quinta-feira, janeiro 28

Curtas

1 - Caso Slimani. Fez muito bem o Sporting em apresentar queixa dos jogadores do Benfica, mesmo sabendo que não ia dar em nada. É que assim torna evidente a dualidade de critérios. Bastava reparar neste lance de Fejsa, esquecendo por instantes o festival de Eliseu no jogo da Taça:





2 - Outra decisão desfavorável ao Sporting conhecida esta semana: A Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga decidiu arquivar os inquéritos relativos às denúncias do Sporting sobre as ofertas do Benfica aos árbitros. Interessa-me apenas sublinhar esta frase englobada no teor da decisão: "O Kit Eusébio poderá chegar ao valor de 59,90 euros, a que acresceria, caso fosse usado, o voucher para quatro refeições".
Se dúvidas houvesse, aqui está a confirmação de que os vouchers eram mesmo para refeições. Esta sempre foi a grande batalha dos benfiquistas, tentar demonstrar, sem sucesso, que os vouchers se destinavam apenas a visitar o museu.

3 - Taarabt ganha 193 mil euros/mês e a sua aquisição custou cerca de 3 milhões, dos quais 1 milhão para o empresário Kia Joorabchian, muito conhecido da justiça brasileira e portuguesa. Cá devido à transferência do jogador Ramires. Atentem bem: 
Kia é acusado pelo Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa por diversos crimes, entre eles lavagem de dinheiro, fraude, estelionato e apropriação indébita.
(...) Uma venda casada envolvendo Cruzeiro, Joinville, Benfica e Chelsea, em que a Jazzy Limited, uma das empresas da “organização”, que tem Kia como alegado proprietário, teria lucrado 9 milhões de Euros.
(...) Na sequencia, assim que Ramires chegou ao Benfica, Kia Joorabchian, segundo as investigações, acertou com a equipe portuguesa que conseguiria as cinco convocações necessárias do atleta à Seleção Brasileira, para que pudessem transferi-lo a Inglaterra, onde já havia se acertado com Roman Abramovich, que pagaria 30 milhões de Euros, supostamente a serem “lavados”.
Em conseguindo as convocações, Kia teria direito a comprar 50% de Ramires, por intermédio da Jazzy Limited, pagando 6 milhões de Euros, com lucro imediato, e, “estranhamente” consentido entre as partes, de 9 milhões de Euros.
E foi o que aconteceu.


68 comentários:

LDP disse...

O tempo que este gajo perdeu a fazer este post, sabendo da dica que lhe dei sobre os 500 mil euros que o sporting passou por baixo da mesa a Leonardo Jardim, de modo a não pagar impostos...

Haja falta de tomates, oh peyroteo.

Mr. Shankly disse...

1- Parece ser uma agressão, de facto. O que é que o árbitro assinalou? Já agora, antigamente os sumaríssimos só podiam ser aplicados se o árbitro não tivesse visto o lance. Ainda é assim?
2 - o que o acórdão diz é que o kit totaliza 179,90. Sendo o limite imposto pela FIFA de 300 €, queriam o quê? A sério, esta denúncia pateta foi para quê? Para fazer barulho, aparentemente.
3 - Um escândalo a contratação de Taarabt, e um escândalo que o Benfica se tenha envolvido em lavagem de dinheiro, caso se confirme.

Peyroteo disse...

2 - Acho que na altura não se falava num valor por refeição, que agora se diz ser de 30 euros. Mas eu falo nisto porque a existência ou não das refeição no kit era a grande dúvida da altura...

Mr. Shankly disse...

Peyroteo, mas se o próprio Bruno de Carvalho diz que não considera isto corrupção...serve para quê a denúncia?
Sim, do lado dos benfiquistas havia várias dúvidas. Do lado dos sportinguistas, só certezas. Havia quem jurasse que um jantar de 4 pessoas nesse restaurante custava 500 €.

Ace-XXI disse...

Shankly pelos regulamentos a FPF nao pode castigar jogadores por recurso a videos mas pior que isso é a diferença de tratamento que slimani está a ter em relação aos outros jogadores.

2. Sinceramente nunca acreditei que o benfica fosse penalizado mas tambem duvidava que dessem razão ao SCP e foi isso que acabaram por fazer. Curioso aue agora falem em 300€ quando no inicio o falor era mais baixo.

http://www.maisfutebol.iol.pt/sporting/benfica/arbitros-garantem-respeitar-limite-de-183-euros-para-lembrancas

Pior que isso é a liga admitir que uma oferta de 300€ a 1árbitro é normal, num jogo com 5 arbitros 2 delegados e 1 observador a coisa fica por 2400€ jogo!
Se multiplicarmos este valor pelos 40jogos que as SAD tem em casa dá quase 100 mil€ em prendas por época e a liga acha isto normal?!

