sexta-feira, março 1

Benfica-Sporting.

Vem hoje uma notícia no Record que coloca a hipótese de haver jogadores do Sporting a rescindirem os seus contratos já em Maio. É uma situação dramática e que coloca a nu toda a má gestão que pôs o clube na situação que todos conhecemos.

Ainda me lembro da humilhação que foi quando o Sporting foi à Luz forçar as rescisões de Paulo Sousa, Pacheco e JVP. Passados 20 anos, seria o Benfica capaz de fazer o mesmo? Ou melhor, seria correcto fazer o mesmo, aliciando jogadores como Wolfs ou André Martins para vestirem de encarnado?

Na minha opinião, não. Em primeiro lugar, porque não devemos aproveitar-nos da miséria dos outros, e em segundo lugar, porque o nosso símbolo é uma águia, não é um abutre.

25 comentários:

Tasqueiro Emigrante disse...

«Vamos fazer tudo para impedir o FC Porto de ser campeão» - Van Wolfswinkel




luis,

tenho a certeza absoluta que vocês já aliciaram o Wolfs :)

Mike Portugal disse...

Como é que pode haver jogadores a rescindir em Maio se a direção pagar os ordenados em Março? Que raio de futurologia é essa?

J. disse...

A sério?
Aonde é que isto vai parar!!!

Já não há muito de valor que sobre. Wolfs, Carrillo,talvez Labyad e todos se forem bem aproveitados.

Há 20 anos pagamos bem caro essa jogada. Nem o Paulo Sousa rescindiu com justa causa, nem o campeonato conseguimos ganhar a seguir.
A situação do Sporting é bem mais grave do que era a do Benfica nesse momento.

luis disse...

Mike, liga para o Record.

A situação é hipotética, mas o grau de probabilidade é bastante elevado (já de há uns meses, não é de agora, e em comparação com o que seria normal num clube como o Sporting).

Os de Fevereiro não devem ter pingado e se o GL diz que os vai pagar quando sair é porque... pode não os pagar. :)

luis disse...

J., talvez fosse menos grave desportivamente. Financeiramente as coisas estavam parecidas. Não havia guito nem para as secretárias do clube.

Essas decisões têm também muito a ver com os próprios jogadores.

O Labyad acabou de dizer que preferiu o Sporting ao FCP e ao Benfica, numa demosntração de fidelidade, por exemplo.

Pedro disse...

"rescindirem os seus contratos já em Maio"

Já em Maio? Ainda estamos agora em Março. Que notícia sem sentido.

Se bem que eles mereciam uma investida desse género não gosto de ver o SLB a ir por esses caminhos. Prefiro chegar ao pé deles e negociar. Do género: já que precisam de dinheiro damos X pelo jogador Y. E eles que decidam se querem "comer" ou "morrer à fome" com o orgulho intacto de não terem aceite dinheiro dos vermelhos.

Há lá dois ou três jogadores que podem dar alguma coisa. 1 milhãozito por cada um e ainda se fazia negócio...

luis disse...

Pedro, se os ordenados de Fevereiro ainda não foram pagos (GL diz que os paga quando sair) e se os de Março tanbém não forem pagos, em Maio tens jogadores com direito à rescisão. Penso que é isto, não é nada de extraordinário.

A única coisa extraordinária neste assunto é poder-se falar disto, porque não seria suposto o Sporting estar a viver esta realidade.

J. disse...

hehehhe
Grande Pedro!!!
Não te conhecesse de há muito, até poderia passar para a ofensa.
Deixa lá os que estão a morrer de fome em paz e preocupa-te mas é que o teu clube ganhe qq coisa de jeito este ano.

LMGM disse...

Em Maio, bastará pagar meio salário de Fevereiro para já não existir direito de rescisão...

Independentemente disso, já fiz essa previsão quando tudo clamava por eleições. Este processo nesta altura do ano é financeiramente ruinoso. Não me preocupa Maio, o dinheiro bem ou mal vai aparecer, preocupa-me sim Agosto, após um defeso sem receitas e o mercado ao rubro...

P.S.- Antes de Paulo Sousa, Pacheco e JVP não houve uma incursão dos abutres por Alvalade? O Paulo Sousa e o Pacheco não foram pagos?

zorg disse...

Eu julgo que a decisão de rescindir ou não é dos jogadores e tem a ver com o seu relacionamento com o clube onde jogam. O Benfica não tem nada a ver com isso, nem no caso do Sporting, nem de qualquer outro clube.

Isto não significa que se houver jogadores livres no mercado que o Benfica considere interessantes, se deva abster de os tentar contratar só porque jogaram no clube X ou Y.

luis disse...

LMGM, desconheço que alguma vez o Benfica tenha aproveitado ordenados em atraso em Alvalade para assediar jogadores.

O Paulo Sousa e o Pacheco foram pagos a título de indemnização. Houve uma queixa do Benfica. Não foram pagos por comum acordo. Nem compares.

luis disse...

Zorg, a questão não é bem essa. O Benfica pode ter informação que o Wolfs, por exemplo, tem legitimidade para rescindir no dia de hoje.

Mas o Benfica conhece a realidade do Sporting e pode decidir não se aproveitar de um momento de fraqueza institucional e financeira. Até porque, um dia mais tarde, as coisas podem inverter-se e aí também iremos gostar que nos respeitem.

luis disse...

E como o Pedro refere, há sempre espaço para negociar directamente com o Clube.

