quinta-feira, fevereiro 7

Benfica e a Taça da Liga.

A comédia que é o nosso futebol, liderado por gente sem escrúpulos e, pior, sem qualquer vestígio de inteligência, desvendou agora mais um "caso" que visa, apenas e só, destabilizar o Benfica.

A Federação, parece, abriu vários processos disciplinares a jogadores da equipa principal do Benfica, com o intuito de aferir da legalidade das suas participações num jogo da Taça da Liga.

Nem sequer vou perder mais tempo com isto mas, se uma simples denúncia anónima (rir) significa que se abre de imediato um processo, mesmo antes de se perceber se a queixa poderá ou não fazer algum sentido, é revelador das intenções que o órgão liderado pelo gajo que aldrabava facturas e que fez parte do esquema que envolvia putas e vinho verde num clube do norte, tem em relação ao Benfica.

Ao Benfica só resta uma posição: desistir imediatamente da participação da Taça da Liga, para que outros a possam vencer recorrendo a estratagemas indignos e vergonhosos. Afinal de contas, estão demasiado habituados a viver na lama e, nesse lamaçal, não queremos andar.

84 comentários:

zorg disse...

Desistir da taça da liga? Why the hell?

E qual o problema de haver um processo para aferir da legalidade da participação de jogadores do Benfica na taça da liga? Se houve uma denúncia, não deve haver investigação para se perceber, entre outras coisas, se a queixa faz algum sentido?

Não estou a perceber.

Tasqueiro Emigrante disse...

luis,

agora pergunto de quem foi a denúncia para que fosse instaurado um processo ao Porto na sequência da mesma situação?

alguém se acusou? que eu saiba não por isso também foi de um anónimo.

não percebo essa descrença em relação a uma denúncia anónima ter mais ou menos valor, já que em relação ao Porto foi igual.

não sei o que se passa no caso do benfica por isso não me vou pronunciar.

Pedro disse...

O comunicado do SLB diz tudo em duas palavras: Absurdo e Bizarro.

É absurdo que alguém ache que a utilização de jogadores da equipa principal em dois jogos da equipa principal seja irregular. É tão absurdo que é dificil dizer mais qqr coisa. Nunca tal tinha ouvido este problema e tantas e tantas vezes, ao longo dos anos, que estas situações acontecem. É Absurdamente hilariante, patético. É típico, é a cara chapada de onde vem a denúncia anónima.

Bizarro pq o CD abre um processo. Bizarro. Mostra bem como o Benfica controla isto. Vieira ainda apoias inequivocamente o gajo das facturas? Os 83% q digam alguma coisa...

Sobre a desistência da Taça da Liga... por um lado gostava q o SLB fizesse isso, por outro não queria lhes dar essa satisfação.

Pedro disse...

"se a queixa faz algum sentido?"

????
Como???

Lima jogou pelo Benfica no campeonato e na taça da liga. É esta a queixa. Faz algum sentido??? É esta queixa que faz um orgão como o CD abrir um processo aos jogadores do SLB?!?!!?

A sério?????? Isto é surreal...

Miguel disse...

Não é o Porto que tb está em risco de ser desqualificado dessa competição? :)

Mike Portugal disse...

O SCP também tem um processo nesse sentido por causa de jogadores da equipa B.

Mas luis, é isso que é um "processo". Serve para aferir se há ou não causa para castigo.

luis disse...

Zorg, quem não está a perceber sou eu.

Das duas uma, ou nem sequer fazes ideia do que estás a falar, ou nem sequer fazes ideia do que estás a falar.

Eu acho que nem sequer fazes ideia do que estás a falar.

Miguel, o problema aqui não é haver gente incapaz, burra, acéfala e ignorante a fazer uma denúncia anónima. O problema é uma organização dar seguimento a uma denúncia anónima que não faz o mínimo de sentido.

Se eu agora enviar uma carta anónima para a PJ a dizer que o Presidente da República é gay, eles vão investigar? Porquê? Ser gay é crime? Ou partem logo para a investigação, só porque há uma denúncia iindependentemente de facilmente se perceber que não há ilegalidade nenhuma no facto do professor Cavaco levar na bufa?

luis disse...

Mike, não sei em que planeta vives mas, para uma denúncia ser levada em conta, tem de haver substância.

Neste caso, a substância é ZERO, bastando para isso ler as regras, coisa que demora cerca de 2 minutos.

Queres mesmo continuar esta conversa?

luis disse...

