domingo, março 28

Curtas.

1. Excelente vitória do SLB, que conquistou uma vantagem preciosa na conquista do título mais apetecido da época. O objectivo era vencer, mesmo sem deslumbrar. E foi o que aconteceu, com a equipa a evidenciar, uma vez mais, grande competência em todas as vertentes do jogo. O Braga mostrou porque é candidato, apesar de ter tido apenas uma oportunidade de golo. O pénalti da ordem não faltou e continuo a achar espantoso que alguém defenda que aquele lance não é faltoso.

2. Jesus podia e devia reservar-se dos "Tête à Tête" com Domingos. No fundo é isso que os jogadores fazem quando são insultados ou agredidos pelos adversários em campo. Não se trata de "dar a outra face". Pura e simplesmente, gente dessa não merece qualquer reacção que não seja a do desprezo e farto riso.

3. Carvalhal está fora do SCP. Os resultados fracos não dão para mais. Alguém está surpreendido?

4. O Correio da Manhã publica uma notícia interessante. Podem ler,
aqui, e tirar as vossas ilações.

5. Até onde vai este SLB?

58 comentários:

CL disse...

Peço desculpa, mas o Jesus mereceu ouvir as respostas que ouviu.
Então o homem é treinador do Benfica e vem reivindicar "paternidade" (parvoice) da equipa adversária???

Estupidez...

J. disse...

O penalty da ordem....ridiculo!!!

Pedro disse...

1- Mais fortes, mais equipa, mais unidos, mais leais. A vitória perfeitamente justa só peca por escassa. Se o Proença marcasse aquele penalty é que seria de estranhar. Vale tudo contra o Benfica até defesas à andebol por parte dos defesas...Siga. Agora q vai ser giro ver o Braga a levar dos árbitros para q os donos ainda apanhem a champions...

2- Concordo mas os jornalistas picam com as palavras de Domingos e Jesus não tem papas na língua!!!.

3- Está mesmo? O regresso do Paulo Bento seria giro...

4- É o futebol português. Já nem dá para estranhar. Sempre os mesmos corruptos. Sempre!

5- Não sei, só espero que tenha continuidade na próxima época. Este ano é ser campeão e tentar a Liga Europa!!! Não é impossível.

LC disse...

Se fosse o Mourinho e os portistas a reclamar a boa prestação da selecção porque o Scolari aproveitou o bom trabalho que ele fez com o meio campo do FC Porto ou a dizer que muito do que o Chelsea faz hoje já fazia com ele tudo bem e nota alta, como é o Jesus é uma estupidez...

mas isso é conversa para adormecer carneiros.

TUGA disse...

tanta aziaaaaa que para aí vai!!!

é incrível este benfica....não perdemos pontos em casa desde a 1ª jornada!!

Carvalhal está fora do scp? acho que é mais o scp que está fora de tudo...aquilo já n tem cura!!
é uma miséria franciscana!

Leão de Alvalade disse...

TUGA:
Onde estavas tu há um ano? E quem te garante que não possas estar no mesmo lugar daqui a outro? Tanta impáfia, sem nada que o justifique. Ganhando este ano ficam iguais a nós em número de campeonatos nos últimos 10 anos.

J. disse...

Outra vez o discurso do orgulhosamente sós.
Repito, para mim aquilo não é penalty, o homem faz um carrinho e o outro remata a meio metro.
Mas não me custa nada admitir a justiça do Benfica campeão nacional.Já o admiti antes e volto a admitir. Qual é o problema.

E outra vez a história da selecção nacional. Que ressabiados, minha nossa!!!
Eu tenho uma sugestão para resolver o problema de raíz: fora todos os portugueses da selecção do Benfica.

Tuga, se eu não te conhecesse,até te dava atenção.

pedro m disse...

"Outra vez o discurso do orgulhosamente sós."

J, uns são corruptos, outros querem uma gestão á clube corrupto, outros são imitações rascas do clube corrupto, a arbitragem é a vergonha que se viu no algarve, nos intervalos dos jogos tivemos de começar a aguardar no relvado que todos entrassem nos tuneis, o Aimar tem de se rir pro Grunho Alves depois de ser agredido, o Cardozo e o Kardec idem, o correio da manha diz o que diz, ao Herminio fizeram-lhe a cama.

