terça-feira, janeiro 12

Bigger than Jesus?


São imensos, um rebanho deles, garantem. Não um magote que se destacou dos restantes, mas muitos, e todos juntinhos, cobertos pela bandeira de Portugal. Quase tão certo como possuirmos Cartão do Cidadão é sermos bons treinadores. Todos. Contudo, olhando para a nossa Liga, a primeira - não vamos insistir mais -, o bom futebol escasseia. Atira-se agora, por exemplo, a cartada do Paulo - que afinal era bom - ou a do Marco, Deus do Olimpo, que não perde... na Grécia. Nada contra os dois jovens técnicos, tirando o facto de, com Jorge Jesus, num dos rivais, não terem tido armas para destituir o técnico do 'título' que, hoje por hoje, merece mais que ninguém: o de melhor treinador da Liga Portuguesa. De longe.

É por isso de um vício recente que o FC Porto tem de se livrar: o de achar que qualquer vassoura lhe serve. Qualquer jovem e bem-falante técnico vai acordar a mística. Depois, no campo e no momento de ter mais para atacar do que um simples cruzamento, ou de um espaço entre sectores a gritar para as bancadas, a coisa fica preta - ou se quisermos, verde. Verde porque é a cor que Jesus, o mais evoluído dos técnicos da Liga, agora representa. Podia (ainda) ser vermelho que ia dar no mesmo. Sem concorrência à altura, Jorge, passeia a sua cultura táctica e mostra que saber defender e saber atacar é coisa que não está ao alcance da febre dos novos Villas-Boas. Anteriormente, lembro, eram os novos Mourinhos, que se digladiavam entre a arrogância e o saber táctico. Depois, na hora da verdade, metiam mais um central ou coisa que o valha. Fonseca, o novo Villas-Boas, meteu mais um trinco, Marco Silva, "a melhor coisa que aconteceu ao futebol desde Mourinho" ficou atrás do FC Porto de... Lopetegui - o 2.º round no Dragão abriu a passadeira a Tello - e a defesa subia quando tinha de descer e descia quando tinha de subir. Pode chegar na Grécia... mas aqui, lembrem-se, somos todos 'muita' bons.

Hoje, terça-feira, avança o DN, é Sérgio Conceição. O treinador "forte em todos momentos do jogo" (not!). É chamá-lo para se perceber que o corredor central não existe, nem a atacar nem a defender, e talvez o FC Porto fique com uma solução mais barata que Lopetegui... para fazer quase o mesmo - ou pior, visto que em Julen nem tudo era mau. Mas, dizia, hoje por hoje, para a imprensa e para a maioria dos adeptos, qualquer um serve. Resta saber se a SAD portista já transcendeu a mentalidade das vassouras e se agora percebe que é mesmo preciso (ser) bigger than Jesus. E logo o FC Porto, que soube sê-lo... por três vezes. Que devia saber como sê-lo mais algumas vezes, não se importando de dividir o protagonismo com o santo padroeiro de Lisboa - o tal que multiplica a qualidade em clubes já acostumados a Carvalhais e Quiques, a Camachos e Marcos, a Fernandos e Leonardos. Fica claro que nenhum serve. Mas para a generalidade, os Silvas e Fonsecas, os Leonardos e Conceições, seriam boas apostas. Valha-nos Deus quando o único na Liga que demonstra capacidade para ser treinador do FC Porto nem sequer é chamado para título. Outro Jorge gadelhudo e com 2.º nome de benfiquista (Simão), alguém que até já, a modos que, custou uma Liga ao FC Porto e apontou como se mete medo ao Dragão, é aposta arriscada? Não mais do que os nomes avançados, acho. Isto até porque AVB ou VP não estão (nada) disponíveis para salvar a casa. Até lá, sonhe-se, Jorge Simão e as duas soluções interinas, são as melhores apostas. E mesmo essas muito dificilmente roubarão a Liga a um leão indomável. Mas entre estas e as outras joga-se a não menos importante presença na Champions. Simão, Castro ou Barros, são, pelo menos, garante que o 1.º lugar não fugirá por muito - razão pela qual, não nos esqueçamos, se despediu Julen Lopetegui.

P.S. Messi não é o melhor do Mundo pela quinta vez. Messi é o melhor do Mundo, ponto final.

64 comentários:

luis disse...

Percebo o que queres dizer em relação a Marco Silva. Mas lembra te que trabalhou sobre brasas, contra um presidente, e muitos dos próprios adeptos. Ficou atrás do deus Jesus e do milionário FCP. Mas ganhou uma taça de Portugal, tantas quanto Jesus. É uma coisa é ter sucesso na Grécia, outra é ganhar todos os jogos (e uma vitória em Londres na LC).

Jean-Paul Lares disse...

Perdeste a cabeça. A comparação com o Marco ("chega para a Grécia", pois chega, para fazer o que nenhum outro tinha feito antes) é, mais do que absurda, estúpida.

Marco Morais disse...

Não teria hipótese, Luís. É a minha convicção. Não teria hipótese porque tem falhas ao nível do modelo. Falhas que o Sporting de Jesus não perdoaria. Ainda agora aconteceu ao Fonseca, por exemplo - não saber segurar aquele jogo, demonstra o que tenho dito dele desde que poisou no Dragão. Silva seria igual - empataria aqui e ali e, qual Lopetegui, deixaria fugir o campeão. Venderia cara a derrota no confronto directo - talvez nem perdesse - mas não demonstraria regularidade. Para a Grécia pode chegar, aqui, na minha opinião, não chega.

Se souber corrigir essas deficiências - que já lhe aponto desde as falhas do Babanco no Estoril - terá um grande futuro. O acaso que foi a vitória no Emirates não muda isso. Desses, Jesus está farto de comer de cebolada :P

Já o Simão, por exemplo, é bem mais evoluído. Marco Silva é corajoso - bem mais que Fonseca - mas não sabe defender (nem atacar). Por Simão se mostrar evoluído nesse aspecto, não me importaria de o ver sentado no Dragão. Não por ser jovem ou bem falante, ou até corajoso, mas por ter argumentos no modelo que o podem levar a ter sucesso. Contudo, já com a carruagem em andamento...

Peyroteo disse...

