terça-feira, outubro 9

Jesus no Sporting.

"Numa altura em que o problema do Sporting "é acima de tudo diretivo", no momento de escolher o próximo técnico do conjunto leonino, "o único treinador português que poderia ser útil ao Sporting seria Jorge Jesus - é um treinador de roturas, exigente e o Sporting precisa dessa exigência."

Rui Santos, in relvado.sapo.pt

Alguém que embrulhe o senhor Jorge e o entregue na "Porta 10-A", por favor.

O SCP está mal mas não precisa de um milagre de Jesus. Precisa de um treinador a sério e de uma direcção que assuma as suas responsabilidades (as histórias que correm nos blogues são preocupantes, se forem verdadeiras).

Como benfiquista, esta seria uma boa opção, contudo. Íamos buscar o Jardim ou o Peseiro e era ver a equipa a jogar futebol como deve ser. Assim, sem este desejo de Rui Santos se concretizar, vamos ter de nos contentar com um futebol medíocre por mais uns tempos.

52 comentários:

Jorge Borges disse...

Bem pode ir. Como substituto do JJ peço o Paulo Bento.
Mas vamos levar co mo JJ mais uns tempinhos

Pedro Alves Pereira disse...

Não podia concordar mais com o Jorge Borges, seria uma excelente troca.

JJ fica até ao final do contrato (final desta época) e depois ruma ao norte para a equipa de azul e branco.

J. disse...

Manda, manda... :-)

LMGM disse...

Muito preocupantes as histórias que correm nos blogues, felizmente que não são nenhuma AGS do Benfi... ai, enganei-me, nenhuma entrevista do Wolfswinkel.

Adolfo Sapinho disse...

Foda-se, essa merda era excelente!

Trocar Jesus por Judas (ficando com o Jesus é claro) era capaz de mudar o curso da história...

Só por causa disto hoje vou dormir com o peluche do Rui Santos que tenho lá por casa. Ai pois vou!

Pedro disse...

Dava-lhes já o JJ mas Paulo Bento?

Quando oiço um benfiquista a pedir o Paulo Bento só me lembro daqueles que pediam o Queiroz...MEDO!!!!!

Peseiro ainda vá lá. Jardim? Não fez nada para merecer tamanha honra mas duvido q faça pior que JJ e terá, concerteza, fome de vencer e, claro, é muito mais barato!!!

Jorge Borges disse...

oh Pedro, Peseiro? joga bonito sim senhor, mas será eficaz? humm não me parece, para não falar da falta de disciplina.

Pedro disse...

Peseiro percebe de bola e isso é importante...já o Bento...cruzes. ☺

luis disse...

LMGM, são incomparáveis. Um petardo não se equivale a agressões e perseguições. Mas olha, por mim, prefiro mesmo entrevistas como a do Wolfs. Gosto do rapaz, pá. Acho-o honesto e humilde. Inspira-me confiança num futebol lúcido e bonito. Mas haverá poucos como ele.

Não gostava neste momento de Paulo Bento. Está bem onde está.

Jardim tem qualidade, parece-me, e além disso mostrou carácter. Isso faz muita falta ali no nosso Clube.

João Simões disse...

E o que dizer da notícia de hoje do jornal SPORT da Catalunha, que afirma que o SCP abre as portas ao Simão em Janeiro??

Jorge Borges disse...

João Simões:
Não acredito, não deve haver disponibilidade de ambas as partes.
A sr verdade era o engolir de um sapo, quer pelo SCP quer pelo Simão.
Apesar de achar que ele já não tem nível para trazer nada de novo ao Benfica, confesso que me iria custar voltar a vê-lo de verde.

Pulha Garcia disse...

Luís, não percebo tanto ódio ao Jesus. Para mim é o melhor treinador em Portugal, já foi campeão (o que num campeonato onde o habitual campeão conta com Benquerenças, Paixões, Xistras, etc não é propriamente fácil), joga sempre ao ataque (dois avançados, laterais subidos, um trinco apenas, etc), valoriza os jogadores que tem (dando muito dinheiro ao clube, para não termos que fazer figuras de lagartos à procura de investidores), no ano passado fez uma óptima campanha Europeia.