Explica-me por favor como é que me hei-de sentir.

J. disse...

Não vejo o meu clube em nenhuma dessas práticas.

pedro m disse...

Discutiremos isso quando o assunto for as práticas do teu clube, até porque o vosso presidente tem andado um bocado afastado dos holofotes.
Se calhar esgotou o tempo de antena na pré época.

J. disse...

É preciso ser mal intencionado ou ferrenho para não perceber o alcance das palavras do nosso presidente.
Granda lata!!!andavam voces ainda a discutir Vale e Azevedo´s, já nós andavamos com o discurso da verdade desportiva. Mas na altura eramos uns tristes.
Agora andam numa de cinderelas imaculadas, pondo toda a gente no mesmo saco. Pouca paciência para isto já.

Eu quero seguir o exemplo do Porto olha por exemplo nos negocios Deco, Maniche e Mourinho. Ou em tantos outros onde a margem de lucro os fez o melhor clube vendedor da Europa.Mal nenhum nisto????

Pedro disse...

Grande, grande, grande comentário pedro m!!!!!!

pedro m disse...

J., calma, apesar de tudo reconheço (do pouco que conheço) que não pertences á maioria dos completamente obcecados com o Benfica. Até acredito que para ti o Sporting vem em primeiro e não o Anti-Benfica.

Não há duvida que um de nós não está a alcançar as palavras do teu presidente, o futuro o dirá.

A minha opinião apenas se baseia no seu discurso desde que entrou, não é só o mais recente.
O discurso instalado no Sporting desde Roquette é um discurso de um Anti-Benfiquismo primário e obcecado.
É o discurso não importa se ganhamos, importa é ficar á frente do Benfica.

Sobre a verdade desportiva, dizem até que o famoso dossier que despoletou o apito dourado tava na posse do Dias da Cunha...O que é feito dele?
Então porque se virou ele para o LFV? Terá sido a primeira porta onde bateu para tornar publico o famoso dossier?

LMGM disse...

1 - Acho que o campeão ficou decidido, só um imenso terramoto pode agora alterar o desfecho final. Depois diz-me se posso dar-vos os parabéns e reconhecer o vosso mérito.

2 - Mind games ao melhor estilo, Bairro Alto vs Ribeira.

3 - Surpreendido não estou, mas agradecido por Carvalhal dar alguma dignidade a esta flagelação final.

4 - Coimbra power! Cuidado! Perigo de Morte!

5 - A Liverpool e à Figueira da Foz.

J. disse...

Pois vamos voltar a discordar. :-)
Eu acho que ser do Sporting é também ser Anti-Benfica. Não gosto do Benfica já o admiti aqui por diversas vezes. Mas seria pouco inteligente da minha parte, deixar-me levar por esse sentimento e não reconhecer os méritos quando vocês os têm.
Agora essa é outra conversa que os benfiquistas têm usado para enaltecer ainda mais essa mania da superioridade.
Parece que nós os sportinguistas somos os unicos que vivemos com um sentimento anti-qq outro clube.
Como se os adeptos do barça não sentissem o mesmo com os do Real Madrid, os do Inter com os do Milan, os da Lazio com os da Roma e vice versa.

TUGA disse...

LEAO DE ALVALADE E J. :

Compreendo que 23 pontos de diferença à 25ª jornada seja um tanto ou quanto indigesto!

No entanto acrescento o dado que isso nunca aconteceu, e duvido muito que volte a acontecer, pelo menos nos próximos séculos!
Daí o meu comentário "Miséria Franciscana"!!!

J. disse...

Exacto Tuga tens razão!!!

pedro m disse...

Dizeres que não gostas do Benfica ou que eu não gosto do Sporting até me parece uma perda tempo.
Apenas te queria dar alguma consideração acrescida á que sinto por eduardos barrosos e seus semelhantes.

Não percebi "Essa outra conversa", normalmente estas expressões usam-se para tentar desvalorizar factos, tipo "ai os tuneis", "ai que fomos provocados", "ai que não deixam jogar o rulqui".