Leonardo Jardim é bom, muito bom. Não tão bom como Jesus mas melhor que Marco Silva. Quando me falam da final da taça até fico irritado. O tal discurso ao intervalo, blá, blá, blá, quando foi após o intervalo que o Sporting pior jogou. A reviravolta apartir dos 75 minutos deveu-se a uma pontinha de sorte e ao "coração" que os jogadores tiveram. Foi na raça e não na estratégia.
Também gosto de Jorge Simão, o Paços é das melhores equipas do campeonato. Ao contrário do que disse Jesus no domingo, foi a equipa que mais trabalho deu ao Sporting no campeonato. A única que, de facto, mereceu não perder.

Marco Morais disse...

Jean-Paul, a comparação entre o trabalho dele e o de Jesus no Sporting diz tudo. Só não vê quem não quer.

Não me apetece é hipotecar o futuro, na Liga, do Porto só para te provar que tenho razão: Marco Silva está uma escadaria abaixo de Jesus. Que vocês gostem, é problema vosso. Vendo o jogo como ele é, é ver que Marco Silva não tem organização para ser campeão enquanto Jesus morar em Portugal. Mas para ti, tal como para muitos outros, o futebol é discurso. Quando vires a defesa dele subir - e sim, acontece no Olympiakos - quando deve descer (para não levar três golos iguais do Tello) - já não deves achar tão estúpido. Mas isso duvido que vejas, para ti é secundário - podes sempre ir ver os resumos da Champions. Gostas do discurso e da coragem. Em suma, da personagem. Mas não saberes ver o que está bem à vista é que me parece descabido.

Apesar disso do 'estúpido' merecer mais atenção da minha parte, não me vou chatear contigo para te tentar provar o que para mim é óbvio. Mas, não te esqueças, quando for óbvio para todos, vais ter-me à perna :P Contudo, 'conhecendo-te' sei que isso não vai valer de nada. A tua reacção é, e vai ser, igual à de um crente quando lhe dizes que Zeus não existe. Para a Grécia serve.

Hugo disse...

Que o Jesus e bom treinador sem duvida. Agora nao queiram fazer um ser divino pois nao o e. E parece-me injusto comparar pessoas com idades muito diferentes

Mike Portugal disse...

Marco,

Por acaso considero Leonardo Jardim bem acima dos outros técnicos que mencionaste. Esse não teve as mesmas armas que o próprio Marco Silva teve e que JJ tem agora.

Não conheço o trabalho do Simão, portanto não vou fazer comentários.

Marco Morais disse...

Peyroteo, Leonardo é bom - não digo que não - mas a imagem dele que deves reter é a de quando o Enzo matou o Sporting na Luz. Pelo menos, quando o 'oferecem' ao Porto, é a essa a imagem que eu retenho. Depois há o do futebol de cruzamento constante como única solução ofensiva. À imagem de Marco Silva.

Pá, os treinadores são bons, a sério que são. Mas estamos a falar de uma cobra velha, sabida e batida, ao comando de um dos candidatos. Uma cobra que dá (d)as melhores soluções a defender e a atacar aos seus jogadores. E isso, Marco Silva e Leonardo não fizeram, nem sonham fazer.

O Porto contratar um treinador desses seria, para mim, um retrocesso em relação a um passado que ainda é recente e em relação a um cultura de títulos. Que Silva tenha ganho a Taça, vale de tanto como para os benfiquistas o Vitória a ter ganho também. As hipóteses de ganharem a Liga é que fazem deles treinadores apetecíveis para Benfica, Porto e Sporting.

Aliás, recordes de jogos sem perder - e sem sofrer golos em casa - também Lopetegui bateu. Nem vou por aí até porque não gosto muito de Pedro Abrunhosa. Fazer o que ainda não foi feito é ganhar a Jesus sem AVB ou VP. Mas isto é ser estúpido :P

Marco Morais disse...

Hugo, idades?

Se bem me recordo, VP e AVB são bem mais novos do que Jesus. Isto não tem nada a ver com isso - até recomendei Simão ao Porto.

Isto tem a ver com a cena estúpida que é montar uma equipa competente em todas as fases do jogo. Da ideia, ao modelo, passando pelos sistemas, arranjando a melhor solução para vencer em Portugal (a Grécia não me interessa assim muito).

Mike, Leonardo até pode ser superior aos outros. E que interessa isso ao Porto se é inferior a Jesus?

Peyroteo disse...

Mas olha que Leonardo Jardim tinha um plantel miserável! Poucos conseguiram tanto (2º lugar) com tão pouco... E olha que, segundo consta, Pinto da Costa gosta bastante dele. Eu, como sportinguista, não o queria lá. Acho melhor que AVB. Este já não repetiria o que conseguiu na primeira passagem.

Marco Morais disse...

Pinto da Costa também gostava muito do Lopetegui. Sabes, Peyroteo, isso vai dar igual ao litro. Isso é nós acharmos este melhor que aquele.

Mas mesmo com a volatilidade da coisa, eu nunca acharia melhor para o Porto um Leonardo do que um André. Há aquela coisa que se chama 'cultura do clube'. E por mais deficiências que AVB tenha, ele personificou isso como ninguém que eu me lembre. Actualmente, concordo, não é um técnico com um estilo de jogo que me agrade ou que servisse para o Porto. Mas aposto que chegaria cá e não jogaria como nos spurs ou no Zenit. Já Leonardo... bota cruzamento para o Aboubakar! bota ali mais um central contra um colosso! bota um duplo-pivot na Luz ou em Alvalade.

É desta forma redutora que te digo que não me convence. Hoje é Jesus que faz os outros técnicos mudarem. Antes era ele que mudava no Dragão. Se isso não quer dizer nada, é porque não percebo nada disto - e também nunca disse que percebia.

Pedro disse...

Sim, pq o modelo de JJ não tem falhas.

O João Mário, o Adrien, o Slimani, o WC que JJ recebeu eram os mesmos que Marco Silva recebeu? JJ não está a "beber" tb dessa evolução que Marco Silva provocou?

Em confronto directo o mestre não ganhou ao Marco Silva. Em confronto directo, com muito menos armas, Marco Silva "tirou" um titulo ao mestre.

O Marco, antes dos 40, está a fazer história na Grécia. O mestre dos mestres aos 60 dificilmente fará sequer história em Portugal.

Marco Morais disse...

Pedro, por o modelo do 'mestre' ter falhas e por ele não ser divino é que o Porto já lhe ganhou três vezes. Mas por não ser um qualquer - como tu gostavas que fosse - é que pode vir a festejar, frente ao Porto, por quatro vezes. É preciso lembrar os últimos 30 anos?