É verdade que é teimoso e que o Benfica já pagou pela sua teimosia (Emerson, Roberto, César Peixoto, nunca apostou em Rodrigo Mora ou Nélson Oliveira). É verdade que já cometeu erros, relativamente aos quais o próprio Benfica, se tivesse uma estrutura de futebol forte (que não tem, infelizmente) deveria ter corrigido. Critico-o por isso mas no geral espero que fique muitos anos à frente do clube, sobretudo se for campeão este ano. Eu como sócio e adepto quero um treinador de ataque. E não vejo no Jardim ou no Peseiro treinadores melhores. Muito menos Bítor Pereira e Cia.

NPI2 disse...

Completamente de acordo!

Mr. Shankly disse...

Discordo, o Jesus no Sporting era capaz de por os gajos a jogar à bola. Se neste momento o Benfica não joga melhor (e "este momento" são os dois últimos jogos do campeonato), a culpa não é exclusivamente do Jesus. O plantel não tem soluções para o meio campo.

Substitutos, vejo qualquer dos 3 falados com agrado. Mas tenho consciência de que qualquer um pode falhar.

Peyroteo disse...

Vocês exageram tanto nos defeitos do Jesus como o Miguel exagera nas virtudes do Paulo Bento :)

Pedro disse...

"joga sempre ao ataque (dois avançados, laterais subidos, um trinco apenas, etc)"

E o resultado está à vista nestes últimos dois anos. Sim os Xistras e os Proenças têm muita influência mas não fossem os erros óbvios e repetitivos de Jesus e serias tri campeão actualmente...

N.T. disse...

O Peseiro não. O Peseiro é meio-treinador (no sentido em que o processo defensivo é zero). Um meio-treinador não ganha campeonatos. Pode dar espectáculo pela elevada competência na "metade" que domina, mas não garante títulos. Antes pelo contrário.

J. disse...

Serias tri-campeão aonde?
Este Pedro vive mesmo no mundo da lua.
Talvez no ano passado pudesses ter sido campeão, não fosse aquele discurso arrogante quando perdeu em Guimarães.
Mas no campeonato do Villas Boas?

luis disse...

Eu não odeio o JJ, calma. Apenas me irrita tamanha falta de humildade que o homem destila.

As últimas duas épocas foram rotundos falhanços. E desde há dois anos pouco ou nada jogamos (e os resultados atestam-no).

Não compreendo como é que um benfiquista pode estar satisfeito com o trabalho de Jesus.

Isto não é odiar o homem.

Tasqueiro Emigrante disse...

luis,

em quatro anos ganhar um campeonato e taças da liga não é de ficar satisfeito...eu não estaria de certeza...nesse aspecto tens razão.

o jesus só ainda continua no benfica porque o ego do vieira é maior do que a fortuna dele.

Pedro disse...

Villas Boas?

J., compreendo que não estejas por dentro da realidade do SLB mas, garanto-te, q com uma equipa de liderança profissional e competente, o Villas Boas tinha levado uma trepa na Supertaça e nunca mais se levantava o resto da época. Relembro-te q, nessa altura, já aquilo estava por arames devido a uma pré época má.

E, no decorrer do campeonato, os erros tácticos de Jesus ajudaram a q Villas Boas ganhasse a distância que ganhou. Não analises a época (apesar de ser um erro comum) pela desvantagem final entre os dois clubes. É nos meios da temporada q se tem de analisar o que se passou.

Antonio Silva disse...

Dizer que o Porto depende do Bruno Paixão para ser campeão tem piada. Palas.

Tasqueiro Emigrante disse...

Ouvi dizer que o Duarte Gomes vai estar presente no grande convivio na bairrada este fim de semana...

Antonio Silva disse...

Porra, espetamos 5-0 em casa, vamos ganhar 2 vezes à casa do adversário, acabamos o campeonato invicto mas só fomos campeões por demérito do Benfica/Jorge Jesus. É preciso ter uma puta duma lata...

Pedro, essa tal trepa de que falas na Supertaça traduziu-se num vendaval de porrada que os teus queridos meninos nos deram, ou já não te lembras? Pois.

Antonio Silva disse...

