segunda-feira, outubro 8

Fim-de-semana em cheio.

Foi bola todos os dias (ontem então...). Dezenas de golos e com tudo a desaguar no estrondoso golo de Jackson. Ou no apito do Jorge Sousa.

1. Não sei se li bem, mas parece-me que o J. se queixa da arbitragem. É ler os comentários que fez após o Académica-Benfica e ver como se muda de frequência, conforme a cor das camisolas. O futebol também é isto. Rir quando o adversário é prejudicado, escrever que os erros acontecem e, passados 15 dias, é só baba e ranho. Estamos comovidos.

Não vou comentar os lances do Dragão, nem a influência que o trabalho de Jorge Sousa teve no jogo. São momentos que definem tudo e mais não digo, não estou para me repetir. Mas era tudo tão previsível que até dói.

2. A vitória do SLB foi bastante sofrida. A equipa continua sem apresentar um futebol condizente com a qualidade do plantel, e Jesus, como Sá Pinto, acha que a equipa fez uma grande primeira parte. A verdade é que, contra o último classificado, exige-se mais. Mas quando o principal responsável é incapaz de admitir o óbvio, já sabemos como tudo isto vai acabar.

O primeiro lugar é apenas o reflexo natural dos adversários que já encontrámos. Tirando o Braga (que não conseguimos vencer) e a Académica (que jogou com Xistra). Mas lá que aquilo para os lados da Luz é uma pobreza franciscana, é.

3. O Barça empatou contra os fracotes de Madrid. Fracotes, se utilizarmos o argumento de alguns palermas, pois o Barça teve 70% de posse de bola, ontem. Ronaldo e Messi são os melhores do Mundo e não deixaram escapar mais uma oportunidade para o demonstrar.

4. Grande jogo em Braga, com um Mossoró de grande nível. Não merecia uma oportunidade nos grandes, este pequenino? O homem faz tudo naquela equipa.

5. Villas-Boas e o seu Tottenham vão na quarta vitória consecutiva no campeonato. É a melhor fase do português que parece apostado em mudar a imagem que ganhou no Chelsea.

42 comentários:

J. disse...

Continuas smp na tua, e a não tentar perceber minimamente o que se discute.
Sempre tens razão, ng perceber totalemte o que dizes, e os outros têm smp grande dificuldade em perceber o teu português.

Enfim...

luis disse...

lol

J. disse...

A razão é uma coisa tramada.
Depende sempre da maneira como vemos as coisas e das convicções que temos.
:-)
Ás vezes vemos coisas que acreditamos mesmo que sao assim. E logo achamos que nós temos razão e os outros não.

Pedro disse...

1- É o costume. O J. como tantos outros só vê qd lhe toca. Estava-se à espera de algo diferente vindo de Jorge Sousa?

2- Péssimo jogo do Enorme. Defendem que uma das valias de Jesus é a qualidade de futebol..há quanto tempo o SLB não faz um jogo de jeito? Estamos em primeiro pq os outros são ainda piores. Ver a forma como o fcp precisou de vencer este sporting diz tudo da qualidade da oposição e, ao mesmo tempo, da qualidade de Jesus não não conseguir descolar destes mecos.

3- teve 70% de posse de bola? Estava curioso em saber esses valores. Como já disse no Mágico, o SLB não tem Mourinho no banco nem um Ronaldo q chega lá à frente e marca. Foi isso q faltou ao SLB contra o Barça...eficácia na concretização. O poderoso Real Madrid quando falhou o 0-2 viu o Barça pegar no jogo e virar o resultado e no fim não perdeu por sorte.

4- Mossoró como Alan como Micael...são bons ali, sem grande pressão, sem grandes vedetas, onde um jogador médio mais consegue exceder-se. Se sair dali, provavelmente, apaga-se.

5- WOW. ☺

luis disse...

Pedro, foi 69%, mais precisamente.

Acho que já ninguém fala do bom futebol de Jesus. Isso aconteceu na primeira época e até ao jogo de Braga na segunda.

Mossoró joga a um nível sempre muito alto. Não é propriamente um gajo que fez uns jogos bons na última época.