A evolução que o Marco Silva provocou? João Mário na ala direita? Um Adrien que sabe agora que terrenos pisar e que oferece sempre cobertura? Um Slimani muito mais agressivo na pressão e que é mais do que o homem que recebe o cruzamento? William Carvalho? o mesmo que o Marco recebeu de Jardim?

Pá, eu sei que querias que isso fosse tudo verdade - como sei que querias que o Vitória fizesse melhor que o Jesus - mas no fundo, no fundo, sabes bem a treta que é isso tudo.

Um dia veremos Marco Silva noutro grande. Disso não tenha dúvidas. Nesse dia, se JJ ainda cá estiver, falamos... de novo. É que deixa-me estupefacto que tu, e outros, não consigam ver a diferença e falem em idades e em confrontos directos, assim como em Taças de Portugal. Até o Pedro Emanuel tem uma - contrata-o para o Benfica, sim!

J. disse...

Muito bom post!
E excelente caixa de comentários.
A relembrar os "good old times" onde se discutiam estas coisas como deve ser.
:-)

Mr. Shankly disse...

"O mestre dos mestres aos 60 dificilmente fará sequer história em Portugal."
Pá, o JJ já fez história em Portugal. E desconfio que continuará a fazer, a menos que decida sair. Pedro, o Adrien talvez tenha sido o jogador que mais cresceu com JJ. WC nem por isso. Slimani já era muito bom, e está a aproveitar a subida da equipa (no terreno e na classificação).

JJ>Jardim>Marco Silva. Mas o Marco Silva é um puto, e está a aprender. No Estoril foi o que foi, o ano passado aguentou de forma tremenda um presidente psicótico (diz-se que o Marco também não é flor que se cheire, mas disfarça bem), e este ano estou sem palavras. É inteligente e está a melhorar. Tem pouquíssima experiência.

Peyroteo disse...

Pois, João Mário está muito mais dinâmico que na época passada. Adrien está muito mais consistente, um verdadeiro capitão. Slimani já tem tantos ou mais golos que na temporada passada inteira.
Davas este mesmo plantel a Marco Silva e jamais o Sporting teria feito 44 pontos em 51 possíveis.
Davas o plantel que Jardim teve a Marco Silva e jamais o Sporting teria conseguido o 2º lugar.

J. disse...

Mas também é verdade que WC ainda não se encontrou neste novo sistema de JJ.
Parece complexado por não ter a qualidade de passe de JM ou Adrien, algo que o sistema de JJ privilegia. Existe uma muito maior circulação de bola agora na equipa do SPorting.
De resto, para mim, o maior merito de JJ para mim é fazer jogadores como o Naldo por exeomplo, um jogador que parece ser de categoria mundial
:-)

Jean-Paul Lares disse...

Se, não contente por comparar o contexto de Marco com o de Lopetegui, o querer fazer com Jesus, já não estás a insistir numa estupidez, estás a ser simplesmente desonesto. Falhas ao nível do modelo? E o Peyroteo vai por melhor caminho ainda, acrescentando o Jardim. Vou retirar-me desta conversa para não me chatear.

Jean-Paul Lares disse...

O que me deixa espupefacto é que amadores, que até procuram informar-se, digam disparates desta dimensão, revelando um desconhecimento técnico confrangedor, distorcendo a realidade em função das suas emoções ou preferências, requintes de desonestidade intelectual chocantes. Passei anos numa profissão, convencido de que eram os dirigentes que prejudicavam a credibilidade e a saúde do futebol, mas estava enganado, são, definitivamente, os seus adeptos.

LDP disse...

Tens absoluta razão J. Não só nos comentários como nos próprios posts.

Por exemplo, tu em 2008 postavas assim:

"O que é que se passa?
Aonde é que andam os bloggers benfiquistas deste blog?
Aonde está a euforia, o optimismo, a confiança na equipa que conseguiu juntar jogadores como Reyes, Suazo, Balboa, Di Maria, Sidnei, Carlos Martins, Cardozo, Luisão, entre outros?

Não percebo este temor.
Certamente não será pelas mais recentes exibições do Sporting, nem pela equipa que defrontaram na última jornada na Luz.Não metem medo, dizem eles.

Assim sendo, não percebo. O que é que se passa?
Deprimidos pela não presença na Champs?
Ou á espera de uma vitória clara quando os formos visitar á Luz?"

Depois levaste 2-0 e pelo meio ainda ironizaste sobre jogadores serem expulsos ou não por cotoveladas e pontapés.

Marco Morais disse...

Shankly, tudo bem, tem potencial - que já lhe reconheci. Mas que aprenda na Grécia - onde por sinal temos especialistas que devem ver o Olympiakos jogar todos os fins-de-semana.

Peyroteo, já que estamos no campo da suposição, se o Porto não tem cometido o erro histórico de não seguir com o VP, achas que esse 2.º lugar se dava?

O Leonardo, sempre o disse, parece aqueles gajos - todos já conhecemos um - que nas aulas eram certinhos - tapavam as respostas nos testes com o estojo - mas que nunca chegavam aos 18's e aos 19's. É um sólido 14, assim a esforçar-se e a estudar muito. Vem para o Porto e não ganha, como vem o Silva e o Porto não ganha. Ora não me parece que seja isso que o Porto precise (não ganhar). E volto a incluir o Benfica na conversa - o mesmo Benfica que há 7 meses traçava a meta. Vocês, benfiquistas, queriam o Marco Silva, hoje? Queriam o Leonardo?

Eu pergunto isto porque, por exemplo, o JJ queria que o Lopetegui continuasse. E vocês também. E assim sendo esta caixa de comentários está minada :P

Ora, Lopetegui não era mau, garanto. O problema foi Jesus. Para ganhar a Jesus, Lopetegui tinha de ser excelente - coisa que não é (nem ofensivamente, nem defensivamente). Já Jorge Jesus, por mais que não queiram, é excelente. A porra está aí. Leonardo e Silva não são, Lopetegui também não. E Rui Vitória nem vale a pena comentar (quando as equipas aprenderem a recuar o trinco para a zona central da defesa, o Benfica não marca metade dos golos - que são hoje na sua maioria originados por um qualquer cruzamento). Não é à toa que no confronto directo, ou nos jogos com equipas mais evoluídas, RV conta uma vitória daquelas de excepção e que lhe permitiu que, contra a sua ordem (ver antevisão do Atleti-Benfica) a equipa recuasse em jogasse em contra-ataque (a melhor valência deste Benfica).

Mike Portugal disse...