Aliás, o confronto anterior ao da Supertaça foi o Porto - Benfica que ficou 3-1, o tal em que mesmo com inferioridade numérica demos a tal trepa de que falas.

Tasqueiro Emigrante disse...

António,

nunca desmintas um benfiquista...ele tem sempre razão ☺

LDP disse...

Sò que os campeonatos ganham-se contra os pequenos, e aì parece-me que alguns jogos seguidos a ganhar por 1-0 com penalties inventados tenha sido um bom colchao para o Villas Boas descansar até à festa final.

Pedro disse...

António, sem o perceberes (como costume) deste-me razão! ☺

Antonio Silva disse...

Acho que se o Porto ganhasse os 30 jogos do campeonato por 5-0 sempre com um portista expulso e sem penalties marcados a nosso favor, mesmo assim diriam que ganhamos a gamar.

O ridículo ao que isto chegou... contestar o campeonato de 2010/11, só o segundo melhor campeonato de sempre dum clube português.

Antonio Silva disse...

Mas quando me lembro de uma série de benfiquistas terem dito a mesma merda do campeonato de 1987/88, o tal em que o Porto acabou com 15 pontos de vantagem (quando na altura a vitória só valia 2 pontos).

É, o Porto campeão europeu em título, campeão intercontinental e vencedor da Supertaça Europeia (já agora o primeiro clube Europeu a deter esses 3 títulos em simultâneo) não podia de forma alguma ter sido campeão naquela época. Nem assim a nossa superioridade deixa de ser contestada.

O benfiquismo é mesmo uma doença hereditária...

Pedro disse...

"Nem assim a nossa superioridade deixa de ser contestada. "

Exacto.

LDP disse...

Até a superioridade da Juventus foi contestada, na segunda divisao claro.

Ou o Marselha, que andou quase a ganhar a Champions (o tao falado sucesso além fronteiras), mas sò depois se percebeu o "modelo de gestao ganhador" do Sr. Tapie.

Pedro disse...

LDP, o Marselha não ganhou a Champions e depois retiram-lhe esse troféu?

luis disse...

Penso que sim, Pedro. A que venceu por penáltis contra o Estrela Vermelha, acho.

Antonio Silva disse...

E já agora não retiraram o título ao Marselha.

luis disse...

Modera-te.

Pulha Garcia disse...

Luís,

"Não compreendo como é que um benfiquista pode estar satisfeito com o trabalho de Jesus." eu podia dizer o contrário. O Benfica "fez" o Jesus mas também lhe deve muito. Um Witsel passaria a valer 40 milhões nas mãos de qualquer outro treinador da Liga em menos de 1 ano? Achas que venderíamos tantos bilhetes e seríamos tão competitivos como temos sido sem um futebol de ataque? É que em Portugal 3/4 das equipas jogam fechadas ... só quem tem a capacidade de abrir jogos é que pode aspirar a ser campeão (com excepção da época do Trapatoni, muito invulgar).

Quanto aos títulos do FCP ganhos durante os mandatos de Pinto da Costa, e uma vez que estavam a falar disso, para mim deveriam ser retirados. O FCP é um mau exemplo para a sociedade civil, vivendo na impunidade e aproveitando-se de um sistema de justiça incapaz de condenar autarcas, banqueiros e dirigentes desportivos com ligação ao alterne. O futebol deveria ser acerca de trabalho e mérito desportivo e não acerca de oferecer putas a árbitros e férias à família Calheiros. Mourinho & Decos não explicam tudo.

Antonio Silva disse...

Modero-me? Não foi isso o que tu fizeste agora?

Isto é um anti-porto circle jerk, é o que é. Se a calúnia agora já se estende até aos anos 80, já nem sei que lhes diga. A vossa doença é abismal, é que não há um único título do Porto que não contestam.

Já não há pachorra, foda-se.

Antonio Silva disse...

Não condenam o Porto é porque controlamos os juízes todos. Tapem melhor a tolinha com papel de alumínio mas é.

luis disse...

Pulha:

"Um Witsel passaria a valer 40 milhões nas mãos de qualquer outro treinador da Liga em menos de 1 ano?"

Achas que o Witsel valorizou assim tanto pelo que jogou? Em que jogos? Só me lembro de um jogo onde marcou a diferença, contra o Twente. O resto é folclore do mundo da bola actual.

