segunda-feira, fevereiro 21

Vencemos

Vencemos porque nesta altura somos melhores, temos melhor qualidade individual e colectiva. E temos mais vontade de ganhar.
O Sporting nunca colocou verdadeiramente em perigo a vitória do Benfica. Mesmo em superioridade numérica, não se fez notar uma provável supremacia.
Em termos de soluções a partir do banco, notou-se uma fraqueza grande do Sporting, e a entrada do Maniche é a prova disso. Quando se precisa de gente para frente, e entra um centrocampista...
Por sua vez, o Benfica com dez uniu-se mais ainda, o sentido de entreajuda foi grande e conseguimos espreitar o ataque com alguma frequência.

O jogo foi bom e intenso, principalmente quando ambas as equipas estiveram em igualdade numérica.

Durante o jogo fiquei com sensação que o árbitro tinha feito um péssimo trabalho em desfavor do Benfica. Mais a frio, e após ter revisto alguns lances, a minha opinião mudou um pouco. Durante a primeira parte teve um critério disciplinar apertadíssimo que culminou com a expulsão do Sidnei. Relembro só que o Sidnei foi expulso por vermelho directo e não por acumulação de amarelos! O amarelo ao Maxi é de ir às lágrimas. Mas fica também um cartão por mostrar ao Cardozo, por uma cotovelada, e há também um lance sobre o João Pereira, para mim faltoso, que me fica a dúvida se é dentro ou fora da área. Na 2ª parte o critério abrandou. Porquê?

14 comentários:

TUGA disse...

Este Sporting é o melhor filme cómico dos últimos anos...

qualquercoisa disse...

http://futebolfilosofal.blogspot.com/2011/02/dez-contra-dez.html

jvl disse...

Estás enganado em relação ao Sidnei, foi por acumulação de amarelos.

zorg disse...

O Sidnei foi expulso por acumulação.

Jorge Borges disse...

Eu não vi a amostragem do 2º amarelo. Vi o árbitro com ele na mão mas a mostrar o vermelho. E os comentadores nos programas da noite disseram o mesmo.

jamsilva disse...

Eu acho que esta foi uma das melhores arbitragens que vi nos últimos tempos. Com mao leve para os cartoes mas completamente uniforme. Os cartoes saíram sempre na sequência de lances que impediam a saída para contra-ataques perigosos. que parece-me na segunda parte n aconteceram tanto. logo menos cartoes.

Fossem todas assim e isto seria fantastico.

O slb fez um jogo mt bom e marcou qd tinha que marcar, geriu e defendeu bem qd tinha que o fazer.

O scp teve um fim de 1ª parte que prometia, mas depois apagou.

Um ultimo apontamento para o Jardel. Aquela entrada sobre o Cristiano fez-me lembrar o BAlves.

Anónimo disse...

Que mania falar sempre mais no árbitro que no jogo em si.

Ganharam e ganharam bem. O que não era surpresa nenhuma.

Quanto ao Sporting, fica a sensação que bateu no fundo. Que é aquilo que se viu ontem e nada melhor será no decorrer desta época.
Acho que fazer pior é capaz de ser dificil, mas já nao digo nada...

Mr. Shankly disse...

"Um ultimo apontamento para o Jardel. Aquela entrada sobre o Cristiano fez-me lembrar o BAlves."

Só pode ser brincadeira. Pelo menos não me lembro de o Bruno Alves ter levado dez pontos na cabeça depois de fazer o que fazia. Foi um lance fortuito, um choque de cabeças. Até podia ser falta, mas agressão?

Peyroteo disse...

Não há nada a dizer. O Benfica demonstrou que é uma grande equipa, o Sporting não. É confrangedora a incapacidade da equipa em jogar em superioridade numérica, apesar de, com Grimi e Cristiano, mais parecia que estava a jogar com 9. Essa era a nossa ala esquerda. O Benfica tinha Coentrão e Gaitán...
Ok, faltavam alguns dos melhores jogadores do Sporting (Carriço e Valdés, além de Evaldo que, mesmo em baixo de forma, é brutalmente superior a Grimi), saiu Liedson, Izmailov continua lesionado, mas isso não explica tudo.
O sentido colectivo e o fio de jogo deviam estar lá. Em vez disso, a equipa espera que João Pereira, Matias ou Postiga resolvam por si os problemas. E assim é impossível.
Jesus mostra que é um treinador a sério. Tem jogadores que qualidade mas sabe colocar isso ao serviço do colectivo. Grandes jogadores também Quique Flores tinha mas não sabia o que fazer com eles.
Mesmo com 10, e em casa de um rival, o Benfica sentiu-se confortável. Já o Sporting, a vencer 2-0, em Alvalade, contra o Guimarães, vê um jogador ser expulso e deixa-se perder.

Pedro disse...

Excelente jogo da equipa com 10 jogadores em campo. Já no Dragão tinha sido assim. Mostra um trabalho técnico/táctico excelente. Jesus pode não saber falar mas de bola percebe muito (o q só torna mais incompreensível a questão David Luiz no jogo no Dragão para o campeonato).

jvl disse...

Jorge,

Tu não teres visto e os comentadores dizerem o que dizem, não invalida o que de facto aconteceu. Vai ao site d'A Bola e verás na ficha de jogo a indicação do duplo amarelo. Aliás durante o jogo apercebi-me logo que tinha sido o 2º e se não estou em erro, os comentadores fizeram menção a isso na altura.

Vitória justa de uma das equipas que ontem subiu ao relvado. A outra foi a de arbitragem. Os 11 jogadores do SCP nunca se portaram como tal.

zorg disse...

Acho que o que devia assustar mais os sportinguistas é a normalidade desta vitória do Benfica em Alvalade. Ninguém estava à espera de outra coisa e isso diz muito do estado actual do Sporting. Creio que é urgente que se realizem as eleiçoes e se dê início a um qualquer projecto, porque neste momento o Sporting é um zombie, sem nenhum tipo de rumo, e quanto mais tempo permanecer neste estado, mais se afunda.

qualquercoisa disse...

http://futebolfilosofal.blogspot.com/2011/02/cartoon-ii.html

Jorge Borges disse...

JVL:
admito estar errado e que a tv não tivesse mostrado a exibição do amarelo pela 2ª vez ao Sidnei. Acho estranho os comentadores e mesmo algumas pessoas que estiveram no estádio não o terem visto.
Na altura que o Sdinei fez a falta eu disse logo que ele vinha para a rua por acumulação, seria o mais lógico. Mas eu não vi a amostragem do 2º cartão.

De resto, o efeito prático imediato era o mesmo.

jamsilva:

Abrandou na 2ª parte? assim de repente lembro-me de duas entradas do Maniche às pernas do Sálvio e do Gaitán, só para citar as que deram mais nas vistas.