Marco,

RV tem conseguido tantas vitórias porque teve a inteligência de conseguir enquadrar o Jonas no seu modelo. Temos que lhe dar esse mérito. E tem lá jogadores muito fortes a nível ofensivo.

Peyroteo disse...

J, William Carvalho complexado por não ter a qualidade de passe de Adrien?! Li bem? Não li, pois não? :)

Jean Paul, o que eu digo aqui de Leonardo Jardim já o dizia antes de ele chegar ao Sporting. E a verdade é que ele fez um trabalho fabuloso no Sporting com talvez o pior plantel que me lembro.
Nunca percebi a adoração dos media em relação a Marco Silva, que já vem do tempo do Estoril. E já nessa altura me lembro de ver o Marco Morais demonstrar a sua desilusão com Marco Silva.
Tanto a minha opinião como a do Marco Morais não são de agora, muito menos pelo processo de despedimento no Sporting. Processo aliás mal conduzido e pouco edificante mas que até deixou Marco Silva com uma aura maior. É bom treinador, sem dúvida. Mas considero inferior a Leonardo Jardim. Qual é o mal disso?

Marco Morais disse...

ó Voz divina, dai-me uma morcela de Verdade, para eu não revelar um desconhecimento técnico confrangedor. Por favor, não vá e venha como se nada fosse! peço-te Guru nosso, iluminai-nos com os vossos anos de profissionalismo para que não caiamos no erro de pensar que há pessoal que trabalha nos jornais mas que poderia cortar carne no Intermarché que seria a mesma coisa.

Mostrai-nos o contexto para que O vejamos Todo e não dividido como comuns adeptos ignorantes e causadores de todo o mal. Peço perdão pela minha insolência, pois se é o Marco quem a Verdade escolhe... que assim seja! Não voltarei a distorcer a realidade em função das minhas preferências, nem que trabalhe numa empresa que gere a carreira do visado.

Jean-Paul Lares disse...

A opinião é livre, mas sustentá-la com argumentos que manifestam ignorância ou suposições incompatíveis com o contexto faz pouco sentido (ex: rendimento de William Carvalho ou "o que um faria com o plantel A ou B). No resto, e quando se discutem "falhas de modelo", é ver qual é o modelo de um e de outro, qual a flexibilidade de um e de outro e como se podem enquadrar, ou não, num grande, aqui, na Grécia ou na China. Tal como, aliás, Rui Vitória. Mas é opinião e, portanto, legítimo. Já usar como termo de comparação o Sporting de Marco contra o Benfica de Jesus, com o que Jesus faz no Sporting (com o dobro do orçamento, os jogadores que quis) contra o Benfica de Vitória não é opinião, é desonesto.

Marco Morais disse...

Hã?

Peyroteo disse...

Mas então vamos comparar o quê, afinal? O Sporting no ano passado tinha o mesmo meio campo, tinha Nani e Carrillo... Ok, na defesa chegou Naldo. Cedric por João Pereira não muda assim tanto. Este ano há mais soluções, é certo. Mas o Sporting já era uma equipa mais consistente na apresentação contra o Roma do que na época anterior.

Marco Morais disse...

Jesus tem tudo o que quis. Que faria se tivesse Nani e Carrillo. A individualidade que resolva. Básico.

Para mim desonestidade é atirar com os milhões do Lopetegui para justificar um 3.º lugar e não reconhecer que esses mesmos milhões não chegaram para ganhar a um Benfica que investiu menos. Que, aliás, perdeu a maioria dos jogadores que faziam a diferença. Desonestidade é achar que números, ou cifrões, medem a qualidade de uma equipa. Como também o é não reparar, pelo menos, que o plantel do Sporting não é tão mais forte (individualmente) que no ano passado, que a diferença não reside aí.

Isso sim, é estúpido, tal como achar uma argumentação que permitisse que Santos - outro Deus grego - afinal tenha sido campeão no Benfica e no Sporting. Depois há a realidade. A mesma que demonstra que RV, MS, Lopetegui, com ou sem milhões, partem atrás de Jesus. O problema do Sporting era/é somente o investimento. Quando não o foi terá sido porque o outros investiram mais. Fica por saber como é que Jesus ganhou a Lopetegui. Não falem é em modelos, nem em marcações ao homem que isso é falta de profissionalismo.

Jean-Paul Lares disse...

O investimento e as opções: os jogadores que se desejam vs os jogadores que não se querem nem pintados. Vou-me calar porque não devo sequer estar a ter esta conversa. Mas que me entristece e revolta o regurgitar de ignorância e desonestidade, lá isso... A culpa é minha por ter vindo ler.

Mr. Shankly disse...

"Shankly, tudo bem, tem potencial - que já lhe reconheci. Mas que aprenda na Grécia"

Não és só tu que pensas assim, daí estar na Grécia :)
Mas depois deste tirocínio vai dar o salto. Acrescento que seria normal ganhar a Liga Grega com facilidade, mas esta sequência de vitórias (e o comportamento na Champions, num grupo onde estavam os líderes das mais competitivas ligas europeias) é excepcional. Já agora, para os que achavam que o plantel do Leonardo Jardim era o mais fraco de sempre (não se devem lembrar dos que teve Paulo Sérgio, por exemplo), gostava de ouvir uma opinião sobre o plantel do Olympiakos, onde pontificam Felipe Pardo, Leandro Salino, Hernani ou Roberto Jimenez.

Marco Morais disse...

Vamos lá ver se nos entendemos: O Peyroteo lembrou e bem que já temos essa visão do Marco Silva há muito. Ainda ele não tinha ficado em 3.º, ainda ele não tinha empatado com o Benfica em casa, ainda ele não tinha ganho a taça.

Uma visão que não tem que ver com resultados, portanto. Tem que ver, sim, com qualidade de jogo. E essa não seria suficiente, como foi, por exemplo, a de Jesus contra Vítor Pereira. Não ganhou, é certo, mas mostrou estar bem perto de o conseguir. Jesus perdeu, lembro, por detalhes. Já Marco Silva ficou fora da luta, não por apontamentos mas, por larga distância na regularidade. Essa falta é, na minha opinião, quase exclusiva das suas opções tácticas.

Este é o contexto que torna honesto(!) comparar Silva com Jesus. Aqui, trago de novo o Peyroteo à baila, pois concordo que já na apresentação o Sporting apresentava um nível superior (equipa mais bem posicionada, com mais soluções para a posse e para a procura do golo, profundidade controlada) ao da passada época. Já para não falar da Supertaça, onde a diferença de nível foi gritante. Pareceu até que o antigo treinador bicampeão passou a treinar o Sporting... ah espera, foi mesmo isso que aconteceu.

