domingo, fevereiro 3

Benfica 3 Setúbal 0.

Dias depois de ter elogiado a postura da equipa, o Benfica desta noite foi tudo menos uma equipa exigente e concentrada. Exibição muito pálida, um verdadeiro e longo bocejo. O objectivo de hoje deveria ser marcar cinco golos. Cinco. Num campeonato completamente desquilibrado, onde FCP e Benfica mantêm um número impressionante de vitórias, todos os golos contam. Mas pelos vistos os responsáveis técnicos e os jogadores assim não o entendem.

25 comentários:

Pedro Almeida disse...

Sem querer menosprezar o Vitória, este seria o jogo mais fácil do campeonato.
Com a equipa a querer mesmo jogar e marcar golos os 90 minutos, podiam perfeitamente ter marcado bem mais que 5 golos.

Já se percebeu que quer Porto quer Benfica só por um acaso vão perder mais pontos no campeonato até chegarem ao jogo no Dragão.
E quem nos garante que não haverá novo empate e isto vai se decidir por goal-average?

Convinha os jogadores e JJ perceberam isto, ainda para mais já se viu que a defesa do Porto sofrerá sempre menos golos que a do Benfica.

Pedro disse...

Ó luis...andas a pedir demasiado.
Eu tb queria goleadas atrás de goleadas mas há algo mais importante e parece q a equipa percebe isso, finalmente.
Gerir esforço, não entrar em correrias loucas atrás do quarto e quinto golo que é muito giro no momento mas depois paga-se caro lá mais para a frente.

luis disse...

Pedro, discordo, obviamente. Para marcar cinco golos, hoje, bastava termos jogado futebol durante 45 minutos.

Jogámos durante cerca de 15 minutos, marcámos três.

As oportunidades de golo foram escassas e do outro lado estava uma equipa que ocupa o penúltimo lugar da tabela e que sobrevive quase sem dinheiro para pagar os ordenados.

Essa coisa do "pragmatismo" não existe. O que existiu hoje foi ineficácia tremenda no futebol praticado. E contra isso, nicles.

Hugo disse...

A diferença de golos só terá importância se existir novo empate a 2 no Dragão

fernando disse...

adenda ao comentário do Hugo e FCP e SLB terminarem o campeonato com o mesmo número de pontos, logo duas improbabilidades, ou seja se se verificarem estas duas condições aí e só aí é que golos contam e é deveras improvável acontecer.

Logo não penso que seja boa medida, estar a estoirar fisicamente a equipa, para evitar uma situação tremendamente improvável de acontecer.

Mr. Shankly disse...

O Pedro tem razão, e o luis também. Jesus podia ter mexido na equipa mais cedo, lançando jogadores com menos minutos e mais vontade de mostrar serviço.

luis disse...

Há aí alguma confusão.

Mas primeiro, não acho assim tão descabido que acabem empatados em pontos. Basta que que continue a acontecer o que tem acontecido. Um empate a 2 no Dragão? Aconteceu o ano passado, é assim tão improvável que se repita?

Num campeonato que tem sido desequilibrado como nunca, é assim tão parvo pensar em pormenores?

Mas adiante.

A questão que se colocou ontem não tem a ver com correrias. A intensidade foi fraquíssima e a exigência quase nula.

Se vocês acham que os jogadores ficam cansados por se esforçarem um bocado durante, vá lá, 60 minutos, então os 15 muitos de esforço de ontem devem ter-vos enchido as medidas.

A mim deu-me sono e achei aquilo tudo muito triste e deprimente, com um nível de futebol bastante reduzido e com algumas exibições individuais abaixo de zero.

Mas pronto, como os meninos têm jogo para a semana se calhar o melhor é não correrem muito. Está certo.

Pedro disse...

Eles esforçaram-se e por isso é que tiveram totalmente o jogo controlado.
Agora esforçar não significa apenas andar louco a correr atrás de um resultado que não é obrigatório. Os três pontos estavam mais que garantidos e, como dizes, para a semana há mais.

Não eram estes 60 minutos que os esgotavam, mas eram estes 60 minutos, mais 60 de ontem, de anteontem, de amanhã, etc. Até partir...como tem sido apanágio do SLB de Jesus (tivesse o ano do título mais duas ou três jornadas e não sei...).

Prefiro vencer todos os jogos por 3-0 com este ritmo de jogo do que golear 5 ou 6 dois ou três jogos e depois quebrar num que deita tudo a perder.

zorg disse...

Para além de que, tanto o Benfica como o porto vão perder pontos na segunda volta, mesmo não contabilizando o jogo do dragão.

Tasqueiro Emigrante disse...

Se o jogo no Dragão fosse neste mês não tinha dúvidas que haveria outra goleada porque o Porto está numa forma impressionante e a jogar futebol de classe pura. Como é daqui a muitas jornadas não sei como estarão as equipas nessa altura.

Pedro disse...

"tanto o Benfica como o porto vão perder pontos na segunda volta, mesmo não contabilizando o jogo do dragão."

Será?

zorg disse...

Quantas equipas nos últimos 50 anos fizeram uma volta inteira só com vitórias? Uma volta inteira concedendo apenas 3 empates, como o porto e o Benfica fizeram, já é um feito digno de registo.

luis disse...