J. disse...

Da mesma maneira que falas tu de um Eduardo Barroso posso eu falar de uma Leonor Pinhão, por exemplo!!
Exemplos desses encontramos em cada clube!

Pedro m, contigo isto agora só pode ser resolvido escolhendo o sitio, a hora e a arma.:-)

david disse...

O melhor comentário de todos:

"Ganhando este ano ficam iguais a nós em número de campeonatos nos últimos 10 anos."

Mas porque te interessa dizer 10 anos?

Quem diz 10 diz 50 e um valente cabaz... 8 em 50 anos? deixa-te disso.

Mas também em vez de 10 porque não 6 anos? Não da jeito?

Já sei, daqui a pouco estás a falar do Ronaldo, Figo e que eles é que são bons e saíram da academia e a balela do costume... olha, insurge-te contra o apito dourado que os principais fodidos foram voces.

O vosso presidente espelha a 100% o sportinguismo, fraquinho, fraquinho....

TUGA disse...

Deixem-se de tretas pá...mas quem é que dá créditos a este Sporting?


Enfiem-se na toca!

J. disse...

Ganda nível!!!

Virgílio disse...

Luis, responde-me só a isto: notas intenção de jogar a bola com o braço por parte do defesa do Braga (não me recordo se Rodriguez ou Moisés)?

Se sim, discordo mas respeito a tua opinião.

Na repetição em 'slomo' da câmara de filmar que está colocada por trás da baliza (a q proporciona a melhor visão do lance) dá para ver bem que o defesa não fez qlq movimento do braço na direcção da bola, logo, deixem-se de calimerices... até quando ganham...


Resultado justo do Benfica, nem isso está sequer em causa.

SL

luis disse...

Virgílio, a minha opinião destes lances é sempre a mesma. Independentemente da intenção, importa avaliar se, com o braço, o jogador ocupou uma área maior do que o resto do corpo.

Se eu saltar de braços abertos e a bola bater-me num braço, é falta, independentemente de eu ter feito um movimento posterior para acertar na bola.
Lembro-me de um lance do Luisão, que saltou a uma bola (rematada a meio metro e com muita força) e, apesar de não ter feito esse movimento de cortar a bola, foi com um braço colocado acima da cabeça que a cortou. Aqui, neste blogue, poucos ou ninguém, defenderam que o lance era legal, eu incluído.

Este lance é simples, para mim. O jogador optou (é uma opção, não é obrigatório) por abordar o lance com um braço aberto. Cortou a bola, pénalti. Mesmo que não tenha feito um movimento posterior ao remate.

Não sei se me fiz entender...

pedro m disse...

J., para terminar, se nos adeptos todo o tipo de sentimento terá de se aceitar pois só a cada um diz respeito, já os dirigentes parece-me que é diferente, pois estes tomam posturas institucionais, se bem que eu não me estou a queixar, porque simplesmente não me diz respeito, apenas a conversa começou no "Orgulhosamente sós".

O meu clube parece estar a adoptar uma politica de pensar apenas nele próprio e até ver estou muito satisfeito.

Quanto ao local, que tal á porta do pavilhão atlantico, sempre um de nós ia ver os Tokio Hotel (seja lá o que isso for) :)

Virgílio disse...

Luis:

Sim. Foste suficientemente esclarecedor e agradeço a tua resposta.

Julgo que o que a lei faz é avaliar a intenção. Somente em caso do arbitro interpretar o lance como intencional é que deverá assinalar penalty. E a mim pareceu-me não existir intenção.

Só uma nota: Jogar de braços abertos não é uma 'opção' é mesmo uma obrigação fisica na maior parte das situações em que um jogador se encontra em movimento (correr, saltar, fintar, rematar, etc...). Experimenta lá jogar futebol, com os braços encostados ao corpo e verás. :)

Enfim, concedo que estes lances são sp mt difíceis de avaliar.

Abraço.

Pedro disse...

Virgilio, todo o bom defesa aborda os lances com os extremos com os braços atrás das costas para assim evitar qqr contacto caso o adversário cruze a bola.