O rapaz tem óptimos pés, tem classe e tudo o mais, mas não fez, nem de perto nem de longe, uma época que justificasse os 40M.

E JJ não soube aproveitá-lo pois o belga quase nunca actuou em conformidade com o seu valor técnico.

"Achas que venderíamos tantos bilhetes e seríamos tão competitivos como temos sido sem um futebol de ataque?"

O JJ não tem um futebol de ataque diferente de muitos outros treinadores.

Um clube como o SLB tem sempre capacidade para ter 40 mil nas bancadas. O que me parece é que as coisas foram óptimas, neste aspecto, nos primeiros dois anos e que agora vão descendo.

"É que em Portugal 3/4 das equipas jogam fechadas ... só quem tem a capacidade de abrir jogos é que pode aspirar a ser campeão (com excepção da época do Trapatoni, muito invulgar)."

O Trapp foi campeão com todo o mérito. Assim como JJ. O que se passou desde Agosto de 2010 devia preocupar os benfiquistas.

JJ tem tido os melhores plantéis de sempre. Resultados? Muita gente nas bancadas, futebol de ataque (defensivamente péssimo) e transações que sempre existiram no futebol (não foi ele que as inventou)? Eu quero é campeonatos, pá. Campeonatos!

Antonio Silva disse...

Lindo, o Porto é campeão em 2011 por demérito do Benfica mas já o campeonato do Trap não foi por demérito do Porto. Porto esse que perdeu 4 jogos em casa...

Pulha Garcia disse...

Luís,

eu também quero campeonatos. E digo até que sem campeonatos Jesus tem que sair. A questão é que estou muito agradecido ao futebol de ataque que Jesus trouxe. Eu como adepto e sócio há 25 anos exijo isso mesmo. Jogar ao ataque. Jogar para ganhar. Não confundo o facto de Jesus falar mal Português e até uma certa arrogância, com o facto de ser um grande treinador de futebol. Antes de Jesus tínhamos Quiques, Fernando Santos (que com Miccoli, Petit, Simão e Luisão conseguiu a proeza de ficar em terceiro), etc. Há por aí malta muito esquecida. O Sporting também despachou o Peseiro, numa época em que jogou bem mas não ganhou nada e a seguir vieram os Sá Pintos e os forcados ...

"Achas que o Witsel valorizou assim tanto pelo que jogou? Em que jogos? Só me lembro de um jogo onde marcou a diferença, contra o Twente. O resto é folclore do mundo da bola actual." Surreal. Se só te lembras de um grande jogo do Witsel acho que nem vale a pena prosseguir esta conversa. Devias admitir apenas que odeias o Jesus. É que objectivamente o Benfica está melhor do que estava antes de Jesus. Está condenado a partir se não chegar aos títulos mas vamos ser claros: temos mais futebol, mais estabilidade, mais reconhecimento nacional e internacional, mais adeptos no estádio, mais jogadores a desejar representar o Benfica (e seguir as pisadas de Coentrão, Ramires, Javi, Witsel, etc), do que antes de Jesus. E isto não é a minha opinião, Luís. É a realidade.

Abraço glorioso.

Antonio Silva disse...

Meter o bedelho como portista mas não posso deixar de concordar com o Pulha Garcia. Este Benfica pos-Jesus é uma autêntica lufada de ar fresco, joga um futebol bonito, voltou a dar nas vistas na Europa e tem vendido excelentes jogadores a peso de ouro.

E digo isto sem sarcasmo nenhum.

LDP disse...

...mas só fomos campeões por causa dos túneis.

Pedro disse...

Pulha, não fosse o Proença no Dragão e o Henriques na Luz contra o Nacional e o Quique Flores teria sido campeão.

Futebol de ataque não é nada...eu quero é futebol vitorioso. De q me serve um futebol atacante que goleia os fracos mas q perde com os fortes???

Antonio Silva disse...

ó LDP, um clube pode jogar melhor que anteriormente, até um futebol atraente e não merecer ser campeão.

E sim, convence-me como é que o Benfica goleador de 2010 a jogar contra 9 e/ou 10 adversários, a eliminar adversários nos túneis e a ter penalties a granel é merecedor de ser campeão (à última jornada ainda por cima) mas já um Porto invicto de 2011 que até ganha uma competição europeia não é.