Uma coisa é eu denunciar, por exemplo, que tu és meu vizinho e vendes droga à janela de tua casa. Pode ser tudo mentira, mas a polícia pode entender que há necessidade de uma investigação, porque está em causa um ILICITUDE.

Se eu fizer uma denúncia dizer que tu andas sempre vestido com calças de ganga, não me parece que a polícia vá perder tempo com isso.

Mas istop sou eu, que vivo no Planeta Terra. No teu planeta pode ser diferente :P

Mike Portugal disse...

luis,

Não sei é em que planeta tu vives, mas um "processo" é mesmo assim, burocratico até à estupidez.

Tasqueiro Emigrante disse...

luis,

continuo sem perceber porque consideras que uma denúncia anónima é lixo e sem fundamento.

no caso do porto também foi uma denúncia anónima que deu lugar a um processo de averiguações pela Liga.

não sabia que o benfica é inimputável ao ponto de ter tratamento diferente em situações iguais.

luis disse...

Foda-se ó Tasqueiro, é que nem sequer sabes ler uma frase.

Eu alguma vez defendi que "uma denúncia anónima é lixo e sem fundamento"?

Mike, abre-se um processo quando existem dúvidas. Neste caso, qual é a dúvida?

Vou repetir, com outro exemplo, para ver se percebes a parvoíce que estás a escrever vezes sem conta: se eu te acusar, por denúncia nónima ou não, de teres passado um sinal verde, achas que alguma entidade, buracrática ou não, vai analisar o teu caso, de forma a aferir se cometeste algum crime?

Anda viver para o meu Planeta, nesse em que vives estás a dar em doido.

zorg disse...

>Mike, não sei em que planeta vives mas, para uma denúncia ser levada em conta, tem de haver substância.

Então, mas quem decide se há substância ou não? É a recepcionista da federação que atende o telefonema anónimo? Ou é alguém que olha para a denúncia, analisa o caso e decide que não tem substância?

Essa pessoa terá de conhecer os regulamentos, apurar os factos do caso (neste caso, confirmar que os jogadores em causa foram ou não usados nas datas em causa) e determinar se isso representa alguma infracção ou não. Julgo que isso é o processo. Não?

Pedro disse...

Bem, Luis, os teus exemplos são fabulosos e mesmo assim a malta insiste.

Vamos lá repetir mais uma vez: O LIMA JOGOU PELO BENFICA PARA O CAMPEONATO E PARA A TAÇA. É esta a queixa, é esta a denúncia. Volto a repetir mais uma vez: O LIMA JOGOU PELO BENFICA PARA O CAMPEONATO E PARA A TAÇA.

Onde é que esta queixa/denúncia pode sequer passar da telefonista???

Mike, com ou sem razão, não sei, mas o facto de no caso do teu clube ser a equipa B faz toda a diferença Toda. Agora se dissessem que o Patrício jogou para o campeonato e depois para a Taça já entrava no mesmo nível desta. Surreal.

luis disse...

"Ou é alguém que olha para a denúncia, analisa o caso e decide que não tem substância?"

Portanto, a Federação, cria um regulamento e depois quem analisa um caso destes é um analfabeto e ignorante na matéria, é isso?

Eu acho que tu ainda não percebeste o básico, Zorg.

O que aqui está em causa é o mesmo que alguém denunciar que a Académica entrou em campo na última jornada com 11 jogadores e um deles era guarda-redes. É igual. Se conheceres as regras do futebol, sabes que não há motivo para nenhuma investigação ou processo. Entendes?

Assim como o exemplo que dei do presidente gay ou do carro que passa o sinal verde. Não há ilegalidade. Não há investigação. Não há processo.

Nuno Dias disse...


1º)In Jornal abola

"(...) Em causa está uma denúncia a dar conta que os referidos jogadores foram utilizados sem cumprir o prazo de descanso de 72 horas imposto nos regulamentos. (...)"

Ou seja, antes de começar tudo aqui a disparatar, convém saber que existe um regulamento que impõe o espaço de 72 horas entre JOGOS(e não na utilização de jogadores, ou seja, nada a ver com processo disciplinar dos "outros").

2º) "(...) Porém, os regulamentos sobre o prazo de 72 horas ditam que o prazo de 72 horas pode não ser cumprido, desde que os clubes participantes assim concordem. (...)"

Ou seja, havendo acordo entre os clubes não há problema nenhum na realização do jogo.