Quando um defesa salta para cortar a bola com os braços abertos está a utilizar uma parte do corpo não autorizada a tocar na bola para aumentar a área de acção do corpo. Se houver corte da bola com essa parte do corpo é falta, sem qqr discussão.

luis disse...

LMGM, penso que o teu ponto 1. se refere a uma conversa passada. Na altura, depois de uma resposta tua, fiquei com a sensação que não tinha percebido bem um outro comentário que tinhas feito (relacionado com o facto de reconheceres o mérito do SLB ou com os teus parabéns).

Não o esclareci na altura por falta de oportunidade.

Balakov10 disse...

Sinceramente, acho que o Benfica pode ganhar a Liga Europa...

http://aoutravisao.wordpress.com/

Virgílio disse...

Pedro, não me faças rir...

Essas dos 'bons defesas' então é digna duma sonora e alarve gargalhada! Só de imaginar esses 'bons defesas' a tentar contrariar extremos rapidíssimos com as mão atrás das costas... Enfim parece uma cena típica de non-sense dos monty phyton...

Mas aonde é que tu vez defesas a abordar os extremos dessa maneira?... Mesmo dentro da grande área (zona de maior risco de eventuais cruzamentos atingirem o braço, que, repito só são falta se existir nítida intenção) é uma situação raríssima... Isto, 'sem qqr discussão'. Ora, se é raríssimo observar essa situação, estou em crer que (para ti) é tb raríssimo existirem ‘bons defesas’. E mesmo esses ‘bons defesas’ por vezes esquecem-se de ‘bem defender’, já que nem sempre abordam os lances contra extremos dessa maneira… Eh pá, valeu a pena os risos que me provocaste, mas da próxima vez poupa-me, ok?

Já agora, se puderes esclarecer em que lei do futebol está isto escrito, agradecia:

"Quando um defesa salta para cortar a bola com os braços abertos está a utilizar uma parte do corpo não autorizada a tocar na bola para aumentar a área de acção do corpo. Se houver corte da bola com essa parte do corpo é falta"

Cumpr.

Virgílio disse...

Luis, para que conste:

"Tocar a bola com a mão"

Tocar a bola com a mão implica
acção DELIBERADA de um jogador fazer contacto com a bola com a(s)
mão(s) ou o braço. O árbitro deverá
considerar as seguintes circunstâncias:
• o movimento da mão em direção à bola (e não da bola em direção
à mão).
• a distância entre o adversário e a bola (bola que chega de forma
inesperada).
• a posição da mão não pressupõe
necessariamente uma infração.
• tocar a bola com um objeto
segurado com a mão (roupa,
caneleira etc.) constitui uma
infração.
• atingir a bola com o arremesso de
um objeto (chuteira, caneleira
etc.) constitui uma infração.

(Regras da IFAB adoptadas pela FPF e LPFP)

Chamo especial atenção para o terceiro ponto.

Agora vai lá rever o lance que depois falamos.

SL!

Gein disse...

Estar a discutir mãos e bolas não serve de nada. Se um Pedro Proença deixa passar, vai haver um Pedro Henriques a marcar (como no caso do Miguel Victor).

Eles fazem o que querem e segundo o critério que só eles devem conhecer.

luis disse...

Pois não pressupõe. Mas pode ser.

Se um defesa se manda no ar, com os braços abertos, antes da bola ser rematada, pode não ter feito nenhum movimento com o braço para cortar a bola (posterior ao remate). Não é falta, na mesma? Isso é que era bom.

Pedro disse...

Virgilio andas muito desatento a ver jogos de futebol pois é cada vez mais frequente ver essa postura por parte dos defesas...Concerteza q terás percebido q o lance não é na fase da corrida mas sim qd estão cara a cara.

Dou-te um exemplo extremo: Se um defesa se meter na linha de golo com os braços abertos, de costas para a bola e o adversário rematar e a bola bater no braço é falta ou não?

LC disse...

"Se um defesa se meter na linha de golo com os braços abertos, de costas para a bola e o adversário rematar e a bola bater no braço é falta ou não?"

Há 2 regras.