Ace-XXI disse...

Shankly é a propia liga a falar em "preços médios"... é obvio que num restaurante de luxo (e aquele é) os valores podem ser esses que referes com alguma facilidae.

Era curioso saber foi quem utilizou os vouchers e quanto gastou mas isso ficou sem resposta.

Keegan disse...

1-Um jogador que cometa uma agressão, sem bola, não sancionada pelo árbitro porque foi feita "às escondidas" deve ou não ser punido??? Tantas vezes a verdade desportiva vem à conversa, os exemplos do futebol inglês, etc. e agora estão indignados com o quê??? Se for com a demora do processo que devia ser analisado nos dias seguintes e a punição, caso fosse esse o caso, igualmente, então estamos de acordo. Se ele devia, à semelhança de qualquer outro jogador que faça o mesmo, ser punido??? Claro que sim.

2-O Sporting SEMPRE soube que isto não ia dar em nada porque o Benfica não incorreu em nenhuma ilegalidade. Do ponto de visto ético não o devia fazer, mas sabemos que isto é prática comum. Isto sempre foi estratégico e passava pelo ruído, pressão e desviar de atenções.

3-Infelizmente acontecem demasiados casos esquisitos, esse é só mais um.

J. disse...

1 - O Slimani deve ser o unico jogador que agrediu no campeonato português e não foi punido pelo arbitro. Para já é o unico a puder ser punido por isso.
Isso é que é fantastico. Nesse mesmo jogo, por exemplo, há mais agressões e nenhuma delas é passivel de castigo.
Só a do Slimani. Fantástico!!!
Isto já parece a famosa justica nos anos 80. Só os intervenientes é que mudaram....

2 - Primeiro, os vouchers não valiam coisa nenhuma: era a camisola e o museu. Depois, já podia valer mais qualquer coisa, mas nenhum arbitro o tinha aceite.
Agora, existem e já valem jantares, mas o valor é inferior ao que se diz.
Mas que grande trapalhada!

3 - Pelo menos, têm um especialista em marcar cantos e penalties.

Peyroteo disse...

1 - E em que jogos é que vai calhar o castigo o Slimani? pois, já todos sabemos pelo menos um jogo que ele vai falhar...

Keegan disse...

1-O Slimani deve ou não ser punido?

Ace-XXI disse...

O slimani devia ter sido punido sim mas pelo arbitro do jogo. A partir do momento em que não foi pede—se coerência em relação a casos semelhantes ou nao?!

LDP disse...

Eu não vejo por aí muitos jogadores a agredirem, pelas costas, colegas com cotoveladas no pescoço. Tu vês, Ace??


Assim de momento, o único "caso semelhante" como dizes, foi o próprio Slimani em Arouca a abalroar um gajo na área da mesma forma. E ai de mim usar a palavra penalty nesse lance.

Keegan disse...

Eu exijo coerência. O Slimani deve ser punido, ou outro qualquer, pelo árbitro ou pela Liga/Federação quando o árbitro não vê. O que se passa é que para a maioria dos sportinguistas o Slimani não devia de ser castigado porque acham que outros não o foram. Eu defendo o contrário, o Slimani deve de ser castigado assim como todos os outro que façam o mesmo. Parece a mesma coisa mas não é.

Boavida disse...

Só nesse jogo da taça existe uma agressão do Eliseu ao João Mário que o árbitro não viu e que o conselho de disciplina da federação arquivou juntamente com todos os outros casos apresentados pelo Sporting, coerência procura-se...

J. disse...

Então, explique lá Keegan, se Slimani deve ser castigado, porque é que mais ninguém em 18 jornadas de campeonato, é passivel de ser castigado tambem?
É só o Slimani!? E porque só o SLimani, que é só o melhor marcador do Sporting?
Acha inocente que so uma de tantos outras, é que merece castigo?
É que nem é preciso muito para ver outras agressões, até no mesmo jogo, cujos processos foram arquivados.
Isto é que é estranho.
É que nem disfarcar sabem. Podiam por um processo tambem ao Fejsa, Samaris ou Eliseu, o Benfica até agredecia. E assim ainda poderiam fazer-se passar por isentos!!!

Ace-XXI disse...

Tens razão não é a mesma coisa mas entao como explicas a diferença de tratamento dada a jogadores do mesmo jogo?

É que estamos a falar da mesma comissao arbitral que para uns arquiva e a outros abre processo como explicas isso?

