandálo prás arábias...

luis disse...

Iniesta, editei o teu post.

Em relação ao próprio, concordo, obviamente, com a tua visão. A exigência que se podia ter ganho a partir da segunda época de JJ teria transformado o clube mas, a fanforrice, as comissões e a falta de critério desportivo levou-nos para esta situação triste.

Só acho que o campeonato se perdeu em casa com o Estoril e não com os festejos na Madeira.

Tasqueiro Ultra-Copos disse...

este Jesus é o mesmo que levou o belenenses à descida à uns anos atrás e este Paulo Fonseca é o mesmo que o ano passado fez a época brilhante com o Paços. estranho, ou não...

Tasqueiro Ultra-Copos disse...

Pari Chã Germã - JJ


lol

Iniesta de Mundet disse...

Luis, o empate do Estoril apenas aconteceu porque o jogo com o Maritimo foi encarado pelos jogadores como o ultimo obstáculo para o titulo. Após a vitória entrou-se em modo de relaxamento (aliás, em modo festa).

Pedro disse...

Os festejos na Madeira foram perfeitamente normais. Uma vitória dificil e extremamente importante.

O problema foi o Estoril que apenas foi uma consequência de 4 anos de Jorge Jesus.

Esta época será igual ou, como aparenta, ainda pior.