Neste sentido, a abertura do processo disciplinar (ou de averiguação que é o que na realidade isto é), só me fará sentido, se for permitido que um clube diga, depois da realização de um jogo "Ah e tal não tinhamos acordo nenhum e não sabiamos que o outro clube tinha tido um jogo em menos de 72h", o que, sinceramente, não me parece nada plausível.



luis disse...

Zorg, acabei de enviar um email anónima a acusar-te de andares a escrever em blogues.

Parece que vão entregar a denúncia a "alguém que olha para a denúncia, analisa o caso e decide que não tem substância".

É que a gaja que abriu o email não tem as competências necessárias.

Agora é esperar que "Essa pessoa terá de conhecer os regulamentos, apurar os factos do caso" (neste caso, confirmar se andas a escrever em blogues ou não) "e determinar se isso representa alguma infracção ou não. Julgo que isso é o processo.

Pronto. Afinal tens razão.

Tasqueiro Emigrante disse...

luis,

estou-me a borrifar para os teus exemplos...eu também podia estar aqui a dar exemplos sem fim.

se houve uma denúncia sobre uma situação ocorrida no benfica acham que têm o direito de serem diferentes dos outros porquê? têm privilégios que eu não saiba?

luis disse...

Mas o que é que este gajo tem na tola?

Pedro disse...

LOL

É surreal!!!

Tasqueiro Emigrante disse...

Realmente é surreal esta tentativa de vocês tentarem declarar-se inimputáveis.

E eu ainda nem falei do caso em si, porque não tenho conhecimento.

Vocês é que já estão a fazer o trabalho do "juiz" sem ele ainda sequer ter falado...fantástico!

luis disse...

Serradura, evidentemente.

Tasqueiro Emigrante disse...

I rest my case! :)

Hugo disse...

Luís qual é a tua opinião sobre o possível afastamento do FCP da Taça da Liga?
Sobre esta situação com o SLB digo que é absurda

Pedro disse...

Hugo, acho que seria mais interessante tu dares a tua opinião sobre o possível afastamento do fcp da Taça da Liga. E ainda mais os motivos que poderão levar a essa situação.

Isso sim seria interessante. Muito mais do que a opinião do Luis cujo post em NADA tem a ver com essa situação.

Tasqueiro Emigrante disse...

luis,

admite lá...foste tu que fizeste a chamada anónima para o Porto ser corrido da Taça da Cerveja.

eu admito...fui eu que fiz a denúncia anónima por causa do benfica.

Hugo disse...

A minha opinião é simples. Parece-me muito discutivel que se possa usar um regulamento das equipas b para punir a equipa A na taça da liga.
Ainda para mais quando no regulamento da taça da liga nada consta sobre essa história das 72 horas.

luis disse...

A minha opinião tende a ser sempre igual: castigo/punição/penalização quando se ferem as regras.

Para estes e para todos os casos.

Nuno Dias disse...

Hugo, em relação ao regulamento, existe um "Regulamento das competições organizadas pela liga portuguesa de futebol profissional". Como quer campeonato, quer taça da liga são provas organizada pela lpfp a "história" das 72h entre jogadores de equipa A e B é válida.

Pedro disse...

Hugo, o regulamento é sobre a utilização de jogadores da equipa B, sendo, obviamente e lógicamente, o que está em causa é a utilização dos ditos na equipa A e B. Parece-me óbvio e sem discussão.

Logo se existir irregularidade na utilização dos jogadores da B na A o castigo seja para a equipa prevaricadora, neste caso a A.

Tasqueiro Emigrante disse...

A TVI é que já está a ver que se vai dar mal nas audiências com esta brincadeira toda.

LDP disse...

Aqui há uns tempos houve uma denúncia anónima sobre um clube que tinha ido ao banco passar um cheque careca a um fiscal de linha.

As "regras" e os "processos", assim como a "substância" da "ilegalidade" não deram em nada, por isso eu se fosse a vocês não me preocuparia minimamente.

Se não são as denúncias públicas como o adiamento fora dos prazos do jogo do bi-campeão nacional com o Setúbal, ou a recepção desse mesmo clube bi-campeão nacional com os coitados do Paços de Ferreira que não tiveram 72 horas de descanso, a mover as coisas, também não serão as denúncias anónimas a fazê-lo.

Tasqueiro Emigrante disse...

LDP

deve-te mesmo custar dizer "bi-campeão" nacional...eu percebo :)

zorg disse...

Custa a toda a gente que não aprecie viciação de resultados.