Slimani está a ser injustiçado mas nao por ser castigado (porque aí ele merece) mas sim por ser uma exceção quando mais nenhum colega seu teve o mesmo tratamento.

Tu falaste na BPL mas alguma vez uma situação destas se passava lá?!

LDP disse...

Tens razão, Ace. Na BPL um clube que metesse 2000 na conta de um árbitro, em menos de uma semana seria excluído da competição em causa, e muito provavelmente teria outras repercussões ainda na época a seguir.

Em Portugal esse clube foi á final dessa competição, nessa mesma época, arriscando a ganhá-la. E hoje anda armado aos cágados a falar de vouchers, seguido, sintomaticamente, por hordas de adeptos desmiolados e cínicos.

Pedro disse...

- Slimani agrediu ou não Samaris? Merece ou não ser punido por isso. Tenham tomates e respondem directamente. O scp fez bem? LOL. Mostrou como são patéticos. Se fizesse queixa (e pq não fazem??) de Fejsa tudo bem, lance que o árbitro não viu. Agora fazerem queixa de lances que foram sancionados pelo árbitro? É burrice ou só incompetência? Eu meto as fichas na primeira.

- O mais relevante do comunicado da Liga é a confirmação que equiparam os vouchers às refeições e cabazes regionais entregues pelos clubes aos árbitros. Ou seja, tal como sempre disse, o SLB, caso tenha oferecido vouchers refeição, fez o mesmo que o sporting faz tal como BdC assumiu, em directo, na TV ao dizer que o scp oferece refeições aos árbitros. Assunto encerrado como devia ter sido desde o primeiro dia. (PS: espero que o SLB deixe de oferecer seja o que for!!!)

- Jogador vindo da Premier League, com mercado e nome, pelo que o valor é normal. Já os 3 milhões, a serem verdade, são obscenos.

Peyroteo disse...

Vouchers refeição é o mesmo que deixar comida no balneário do árbitro?!! eehehheeheh E depois os outros é que são patéticos!
Epá, isso fazem todos! De certeza que o Benfica também deixa uns mini-pastéis de nata e uns capri-sonnes para o pós-jogo... Só me faltava este tipo de argumento agora...
O mais relevante não é isso. O mais relevante é que antes negavam as refeições, que se fossem refeições era grave, era uma vergonha, etc. Agora admitem (alguns, porque outros nem com o facto completamente explícito na decisão daquele orgão, admitem as refeições), mas já não é importante. Enfim...

Quanto ao castigo do Slimani. Se o árbitro sancionou então tudo bem. é isso? Não importa que ele tenha confundido uma agressão com uma falta normal? Se ele se enganou, azar? Ele não viu motivos para expulsar Eliseu porque é incompetente ou fê-lo propositadamente?

E temos outro problema aqui. Se ele tem visto o lance na altura e expulso o Slimani, provavelmente ele teria levado dois jogos, as imagens não seriam usadas, apenas o relatório do árbitro.
Agora com as imagens quantos jogos levará? E isto passado dois mais de dois meses?

Aqui o problema não é a agressão do Slimani, que existe e devia ter sido sancionada no próprio jogo. O problema é que outros lances ficam impunes apenas porque o árbitro viu mal. Desde quando não ver um lance é mais grave do que ver e tomar a decisão errada?

Keegan disse...

Eu pensava que me tinha explicado bem. O Slimani deve ser castigado assim como TODOS os outros que façam situações do género. Aquilo que eu não faço é desculpá-lo porque aos outros não está a ser dado o mesmo tratamento. Mal. A posição oficial do Sporting relativamente ao lance, pela conferência de imprensa do Octávio, demonstra bem a cegueira/visão que têm do lance. É passar por parvo ou chamar parvos aos outros.
Tudo vale para fazer ruído.

Keegan disse...

O que aqui está, essencialmente, mal é ter sido o Benfica a fazer queixa, deviam de ser os órgãos competentes a despoletar o assunto, ser na semana seguinte a análise e a punição e não andarmos meses à espera que os senhores responsáveis tenham um bocadinho de tempo nas suas vidas para tratarem de um assunto relativo a uma competição profissional.

Mr. Shankly disse...

"Se o árbitro sancionou então tudo bem. é isso? Não importa que ele tenha confundido uma agressão com uma falta normal? Se ele se enganou, azar? Ele não viu motivos para expulsar Eliseu porque é incompetente ou fê-lo propositadamente? "

Volto a perguntar: já se sabe que o CD não pode corrigir as decisões dos árbitros. Só pode intervir se o árbitro não tiver visto. Isto passou-se dezenas de vezes em anos anteriores. Estavam distraídos? para que servem estas queixas que (tal como no caso dos vouchers) o SCP sabia que iam ser arquivadas? É por isto que o MST prefere o Benfica ao Sporting (!!)

luis disse...