Claro que pela lógica já aqui apresentada, ainda vamos ler que, contra o Benfica, Marco Silva não perdeu. Essa, amigos, é a lógica dos brutos. É que alguma vez o domínio foi tão esclarecedor? Alguma vez o real potencial do Sporting vos pareceu tão grande com Silva a treinador.

Epá, o homem é bom. E há-de ser melhor. Tem uma personalidade recta, um discurso e opções corajosas, mas não é (ainda) excelente. Mais do que isto soa mais a 'man crush' do que a outra coisa.

Marco Morais disse...

Não dá mesmo. Nem lembrar que Nani já não está, que Carrillo não pode, e que William esteve meses de fora. Depois Teo, outro dos que foi pedido, também não esteve, não está, nem vai estar. Na mesma, ganhou-se ao Porto, virou-se um 0-2 com o Braga. Já para não falar do que Jesus conseguiu.

É desonesto, peço desculpa. Marco Silva não pôde fazer mais.

É a lógica bruta, senhores. No que toca ao que Jesus oferece às suas equipas, e ao que Marco Silva ofereceu (e continua a oferecer - haja alguém que veja os jogos dele na Grécia) ninguém toque. Que ninguém toque porque não se sabe ver. Até o próprio diz: há muitos que estão a olhar para lá mas não sabem o que estão a ver. Não sabem como se decidem jogos, nem épocas. Não sabem, ou não se lembrar, que treinadores houve que com um plantel contra si conseguiram dar a volta e serem campeões. Contra Jesus, até.

Mas não se pode comparar porque as situações não são iguais. Nada se comparará aqui, a não ser os feitos de Marco Silva na Grécia. Feitos que, passo a citar, "mais ninguém fez". Isso já se pode comparar.

Por mim volto a lembrar: o objectivo do post não foi criticar o Marco Silva, nem fazer dele mau treinador. O objectivo foi lembrar que ele não é treinador para o Porto, por menos ou mais contextos negativos que tenha tido de transcender. E só não o é, porque Jesus ainda treina em Portugal. Longe de mim estar pensar que isto seria desonesto, amador e manipulador ou que provocaria tristeza em alguém.

Acontece-me o mesmo quando leio, no papel, tanta a tanta crónica ignorante a atribuir a erros defensivos (quando na realidade foram ofensivos) as culpas para um desfecho menos positivo do que se esperava. Um dia, espero, não haverá lugar a essa ignorância, onde se defende com fait-divers aquilo que está apresentado, e aos olhos de todos, no campo.

Pedro disse...

Que tem os últimos 30 anos?

Festejar contra o fcp por 4 vezes? Estás a falar de ser campeão? Se for isso...pois, se ele fosse o mestre que falam, festejaria, no mínimo, a sexta vez (dou de barato a ensaboadela que levou de AVB).

Se não for isso não sei do que estás a falar. Contra o fcp que me lembro foi sempre varrido Só foi campeão quando o fcp não contou para as contas.

Emanuel tem uma taça e o Inácio tb tem um campeonato pelo sporting. Vale o que vale. Repito, tenho dúvidas que JJ faça história em Portugal. Se fosse tão bom como pintam devia ter feito, devia ter dado o primeiro tetra da história ao SL Benfica. Assim...é apenas mais um que por cá passou, o segundo com mais tempo de manutenção e o primeiro no dinheiro que gastou.

Enfim...

João Mário não sabia dar um pontapé na bola e Slimani nunca tinha marcado um golo na vida. Bendito mestre que ensinou tudo o que Jonas sabe e agora, ao serviço de um fraco treinador, consegue numa volta marcar quase tantos como na época passada.

Claro que quero que Vitória faça melhor que JJ. Vitória ou outro qqr. Se considero que o que JJ fez foi pouco, muito pouco, obviamente que seja quem for o treinador do SLB quero que faça melhor.

Pedro disse...

" Vocês, benfiquistas, queriam o Marco Silva, hoje? Queriam o Leonardo? "

Ontem, hoje e amanhã. Já.

O Leonardo talvez.

Mas enquanto se achar que foi por "detalhes" que JJ foi varrido por VP (nem falo de AVB) é natural que as loas ao mestre dos mestres continuem eternamente.


Marco Morais disse...

Só para terminar a conversa do Marco Silva, antes de responder ao Pedro: O Sporting da época passada saiu da luta por culpa própria. Não por ter perdido nos confrontos directos com os candidatos (perdeu um jogo, no Dragão) mas por ter perdido pontos com equipas (bem) inferiores e com orçamentos inferiores. Com tudo o que foi aqui discutido, há alguma lógica nisto? Tudo isto aconteceu porque o Marco não queria o Slavchev? o Gauld? o Rosell? Tivesse a competência, e a experiência, e lutaria pelo título até ao fim.

Pedro,

Eu não faço de Jesus um mestre. E também não faço do Benfica um papão. Pela tua lógica sempre que tiveste uma excelente equipa tinhas que ser campeão. Para ti o Porto não conta, tinhas de ser tetra e pronto. Foram detalhes que decidiram, os mesmos, se quiseres, que levaram a que Lopetegui não ganhasse o ano passado. Seria absurdo da minha parte dizer que foi o Lopetegui que o perdeu e não o Benfica que o ganhou. E não me venhas dizer que achas isso porque ainda agora reclamaste um tetra!

A tua história Jesus não vai fazer. É uma questão de significado. Para mim quebrou a hegemonia do Porto, já fez história. E o Porto que tu lembras, "o Porto que conta", é mais difícil de aparecer porque JJ existe num grande de Lisboa. Isso para mim é fazer história do futebol português. Que não tenha feito no Benfica - com um bi depois de 30 anos - é contigo.

O facto de quereres que o Vitória faça melhor não é garante que ele o vá fazer. Ele ou outro qualquer. Isso é raiva e clubismo. Partiu atrás, e vai ficar atrás, muito provavelmente, porque não tem tanta qualidade. Agora, depois de muitos anos a ler-te, concordo contigo numa coisa: Jesus não é invencível. E o Porto, mais que ninguém deveria saber, isso. O que acontece é que não sabem como lhe ganharam. AVB sabe, VP sabe, mas a estrutura não. Para eles um Lopetegui, um Fonseca serviam. Há aqui quem acredite que o Marco Silva sirva. O que é que queres que te diga mais? É que eu lembro-me bem como se ganha a Jesus - mas tu vais dizer-me que esses títulos eram teus por decreto. Se calhar estou enganado e é impossível, não sei :P

Marco Morais disse...