É falta quando:

1. Não é o Benfica que está a atacar.

Não é falta quando:

1. É o Benfica que está a atacar.

LMGM disse...

Coitadinho do corcodilo...

Virgílio disse...

Ó Pedro:

E achava-te eu um aprendiz de comediante! Qual monty, qual quê! Esse exemplo é digno até do mestre RAP! Ahahahahaa… E com um excelente ‘Miguel Góis’ no LC como acompanhante… hehe.

Eh pá! Mts parabéns a “ambos os dois”, dá para notar que se o nível de insanidade é tal que não permite discussões sérias sobre futebol, já sobre humor tenho que dar a mão à palmatória: vcs são impagáveis. Mt à frente. Vale bem a pena visitar o sector só para ler larachas desta categoria!

Tb é mt giro constatar que ando desatento a ver futebol. Ora bem, sendo o slb a melhor defesa do campeonato português, gostaria que me indicasses o número de vezes que, digamos nas últimas cinco jornadas do campeonato, os elementos de tal defesa ‘abordaram’ os extremos adversários com essa postura. Seja lá na fase de corrida, cara a cara, de frente, de costas, de lado, a fazer o pino, etc, etc, etc… Seria uma estatística bem interessante de analisar.

És um prato! Cumprimentos.

luis disse...

Virgílio, o que o jogador do Braga fez tem um nome: boa defesa.

E descansa, a malta do SLB também se farta de rir com os lagartos, com o Pongolle e o João Pereria. :)

Virgílio disse...

So cá faltava o "Tiago Dores" para a tripleta lampiã dos fedorentos ficar completa...

:)

luis disse...

Boa, boa. Entretanto, não respondas a nada do que te é perguntado. Assim, terás sempre razão.

Ah, e quando se repetir um lance como aquele que te falei do Luisão, aparece e diz à malta toda que não é pénalti.

Pedro disse...

Bem...como se costuma dizer "i rest my case". Pensei que era possível conversar ctg mas deixaste a faceta lagarto vir ao de cima qd ficaste sem argumentação. E a pergunta nem era assim tão dificil.

Respondendo à tua pergunta posso dizer q Luisão, David Luiz e Coentrão tiveram e têm normalmente essa postura de ter os braços atrás das costas qd estão de frente para o adversário junto à linha.

Aguiazita disse...

É típico quando alguém fica sem argumentos desatar a traçar o perfil humorístico dos outros e não responder às questões de forma objetiva.
Paciência é o que eu vos gabo!

Zita

Peyroteo disse...

Eu defendo que um lance daqueles é penalty, nem que fosse pela burrice do defesa por tentar opor-se a um remate de pé direito do Di Maria :)

LMGM disse...

Pedro, no teu exemplo de algibeira "Se um defesa se meter na linha de golo com os braços abertos, de costas para a bola e o adversário rematar e a bola bater no braço é falta ou não?", é falta, e é falta pela simples razão de que o idiota do defesa que fizer isso demonstra clara acção deliberada de tapar a área de baliza com os braços/mãos esteja ou não a olhar para a bola.

Mas devolvo-te um exemplo mais real, um livre indirecto dentro da área com a barreira formada sobre a linha de golo e os defensores com as mãos a proteger a face e o sexo, a bola rematada pelo Cardozo vai direitinha à mão inferior do Polga que não é parvo, tem aquele mulherão e mantém a mão em protecção do sexo, é penalty?

Vamos complicar o exemplo, o defesa agora é o Grimi que ainda está de ressaca e só conhece a mulher do Polga por fotografias, rapidamente tira a mão para trás das costas e recebe o remate do Cardozo directamente no... baixo ventre. O pobre do Grimi cai de gatas paralelo à linha de golo, recebendo a recarga do Saviola no antebraço, é penalty?

Continuando, após estes dois mimos o Grimi desmaia o seu corpo cai para dentro da baliza mas as suas mãos ficam sobre a linha de golo, em espasmos, com os punhos cerrados defende o remate de cabeça daquele-a-quem-o-maestro-dá-beijos, executado de cima para baixo como mandam as regras, é penalty?