Epa, mas ninguém se lembra de sumaríssimos feitos a jogadores do Benfica?! Ninguém se lembra do castigo a Luisão e Katso por terem discutido num jogo?! O problema aqui é a incoerência dos castigos mas é bom lembrar que o Benfica já teve casos semelhantes enquanto outros clubes passavam incólumes.

Acho que concordamos todos que quem agride deve ser castigado.

A lei penso que só se aplica a lances não sancionados pelo árbitro. É discutível a validade mas é um filtro porque caso contrário todas as decisões dos árbitros poderiam ser contrariadas posteriormente, perdendo eles a autoridade em campo. Por isso, acho que faz sentido ser só em casos não sancionados.

Os vouchers, tenho de ler o relatório. Mas adianto já que no meu caso assumi que seria uma vergonha se se confirmassem os valores pornograficos das refeições, referidas pelo BdC.

Para mim é limpo: se o valor permitido foi ultrapassado, descida de divisão imediata.

Peyroteo disse...

No relatório falam em 30 euros mas penso que seja um valor médio para aquele restaurante e não um valor definido no voucher. Mas isto não devia existir para ninguem. Lembranças no valor de 299 euros estão bem mas 301 euros já é considerado corrupção? É um bocado ridículo...

luis disse...

O futebol português é ridículo. Mesmo quando se ganha.

O voucher não definia valor, isso sabe-se desde sempre. Quem falou em milhões foi o BDC.

Aliás, o voucher não referia nenhuma refeição, é factual. O que levanta uma questão: se não estava definido no voucher, como dava acesso a refeições? Porquê esconder isso?

O Benfica deve esclarecer cabalmente esta situação. Mas infelizmente acho que vamos continuar a marrar uns com os outros.

Ace-XXI disse...

Já para nao referir que quando a polêmica começou falava—se num valor limite de 180€ agora já se fala de 300€...

Tenho curiosidade para saber como eles chegaram a esse valor médio de 30€...
é que estamos a falar de um restaurante onde 1 simples bife da casa custa 30€!
A menos que 1 arbitro peça 1 bife e 1 copo de água se levante e vá embora nao vejo onde pode gastar "média 30€".

O curioso é eles considerarem o voucher como oferta de cortesia como se tivesse alguma coisa a a haver.

LDP disse...

É uma oferta de cortesia porque era oferecida a todo e qualquer árbitro, apenas e só por arbitrar um jogo em casa nossa. Inclusivamente a árbitros que arbitraram jogos em que o resultado foi um empate ou derrota!

"Muito obrigado, senhor árbitro fulano de tal, perdemos o jogo e ficámos irremediavelmente afastados da luta pelo título, mas aqui tem uma caixa com uma "camisolinha" e um bifinho. Aquele abraço."

Isto é coacção? Corrupção? Jogo sujo? Não, é somente isso: cortesia.

J. disse...

Nada disto é passivel de castigo.
https://www.youtube.com/watch?v=jnZiDhuFwxY
Foi tudo arquivado.

Só o Slimani é que agrediu, só o Slimani é que pode ser castigado.
O keegan diz, mas o Slimani é bem castigado, os outros é que deveriam ser.
E eu continuo a perguntar, porque não são são castigados então?

LDP disse...

Não sei.

E no Benfica também ninguém deve saber.

Talvez da tua estrutura obtenhas alguma resposta, afinal foram eles a apoiar quem agora está nos cargos de decisão. Ou estou enganado?

Mas não deixa de ser curioso que BdC passe meses a pedir que as autoridades competentes actuem; que se faça justiça, etc...e depois quando essas autoridades se sentam á mesa para seguir as leis e actuar "ai não pode ser, isto é tudo Benfica!", ou ainda "A Doyen ganhou? Não pode ser. Eu pedi justiça mas não era bem isto!"

Mr. Shankly disse...

"Já para nao referir que quando a polêmica começou falava—se num valor limite de 180€ agora já se fala de 300€..."
Isso está explicado no acórdão, acho eu. A UEFA passou o limite de 200 CHF para 300 €. Acho muito de qualquer maneira, mas não acho que um árbitro profissional (e são bem pagos, os da primeira) se deixe corromper por isto.