Não foram detalhes? o que é que foi?

Peyroteo disse...

"Senhor, faz-lhes as vontades. Põe lá o Mártir. Já"

Marco Morais disse...

Assino por baixo, Peyroteo.

Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mike Portugal disse...

Como Sportinguista digo apenas isto: preferia muito mais o Leonardo Jardim ao Marco Silva. A equipa estava muito menos exposta ao perigo e atacava com o mesmo tipo de qualidade.

Mr. Shankly disse...

"Para mim quebrou a hegemonia do Porto, já fez história."
Essa é a questão. Não é ter ganho 3 títulos em 6. Já houve quem fizesse melhor. Mas não se pode ignorar o contexto: o FCP domina(va) há 20 anos.

Pedro disse...

Um dos problemas dos defensores de JJ é misturarem coisas e "porem" palavras na boca dos outros.

Onde é que eu disse que Vitória vai fazer e acontecer? Disse e repito que DESEJO que faça. Vitória e qqr um que esteja no SLB. Eu desejei que JJ fizesse mais do que JJ fez. Infelizmente tive, bem cedo, razão em como não faria.

"Pela tua lógica sempre que tiveste uma excelente equipa tinhas que ser campeão. "

É o argumento típico de quem nunca quer discutir as falhas de JJ. Já estou habituado. Não, JJ não tinha que ser campeão pq tinha os melhores jogadores, JJ tinha que ser campeão pq estavam criadas as condições para tal. Melhor equipa, melhores jogadores, liderança, vantagem pontual. E perdeu por erros próprios. Não foram detalhes. Foram opções tecnico tácticas. Não foram pormenores que fizeram David Luiz lateral esquerdo e sair do Dragão com chapa 5 (para dar um exemplo claro). Mas já foi um detalhe que deu o bi a JJ e, se calhar, impediu MS de conseguir mais qqr coisa no scp. Um detalhe chamado Jardel aos 92 minutos.

Reclamei um tetra pq em dois anos JJ perdeu duas vantagens pontuais. Reclamei um tetra pq o grande mestre no confronto directo, quando podia deitar por terra o rival, perdeu. E perdeu sempre. Mesmo quando foi campeão nunca JJ conseguiu vencer o fcp no jogo decisivo. No primeiro ano podia ter sido campeão no Dragão e perdeu 3-1, com o fcp com menos 1. O ano passado na Luz, podia arrumar a questão e foi completamente incapaz de sair da teia que o tontinho do lopetegui criou. Claro que depois, os adoradores do mestre dizem que foi táctica. Como em alvalade o charuto do Jardel tb foi táctica. O estar a perder em Paços (ou Vila do Conde) e meter o Guedes aos 90 minutos tb foi táctica que fez o fcp perder tb nessa jornada. Claro, não fosse ele o grande mestre.

Não eram meus por decreto. Deviam ter sido meus pq tinha melhor equipa e tinha vantagem. Mas o borradinho do mestre desperdiçou tudo...por duas vezes.

E nem entro na época de AVB.

No Benfica há mais treinadores bi campeões. E até há treinadores tri campeões. Coisa que JJ nunca será. Por culpa própria, repito. Mais nenhum teve o que ele teve ao dispôr.

Por mim que o fcp o vá buscar ao scp. Sinceramente era o cenário que adorava. Ver o Peyroteo a voltar a chamar todos os nomes possíveis ao mestre. :)

Pedro disse...

""Para mim quebrou a hegemonia do Porto, já fez história."
Essa é a questão. Não é ter ganho 3 títulos em 6. Já houve quem fizesse melhor. Mas não se pode ignorar o contexto: o FCP domina(va) há 20 anos.""

Quebrou tanto o jejum do fcp que nos seis anos de JJ no SLB, o fcp foi tri campeão e ganhou, novamente, uma competição europeia. Curiosamente à equipa que eliminou o SLB do mestre nas meias finais.

Realmente foi um quebrar de jejum estranho.

Se Vieira tem corrido com JJ em 2013 não havia nada para pegar em JJ. Não correu e teve a sorte de PdC estar em total declínio (Sérgio Conceição?!?!?!!?)...mesmo assim correu o risco, o grande mestre, de ser eliminado pelo ....Luis Castro. :)

Marco Morais disse...

Mike, ainda pensaste em pôr aspas nesse 'qualidade' :P De facto a não predilecção por Marco Silva baseia-se em coisas palpáveis. Já aquele amor incondicional, não o consigo entender de quem se diz um entendedor de futebol.

Pedro,

Tu pensas que eu não te entendo, mas entendo-te. Até porque o teu ódio em relação ao Jesus já vem de há muito. E não embandeiraste em arco com o bi. Aquilo que me faz discutir contigo este assunto não é uma adoração desmesurada por JJ mas sim o facto de tu teres a certeza pronta de que o Benfica era melhor equipa.

E pronto, agora estaríamos aqui os dois a discutir, até de madrugada, qual teria sido a melhor equipa. E como não temos tempo para isso deixa-me dizer-te que é impossível qualificar qual era a melhor. O que me interessa neste aspecto é saber se tu achas que JJ não tem mérito na construção dessas equipas. É que parece não ter mérito algum, só porque perdeu. O teu ódio vem da derrota. Mas tivesse o Porto um Jesualdo e o Benfica tivesse ganho o tal tetra, ou até um penta, e tu acharias o JJ um gajo que fez história.

Achas mesmo que se um gajo bom - vamos chamar-lhe... Marco Silva - tivesse as condições que JJ teve, seria três vezes campeão? teria ido a duas finais da Liga Europa e teria perdido dois títulos na meta? JJ não é um treinador que está acima dos rivais? É banal? Não tem competência alguma, só por baqueou em momentos-chave? Tomara o Porto alguém que levou na boca do Málaga. na Champions.

Às vezes dá ideia que qualquer um serve. Outras vezes dá ideia que é tudo o que é externo que comprova a qualidade de um treinador. Tudo isto numa única caixa de comentários. Em nada interessam as ferramentas que o técnico dá aos jogadores. Fique em 3.º, fique em 2.º ou fique em 1.º. Este foi o erro do JPL - que não sabe distinguir nada disto. Para vocês interessam as ferramentas que os dirigentes dão aos técnicos. E não ganhaste com Aimar, Suazo, Di Maria, D Luiz, Cardozo...