P.S. - Eu sabia que o Grimi um dia ainda me ia ser útil.

Mr. Shankly disse...

"Eu defendo que um lance daqueles é penalty, nem que fosse pela burrice do defesa por tentar opor-se a um remate de pé direito do Di Maria :)"

Bem visto. É como um gajo ver o Balboa a fugir pela linha e fazer falta. Devia dar sempre vermelho pela estupidez de achar que dali vinha alguma coisa com perigo.

Mr. Shankly disse...

"os defensores com as mãos a proteger a face e o sexo"

Foda-se, estamos a falar de futebol ou de ballet? Os gajos da barreira tapam (não "protegem") a tromba (não a "face") e os tomates (não o "sexo").

LMGM disse...

Mr. Shankly, e isto "...um defesa se meter na linha de golo com os braços abertos, de costas para a bola..." é futebol ou ballet?

David disse...

"O pobre do Grimi cai de gatas paralelo à linha de golo, recebendo a recarga do Saviola no antebraço, é penalty?"

Já que estão a falar de gente de gatas e o caneco, aproveito para lembrar este lance:

http://www.youtube.com/watch?v=CgK81duwhFw

Por mim, aceito que o lance do Benfica-Braga não seja penalti. Mas é bom que o critério seja igual para todos. É muito grave que um árbitro considere falta o lance do Benfica-Nacional e depois apareça um árbitro que não considera falta o lance do Benfica-Braga, um lance em que o contacto entre o jogador e a bola era muito mais evitável.

Ou tornam o critério mais claro ou então quem tem razão é o LC.

luis disse...

LMGM: fartei-me de rir, isso é um facto.

Agora, insisto, estamos a discutir se o jogador ocupar com o braço uma área que não seja a normal. Daí o exemplo EXTREMO que o Pedro sugeriu. Por ser extremo, deveriam perceber que é um exemplo EXTREMO. Isso mesmo: EXTREMO.

Eu dei outro exemplo, não extremo e não obtive respostas na mesma.

Porquê? Porque não querem responder. Porque quando for um lance destes, contra o SLB, provavelmente vão dizer que é falta.

Virgílio disse...

Maltinha:

Eh pá, eu sei que sou 'lagarto' mas tb tenho que dormir, comer, trabalhar, brincar com o puto, etc e tal.... Enfim há vida para lá da bogosfera, 'got it'?

Mas estão mesmo a falar a sério. Aquele exemplo do Pedro é mesmo para levar a sério? Sinceramente levei para o gozo, é que nem imaginei que assim não fosse!!!! :)

Sem argumentos, Luís?

Como é que queres que dê a minha opinião /resposta sobre um lance (o que referes do Luisão) que nc vi, pelo menos não me recordo. Estava a analisar um lance que ocorreu no passado f-d-s e não a generalizar. Olha adiciona aí mais pormenores e prometo, vir cá dar a minha opinião ao serão (logo à noite). É que de momento estou sem disponibilidade, neste momento acaba-se a pausa após almoço para consultar e-mails e blogues :) e recomeça o trabalho.

Hasta luego…

Pedro disse...

LMGM: Assim sim. Exemplo do Polga com as mãos a proteger o abono. Não é penalty. Pq é que não é penalt? Simples. As mãos não estão a aumentar a área de acção do corpo, como o Grimi muito bem exemplifica se não estivessem lá as mãos a bola seria à mesma interceptada por uma parte do corpo q pode tocar na bola.

No segundo exemplo é penalty pela razão inversa ao exposto acima. A intencionalidade da coisa conta para efeitos de punição disciplinar.

LMGM disse...

O Gein já tinha dito tudo o que interessa sobre esta lei, resalvo só um parágrafo do Virgilio, "a posição da mão não pressupõe
necessariamente uma infração.".

Tem de existir, acção deliberada e movimento da mão em direcção da bola e não únicamente da bola em direcção da mão.

Pedro, eu sei que nunca vamos estar de acordo sobre a interpretação desta lei, para mim nenhum dos lances é penalty, porque nunca há acção deliberada ou movimento da mão/braço em direcção da bola.