"é que estamos a falar de um restaurante onde 1 simples bife da casa custa 30€!
A menos que 1 arbitro peça 1 bife e 1 copo de água se levante e vá embora nao vejo onde pode gastar "média 30€"."
Foi o Bdc que te ensinou esses truques? Um "simples bife da casa" é o prato mais caro do menu (a julgar por isto: https://www.zomato.com/pt/grande-lisboa/museu-da-cerveja-baixa-lisboa/menu#tabtop). Ou seja, 30 € em média não me parece exagero. Mas que sejam 40, muda alguma coisa? Tu vendias-te por isto? Suponho que não. como referência, em 2010 os árbitros ganhavam 1200 € por jogo na 1ª Liga.

Independentemente disto, num país como Portugal é pouco avisado dar ofertas seja de que tipo for. Sou pela cortesia, mas aqui não dá. O passatempo favorito do tuga é ser desconfiado e má-língua. Seja. Estou com o Pedro nesta: nem um íman de frigorífico. Nem uma massagem.

LDP disse...

...e nem uma camisolinha.

Pedro disse...

Luis, imagina isso acontecer com jogadores do scp. O Slimani ser castigado por zanga com o Adrien...imaginas isso acontecer? Ou imagina o Slimani ser expulso por dar um murro na relva...

Enfim..

E quem que sejam levantados sumaríssimos em jogadas que o árbitro viu e assinalou. Parecem o Rui Santos a reclamar fora de jogo quando Jonas está atrás d alinha da bola. Esse ainda pediu desculpas...será que aqui vão pedir?

E tudo isto da malta que jura a pés juntos que os 2500 euros foram uma armadilha.

Santa paciência.

Ace-XXI disse...

http://www.dailymotion.com/video/x3f91uq

Ace-XXI disse...

E qual é a logica de defender que se o árbitro apitou falta foi porque viu, alguem admite que o arbitro no lance do fejsa tenha visto o murro a adrien?!

Certamente que o arbitro ao rever o lance na tv admite que nao viu bem o lance e que deveria ter mostrado vermelho.

Ontem no braga rio ave houve 1 jogador mal expulso vai ser despenalizado? Os sumarissimos acabaram por isto mesmo, nunca consegues garantir total justiça para todos mas neste caso ainda é mais grave porque a CD teve 2 pesos e 2 medidas para casos no mesmo jogo.

Peyroteo disse...

Mal expulso é favor. O rapaz levou dois amarelos e em nenhum dos lances fez sequer falta! Uma vergonha aquele Capela...

LDP disse...

Vi isso num jogo com o Nacional, em Alvalade...

Mr. Shankly disse...

Ace, mas afinal qual é a questão? Que há discriminação ou que as regras dos sumaríssimos são injustas? São discussões diferentes, mas vocês misturam tudo, como misturaram a questão dos 180 € com os 300 €, e a explicação está no acórdão. No fundo só querem fazer barulho, é o que eu digo.

Mr. Shankly disse...

"Carvão", como diz o outro.

Peyroteo disse...

LDP, vives obcecado com o Sporting :)

LDP disse...

Não pá. O tema não é a injustiça? Tu falaste num gajo expulso sem ter feito faltas e lembrei-me a a unica vez q isso aconteceu esta epoca foi precisamente em alvalade. Mas deve ser só coincidencia.

Peyroteo disse...

O pior é que não é verdade, pelo menos na totalidade. O 2º amarelo foi injusto (nem foi falta), o primeiro não.
Mas podemos falar desse Sporting-Nacional. Há muita coisa engraçada para comentar sobre esse jogo...

Ace-XXI disse...

Shankly, para começar quais são as regras? Já há tanto tempo que não há 1 sumaríssimo no futebol português que já nem sei qual é a lei. Houve alturas em que a liga instaurava sumaríssimos mesmo que o arbitro tivisse assinalado o lance e até retirava castigos a jogadores mal expulsos por isso agora nem sei qual a lei actual.

Eu sou contra os sumaríssimos a não ser em casos muito extraordinários mas aqui a questão não é o sumaríssimo mas sim a justiça de aplicar um castigo a 1 jogador quando no mesmo jogo não se tem k mesmo tratamento em relação a outros.
No caso de eliseu isso é flagrante mas penso nao ser o unico que nao foi assinalado pelo arbitro.


Em relação aos vouchers eu nao li o acórdão mas apenas um resumo do que la estava escrito e nao vi nada a explicar a mudança para os 300€ mas agora que sabemos que houve efectivamente ofertas de refeições e que nao tinham preço limite era só investigar quais foram as pessoas que utilizaram os vouchers e quanto gastaram porque neste caso quem não esta a ser sério és tu porque colocaste os preços do restaurante.aí em cima é assim tão difícil admitir que uma refeição para 4 pessoas pode ultrapassar os 300€?