Miguel disse...

"Foi isso q faltou ao SLB contra o Barça...eficácia na concretização"

eh pá...

.... esquece.

1) O Sporting perdeu e perderia naturalmente com ou sem jorge Sousa. por isso é que era escusado aqueles penaltyzinhos.

2) Vi o jogo e o SLB esteve ao nível do porto e do sporting, ou seja, também não jogaram nada.

3) São as duas melhores equipas do planeta.

4) Dores de crescimento. é para perceberem o que custa qd um adversário sem saber ler nem escrever ia ganhando o jogo.

5) ....

Peyroteo disse...

4 - Um gajo nunca sabe se este tipo de jogadores vai dar certo num grande ou não. Mas a verdade é que o Mossoró tem rendimento altíssimo numa equipa que tem andado pelos lugares cimeiros e feito boas campanhas na Europa, inclusive contra equipas fortes. É um jogador que merecia uma oportunidade, de facto.

Mr. Shankly disse...

1 - Já vi tantos jogos assim que até chateia. Nada de novo. Diga-se que o Porto dificilmente deixaria de ganhar o jogo depois daquele (monumental) golo.

2 - Péssimo jogo do Benfica, mas vitória incontestável. Penso que em 4-4-2 isto não vai lá. Para o Beira-Mar chega, porém.

3 - Que jogo fenomenal. Gravei e vi depois do FCP-SCP e fui-me deitar com um sorriso nos lábios.

4 - Grande jogador, e ao mesmo tempo o gajinho mais irritante da 1ª Liga.

Pedro disse...

"eh pá...

.... esquece."

Feito.

J. disse...

Depois de Evaldo, Wender ou João Alves, um gajo fica sempre com receio de fazer negócios com o Braga.

Mike Portugal disse...

1 - Já comentei no post em baixo;

2 - Não comento;

3 - Foi um bom jogo e podia ter dado para os 2 lados. Mas o empate acaba por ser mais justo;

4 - Mossoró é bom jogador para equipas médias. Não tem regularidade suficiente nas exibições para um grande;

5 - Seria giro que ele desse luta aos da frente;

Arlindo Tavares disse...

No futebol, a linha que separa o céu do inferno é mesmo muito ténue e este fim de semana provou-o novamente, vejamos:

FCP-SCP (e outros jogos do SCP): se em vez do holandês estivesse lá o levezinho, talvez o SCP viesse com outro resultado e estivesse noutra posição no campeonato.

2. Se, como em Coimbra e até na oportunidades de Lima contra o Barça, as oportunidades têm entrado, estávamos a falar de um arranque fulgurante do Benfica.

3. Se o Real tivesse mais posse de bola se calhar perdia...

4. O Jardim está em 1º na Grécia só com vitórias. Se estivesse em Braga...

Ainda há muito campeonato e pode haver muitas surpresas, isto se não houver muitos Jorge de Sousas... é que assim, o futebol fica mais perto da ciência exacta e não há linhas a separar nada.

Joao disse...

1. Iep, o árbitro foi mau mas não foi tão péssimo como o Sporting...

2. Não percebo como é que os grandes conseguem apresentar um futebol tão pobre! A culpa de Jorge Jesus é mínima, apesar de estar numa de adaptações ter perdido Javi e Witsel deu-lhe cabo dos planos e da equipa...

3. Grande jogo de futebol.

4. Se fossem todos os jogos assim e o campeonato português seria completamente diferente...

5. Villas Boas começa finalmente a ter tempo para trabalhar em condições.

Tasqueiro Emigrante disse...

Quando o Pinto da Costa morrer, vierem árbitros estrangeiros e o Porto continuar a ganhar, aí vou-me rir de todos vocês...nessa altura vou ver qual será a desculpa...

Pedro disse...

"A culpa de Jorge Jesus é mínima"

João, o mau futebol do Glorioso não é só de agora.

Tasqueiro Emigrante disse...

Se calhar nos próximos tempos o Jorge Sousa vai assumir-se Portista de coração...