Só não custa a quem acha que a vitória vale qualquer preço.

LDP disse...

Tasqueiro, e de todas as outras coisas que eu disse não queres escolher uma e comentar? Ou essas não "percebeste"?

Tasqueiro Ultra-Copos disse...

"não faças aos outros aquilo que não queres que te façam a ti"

chorem agora vermelhos, vai tudo de vela da taça da cerveja, a ver se é desta que acabam com ela...

Tasqueiro Emigrante disse...

LDP

queres que comente o quê?

Pedro disse...

Quase que aposto que aquele dossiêr falso da "PJ" foi feito por uns quantos comentadores aqui do Sector.

É surreal.

Eles acreditam mesmo naquilo. Surreal.
LOL

Tasqueiro Emigrante disse...

Pedro

é tão surreal como vocês acreditarem na inocência do benfica no que toca a favorecimentos.

no vosso subconsciente só existe um clube que é sempre beneficiado

J. disse...

Acho que pelo menos, mostram aí uma certa susceptibilidade.
Isso e assumir que a Taça da Liga é algo que alguém quer mesmo ganhar "no matter what".

Qualificar a denúncia como anónima e esquecer do conteúdo de que se fala é no minimo estranho.

As denúncias são importantes pá.
Olha o Sporting, denunciou o caso Cardinal e pelo menos pelo que o Pedro diz já está imputado e tudo.


É importante

Tasqueiro Emigrante disse...

-"É totalmente falso!"

-"Essa denúncia anónima não vale nada!"

-"Não podemos ser acusados!"



Como se costuma dizer...fizeram a festa, lançaram os foguetes e já apanharam as canas...fantástico!

LDP disse...

Não sei, tasqueiro.

Comentaste a utilização da parte minha do conceito "bi-campeão", mas eu disse tantas outras coisas...

Pedro disse...

"Qualificar a denúncia como anónima e esquecer do conteúdo de que se fala é no minimo estranho."

A sério, depois de tudo o que o Luis disse tu és capaz de dizer uma coisa destas?

O surrealismo não tem limites.

Tasqueiro Emigrante disse...

LDP,

eu só comento factos reais...suposições e teorias não fundamentadas terás que falar com o vosso especialista Rui Gomes da Silva.

Pedro disse...

"Olha o Sporting, denunciou o caso Cardinal e pelo menos pelo que o Pedro diz já está imputado e tudo."

Hein???



luis disse...

J., faltavas cá tu para te juntares ao Tasqueiro.

Eu vou acreditar que estás apenas a provocar na brincadeira. Não posso acreditar que não percebeste nada do que eu escrevi.

"Qualificar a denúncia como anónima e esquecer do conteúdo de que se fala é no minimo estranho."

Das duas uma, ou não sabes ler ou, se não te importares, fazes um copy-paste de onde é que retiraste essa ideia. Caso contrário estás a ser apenas mentiroso.

E pela última vez, porque isto é das conversas mais absurdas que já tive aqui no Sector:

Uma denúncia apenas poderá servir para que se investigue alguma coisa se se referir a algum ILÍCITO.

Por ILÍCITO, entende-se crime, falcatrua, roubo, gamanço, etc, o que quiseres.

Se uma denúncia, anónima ou não, se referir a algo que NÃO CONFIGURA CRIME ALGUM, então vai directamente para o LIXO.

Dando um enésimo exemplo, J. Só para ti, este: se eu agora escrever uma cartinha à PJ a dizer que tu, que te chamas J., vives ali, tens o telemóvel XXXXXXXXX e que costumas parar na Arrentela a vender droga aos putos da escola, o mais provável é que se dê abertura a alguma investigação.

Sabes porquê? Porque a denúncia aponta para uma ILIGALIDADE, um CRIME.

Agora, se eu escrever uma carta à PJ a dizer que tu, J., foste cortar o cabelo, visto que esse facto não configura nenhuma ILEGALIDADE, a polícia NÃO VAI INVESTIGAR NADA, NEM ABRIR NENHUM PROCESSO, NEM O CARALHO.

Foda-se, é assim tão difícil entender isto?

O Benfica NÃO COMETEU ILEGALIDADE NENHUMA. E para atestar isso, bastava que alguém responsável conhecesse a LEI que escreveu. Ou então, no limite, que perdesse DOIS MINUTOS a ler a Lei.