E mais uma vez não há acusação de corrupção mas sim de violação das regras, se existe um limite das ofertas e 1 clube infringiu esse valor tem de ser penalizado ou nao?

Peyroteo disse...

Pois, o facto de decidirem tendo em conta o valor médio da refeição e não pelo valor efectivamente gasto dá a entender que pegaram no que convinha. É que se de facto os limites foram ultrapassados, isso poderia trazer graves problemas ao Benfica. Mesmo que essa não seja a intenção com as ofertas de cortesia. Por isso mesmo deviam acabar.

luis disse...

"Mesmo que essa não seja a intenção com as ofertas de cortesia. Por isso mesmo deviam acabar."

Se há um limite que foi ultrapassado continuo sem entender como é que vocês defendem que não se trata de corrupção.

N.T. disse...

1. Será que fez bem? Um dos motivos para o arrastar do processo prende-se com o elevado número de queixas apresentado, como este lance de Fejsa que o Sporting soube sempre estar condenado ao arquivamento visto não ser passível de análise, talvez com receio que Slimani não jogasse frente ao Porto.
Lances sancionados pelo árbitro, ou em que o árbitro opta por conceder a lei da vantagem, não podem ser avaliados, mas parece existir alguma dificuldade na interpretação dos regulamentos. Ou então, lá está, pretendiam apenas arrastar o processo.

2. A única dúvida prender-se-ia-se agora com a capacidade matemática e interpretativa de BdC. Isto caso acreditássemos que BdC pretendia efectivamente uma punição ou que acreditava genuinamente na existência de um ilícito.

3. Tudo certo.

Peyroteo disse...

Luís, eu estou aqui a fazer um esforço para acreditar que o Benfica não tenta corromper os árbitros nesta situação, por muito que ache estranho o facto de acrescentarem esses vouchers ao kit, de forma quase clandestina...

Pedro disse...

"Houve alturas em que a liga instaurava sumaríssimos mesmo que o arbitro tivisse assinalado o lance"

Houve? Não me lembro. A sério. A lei é clara (sempre foi) nessa questão: se o árbitro assinala o lance não há possibilidade de análise posterior. Só para corrigir castigos de cartões mal mostrados. Recentemente houve um desses casos, um jogador comete penalty e quem leva amarelo é outro colega. O CD despenalizou esse colega.

Mas qual dualidade de critérios? O SLB fez queixa de um lance que o árbitro não viu e o CD vai analisá-lo. O scp fez queixa de lances semelhantes?

Qual agressão de Eliseu???

O SLB ofereceu refeições como o scp tb assumiu que oferece. São ambos corruptos? Desçam os dois. O scp desce um pouco mais pq tem no cadastro os 2500 euros depositados na conta do fiscal de linha.

Mr. Shankly disse...

"Pois, o facto de decidirem tendo em conta o valor médio da refeição e não pelo valor efectivamente gasto dá a entender que pegaram no que convinha"
Pelo que dizem, a esmagadora maioria não usou os vouchers. Isso quer dizer o quê? Que média usamos? O vosso argumentário está cada vez mais psicótico.

"porque neste caso quem não esta a ser sério és tu porque colocaste os preços do restaurante.aí em cima é assim tão difícil admitir que uma refeição para 4 pessoas pode ultrapassar os 300€?"
Não percebi nada. Possível é, mas o voucher era tipo "coma o que conseguir"? Então e as refeições que o SCP dá no fim dos jogos, podemos assumir que se um árbitro estiver em modo "Man vs. Food" e comer os croquetes todos também pode ultrapassar os 300€? Queremos mesmo ir pelo absurdo?

Peyroteo disse...

"qual agressão de Eliseu ???" Foram quatro os lances em que ele devia ter sido expulso, 3 dos quais o árbitro não viu, como o lance do Slimani... Aquele que ele sancionou com amarelo é um lance claro de vermelho pois pontapeou a bola propositadamente contra o João Mário. Já tinha feito o mesmo na primeira parte com o João Pereira. E este foi outro:

http://www.dailymotion.com/video/x3f91uq_107min-eliseu-agride-joao-mario-dentro-da-area-penalti-por-assinalar-e-vermelho-directo-por-mostrar_sport

Peyroteo disse...

Mr. Shankly, podem poucos ter aproveitado os vouchers mas bastava um deles ultrapassar o valor (não são 300 euros, pois tens de descontar o valor do Kit original, quanto é?) para entrar na ilegalidade. Bastava um...

Pedro disse...

Tinha o feeling que era esse do pontapear a bola. Ok
Siga.

