terça-feira, março 26

Galhardetes.

A troca de galhardetes à antiga já não existe. Era um momento quase poético aquele em que os capitães, respeitosamente, trocavam o símbolo dos seus clubes. Os adeptos, como eu, admiravam aquela forma de fair-play e aqueles pedaços de pano valiam quase tanto como ter uma camisola de clube.

Hoje em dia, a troca de galhardetes é outra. É de baixo nível, desrespeitosa e toca a praticamente todos os clubes.

Vem isto a propósito das declarações entre Paulo Bento e Pinto da Costa. O presidente do FCP sempre nos habituou às suas lamúrias disfarçadas de assertividade, às suas provocações disfarçadas de ironia, e às suas faltas de respeito disfarçadas de inteligência mas, neste momento, já era tempo de haver quem não se vergasse ao estilo.

Paulo Bento, faz o seu papel, mal, no meu entender. Deveria escusar-se a responder a tamanhas idiotices. Mas, parece, é mais forte do que ele. O problema é que, na minha opinião, está a cometer o mesmo erro que cometeu no Sporting: dá o corpo às balas, por tudo e por todos, desgastando-se e focando-se em assuntos pobres em vez de estar exclusivamente focado na Selecção.

Os jornalistas, os comentadores, e os responsáveis máximos da Selecção ficam calados. Por respeito. Não aquele respeito que se bebia nas trocas dos antigos galhardetes. Um outro. Demente. Lastimável. Velhaco.

Pinto da Costa está em todas, especialmente, quando sente que o controlo lhe foge das mãos. Quando as vontades não lhe são feitas. E depois chora, como um bebé mimado a quem não dão mama.

16 comentários:

Pedro disse...

Tal como a suposta zanga com Scolari esta é mais uma farsa criada pelo corrupto. Não estão nada zangados.

Tasqueiro Ultra-Copos disse...

só podia ser o luizinho a escrever esta caca de post. zangas com scolari? nah, os jogadores do porto foram retirados da seleção desde que ele chegou, mas isso foi um mero acaso. o moutinho mesmo mal fisicamente jogou os 90 minutos contra Israel. birra? nah, mero acaso os suplentes não terem entrado para o substituir. maxi pereira, cardozo e melgarejo sairam mais cedo das seleções lesionados mas este fim de semana contra o rio ave já jogam. mero acaso...

Ginha disse...

E... quando é que joga o Benfica?!?!

Peyroteo disse...

Toda a razão neste post...

Jorge Borges disse...

subscrevo quase na íntegra.
Já se sabe qual é a táctica. Quando a equipa não está bem, Pinto da Costa chama as atenções para si. Tem todos os predicados que escreves no post, mas é inteligente nesse aspecto.

Auinda faltou alguém que lhe lembrasse que há quem abra garrafas de champanhe quando a selecção perde. JVP teve oportunidade mas acobardou-se, expondo o treinador que nãos e deveria dar ao trabalho nem desviar daquilo que é importante.

Quanto à mama? isso resolve-se no calor da noite.

Off-topic - Ontem foi mesmo o centenário da AF do Porto ou uma festa de homenagem ao FC Porto? Bem, o Pedro Proença não podia faltar. Aquela associação homenageia muitos árbitros...

Haja Luz disse...

O maior corrupto do futebol português, só pode ser defendido por pessoas em que os nicks dizem tudo

Hugo disse...

Tal como o Scolari, PB entra em confronto com PC para esconder as suas debilidades e agradar à imprensa e aos adeptos dos clubes da capital.
Pelo que vou lendo, essa táctica continua a resultar

Jorge Borges disse...

Engraçado.
A culpa é sempre dos outros, o Pinto da Costa é que está certo, sempre.
Aliás, no caso actual foi o Paulo Bento que começou com as bocas e tudo...

Pelo que vou lendo, essa táctica continua a resultar...

Hugo disse...

"A culpa é sempre dos outros, o Pinto da Costa é que está certo, sempre"

Engraçado. Onde já me viste escrever isto?

Jorge Borges disse...

Lê o teu comentário anterior e vê o que indicia. Escreves de forma clara que foi o Paulo Bento que entrou em confronto com o Pinto da Costa. E é mentira.
No que diz respeito ao Paulo Bento quem despoletou tudo foi o Pinto da Costa. Ou não? Não terá sido o Pinto da Costa que arranjou uma diversão para desviar as atenções sobre a equipa do Porto?

luis disse...

Hugo, eu percebo esse complexo muito típico nos adeptos do FCP, onde o "Sul" e a "capital" ganham aura de inimigos - não estou a ser irónico, percebo mesmo o teu complexo.

"Tal como o Scolari, PB entra em confronto com PC para esconder as suas debilidades"

Entra em confronto com PC porque é incapaz de ignorar a falta de respeito e a boçalidade do presidente do teu clube.

E como não tem quem o defenda, entra em confronto.

E fá-lo apenas para defender o seu trabalho e a sua dignidade, coisa que PdC anda muito longe de saber o que é.

O resto está no post, que tu nem comentas por serem puras evidências.

Essa guerra "norte-sul" é vossa, é da vossa responsabilidade. Assumam-na e não se queixem dela.

Hugo disse...

Boa agora fiquei a saber que tenho um complexo Norte-Sul
E sim foi PC que iniciou este confronto por altura dos 90 minutos de Moutinho no Gabão.

Jorge Borges disse...

Então será melhor reformulares o teu comentário inicial. Talvez seja mais, que o Paulo bento respondeu a mais uma provocação do presidente do Porto ao seleccionadr nacional.

No Scolari "batia" porque ele desprezava os jogadores do Porto. No paulo Bento "bate" porque ele chama os jogadores do Porto.

Quem não se sente não é filho de boa gente. Como nenhum dos (muitos)dirigentes teve coragem de responder, o PB teve necessidade de se defender, e fê-lo apenas ap+os o 2º ataque (1º Gabão e depois Israel). Daí a extrapolar-se que está a tentar agradar aos clubes da capital...
Parece é que o presidente do teu clube se dá um bocado mal quando há alguém que não lhe baixa as calças.
Querias que ele desse a outra face, não? A vossa dor é que o Paulo Bento também sabe e consegue ser incisivo.

Pedro disse...

"No Scolari "batia" porque ele desprezava os jogadores do Porto!

Como???

Deu a titularidade a Deco e a Paulo Ferreira....e fez um enorme favor ao corrupto mor com o Baía.

Pulha Garcia disse...

O Paulo Bento para mim tem estado muito bem: não gosta de corruptos e está a defender o seu grupo de trabalho. Tem uma qualificação pela frente (por sinal difícil) e tem todo o direito de utilizar o João Moutinho. Não é que seja um grande treinador mas pelo menos tem direito a ter condições para trabalhar e o Moutinho é uma opção muito importante nesta altura. Vergonhoso é o silêncio do próprio presidente da Federação face a ataques quase diários ao treinador da selecção, ainda por cima infundados.

PC não era aquele que celebrava as derrotas da selecção com champanhe?

Hugo disse...

Nem sei porque me dou ao trabalho de comentar pois ja vi que este blogue se tornou num grupo de adeptos do glorioso e do manto sagrado.
Facam bom proveito e dispenso as psicanalises sobre os meus supostos complexos