segunda-feira, agosto 30

Naval 1-3 Sporting

O Sporting confirmou hoje que está vivo. Depois de duas derrotas consecutivas, a equipa acordou, começou a dar mostras de algum futebol e hoje realizou uma exibição personalizada, sólida e dominadora. Não havia necessidade do golo mal validado pelo fiscal de linha que, diga-se, acabou por facilitar as coisas...

Já sentia saudades de ver uma substituição para poupar o jogador com amarelo ou para dar minutos a um jogador a precisar de se mostrar. Nos ultimos tempos as substituições têm sido tipicamente de desespero de causa, a meter avançados e mais avançados na vã tentativa de marcar um golito. Hoje regressámos ao passado.

Como encaixar nesta equipa Pedro Mendes ou Zapater ou até Izmailov quando reaparecer? Se se continuar em 4-2-3-1, o "pinheiro" será um avançado para o banco? Boas dores de cabeça avizinham-se para Paulo Sérgio.

8 comentários:

McBridden disse...

Em duas palavras: Obrigado, Elmano!

J. disse...

Sim o árbitro ajudou, não há dúvida.
Mas ainda assim a equipa mereceu ganhar e fez uma exibição qd para sair da Fogueira com um bom resultado.
Revolução Chilena, com Valdes e Matias em bom plano.
Acho que Pedro Mendes quando voltar, o André Santos volta para o banco. Tem ainda muito a aprender.
Ontem ao minuto 30 tinha ja feito umas 10 faltas...

Peyroteo disse...

Boa exibição, pena a ajuda do árbitro.
Miguel, então e o Valdés? Tens dúvidas que é mais-valia?
Ainda bem que o treinador percebe que é preciso apostar no Matias Fernandez a 10. É craque.
Quanto ao André Santos, não concordo com o J. Tem jogado muito bem, é bom em termos tácticos e técnicos, ao contrário do Adrien. Claro que o Pedro Mendes será titular quando apto mas o André é uma alternativa muito viável.
Temos Sporting!

Pedro disse...

:)

Miguel disse...

O valdés jogou bem. O Matías por mim jogava sempre, mesmo quando se arrasta em campo :)

Evaldo e André Santos são, por agora, os reforços (considerando AS um reforço) que mais gosto.

Quanto ao NAC, ontem abusou na quantidade de passes falhados.

@leo@ disse...

Bom jogo e boa vitoria!

Merecemos ganhar pelo que jogamos, em relação ao arbitro esta tudo dito.

Paulo Sérgio começa a calar muita gente, eu incluído, o que é bom.

jvl disse...

Foi um jogo descansado, principalmente a partir do momento em que inaugurámos o marcador.

1º golo precedido de fora de jogo, Liedson intervém na jogada, mas a vitória não sofre qualquer contestação.

Gostei bastante de ver jogar o André Santos, melhora a cada jogo que faz e só espero que lhe seja permitido continuar a jogar e de Carriço. Matías, Liedson e Yannick a ganharem ritmo e confiança o que só pode ser positivo.

Triunfo importante antes da paragem do campeonato (já?!?!).

low desert puke disse...

Como as coisas mudam. O ano passado se o Benfica abria o marcador com algum lance duvidoso caìa o carmo e atrindade porque "desbloquear o resultado através da falsidade" era sinal de colinho. Alguns iam até mais longe quando, equipas como o Nacional ou o Setubal, jà com 3 ou 4 no bucho viam-se "arredadas de discutir o resultado" porque o Aimar resolvia o jogo num mergulho dos seus.

Este ano nao. Abre-se um resultado com fora de jogo e empurrao ao unico defesa adversàrio que podia discutir o lance, na mesma jogada. Continua-se com pernas esticadas à espera do carrinho do adversàrio para ludibriar o àrbitro e assim chegar ao 2-0, mas a conclusao é que "a vitória não sofre qualquer contestação"...