Luis, eu não vi o lance que se discute do último jogo, por isso não falei de "casos" especificos mas da lei na generalidade, e sobre isso mais uma vez o Gein infelizmente já disse tudo.

LMGM disse...

Pedro, essa interpretação é subjectiva, por isso estamos todos aqui a discutir.

Pedro disse...

Mas o facto de aumentar a área de acção do corpo não tem subjectividade. É um facto. E como é ilegal jogar com os braços/mãos é falta.
:)

Virgílio disse...

Maltinha:

Ora então cá tou eu… Vejo que isto andou animado, tenho (mt) pena de chegar tarde ao debate, mas que se lixe, a vida é mesmo assim.

Acho espantoso que digam que não apresento argumentos qd fui eu que, precisamente, apresentei as regras da IFAB… Para falar objectivamente julgo que deveria chegar…

Pedro,

O exemplo que deste não é ‘extremo’, como tu e o Luís defendem, é absurdo: Mas pq c*r*lh* um defesa se colocava a armar em Cristo-rei em frente à linha de golo da sua baliza? Ainda por cima de costas? Esse defesa, joga no “sport hospício e Júlio de Matos” ou no Miguel Bombarda hospital mental clube”? Mas estamos a falar de futebol seriamente ou na galhofa? Tu escolheste a palhaçada e julgo que já tds percebemos o quão disparatado foi esse exemplo. Assim sendo, não perco mais tempo com ele.


“Pensei que era possível conversar ctg mas deixaste a faceta lagarto vir ao de cima qd ficaste sem argumentação”

Bom tb posso dizer que foste tu que ficaste sem argumentação uma vez q levaste umas oito horas a responder… Percebo que tenhas que dormir, peço-te que compreendas q eu tive de trabalhar e não pude interromper as minhas obrigações profissionais.

Qt à minha faceta lagarta… Bom, apetece perguntar-te se és cegueta? Basta ver o símbolo que me acompanha nos comentários por essa blogoesfera afora para se notar tal ‘faceta’. Nc a escondi, antes pelo contrário, tenho ORGULHO nela, apesar de não gostar do termo ‘lagarto’ (e sim, leão) pq não simpatizo com o termo (nem com o bicho), e é usado por lampiões e andrades de forma depreciativa. Mas podia ser pior… Podia ser estilo candeeiro de rua com uma lâmpada que emite uma luzinha rasca e que só serve para os canídeos alçarem a pata e mijar… Adiante… Faz parte do folclore, pelo q há q ter fair-play e aceitar.


Ainda te digo isto: faço questão de demonstrar a minha faceta leonina, sem que isso me impeça de dar a razão a adversários clubisticos, qd acho que estou enganado. Já o fiz, aliás. De ti (posso estar enganado) mas nc me lembro de q o tenhas feito. Eu discuto e apresento argumentos com mt benfiquista e gente que consiga ver para lá da própria cor que convenhamos não é propriamente o teu caso….Mas acho-te piada, a sério, pq me fazes lembrar a mim próprio qd tinha doze anos…

“Luisão, David Luiz e Coentrão tiveram e têm normalmente essa postura de ter os braços atrás das costas qd estão de frente para o adversário junto à linha” …

Por acaso já vi o David Luís agir assim, Já o Luisão e o Fábio nc vi. Sinceramente. Mas com este teu exemplo fiquei a perceber (sem surpresa, admito) pq a utilização do termo ‘bom defesa’… ;)


Fica bem (o contrário de bem fica)e até uma próxima…

Virgílio disse...

Agora mais a sério…


“Boa, boa. Entretanto, não respondas a nada do que te é perguntado. Assim, terás sempre razão.”

Luís, eu não quero ter sp razão. Claro q qd inicio uma discussão é pq a julgo ter do meu lado. Mas seria ESTUPIDO, se julgasse ser dono de tal prerrogativa. Admito estar errado, não me parece que esteja neste caso em concreto.

Há uma coisa, para já que estamos de acordo, qd afirmas: “Pois não pressupõe. Mas pode ser”

Precisamente. Pode ser. Mas não basta analisar somente a posição do braço, tb tem que se apreciar e juntar os dois pontos anteriores ao terceiro que a IFAB descreve, para se ajuizar com o maior acerto possível. Os últimos dois são tão óbvios (da intenção) que escuso de os trazer para a discussão.