Zorg, mas achas que fazerem as duas equipas mais dois ou três empates é assim tão descabido, tento em conta aquilo que se tem visto (diferença abissal de qualidade para o resto das equipas)?

Claro que as competições europeias poderão vir a ter bastante importância nestas contas.

zorg disse...

Acho que é descabido, no sentido em que que é altamente improvável.

Primeiro, porque estamos na segunda jornada da segunda volta e ainda há muitos pontos para perder e julgo que é isso que vai decidir o campeão. Em segundo, porque as duas equipas da frente ainda se vão defrontar e qualquer outro resultado que não um empate a 2 bolas torna a questão dos golos irrelevante.

Na minha opinião, o importante é ganhar jogos e fazer pontos. Se vencermos mais jogos que o porto, seremos campeões com certeza.

luis disse...

:D

Mas ontem, mais do que os golos não marcados, foi o bocejo e a falta de qualidade durante quase 90 minutos que me irritaram.

Pedro disse...

"ainda há muitos pontos para perder e julgo que é isso que vai decidir o campeão"

Não tenhas a menor dúvida. Se alguém perder pontos antes do clássico no Dragão poderá dizer adeus ao título.

luis disse...

O FCP pode perder mais três pontos do que nós. Depois ganha em casa ao SLB e está feito.

Pedro Almeida disse...

Se por absurdo o campeonato acabasse hoje quem seria campeão e porquê?

I rest my case.

zorg disse...

Isso não é assim tão directo. Não me parece que seja automático o porto ganhar no dragão ao Benfica. No ano passado, por exemplo, empatámos no dragão (e perdemos em casa).

Até pode acontecer que o jogo do dragão já nem interesse para nada, ou que seja decisivo, mas a pressão à partida não seja igual para as duas equipas (porque uma tem vantagem sobre a outra, na altura do jogo).

Eu, pessoalmente, acho que o campeonato se decide contra as equipas pequenas. Penso que este ano não será excepção. O desgaste vai desempenhar um papel importante. O Benfica nesse aspecto tem a desvantagem de estar presente em mais competições do que o porto embora também tenha um plantel mais rico, na minha opinião. Vamos ver o que acontece.

Julgo que a grande diferença deste ano para os anteriores é o haver só duas equipas a disputar o título desde muito cedo. O Braga e o Sporting este ano baixaram claramente de rendimento.

Gein disse...

"Se por absurdo o campeonato acabasse hoje quem seria campeão e porquê?"

Mas não acaba. Uma equipa profissional não tem que organizar a vida a pensar que o campeonato pode acabar prematuramente a cada fim de semana.

Pulha Garcia disse...

Concordo, o Benfica deveria ter acelerado mais. O Rodrigo falhou um golo de forma displicente (vamos em Janeiro e ainda não vi um bom jogo do Rodrigo ...), Aimar e Gaitan fizeram jogos horríveis (desacelerando o jogo em vez de circular a bola rápido), Sálvio e Ola John demasiado lentos e a perder sucessivamente a posse de bola. Foi o primeiro jogo da época em que saí decepcionado. Tirando os centrais e o Enzo o resto da equipa jogou francamente mal. Mesmo o Lima, fiquei com a sensação que neste momento está a correr metade do que quando entrou na equipa.

Só mais uma coisa: por aqui se vê a época monumental que o Matic está a fazer ...

Tasqueiro Emigrante disse...

O Benfica efectivamente tem mais opções que o Porto no banco, agora daí a ter uma melhor equipa não me parece.

Reparem que o Jesus está sempre a mudar a equipa principal e o VP não. Parecendo que não mas isso influencia a maneira de jogar de jogo para jogo. O Porto já tem um modelo implementado de circulação de bola perfeita. E tudo isso sem o James ainda.

zorg disse...

>Se por absurdo o campeonato acabasse hoje quem seria campeão e porquê?

E se por absurdo, o campeonato tivesse acabado há 3 semanas, quando o porto tinha um jogo a menos, quem seria campeão e porquê?

E se por absurdo, o jogo do porto com o guimarães tivesse acabado aos 2 minutos, quem seria campeão e porquê?

E se, por absurdo, as vitórias do Benfica contassem 10 pontos, em vez de 3 e o campeonato acabasse assim que o benfica tivesse 21 pontos, ou mais, de vantagem sobre o segundo classificado, quem seria campeão e porquê?

I rest my case.

Pedro Almeida disse...

Epá pronto, se não acham importante ter mais golos marcados que o Porto tudo bem, não me chateio mais.
É só é segundo ou terceiro critério de desempate não é?

Siga para bingo.

Gein disse...

Quarto, aliás.

a. Número de pontos alcançados pelos clubes empatados, no jogo ou jogos que entre si realizaram;
b. Maior diferença entre o número de golos marcados e o número de golos sofridos pelos clubes empatados, nos jogos que realizaram entre si;
c. Maior número de golos marcados no campo do adversário, nos jogos que realizaram entre si;
d. Maior diferença entre o número dos golos marcados e o número de golos sofridos pelos clubes nos jogos realizados em toda a competição;
e. Maior número de vitórias em toda a competição;
f. Maior número de golos marcados em toda a competição.