Pá, por mim já chega. Ainda assim, foi um prazer :P abraços!

Mr. Shankly disse...

Pedro, o Benfica ganhou 3 títulos em 6 possíveis. A última vez que isso tinha acontecido foi em 90/91. Isto não é uma questão de opinião.

Claro que não tinha acontecido se Vieira o tivesse despedido. Não despediu porque via que os dois títulos perdidos para Vítor Pereira o foram por pormenores. Foi uma decisão corajosa e correcta.

Marco Morais disse...

Só para acabar e para que se entenda de uma vez: eu hoje recomendei aqui um técnico que vai no 5.º lugar. Ora o quinto, são dois lugares abaixo do terceiro em que acabou Marco Silva. O desalento com Silva nunca foi pelo 3.º lugar mas sim pelo futebol apresentado - o mesmo que o privou de ter uma palavra a dizer pelo título. Hoje o Sporting luta, claramente, pelo título (é até no contexto actual o maior favorito) mas há quem acredite que isso se deveu, somente, a uma mudança na política de transferências e ao aumento do orçamento.

Repito, eu hoje pedi alguém para o Porto que está no 5.º lugar com um orçamento de merda. O que me interessa são as suas ideias - bem superiores às de Silva.

Dá para entender?

Peyroteo disse...

Eu às vezes penso que o apelido do Pedro é Guerra :) Ainda bem que o Luís já esteve com ele e garante que não são a mesma pessoa :)
Ainda para mais o Pedro Guerra deu à costa ontem em Cascais, até tiveram de fechar a marginal para o sacar. Por isso não podia estar aqui a comentar :)

Tiago disse...

Jean Paul, na Grécia, esta época gastaram-se à volta de 29M em contratações. em toda a liga.

só so Olympiacos foram mais de 20M.

um abraço e bons factos!

Mr. Shankly disse...

ahahahah! Peyroteo, que maldade!

Marco, não percebo o que é que isso do 5º lugar quer dizer. 5º lugar é excelente com o Paços, muito melhor que um terceiro com o SCP ou um 2º com o SLB :). Mas não garante que as ideias sejam melhores do que quem quer que seja. MS foi 4º com o Estoril, não foi? e 5º no ano em que subiu. Já agora, o Paulo Fonseca foi 3º com o Paços. Sei que detestas o gajo, mas digamos que o plantel não dava para muito mais quando esteve no FCP.

Marco Morais disse...

É para mim falacioso que o plantel, quer do Fonseca no Porto, quer do Silva no Sporting, não dava para mais. Davam para, pelo menos, jogar mais.

O que quis dizer do 5.º lugar é que não olhei para a classificação para escolher um treinador. Olhei para as ideias. Recusei um que ficou em 3.º e escolhi um que está em 5.º. Pensei que elucidasse em relação a eu não ter qualquer intenção em pegar no 3.º lugar do Silva para fazer dele mau treinador. O meu fio-de-prumo foram sempre as ideias. O JPL não sabe isso e veio acusar-me de desonestidade quando comparei o 3.º lugar do Silva ao 2.º de Lopetegui. Foi nesse sentido, Shankly, no de escolher, sem medo, um treinador que segue na 5.ª posição. Logo não foi pela classificação que 'recusei' o Marco Silva. Pareceu-me mais claro dentro deste meu 'cérebro', espero que dê para perceber.

bruno disse...

Gostei quando M. Silva veio para o SCP, gostei mais quando saiu.

As dificuldades em ganhar aos chamados pequenos foram gritantes, basta ver a quantidade de empates en Alvalade. E ai o orçamento nao pode ser desculpa, pois tinha maior orçamentos que todos aqueles com que empatou, tirando slb.

Pedro disse...

"facto de tu teres a certeza pronta de que o Benfica era melhor equipa"

Tenho. Mas mesmo que não tenha a diferença entre elas seria residual (só se tu achas que o fcp era muito superior ao SLB e, assim, educadamente fechamos o debate) o que permitia que um tão bom treinador deixasse a sua marca, fizesse a diferença. Nunca fez. E isto não é mera opinião, é factual.

"O que me interessa neste aspecto é saber se tu achas que JJ não tem mérito na construção dessas equipas."

Em que sentido? Na escolha dos jogadores? Muito pouco. E isso tb é factual. Os jogadores escolhidos e pedidos por JJ não tiveram grande sucesso enquanto que os descobertos pelo scouting do clube foram os "craques" que andaram com a equipa às costas e, verdade seja dita, custaram bom dinheiro.

Se falas no sentido colectivo, de jogarem como equipa então sim, dou mérito a JJ. Mas só nisso, de jogarem como equipa. JJ é excelente em colocar os jogadores a fazerem o que ele quer. O problema, como sempre disse, é que o que ele quer é pouco para as aspirações do SLB, é insuficiente contra equipas de igual valia. O que ele quer não permite ao SLB dar o passo em frente (neste caso para cima). E isso foi claramente notório nos 6 anos de SLB.

"Achas mesmo que se um gajo bom - vamos chamar-lhe... Marco Silva - tivesse as condições que JJ teve, seria três vezes campeão?"

Um gajo bom? Sem a menor dúvida. E digo mais, um gajo bom não perdia os titulos que JJ perdeu. Mais, não considero VP fora de série mas VP, no SLB, no mesmo contexto, tinha ganho o tetra e feito um brilharete na europa. Aliás, acho que poucos treinadores perderiam a final contra o Sevilha. Mas nunca me viste usar as finais perdidas para atacar JJ. A Champions é outra conversa.

"JJ não é um treinador que está acima dos rivais? "

Dos rivais actuais? É possível. Mas isso não é relevante para a questão. Pelo menos para mim não é.

"Não tem competência alguma, só por baqueou em momentos-chave?"

Tem competência mas não a que tu pintas. E a prova é ter baqueado sempre em momentos chave. Um treinador com tanta qualidade como a que defendes, com os planteis que teve ao dispôr não pode baquear tantas vezes nos momentos chave. E tu sabes disso. Sabes muito bem que esta realidade choca com a defesa que fazes dele.

"E não ganhaste com Aimar, Suazo, Di Maria, D Luiz, Cardozo.."

Infelizmente não. E várias vezes por culpa de JJ. :)

Para se defender JJ criou-se a ideia que os resultados são o que menos importa. É o mesmo quando se diz que um avançado não é só golos. Claro que não é. Mas se um avançado falhar muitos golos fáceis fica difícil dizer que ele é bom. Os resultados não são tudo mas têm que ser alguma coisa. E todos sabem disso. Senão Lopetegui ainda estava no fcp, por exemplo.