Agora repete milhares de vezes, em voz alta: A DENÚNCIA ANÓNIMA REFERE UM ACONTECIMENTO QUE NÃO É PUNÍVEL POR LEI, LOGO, NÃO É POSSÍVEL/NECESSÁRIO INVESTIGAR O QUE QUER QUE SEJA.

Porra.

Tasqueiro Emigrante disse...

luis,

acalma-te homem...ninguém vai roubar o único troféu que têm capacidade de ganhar dentro de campo.

a Taça da liga será vossa:)

luis disse...

LOL

LDP disse...

Tasqueiro:

o setúbal-porto não foi jogado para lá da data prevista como máximo pelos regulamentos? Se sim, este é um facto real logo deverias comentar.

o paços de ferreira não foi ás antas com menos de 72 horas nas pernas desde o seu (deles) ultimo jogo? Eu li que sim. Se não corresponde á verdade apresenta então tu os factos reais.

PPC parece que está a ter alguns problemas judiciais porque alguém, a mando seu, entrou num banco e depositou dinheiro na conta de um membro da equipa de arbitragem que se aprestava para apitar um jogo do sporting. É um facto real ou é somente má vontade da Justiça e o coitado do PPC teve azar porque foi o seu nome que calhou na rifa? Se também isto não é um facto real então apresenta aqueles que são verdadeiros porque a malta (tal como tu) gosta é de falar de coisas sérias.

Se algum, ou apenas dois, ou todos os factos acima descritos são verdadeiros então o Sr. Tasqueiro "eu só comento factos reais" Emigrante vai ter que demonstrar á malta que o seu middle name é para valer.

cincoAzero disse...

"significa que se abre de imediato um processo, mesmo antes de se perceber se a queixa poderá ou não fazer algum sentido"

este sentido de justiça é elucidativo

claro que vocês gostariam de poder decidir como bem entendem sem sequer abrir o processo

o vosso ideal de justiça seria poder que as vossas decisões pudessem transitar em julgado sem sequer ir a tribunal

Pedro disse...

Lá está, eles acreditam mesmo.

Explica tanta coisa...
:)

luis disse...

E pronto. O processo foi arquivado porque "inexiste o ilícito disciplinar".

Ficou aqui uma bela caixa de comentários para memória futura.

zorg disse...

Passou da recepcionista, mas não foi muito mais longe. ;)

J. disse...

Mas qual era o temor?
Ficar sem a taça da Liga?

Não percebi este vosso histerismo sinceramente.
Era mais importante para vocês a fonte da denúncia, que o próprio facto em si.

Ficou agora provado que não havia razão para o processo.
Pronto,questão resolvida.

Sinceramente, não percebi...

Antonio Silva disse...

¨Ficou agora provado que não havia razão para o processo.
Pronto,questão resolvida.

Sinceramente, não percebi...¨

Se a vossa reaccão fosse a mesma quando outros processos foram arquivados.

luis disse...

Temor? Ficar sem a Taça da Liga? LOL

Não percebeste mesmo nada.

Esta é a melhor do dia:

"Era mais importante para vocês a fonte da denúncia, que o próprio facto em si."

Sempre nos estivémos a cagar para a fonte, J., tenho pena que não tenhas entendido isso.

A fonte ser anónima ou não era completamente irrelevante. Nem isto entendeste.

Quanto ao facto em si, precisamente, isso é que era importante. E o facto era que não havia ilícito nenhum, com tentei explicar ao longo do dia.

Mas já vi que foi em vão...

luis disse...

Zorg, nem lá devia ter chegado :)

Mr. Shankly disse...

"Não percebi este vosso histerismo sinceramente."

Não percebeste? Mas está tão bem explicado acima. Pegando no exemplo do luis, se o Estado portuguÊs abrisse um processo contra ti por teres ido cortar o cabelo (após denúncia anónima) não ficavas histérico?

J. disse...

Eu acho mais perigoso esse facto de considerarem o vosso clube á partida como sendo sempre inocente e impoluto não importa o quê.

Quando nestas coisas é muito simples:Quem nao deve, nao teme.
Existam 10, 1000 ou 1 milhão de
processos.

Pegando no ultimo exemplo, se cortar o cabelo não for crime, que venha a PJ, a GNR, o Relvas ou o FMI.Vão condenar o quê?

Volto a repetir, não percebi sinceramente



luis disse...

LOLOLOL

"Eu acho mais perigoso esse facto de considerarem o vosso clube á partida como sendo sempre inocente e impoluto não importa o quê."