Se o Duarte Gomes, o Pedro Proença e mais alguns podem assumir-se benfiquistas publicamente penso que seria algo normal não?

nunovinagre disse...

http://ocantinhodohooligan.tumblr.com/post/15427201805/hoje-vamos-ver-se-nao-roubam-como-no-ano-passado

Peyroteo disse...

Oh, Nuno, não comparar um ou outro caso isolado no meio de 30 anos de roubalheiras...

J. disse...

Ainda no ano passado no Dragão foi a mesma coisa.Penalties e expulsões.
É quase impossivel jogar lá sem acontecer qq uma destas coisas.

É quase como o Benfica este ano.

Tasqueiro Emigrante disse...

lol nunovinagre

esse post veio mesmo a calhar para certas pessoas aqui...

MUITO BEM :)

J. disse...

hehehe

isso querias tu, limpar com um jogo o vosso bonito historial.

Tasqueiro Emigrante disse...

então j?

desse jogo já não falas? eheheh...

nunovinagre disse...

nao e costume comenta rem foruns e hoje foi a 1ª vez,mas ja o ano passado na luz fomos os mais prejudicados apesar de termos ganho,tivemos um gola fora de jogo e verdade,mas o benfica passou o jogo todo a dar mocada,2 golo do benfica nem devia ter existido,primeiro nao a falta segundo os bloqueios e obstruçoes prasticados pelos jogadores do benfica,tiveram meia epoca a fazer bloqueios,mas depois o vitinho abriu a boca e nunca mais houve bloqueios,no final de contas a verdade e que sao todos benefeciados e os pequenos e que se tramam.

Peyroteo disse...

A única diferença em relação ao final dos anos 80/inícios de 90 é que os jogadores actuais do Porto já não são os animais dessa altura (André, Paulinho Santos, Fernando Couto, Secretário, etc...), em que faziam coisas inacreditáveis dentro das quatros linhas. Os adversários e os árbitros já entravam todos borrados em campo. Agora é mais soft.

J. disse...

Nem no arquivo do google exite espaço para armazenar tt historial de roubo.

Teriamos q comecar com aquelas edicoes da Bola que tinhas q dobrar o jornal para ver as notas dos jogadores em baixo e a avaliação á arbitragem.
Desde ai, em cada 5 jogos em 4 há histórias.

nunovinagre disse...

concordo plenamente contigo Peyroteo,o problema e que os de antigamente faziam no porto,actuakmente fazem no fifica e nimguem diz nada,se a imprensa fosse isenta voces nunca me veriam aqui,mas um gajo enche enche e enche ate que se torna insuportavel manter tal revolta,porque nao duvides que se fosse o sporting a ganhar da mesma maneira nunca se saberia que os penaltis nao eram penaltys(eu acho que sao penalty,os dois),se estes diaogos convosco de pessoas nao egas continuar ,passarei ca mais vezes,para dar a minha opiniao isenta

Pedro disse...

Hilariante...

nunovinagre disse...

http://www.reflexaoportista.pt/2012/09/atencao-ao-senhor-venancio-tome.html



entao disto nunca houvi ninguem falar,foram logo todos para o tunel ,e a acusar tudo e todos que vestiam de azul,e no fim a montanha pariu um rato para nao variar.

Antonio Silva disse...

Que os jogadores do Porto nos anos 90 eram mais brutos, não o nego, mas estavam LONGE de serem os únicos. Até parece que na Luz não havia Mozers, Elzos, Isaías etc.

Mais, lembro do "escândalo" quando o Branco, salvo erro, entrou a "matar" e partiu a perna ao Marco Aurélio da União da Madeira. Foram semanas e semanas de debate acerca da violência no futebol.

Nessa mesma época, no Benfica - Vitória de Setúbal, o comentador do resumo desse jogo diz, como se não fosse nada:

"E vemos de regresso ao futebol o jogador X do Setúbal que ficou fora dos relvados depois de partir uma perna num despique com o defesa central Ricardo (creio que foi o Ricardo) no jogo da primeira mão"

Mas aí já não houve nem escândalo nem caso para semanas e semanas de caça às bruxas. Foi um homem do Benfica, tá tudo bem.

