segunda-feira, outubro 22

Curtas.

1. Sem os lesionados Nolito, Carlos Martins e Aimar, e juntando ainda o castigado Luisão, o Benfica tem amanhã um duro teste contra o Spartak. Em caso de derrota, os oitavos ficam muito complicados, apesar de serem ainda atingíveis (com resultados "normais"). Faz falta uma boa vitória e uma boa exibição. Seria ouro sobre azul, para Luís Filipe Vieira.  

2. Confesso que não entendi muito bem o avanço de Rui Rangel. Ainda agora começou e já se combinam jantares de encerramento. Não houve tempo e não houve preparação (a propósito, Jorge, já foram respondidas as perguntas que colocaste no facebook do homem?) para muito mais.  

3. O Sporting está fora da Taça de Portugal e tornou-se incompreensível a não vinda de um treinador. Como é possível um Clube como o Sporting não ter treinador e deixar um grupo de jogadores com algum potencial a definhar em ansiedade? Godinho Lopes entrou mal e vai sair pior. Outra coisa: dei por mim a ver o Sporting a jogar de cor de laranja. O que é isto? Marketing? A sério? Ou pura descaracterização da identidade do Clube?

4. O Real de Mourinho mantém a sequência vitoriosa mas parece haver algo ali que não funciona como na época passada. Mas se calhar é só impressão minha.

 5. Villas-Boas perdeu 4-2 em casa. Continuo a desconfiar do homem mas o objectivo de se qualificar para a CL está longe de não ser cumprido.

6. Em Inglaterra, um adepto que entrou em campo e agrediu um guarda-redes foi, três dias depois, condenado a quatro meses de prisão. Tão simples.

11 comentários:

Joel Monteiro disse...

Perdeu 4-2 com o Chelsea, líder do campeonato e sem nenhuma derrota.
Não sejas tão duro com o gajo.

Adolfo Sapinho disse...

3. Claro que é marketing. Ou não sabem quais as cores da bandeira indiana? Verde, branco e laranja...

Acho que o equipamento alternativo, no futebol actual, é mesmo uma questão de marketing e nada tem a ver com identidade. Essa está, cada vez mais reservada para o equipamento principal. Os exemplos são muitos: Real (já jogou de verde e vermelho!), Barça (tenho uma camisola verde do Figo...), e mesmo SLB (preto, cinza), FCP (roxo, e laranja também, acho eu) já experimentaram sensações semelhantes.

Acho mesmo que, hoje em dia, quem manda nas cores do equipamento alternativo é a marca dos equipamentos...

Pulha Garcia disse...

Luís,

boa selecção de notas. Quanto ao Sporting, apesar de ter um bom lote de jogadores (seguramente melhor que noutros anos) julgo que mesmo que tivessem um treinador experiente (ou treinador, vá), iria ter muita dificuldade em se levantar. O Sporting tem que defender um projecto desportivo a médio/longo prazo, e pelo caminho manter os custos baixos e as pessoas a ir ao estádio, esperando títulos apenas daqui a três/quatro anos (excepto se houver muita sorte à mistura). Tudo o que não for isto ou é mentira ou vai acabar na insolvência.

Adolfo,

"3. Claro que é marketing. Ou não sabem quais as cores da bandeira indiana? Verde, branco e laranja..." ahahahahahha

Adolfo Sapinho disse...

Pulha,

a propósito do meu Sporting e da tua excelente reflexão (que os meus pares teimam em continuar sem perceber), transcrevo a minha opinião que deixei num blog leonino:

"O que nós temos de meter na cabeça é que se o SCB monta uma equipa competitiva por 17M€, nós também o temos de fazer!!! Em vez de gastar os 40M€ actualmente, sem qualquer preservação da identidade.

Devemos deixar de ser parolos e admitir que o Braga pode ser um óptimo benchmark a este nível, sendo que nós, fruto da popularidade, teremos sempre mais capacidade de angariar receitas correntes extra resultados desportivos / alienação de passes, designadamente publicidade, quotização, merchandising, venda lugares, etc.

Caro PLF, acredito mesmo nisso, e acho que segredo para a não extinção da SAD terá que passar necessariamente por aí.

Pode existir muita sofisticação financeira, mas no final, o que conta são as contas de merceeiro:

- Reduzir custos c/ pessoal de 40M€ para 20M€, mantendo equipa competitiva para lutar pela Champions (esquecer o título! - sim, é isso mesmo!)
- Manter custos c/ Academia, de modo a alimentar a equipa principal com qualidade.

Repara que nas últimas épocas temos lutado apenas pelo 3º lugar, mesmo tendo um orçamento bem superior. Ora, mesmo que se reduza para metade, continuamos com um orçamento bem superior à generalidade das outras equipas, e portanto sem desculpas para não continuar a lutar por esse objectivo.

No fundo nós temos que fazer, no curto prazo, um downsizing do orçamento de modo a que ele se aproxime daquilo porque realmente lutamos.

Só depois podemos arriscar, novamente, o crescimento.

Parece cruel, mas é, simplesmente, gestão. Aparentemente básica, mas que exige muito, mas mesmo muito, músculo.

O nosso maior problema é o seguinte: haverá alguém com tomates para a implementar?"

J. disse...

Será atrevo-me a dizer uma questão de sobrevivência.
Dada o actual momento do clube e como está a correr a temporada, devemos começar com esse tal downsizing de forma a minimizar perdas.
Jogadores como Elias, Xandão, Jeffren ou Izmailov deveriam começar a ser negociados de forma a que a massa salarial se reduza substancialmente.
Para os seus lugares, já temos um Joao Mário, Pedro Mendes, Bruma ou Esgaio.

Joao disse...

"Em Inglaterra, um adepto que entrou em campo e agrediu um guarda-redes foi, três dias depois, condenado a quatro meses de prisão. Tão simples."

Também é por causa desta "organização" que a liga inglesa é considerada a melhor liga do mundo...

Virgílio disse...

Luis:

3 e 1/2 - é verdade, estamos tal e qual como o slb qd jogava de cor-de-rosa... :P

luis disse...

Nem mais, Virgílio. A mim parecem-me estratégias de MKT absurdas pois não acredito que estas camisolas vendam.

Faço uma ressalva, contudo: essa do SLB era horrorosa, esta do SCP não. Mas eu nunca a compraria se fosse lagarto.

O estádio uqer-se vestido de verde, não de laranja.

Pedro disse...

luis, a camisola rosa do SLB foi um sucesso de vendas.

Eu não gosto destas ondas de equipamentos alternativos estrambólicos mas se o objectivo é vender, o equipamento rosa (e o "azul à Benfica") cumpriu.

Carlos disse...

penso que haveria lugar para um ponto 7. Barcelona 5x4

2. O Rui Rangel surpreendeu-me pela falta de ideias e de projecto. Como é que se avança para uma candidatura sem ter nada que oferecer aos sócios?

3. Há uns anos o Porto também apresentou um equipamento laranja com algum sucesso de vendas, tanto que ainda se vai vendo por ai. Este género de propostas tem o seu lugar enquanto 3º equipamento, acabando por fazer sentido.

5. foi um jogão, com duas remontadas e o Chelsea tem efectivamente melhor equipa e é uma equipa com objectivos diferentes a nível doméstico e europeu.

5. foi um jogaço

Antonio Silva disse...

Só num clube de papoilas saltitantes é que se orgulham das camisolas rosa serem sucesso de vendas...