Mas quem é que disse isso???? Aonde é que leste isso? Mas andaste a fumar palha?

Ó minha nossa...

J. disse...

Ó Luis, e vou-te agora passar cartão.

Fala lá com os que te entendem sempre, os dos manto sagrado e não sei mais o quê e deixa estar os outros em paz.
Já há muito tempo que este blog é assim.

Pedro disse...

Luis, é escusado. A cegueira anti SLB é tal que não percebem como os argumentos estão errados. Tu estás a dizer A, sempre disseste A e ele só lê B mesmo depois de lhe mostrares o A ele só lê B. Nada a fazer.
Siga.

Pedro Almeida disse...

O denunciante "anónimo" que toda a gente sabe quem é, mas não se pode dizer, só teve um objectivo com isto tudo, criar confusão e tentar arranjar analogias para safar o seu clube "anónimo" de ser desclassificado da Taça da Liga.

A questão nos regulamentos é com jogadores que jogam na A ou na B e depois menos de 72 horas jogam na B ou na A, RESPECTIVAMENTE.
Não se aplica a jogadores que joguem na A e depois na A e a jogadores que jogue na B e depois na B, sejam 24, 48 ou 72 horas.

Imagino que tenham feito esta regra para não haver jogadores sempre a saltar da A para a B e vice-versa na mesma jornada.

Quem não quiser perceber isto, que não perceba.

Agora se o regulamento é estúpido e idiota e parvo, até pode ser, mas foi aprovado por todos os clubes, não sei de que se queixam.

ps: nada a apontar à Liga, decidiu bem e rápidamente, nem se escudou na questão das denúncias anónimas.

Mr. Shankly disse...

Não percebi essa do inocente e impoluto. Não é isso que está sequer em causa. O que o luis está a dizer desde o início é que não se podem abrir processos por algo que não é ilegal. Só gera confusão, como gerou. Claro que o Benfica não tem medo de ser condenado, assim como tu não tens medo de ser condenado num processo por teres ido cortar o cabelo. Mas o simples facto de existir ete processo indicia que algo está errado. Achas que não? Falo por mim, se viesse a polícia a minha casa entregar-me um papel a dizer que estão a averiguar uma denúncia anónima contra mim em que a acusação fosse cortar o cabelo, das duas uma: ou procurava a câmara escondida ou achava que eram ladrões vestidos de polícia. Imagino que achasses normal e que respondesses cheio de fair play: "quem não deve não teme".

Mr. Shankly disse...

Já agora, isto não vos lembra Kafka?

luis disse...

Daí o "absurdo", Mr. Shankly.

Mas depois desta caixa de comentários, o absurdo ganhou toda uma nova dimensão.

O checo, se fosse vivo, ia ficar corado.

É o não quererem saber, é o não quererem perceber, aceitar e entender.

É o gosto pela confusão, pelas acusações de carácter, pela ignorância.

O mais giro disto tudo é que existe uma Lei que manda para o lixo qualquer denúncia anónima (que não foi cumprida), e à qual nem sequer recorremos nesta discussão toda.

Ou seja, estamos aqui a queixar-nos que não se cumprem as regras e somos acusados de não as querer cumprir.

Esta caixa de comentários está guardada. Para sempre.

E J., quem meteu o bedelho na conversa foste tu, por isso, quem tem de deixar os outros em paz, és tu.

E já agora, vê lá se falas de coisas que entendes, ajuda imenso à conversa.

Se é para teres comentários como os que aqui deixaste hoje, mais vale ficares calado. Ganhamos todos.

J. disse...

Mas aqui o pessoal é especialista em direito desportivo?

Ou ja sabem logo á partida o que é ilegal ou nao, antes de se abrirem processos e de se sacarem as devidas conclusoes?

Ainda aqui todos indignados por um processo que durou 2 dias e que involvia outros clubes como o Sporting e o Maritmo.
E eu que ainda me dou ao trabalho de falar com os donos da razo

J. disse...

Ó Luis, já tens mais que idade para ter juízo e um pouco mais de educação.
És sempre a mm coisa.
Escreves smp para os mm 2 ou 3 de smp e quando aqui aparece alg que te leve a contrária, vens sempre com esta conversa.

luis disse...

J., desculpa-me mas desta vez não vais contar com o meu silêncio.

Também tu tens idade para ter juízo e não o tens. E quanto à educação, peço-te a ti que penses antes de escrever, porque o teu rol de disparates é um verdadeiro atentado a uma conversa simples e directa.