Olha, no caso em apreço: O Rodriguez não faz qlq movimento de encontro à bola, o lance resulta de um remate de um adversário que leva mt velocidade e é executado perto dele, e, por fim, o Rodrigues tem os braços numa posição normal. Daí a minha opinião ao defender que não me parece haver premeditação (ACÇÃO DELIBERADA).

“Se um defesa se manda no ar, com os braços abertos, antes da bola ser rematada, pode não ter feito nenhum movimento com o braço para cortar a bola (posterior ao remate). Não é falta, na mesma?”

Do lance que mencionaste com o Luisão sinceramente não me recordo, mas respondendo a esta tua questão: é sp difícil falar de lances abstractos, pelo que a responder diria que depende! Por exemplo, recordo-me de um penalty que o Vitória de Guimarães podia beneficiar num jogo de apuramento para A CL contra o Basileia. O Defesa do Basileia salta e eleva os braços para além da cabeça cortando a bola. Penalty? Sim, nítido, pq? Pq se ele precisa movimentar os braços para saltar, não o precisa fazer ao ponto de elevar os braços completamente ao alto (acima da própria cabeça). Se a bola lhe batesse no braço estando este ao lado do corpo ou da cabeça ( e não por cima) seria mais difícil de avaliar (aí teríamos que notar mais outros sinais).

Outro caso concreto: recordo-me de um penalty (mal) sinalizado contra o Benfica num jogo em que nitidamente se vê o jogador do slb cai e já em desequilíbrio e uma bola cruzada bate-lhe no braço em que se apoiava para amortecer a queda (julgo q foi com o ‘cebola’ num jogo contra o Paços de Ferreira ou Desportivo das Aves, já não me recordo bem). Do q me recordo bem foi de, na altura, ter afirmado a estupidez do árbitro ao considerar intenção em cortar a bola com o braço. Foi um lance mesmo caricato!

Desculpa o adiantado da hora, espero ter-me feito entender. Abraço.

Pedro disse...

"Bom tb posso dizer que foste tu que ficaste sem argumentação uma vez q levaste umas oito horas a responder"

Virgilio, não está em causa a demora da tua resposta mas sim o facto de teres preferido apelidar o exemplo e o seu autor de cómicos e não comentares o dito. Só isso.

O exemplo mostra uma situação limite (daí o extremo) q serve na perfeição para a discussão que se está a ter. Ser patético é irrelevante. O exemplo serve para mostrar um jogador que não tem qquer acção deliberada para jogar a bola com o braço nem sequer faz um movimento do mesmo em direcção da bola.

Virgílio disse...

Pedro,

Já expliquei que não levei a sério o teu exemplo. Não leves a mal, mas achei-o mesmo absurdo. Pareceu-me uma situação tão ridicula q a tua pergunta soou a pura retórica...

Qt a responder ao Luis, eu queria fazê-lo, mas dado o adiantado da hora (quase uma da manhã), apenas lhe respondi de forma rápida à provocaçãozita dele (caso não tenhas reparado, em tua defesa). Repara que o próprio Luis, só no outro dia de manhã, reparou na minha laracha e ripostou...

Entretanto já lhe dei a minha opinião. Surgiu qd tive oportunidade... O q, confesso, na blogosfera perde-se mt rapidamente. De qlq forma dei-me ao trabalho de o fazer. Se quiseres usar o contraditório, tás à vontade. O meu critério, baseia-se na minha experiência enquanto praticante oficial de futebol durante uns bons anitos e, essencialmente, no CONJUNTO das considerações da IFAB.

A sério que te acho um gajo inteligente (sem ironia). Às vezes até demais ( a descambar para o 'espertismo saloio'). É pena seres demasiado facioso pelos 'brumelhos'. Não é defeito, pelo menos (mt) grave, uma vez que estamos a falar de futebol: apenas a coisa mais importante das coisas menos importantes da vida.

Again: Fica Bem! ;)