A imprensa acha sempre forma de proteger os cavalheiros do Benfica, sejam os Katsouranis, os Binyas, os Luisões. Nunca há maldade para aqueles lados.

Um gajo não esquece.

Antonio Silva disse...

Pedro, hilariante foram os primeiros 4 jogos do Benfica onde jogaram contra 10 durante quase 40% do tempo de jogo. Isso é que foi hilariante.

luis disse...

É mesmo hilariante ver esta caixa de comentários, Pedro.

Uns descobriram agora os erros dos árbitros, os outros continuam sem admitir que sabem ir ter à Madalena, a casa iluminada. Até eu já sei.

Peyroteo disse...

cuidado com as generalizações, oh Barbas! :)

Antonio Silva disse...

Agora o teu argumento baseia-se em insinuações obscuras que não poderás nunca provar? Agora é isso?

Tás numa de conversa de tasca?

Peyroteo disse...

Eu pensava que as provas estão no Youtube mas se calhar apagaram :)

Antonio Silva disse...

Sim, provam muito certamente.

J. disse...

Não provam nada, eram ilegais segundo parece.
Mas um roubo, mesmo que através de escutas ilegais, não deixa de ser um roubo.

Oh Luis, a gente já sabe que tu é que sabes.
És tu e o Pedro.
Ambos partilham da mesma "iluminação".

luis disse...

Estás a falar de quê? Eu só falo de bola dentro das quatro linhas, isso dos árbitros não é para mim.

Vai-te queixar ao Papa, agora.

Adolfo Sapinho disse...

Queria dar os meus parabéns aos autores deste blog pois pelos vistos vão passar a contar, de forma mais regular, com a "opinião isenta" do nunovinagre.

Grande salto qualitativo!

E aos parolos que ainda acreditam que as escutas existiram mesmo só vos digo: deixem de viver no mundo da ilusão! Se o filósofo diz que não há escutas, é por não há, caralho! Quem são vocês para duvidar do grande filósofo Toni Silva? Ai porra...

Jorge Borges disse...

Já sei que provavelmente vou ser atacado pelo que vou dizer. Também não é minha ideia "picar" quem quer que seja, é apenas a minha opinião. Digo-o apenas para que não subsistam equívocos. Mas em seriedade comigo mesmo, que desconfio e ataco sempre os árbitros, devo dar a minha opinião acerca da arbitragem de ontem do Jorge Sousa. Aqui vai
- Acho que o Jorge Sousa teve um critério disciplinar bastante apertado, e depois dos primeiros minutos percebi que, ou os jogadores acalmavam ou o o jogo não acabava 11 contra 11. Neste capítulo, penso que os jogadores do Porto foram mais inteligentes e perceberam o limite e não se deixaram levar pela emoção do encontro. Atendendo ao critério do árbitro, que no meu entender foi, apertado, mas uniforme, não me parece que se possa considerar a expulsão do Rojo injusta. Logo que vi a falta percebi que ele iria ser expulso.
Quanto aos penaltis:
- O 1º não me deixa dúvidas. É penalti. E entendo que é penalti pelo movimento que o Cedric faz no momento imediatamente anterior ao contacto com o braço na bola. Se não fizesse aquele movimento, para mim claramete intencional de tocar com o braço na bola, o contacto ia provavelmente acontecer e seria uma normal mão na bola. Assim... É estúpido e revela a inexperiência do jogador que cedeu à tentação. Não tinha necessidade de o fazer.
-2ª penalti, esse deixa-me dúvidas. Os jogadores empurram-se e agarram-se mutuamente. Sinceramente eu não marcaria penalti.

Se aqueles penaltis fossem na área do Porto ele marcava? é assunto para outra discussão, mas duvido que o fizesse. Era preciso muitos "cojones".

Outra coisa hilariante que cada vez mais se vê por aqui nas discussões, é desculpar eventuais erros dos árbitros com o facto da equipa A ou B conseguir ou não chegar á área do adversário. Como se o facto de uma equipa não jogar um cú servisse de atenuante`aos "erros" esclandalosos que por vezes os árbitros têm. Esse argumento é típico de quem habitualmente é beneficiado pelas arbitragens.