E é impressionante como continuas a acusar os outros, sem ainda teres percebido o que se está a tentar dizer, desde a manhã do dia de hoje.

Quem não te dá mais conversa, agora, sou eu. Chego ao fim do dia, a tentar convencer um gajo que se recusa a entender o básico, e que, aposto, nem sequer sabe do que está a falar.

Limitas-te a mandar atoardas para o ar, não rebates UM único argumento, não respondes a UMA única questão.

Se leres bem as tuas intervenções autistas, talvez percebas que tu não discutes um assunto, porque te limitas a conversar sozinho.

Ah, e não percebestes nada do que aqui foi escrito. Nada. Boa noite e um coco.

Carlos disse...

"A questão nos regulamentos é com jogadores que jogam na A ou na B e depois menos de 72 horas jogam na B ou na A, RESPECTIVAMENTE.
Não se aplica a jogadores que joguem na A e depois na A e a jogadores que jogue na B e depois na B, sejam 24, 48 ou 72 horas."

a lei não diz isso. o texto da lei não remete para jogadores que joguem na A e depois na A OU na B.



"Imagino que tenham feito esta regra para não haver jogadores sempre a saltar da A para a B e vice-versa na mesma jornada."

o espirito da lei seria esse certamente mas não foi isso que ficou redigido na lei.


A regra foi feita para evitar trocas entre A e B entre a Segunda Liga e a Primeira Liga. Não entre a Taça da Liga (para a qual não existem B) e a Segunda Liga.

Carlos disse...

.

Pedro Almeida disse...

Concordo que a lei foi muito mal redigida, para não variar.
Mas não se pode deitar para o lixo só porque se quer, o espírito da lei, tem que haver algum bom senso.

Acho que decidiram aplicar esse regulamento à Taça da Liga para que os clubes grandes não tivessem a tentação de usar muitos jogadores da B na mesma e assim levarem a competição mais a sério e com mais audiências.

ps: não houve aí um ano onde puserem numa lei a expressão "goal average" e depois uns diziam que era a diferença entre golos marcados e sofridos e outros traduziam à letra e diziam que era a média de golos marcados por jogo.
Se as leis fossem bem feitas, os advogados acabavam todos no desemprego.

LDP disse...

...e chegámos ao fim do dia sem que os "factos reais" tenham sido comentados.

Pedro disse...

"Ou ja sabem logo á partida o que é ilegal ou nao"

J., sinceramente, tinhas/tens alguma dúvida sobre a legalidade da utilização do Rui Patrício em jogos do Sporting para o campeonato nacional, taça da liga e taça de Portugal?

Pedro disse...

Ou melhor, se eu te disser "o Rui Patrício jogou pelo Sporting para o campeonato e depois para a taça" tu não consegues perceber, logo, imediatamente, se há ilegalidade ou não?

ana disse...

1 - Houve uma denúncia (por mais espatafúrdia que fosse) de que alguns jogadores de uma dada equipa tinham sido utilizados indevidamente.
2 - Abriu-se um processo. Averiguou-se.
3 - Chegou-se à conclusão de que estava tudo dentro dos conformes.
4 - Arquivou-se o processo. Ponto final.

O Sporting B e o Marítimo B também tiveram processos abertos e arquivados e não se viu indignação nenhuma em lado nenhum.

Histerismo. É esse o termo certo, de facto.

Pedro disse...

Ana, engraçado essa do histerismo se formos recordar o que se disse quando um tal depósito foi feito na conta de um tal fiscal de linha...mas adiante.

O Sporting B e o Marítimo B tb tiveram processos. Exacto. A Palavra B é fundamental nessa questão. E em tudo o que é dito nesta caixa de comentários.

luis disse...

Ana,

eu voto no termo "ignorância".

Não te vou explicar o óbvio porque já percebi que não vale a pena.

Contudo:

"1 - Houve uma denúncia (por mais espatafúrdia que fosse) de que alguns jogadores de uma dada equipa tinham sido utilizados indevidamente.

2 - Abriu-se um processo. Averiguou-se."

Ou seja, todas as denúncias, por mais "estapafúrdias" que sejam, devem dar lugar a um processo.

Amanhã, alguém denuncia que o Patrício jogou para o Campeonato duas vezes seguidas a titular (ou seja, será um facto tão ilegal como a denúncia de que falamos no post, que qualquer idiota percebe sem consulta nenhuma das regras).