Sobre o lance do vídeo: castiguem o Eliseu.

Não tolero cenas destas.

(mas há uma disputa de bola coisa que não acontece na agressão de Slimani)

LDP disse...

"(...)é assim tão difícil admitir que uma refeição para 4 pessoas pode ultrapassar os 300€?"

LOL mas desde quando é que estão a considerar-se todas as cortesias oferecidas em cada jogo mas na totalidade á equipa de arbitragem??

Mais um bocado e juntam-se todas as equipas de arbitragem de todos os jogos em não sei quantas épocas e poderão dizer "120 mil euros em ofertas? Estão a ver? Isso é muito mais do que 300 euros!!!"

Mas está tudo parvo ou quê?



peyroteo, tu foste ainda mais cómico do que o Ace.
"por muito que ache estranho o facto de acrescentarem esses vouchers ao kit, de forma quase clandestina"

Já tudo é clandestino agora. Assim como acrescentar uma massagem ou uma camisolinha ao lanche na cabine no árbitro, presumo.

E depositar 2500 euros na conta de um árbitro, não consideras atitude clandestina?

Dodot, dodot.

Keegan disse...

Posso estar enganado, mas o que ouvi em relação ao limite dos 183/300 euros é um bocado diferente do que se tem escrito aqui. Este valor, seja ele qual for, é o valor de referência que, ultrapassado, obriga os árbitros a comunicarem a quem de direito a oferta, sendo posteriormente alvo de análise e/ou posterior sanção, não sendo obrigatório a sanção se o valor for superior. Quando a oferta é inferior nem precisa de ser comunicada.
Para acabar com estas situações o melhor era proibir ofertas.
Ontem fiquei a saber que nas competições europeias, fazendo fé no que o delgado disse na Bola TV, que o Benfica oferece o mesmo kit (vouchers incluídos) aos 6 árbitros, delegados e mais alguns elementos ligados à organização do jogo e que ainda acrescenta mais produtos incluindo uma peça da Vista Alegre. Nunca a Uefa considerou isto anormal. O Dias Ferreira apesar de agora achar mal os vocheurs como demonstrou ontem, confidenciou que quando era dirigente do Sporting, nas competições europeias ia buscar os delegados, etc. aos hotéis, levava-os a jantar a bons restaurantes. Depois diz que a Uefa acabou com isso e que tinham que jantar à frente dos dirigentes do clube adversário. Enfim ...

Ace-XXI disse...

O "pelo que dizem" tem mudado muito desde que começou ainda sou do tempo em que se jurava a pés juntos que a caixa nao continha vouchers para o restaurante e que era só para visitar o museu...

Foste que puseste aqui a ementa do restaurante e agora estas a falar de absurdo? Entrada, pao, prato principal, 1/2 garrafa de vinho, sobremesa e café é absurdo para ti? Queres ir ver de novo a ementa e fazer contas?

Ace-XXI disse...

Pois mas nao abriram processo ao eliseu pois nao?

LDP disse...

"(...)é assim tão difícil admitir que uma refeição para 4 pessoas pode ultrapassar os 300€?"

O problema é que não é uma refeição para 4 pessoas. Tens de medir o valor da oferta por cabeça.

Se não era demasiado fácil. Fazia-se como o Bruno e disparava-se 400 mil euros por época, acrescentado que 400 mil é muito mais do que os consentidos 300.

O que vale é que não somos todos idiotas, não é Ace?

Ace-XXI disse...

Por acaso aqui blog és o unico de quem tenho essa ideia.

Pedro disse...

"Pois mas nao abriram processo ao eliseu pois nao?"

Só abriram ao Slimani pq o SLB se queixou. E, repito, é um lance de muito maior gravidade do que o do Eliseu.


Tal como tb disse desde o principio, a existirem os vouchers, o SLB oferece uma refeição aos árbitros num local público à vista de todos. O scp oferece o mesmo no segredo do balneário.


Ace-XXI disse...

Nao sei se estás enganado ou não mas nao faz grande sentido, entao só depois de ultrapassar o limite é que se vai analisar? Entao para que serve o limite?

Que era practica comum no passado e que o scp também fazia isso nao tenho duvidas mas se não tinha nada de mal o porquê da UEFA ter proibido?

Peyroteo disse...

Pedro, estás a brincar, certo? O que o Sporting oferece aos árbitros em termos de comida é o mesmo que te oferecem no intervalo de uma formação. Umas miniaturas, café, sumos, água... E de certeza absoluta que isso o Benfica também faz. Estás a comparar o quê?!
Quanto ao Eliseu, o Sporting queixou-se também, que eu saiba. Só que foi arquivado. O do Slimani não foi...