J. disse...

Mas Luis, de aí estou de acordo com o Zorg.
Há uma coisa que é aliciar jogadores que têm ordenados em atraso, para rescindir e assim assinar pelo clube que alicia; outra é assinar com um jogador que rescindiu e se encontra sem clube.

Se o Wolfs rescindir e tiver vários clubes interessados e o Benfica apresentar a melhor proposta, quem é que poderia levar a mal?

Mr. Shankly disse...

"O Paulo Sousa e o Pacheco foram pagos a título de indemnização."
Exactamente, e o Paulo Sousa bem abaixo do preço de mercado (e do preço que o Sporting obteve por ele um ano depois).

Mas concordo que não devemos aproveitar-nos disso. Sei distinguir um pirata como o Sousa Cintra do que é o Sporting.

zorg disse...

Mas o que eu estou a tentar dizer é que não deve ser relevante para o Benfica tentar saber se um jogador está em condições de rescindir, ou não.

Se o Benfica estiver interessado num jogador com contrato com um clube, deve tentar negociar com esse clube, independentemente do jogador estar em condições de rescindir ou não, porque isso é uma situação que só diz respeito ao jogador e ao clube com quem tem contrato.

Se um jogador tiver rescindido, estiver livre no mercado e interessar ao Benfica, então o Benfica deve tentar contratá-lo, independentemente do clube onde jogava anteriormente e das condições em que saiu.

luis disse...

"Se o Wolfs rescindir e tiver vários clubes interessados e o Benfica apresentar a melhor proposta, quem é que poderia levar a mal?"

Há aqui várias nuances.

Uma coisa é o jogador não receber há seis meses, outra é deixar passar um dia do prazo limite e rescindir. Tem esse direito, obviamente. E o Benfica também teria o direito de o contratar.

Mas por isso é que existem discussões sobre comportamentos éticos.

Maus momentos todos os clubes passam. Se o novo presidente disser "não há dinheiro, nem hoje, nem daqui a três meses" é uma coisa.

Outra, completamente diferente, é o presidente estar a fazer um esforço para pôr tudo em ordem e garantir os pagamentos e esse factor não ser tido em conta.

Não estamos aqui a discutir a legalidade da coisa.

LMGM disse...

Luis, o Benfica apresentou queixa, ganhou, o Sporting recorreu e no decurso do recurso houve acordo entre as partes sob o patrocinio da FIFA para o pagamento de uma verba e encerramento do processo.

Jorge Borges disse...

Há 20 anos achei muito pouco ética a atitude do Sporting e repugnante a atitude dos jogadores.

Se eventualmente vier a suceder o que a notícia aventa, a minha posiçãos erá exactamente a mesma. Sem vírgulas ou interrogações.

luis disse...

LMGM, o comum acordo foi alcançado anos depois de uma luta nos tribunais. Não estás a comparar essa situação com os dois clubes sentarem-se à mesa para discutir a contratação de um jogador, pois não?

Eu acho que seria mais simples admitires que toda a conduta do Sporting nesse caso só o diminuiu (como diminuiria qualquer clube que fizesse o mesmo).

Mas quem foram os jogadores com ordenados em atraso assediados pelo Benfica?

LMGM disse...

Não estou a comparar processos, estou a dizer que foram pagos, ou se quiseres o clube de origem foi ressarcido dos seus direitos.

Também não disse que concordava com a conduta do Sporting naquele caso, apenas alertava que não foi um caso caido do céu mas que teve antecedentes.

Sobre exemplos de assedio a atletas rivais queres que comece onde? Eusébio?

luis disse...

Parecia que estavas (e estavas) a dizer que não foram abutres quando nos sacaram o Paulo Sousa e o Pacheco, porque afinal até os tinham pago.

Sobre Eusébio, temos isto, e diz que a fonte é segura: http://expresso.sapo.pt/hilario-eusebio-fugiu-para-assinar-pelo-sporting=f689566

Bom, e continuas a comparar casos sem comparação. O post refere-se claramente a ir sacar um jogador que pertence a outro mas que não paga ordenados e o jogador é assediado para mudar.

LMGM disse...

Quando muito seriamos hienas, jamais abutres! Mas não estava a dizer que não o fomos estava a dizer que esse caso foi resolvido por acordo entre as partes.

Mas como tu não te recordas de comportamentos idênticos do teu clube sem posterior acordo... nada a fazer.

Suponho que te recordes que caso essa situação ocorra (rescisão por falta de pagamentos salariais) ela não é virgem em Alvalade. Basta veres quem rescindiu nessa altura e para que clubes foram. Já agora e num esforço de memória brutal, tenta também juntar quem esteve quase para rescindir e com quem tinha pré-acordo.

Mr. Shankly disse...

"Não estou a comparar processos, estou a dizer que foram pagos, ou se quiseres o clube de origem foi ressarcido dos seus direitos."

Por acaso até não. Como disse acima, o pagamento compensatório foi muito abaixo do que o Benfica teria obtido numa transferência.

A comparação com o Eusébio não faz qualquer sentido.

LMGM disse...

Mr. Shankly, qual é o valor de "teria obtido numa transferência" em euros ou escudos?

Se houve um acordo, ambas (as duas não te esqueças) as partes, concordaram com o valor. Se achavam o valor insuficiente e que tinham direito a receber mais era deixar correr o recurso...

Tens toda a razão quanto ao Eusébio. Assediaram a mãe dele para jogar ali na meia direita atrás do Torres. O sacana do puto é que também veio por engano atrás dos tremoços.