Isto para não falar na ginástica mental necessária para justificar que o Porto da colheita de 1987/88 ganhou gamando (mesmo sendo campeão europeu em título e com 15 pontos de vantagem).

Vá força.

Antonio Silva disse...

O Proença no Dragão, ó Pedro. Por causa daquele penalty sobre o Lisandro, é? Mas é tão conveniente que te esqueças do penalty não assinalado sobre o Lucho na primeira parte.

Antonio Silva disse...

O dia em que um benfiquista admitir que o Porto tenha ganho um campeonato como deve ser (qual campeonato, uma merda dum jogo que seja) o mundo acaba.

Mr. Shankly disse...

António, o Porto mereceu ganhar o campeonato do Villas Boas. Olha, o mundo não acabou. O que é que dizem os Maias a este respeito?

Pedro disse...

Penalty sobre o Lucho??
LOLOL

António e tu quando reconheces os anos de corrupção do teu clube? Começa por aí e pode ser que um dia alguém reconheça o mérito q tanto desejas que seja reconhecido ao teu clube.

Pulha Garcia disse...

Pedro,

"não fosse o Proença no Dragão e o Henriques na Luz contra o Nacional e o Quique Flores teria sido campeão." concordo que poderíamos ter acabado com pelo menos mais 4 pontos (lembro-me perfeitamente dos lances a que te referes). Mas convenhamos que Quique era excessivamente defensivo e com ele a equipa jogava lento. Comparar Quique com Jesus sabe a "não querer ver". Eu também prefiro títulos mas gosto de futebol de ataque. Por vários motivos, desde a nossa herança desportiva até à necessidade de pagar contas.

António,

obrigado pelo teu fair play no comentário das 6.22 (faz falta malta que seja capaz de reflectir em conjunto em vez de estar a despejar o discurso oficial de cada clube).

Agora quando dizes "O dia em que um benfiquista admitir que o Porto tenha ganho um campeonato como deve ser (qual campeonato, uma merda dum jogo que seja) o mundo acaba." não posso deixar de te apontar que quando um clube é apanhado a roubar daí para a frente tudo o que fica, enquanto se mantiver o respectivo quadro de dirigentes e modus operandi, é mentira. Para mim o FCP é um clube grande, que não se deve confundir com PC. No entanto, enquanto tiverem um dirigente que recebe árbitros em casa, oferece putas e férias no Brasil, etc não esperem que os erros da arbitragem a favor sejam (e que todos os anos são vários) sejam interpretados com desportivismo. Não me leves a mal, mas um clube apanhado a roubar deveria devolver os títulos e ir competir para as distritais. A partir daí, sim. Se voltasse a competir na primeira liga e já sem Pinto da Costa, seria o primeiro a dar mérito a eventuais vitórias desportivas.

LDP disse...

António, eu nem tento sequer convencer-te do que é que seja. Seria como explicar física quântica á minha bisavó, que para além de nem saber que isso esiste, é surda.
Mas lembra-te que são voces a chamar "campeonato dos túneis" a esse nosso título. O que, de certeza, não será o sublinhar de um nosso hipotético merecimento. O que não percebo da vossa análise desse campeonato é porque é que penalties oferecidos ao braga ao sétimo minuto de desconto, só porque um seu jogador falhou uma finta e escorregou na lama, ou golos provenientes de bolas que estiveram quase meio metro fora do terreno de jogo nunca merecem reparo.
"Ah o braga ficou em segundo porque o Cardozo foi expulso no túnel só porque foi agredido, e até tiveram penalties oferecidos para lá dos descontos, bolas fora que resultaram em golos e guarda-redes adversários que se assustavam quando já tinham a bola nas mãos e a largavam..." - nunca vejo portista nenhum apontar isto ao braga quando todo o país viu o que aconteceu.

Já com o Trap "o porto deu uma abébia nesse ano", e também por isso o nosso campeonato não foi merecido.

Portanto essa do dia em que um benfiquista admitir que o porto ganha justamente o mundo acaba, efectivamente e depois do comportamento que carregas ás costas, é na realidade o quê?