Quanto ao jogo jogado, foi a 1ª vez que vi um jogo quase completo das duas equipas. O Porto é uma equipa mais experiente que sabe gerir melhor os momentos do jogo, embora ache que fica aquém das reais possibilidades. Não apresenta um futebol vistoso e de qualidade. O Sporting foi uma agradável surpresa. Depois dos resultados que tinha visto pensava que jogava bem pior. Fez um bom jogo atendendo a todas as condicionantes, em certos momentos esteve por cima na partida e lembro-me d eum bom período da segunda parte em que o Porto esteve remetido ao seu meio-campo, e não é fácil alguém fazer isso ao Porto, principalmente no Dragão.
Falta-lhes jogar no último terço do terreno, onde não conseguem chegar com qualidade.

Outra coisa que me intrigava bastante e que ontem percebi melhor é o facto de Wolfs se ter apagado. Do que vi ontem, e se é sempre assim, o erro não está no avançado, mas sim na forma como é servido. Mandar-lhe bolas em passes longos para ele ficar sozinho no meio dos centrais adversários não é fácil e foi o que eu vi muitas vezes. Wolfs é um avançado do estilo do Cardozo, não pode e não deve ter a bola muito tempo nos pés. É um jogador para ser servido dentro da área e atirar à baliza.
Capel não jogou por opção ou por lesão?

Tasqueiro Emigrante disse...

Pois é...já me esquecia que os arquivos do tempo do Salazar foram todos "eliminados"...

Adolfo Sapinho disse...

Com base nos dados do zerozero.pt, desde que Pinto da Costa assumiu a presidência do FC Porto (Agosto de 1982):

SCP-FCP e FCP-SCP para a Liga / 1ª Divisão:

Nº Jogos = 61
Vitórias SCP = 11
Empates = 18
Vitórias FCP = 32
Golos marcados SCP = 46
Golos marcados FCP = 78

Penáltis a favor SCP = 8
Penáltis a favor FCP = 9

Jogos com penáltis a favor do SCP que caso não fossem concretizados dariam pontos ao FCP = 4
Jogos com penáltis a favor do FCP que caso não fossem concretizados dariam pontos ao SCP = 4

Jogos com expulsões do SCP = 13
Jogos com expulsões do FCP = 13
Expulsões do SCP = 20
Expulsões do FCP = 14

Jogos com expulsões do SCP que terminaram com vitória do SCP = 0
Jogos com expulsões do SCP que terminaram com empate = 4
Jogos com expulsões do SCP que terminaram com vitória do FCP = 9

Jogos com expulsões do FCP que terminaram com vitória do FCP = 5
Jogos com expulsões do FCP que terminaram com empate = 4
Jogos com expulsões do FCP que terminaram com vitória do SCP = 4


De facto a estatística demonstra que o segredo não está nos penáltis...

Adolfo Sapinho disse...

Já agora, para comparação, usando a mesma fonte (zerozero.pt), antes de Pinto da Costa:

Nº Jogos = 96
Vitórias SCP = 44
Empates = 23
Vitórias FCP = 29
Golos marcados SCP = 185
Golos marcados FCP = 143

Penáltis a favor SCP = 6
Penáltis a favor FCP = 2

Jogos com penáltis a favor SCP que se não fosse concretizados dariam pontos ao FCP = 2
Jogos com penáltis a favor FCP que se não fosse concretizados dariam pontos ao SCP = 0

Jogos com expulsões do SCP = 3
Jogos com expulsões do FCP = 4
Expulsões do SCP = 3
Expulsões do FCP = 4

Jogos com expulsões do SCP que terminaram com vitória do SCP = 1
Jogos com expulsões do SCP que terminaram com empate = 0
Jogos com expulsões do SCP que terminaram com vitória do FCP = 2

Jogos com expulsões do FCP que terminaram com vitória do FCP = 1
Jogos com expulsões do FCP que terminaram com empate = 1
Jogos com expulsões do FCP que terminaram com vitória do SCP = 2