Abre-se um processo. Certo. Não achas que é estúpido? Eu respondo: é muito estúpido.

Mais, porque a tua ignorância não deve vingar nem aqui, nem em lado nenhum:

"De acordo com o número cinco do Artigo 226.º do regulamento disciplinar da LPFP, “as participações anónimas ou que não digam respeito a factos concretos, ainda que indicados com pouco rigor ou determinabilidade, serão imediatamente arquivadas sem dar lugar à instauração de processo disciplinar, salvo se em si mesmas constituírem o objecto de uma infracção disciplinar”.

Achas-te capaz de entender este ponto?

Denúncias anónimas não são aceites (e não venhas discutir a intenção desta regra porque ela existe e foi aprovada por quem de direito).

Ou seja, nem sequer se cumpriu uma regra básica.

Além do mais, a denúncia não apontava nenhuma ilegalidade (esta parte não é difícil de perceberes).

Os processos do Marítimo e SCP foram de índole diferente, mas nem sequer vou tentar explicar-te isso, pois nem sequer entendes o básico.

Ignorância. É esse o termo certo, de facto.

Carlos disse...

sob pena de ser apelidado de ignorante, parece-me que o facto da participação ser anónima não resulta no seu arquivamento, face ao que está previsto no tal art. 226

está previsto que se a denuncia, -mesmo que sob a forma de participação anónima-, em causa constituir objecto de uma infracção disciplinar ; esta deve dar lugar à instauração de processo disciplinar

ou seja, a meu ver, Denúncias anónimas podem ser aceites

luis disse...

Carlos,

a denúncia da qual se refere no "post" deveria ter sido aceite? Sim ou não?

Salvo essa excepção que referes, de facto, não me exprimi bem, pois referia-me a todos os casos idênticos ao do "post" - tentar explicar uma evidência por palavras revelou-se um exercício complicadíssimo, é normal que me troque um pouco, às vezes.

Se tu, ou eu, invocarmos o desconhecimento de uma regra do futebol, admite-se.

Que profissionais precisem de abrir um processo após uma denúncia anónima sem qualquer fundamento legal, é grave.

Foi isto que tentei explicar a algumas mentes iluminadas que por aqui passaram. É tão simples.

O Benfica era acusado de não ter cometido nenhuma ilegalidade. E abriu-se um processo... disciplinar.

Mas isto faz sentido quando, onde, porquê?

É tudo.

Carlos disse...

Não quero ir ao pormenor porque não analisei o caso ao pormenor mas no campo 'académico' diria que com base no artigo referido era adequado instaurar o processo disciplinar.
Acrescento que com base no permanente clima de suspeição que rodeia qualquer decisão que envolva Porto ou Benfica, era recomendável proceder à instauração do processo.
Parece-me igualmente que apesar de centralizarem a questão à volta do Benfica, a denúncia envolvia também o Sporting e outro clube do qual não me recordo.

Para contextualizar recordo que na minha opinião o artigo em relação ao qual o Porto pode ser punido com a exclusão da prova E DA forma como está redigido engloba equipas A e B e não de A para B ou de B para A.
Acrescento ainda que, na minha opinião, o regulamento da Liga determina que na competição Taça da Liga não há equipas A ou B, há clubes pelo que aquele argumento que muitos utilizam de que o que está em causa é jogar pela B e depois pela A não se poe pelas 2 razões que enumerei.

Carlos disse...

Mais do que em relação à decisão que vier a ser tomada pela Liga estou muito curioso em relação à argumentação que o CD da Liga irá usar porque penso que só agora terão reparado no erro que cometeram ao elaborar o artigo com aquela redacção.

luis disse...

"a denúncia envolvia também o Sporting e outro clube do qual não me recordo."

Carlos, as situações eram distintas porque no caso do Benfica falava-se apenas em jogadores da equipa A, em dois jogos da equipa A. Que ilegalidade pode existir em jogar com o Lima ou o Sálvio em dois jogos seguidos da equipa A?

Eu nunca me referi ao caso do FCP. Mas obviamente, o objectivo desta denúncia é, precisamente, baralhar as pessoas e misturar os casos, que são distintos.

"com base no artigo referido era adequado instaurar o processo disciplinar"

Podes explicar o porquê? É que nesse caso, todas as semanas as equipas podem ver abertos processos disciplinares.

LDP disse...

Eu gostaria de denunciar anonimamente que há factos reais citados em alguns comentários acima que ainda estão á espera de ser comentados.