Keegan disse...

O limite, segundo parece, é para comunicar a oferta. O Bayern oferece uma caneta Mont Blanc no valor de 500 euros. A questão é se a oferta é considerada como um acto de corrupção. Se calhar choca mais os jantares do que a caneta mesmo que esta tenha um valor mais alto. A Uefa proibiu porque naquele caso o clube anfitrião recebia as pessoas sem conhecimento e sem a presença de alguém da equipa adversária. Foi isso que corrigiram. Os almoços ou jantares continuaram, eram é na presença dos dirigentes da outra equipa. Só isso.

Pedro disse...

"O que o Sporting oferece aos árbitros em termos de comida é o mesmo que te oferecem no intervalo de uma formação. Umas miniaturas, café, sumos, água... "

Sim claro. Ok.
Até um "fisioterapeuta" lá metem no balneário. Enfim. Eu sei que não és assim tão ingénuo mas tudo bem, estou habituado. Siga.

LDP disse...

A UEFA manda dizer que o limite consentido para depósitos na conta de árbitros é de 0 (zero) euros.

Peyroteo disse...

Metem fisioterapeuta se o árbitro solicitar. O fisioterapeuta é o Carrillo :)

Jorge Borges disse...

1 - Não sei se o Sporting fez bem ou não em apresentar esta queixa. Sabemos que em Portugal não há coragem para se condenar quem deve ser condenado e de forma exemplar. Este processo estava perdido à nascença para o Sporting porquanto se os jogadores foram sancionados em campo nunca o poderiam voltar a ser fora de campo. É uma violação de uma das regras basilares do direito (ne bis in idem). A participação do Sporting ou de quem percebe pouco ou serve apenas para criar confusão e denegrir a imagem de quem decidiu neste caso. Só uma pergunta: alguém defende que o Slimani não deve ser castigado? Se os jogadores do Benfica deviam ter sido expulsos uma vez que o árbitro viu e marcou as respectivas faltas, é outra questão, e deve pesar na nota do Jorge Sousa.
Ainda me lembro do Cardozo ter sido castigado por uma agressão que sofreu num jogo contra o Braga no estádio dos minhotos...

2 - Aqui, sempre defendi que os clubes deviam ser proibidos de dar o que quer que seja aos árbitros, ainda que se tratasse de um pin ou de um galhardete. Se há suspeição, devem ser eliminadas todas e quaisquer ofertas, sejam elas camisolas do Eusébio, vouchers, cestas de fruta ou marisco à fartazana, ou outra coisa qualquer. Interessante seria saber quantos árbitros usaram os vouchers e quanto isso custou ao Benfica, para não se fazerem contas parvas! Eu acho, e o Bruno de Carvalho também, que não são estas coisas que condicionam a actuação de um árbitro, mas já que levantam suspeições, acaba-se com tudo, e pronto! Muito mais perigosas são as promessas de influenciar classificações e promoções/despromoções.

3 - Taarabt: Vergonhoso, pornográfico, e muito pior... o silêncio comprometedor do Benfica.
Já há muito que digo que o milhões de transferências são milhões de treta. Deve haver muita lavagem de dinheiro. Fala-se de milhões como se se falasse de tostões. Até parece que os clubes não estão em risco de falência técnica, com passivos enormíssimos. O caso do Ramires nem é dos mais flagrantes. Falando apenas do Benfica (mas os outros não são melhores) negócios como do Roberto são paradigmáticos que no futebol, as transferências são tudo menos claras.

PS - A Liga foi eleita com o alto patrocínio do Sporting. o Benfica estava contra esta composição. Não me venham agora dizer que é o Benfica que os domina, ou é?

LDP disse...

Jorge, perguntei isso mesmo sobre a Liga há dois dias. Mas todos se esqueceram de responder. Sintomático, não?

Pedro disse...

Jorge, o SLB não tem que vir à praça pública falar de valores dos contratos que faz com os seus jogadores. São assuntos para serem aflorados numa AG e numa análise à prestação desportiva da Direcção do SLB.

Ace-XXI disse...

Jorge, eu coloquei o lance da chapada do Eliseu nao é agressão?

Sobre o teu Ps. penso que o CD se mantém igual mas de qqr das formas eu já o disse que este desfecho é uma Vitória para BDC (ninguém estava realmente a espera de 1 castigo) mas o CD confirmou todas as acusações só faltou foi vontade para saber quem usou os vouchers e quanto gastarem. Nao esquecer que toda a gente fala dos árbitros mas as ofertas eram validas paros observadores que lhes dão as notas.