"Pedro, o Benfica ganhou 3 títulos em 6 possíveis"

o SLB perdeu 3 titulos em 6 possíveis. Perdeu 5 taças de portugal em 6 possiveis. Perdeu 1 supertaça em duas possíveis. Factual. Não é opinião. :)

Peyroteo, só mesmo pelo primeiro nome pq o Guerra nem sempre tem razão. :)

Marco Morais disse...

Continuamos a concordar em muita coisa. Mas no momento em que confirmas que achas que um gajo como o Marco Silva ganhava o que o JJ perdeu dá-me vontade de encerrar educadamente a conversa:P

"E digo mais, um gajo bom não perdia os titulos que JJ perdeu."

É tudo teu =) faz como o Lopetegui e pede a indemnização baseada nos títulos que iria, certamente, ganhar: http://expresso.sapo.pt/dossies/diario/2016-01-12-Lopetegui-quer-tudo-tudo-tudo-a-que-tem-direito

E, já agora, que o VP não perderia os títulos que o JJ perdeu... isso já todos sabemos :P

Mais a sério, estás no mesmo 'catch 22' que eu. Mas para teu mal pensas que qualquer vassoura te resolve isso. Para terminar, cordialmente, lembro que concordo em absoluto que JJ não tem nível para o Benfica que idealizas. Nem para o Benfica, nem para o Porto - por isso é que também nunca o quis lá. Mas, no estado actual de coisas, é de longe o melhor treinador da Liga. E é isso a fazer a diferença. O problema é arranjar melhor do que ele. Já vimos, aqui, que nesta interminável caixa de comentários que Marco Silva é o homem. Cuidado é com o contexto!

Pedro disse...

Não penso que qqr vassoura resolve o problema nem sei pq dizes semelhante coisa.

E não se trata só de arranjar melhor que JJ (arranja-se) mas também de dar a esse treinador as mesmas condições que JJ teve. Ao novo treinador do SLB reduziu-se o investimento no reforço do plantel para níveis de 2007. Diz muita coisa.

Marco Silva não é O homem. É um dos homens possíveis.

J. disse...

Mas o investimento que se está a falar inclui o mercado de Inverno?
É que só fazer as contas por alto, são os 5 milhões do Cervi, os 8 do Pizzi, e mais uns poucos por cada sérvio a chegar, soma isto também?
E já agora para se dar as mesmas condições ao Jesus que se deu Vitória, teria agora que haver uma venda de inverno de um titular indiscutivel. Tipo Matic ou Enzo. E depois disto, ainda ser campeão como se nada fosse.

É que do outro lado, neste momento o Sporting de JJ que ganhou ao Porto ou ao Braga nem custa os 50% do Pizzi.
P.Oliveira 1,8 + Naldo 3 + Jefferson 0,8 + Ruiz 2 + Slimani 0,3 = 7.8 milhões.
Elucidativo!!!

Pedro disse...

Obviamente que não inclui o mercado de inverno (nunca contou nas contas) mas mesmo que se fosse por aí JJ não se pode queixar.

Menos sentido faz ainda mencionar Pizzi que já cá está há não sei quanto tempo e um jogador supostamente contratado que não está cá. Não percebo como é que se pretende discutir seja o que for com esta argumentação.

Tomara Vitória ter o plantel que JJ tinha quando "perdeu" Matic...

"como se nada fosse"

LOL. Adorava ter paciência para ir à procura do que sportinguistas disseram ao longo destes anos sobre JJ. :)

J. disse...

Não é pelo JJ estar no SPorting que fiquei um admirador incondicional dele.
Obviamente que tem muitos defeitos, alguns deles bastantes irritantes até.

Mas por lado, querer misturar alguns desses defeitos com a sua capacidade em dirigir uma equipa de futebol e de conseguir titulos será certamente por má-fé ou por muito azia.

Por este SPorting a jogar como está a jogar, a ganhar 2-0 ao Porto em ALvalade com relativa facilidade a ir á Luz dar 3, a virar um 0-2 contra o Braga é para já algo de muito meritório.
E para nós que estavamos habituados a andar cá para trás, é certamente um regalo para os nossos olhos.
E repito, tudo isto com um onze que neste momento nem custa metade do Pizzi.

Pedro disse...

Não sei que defeitos estás a falar. Só critico JJ por questões tecnico tácticas pelo que faz todo o sentido "misturar" com a capacidade de gerir uma equipa de futebol.

Não discuto JJ no scp. Já não é problema meu. :)

Peyroteo disse...

"Não discuto JJ no scp. Já não é problema meu. :)"

Olha que é, olha que é! Um enorme problema para vocês e para o Porto :)

Pedro disse...

É tão problema como foi/é qqr treinador do scp. O que é bastante menor do que o problema que era para mim JJ no SLB.

Peyroteo disse...

Mas neste momento o sucesso de Benfica e Porto depende exclusivamente de JJ e da equipa que ele treina actualmente. E ainda por cima ele está motivado como nunca esteve... E está a passar isso para jogadores e adeptos.
Por isso digo que é um problema para vocês. Não gostas dele e gostas do Marco Silva? Ok, isso é lá contigo :)

LDP disse...

"Mas neste momento o sucesso de Benfica e Porto depende exclusivamente de JJ e da equipa que ele treina actualmente."

Rir muito!

Pedro disse...

Exclusivamente é demasiado forte mas, tendo em conta que já não dependemos apenas de nós, aceito isso. A questão é que nova queda de JJ nos momentos chaves já não será dor para mim, por isso não é problema meu.

O meu problema é ter um treinador que não me dá muita confiança ou seja, a mudança que eu pedia só me satisfez em 50%.

Mas não ignoro que RV não tem as mesmas ferramentas q deram a JJ.

Peyroteo disse...

LDP, o Pedro percebeu. Exclusivamente no sentido em que só o Sporting depende de si próprio e tem agora 4 jogos (dos quais 3 em casa) em que pode até aumentar a vantagem. E uma vez que logo na jornada seguinte há o Benfica-Porto... Só não tenho a certeza que o Sporting ganha estes 4 jogos (Tondela, Académica e Rio Ave, em casa. Paços fora) porque os poucos pontos que perdeu na primeira volta foram perdidos inesperadamente (principalmente com o União e Boavista). Sim, o Sporting só perdeu pontos em 3 jogos...