domingo, março 3

Liderança confrangedora.

Mas, pelo menos, limpa.

28 comentários:

Mr. Shankly disse...

Ganhámos vantagem mas não sinto o titulo mais próximo.

luis disse...

Nem tu nem nenhum benfiquista minimamente coerente. Foda-se que aquilo doeu. 80 minutos paupérrimos, nada de nada. E não me fodam, fomos dominados e nunca tivémos o controlo do jogo. Que desilusão.

Nunca passamos uma mensagem clara de força, de garra, de querer. Desolador. Mas há que continuar a acarditar.

Pedro disse...

Confrangedora porquê?

Totalmente merecida. Temos sido a melhor equipa do campeonato. Hoje não jogámos bem mas batemo-nos como equipa pela vitória.

Mas ainda falta muito. O motivo do BM ter sido muito forte esta noite resulta daquilo que eu critico em JJ. E que ele só corrigiu com a entrada de Martins...foi tarde demais e podia ter saído muito caro.

Adiante...venha o Bordéus.

luis disse...

A liderança só aconteeceu hoje, Pedro. E foi confrangedor ver o Benfica a jogar contra o último classificado. É só a minha opinião, mas olho para o Beira-Mar e não consigo nunca pensar que estou a olhar para o Barcelona.

A vitória não foi totalmente merecida (na teoria, obviamente). O BM foi melhor, fez mais e quis mais. A vitória é fruto do acaso.

O confrangedor refere-se ao jogo de hoje, que nos deu a liderança. Não digo que a liderança em si seja imerecida (porque não o é).

Iniesta de Mundet disse...

Exibiçao miserável. Nao podemos jogar com o último classificado e ter % de posse de bola inferior a 50%. Só se salvaram os 3 pontos. Para sermos campeoes é necessário que a equipa melhore bastante.

Jorge Borges disse...

Depois de 20 minutos a um nível razoável, nãos e compreende uma queda tão grande na exibição.
Não sei se é inconsciente, se são ordens do treinador, mas o benfica ultimamente tem feito uns jogos esquisitos, completamente fora d amatriz que o treinador nos tinha habituado. Muitos passes, muits lateralizações sem qualquer objectividade. Tudo seria normal se a equipa nãos e permitisse a calafrios como tem vindo a acontecer. Uma coisa é arcar e controlar o adversário, outra, é deixar-se dominar.
Ontem, durante 70 minutos o Beira-Mar dominou.
Era contra o último. Exige-se muito mais.

J. disse...

Ganharam, é o que importa.
Só num mundo ideal, se pode pensar que se ganham os jogos todos a jogar bem. O campeonato português está fraco, mas não se pode pensar que se ganha tudo assim facilmente.

zorg disse...

Nem o Barcelona ganha os jogos todos facilmente e com boas exibições. Era importante ganhar e ganhámos. Não foi uma boa exibição, mas foi suficiente. Agora é o Bordéus.

Mr. Shankly disse...

Desculpem mas não há desculpa para a exibição de ontem. Pouparam-se os titulares na meia final da Taça da Liga para isto? É verdade que o Beira-Mar tem uma ou duas oportunidades e o Benfica umas 5, mas o risco que corremos era desnecessário.

No entanto, dou mérito ao Beira-Mar, correram que se fartaram (até darem o estouro por volta dos 70 minutos) e jogaram bem. Aliás, acho que vi 3 ou 4 jogos do Beira-Mar este ano e em todos fiquei com a ideia de que mereciam mais.

zorg disse...

O erro é achar-se que o futebol é uma ciência exacta e que os jogadores são autómatos. Não são e por isso é que as afirmações do tipo "não há desculpa para a exibição de ontem" não fazem grande sentido.

Há muitos factores que influenciam um jogo. Uns são controláveis pelas equipas técnicas e jogadores, outros não são. As melhores equipas técnicas conseguem maximizar a probabilidade de ganhar jogos e, por isso, ganham mais jogos do que as equipas técnicas menos boas. Mas, mesmo assim, mesmo os melhores também perdem jogos. Acho que foi José Mourinho que dizia que a equipa técnica pode no máximo influenciar 10% das variáveis que decidem o resultado de um jogo, ou algo assim do género.

É importante conseguir ganhar mesmo quando as coisas, por uma razão ou por outra, não estão a sair bem. Foi isso que o Benfica conseguiu fazer ontem, tal como o porto tinha conseguido contra o Rio Ave.

luis disse...

Zorg, ao contrário de muitos jogos que já fizemos esta época, estes últimos têm denotado uma equipa fragilizada defensivamente, onde o meio-campo não consegue estancar o jogo ofensivo do adversário, resultando em várias oportunidades de golo que, apenas por acaso, não deram golo.

Tem faltado rigor à equipa.

As razões? Desconheço.

Talvez cansaço, talvez motivação (muito jogos contra adversários muito mais fracos), talvez tudo junto.

Ofensivamente estamos também com algumas dificuldades. As jogadas de perigo resultam quase invariavelmente de lances individuais de Sálvio, Ola ou Gaitán.

Os lances de bola parada são um desperdício (e podem ser tão importantes nesta fase).

Contudo, vejo a equipa unida. Mas...

Pedro disse...

Shankly, desculpas não há mas há justificações e as de ontem são bem simples: O Beira Mar foi genial no aproveitamento da debilidade do nosso sistema táctico.

É nisso que JJ falha desde sempre. E não corrige.

zorg disse...

Não concordo sequer que exista um padrão diferente nos últimos jogos. Contra o Paços de Ferreira, por exemplo, o Benfica fez uma bela exibição, tanto ofensiva, como defensivamente. E foi o jogo do campeoanto anterior a este.

Quem lê algumas opiniões escritas por benfiquistas fica com a impressão que o Benfica foi dominado pelo Beira-mar e que a vitória foi fruto de um acaso. Ora, não foi nada disso que se passou. O Benfica teve dificuldades, mas criou oportunidades de golo suficientes para o justificar e a vitória é justa.

O Benfica e a sua equipa técnica trabalham para ganhar jogos. E para ganhar o maior número de jogos possível no campeonato, de forma a conseguir vencê-lo.

Não se trabalha para ganhar concursos de posse de bola, de golos marcados num só jogo, ou de maior período de tempo em que se consegue manter o adversário longe da baliza. E não há equipa nenhuma no mundo que consiga vencer um campeonato, massacrando todos os adversários. Há sempre jogos mais conseguidos que outros. O truque é conseguir ganhar e conseguir justificar a vitória, mesmo quando os jogos são menos conseguidos. Foi o que o Benfica fez ontem.

Mr. Shankly disse...

zorg, eu não digo (e fiquei com a impressão de que fiacaste com essa ideia) que a culpa é do Jesus. Em relação à caminhada no campeonato, não tenho nada a dizer: tem sido fantástica. Mas ontem jogámos mal, não sei porquê. O Beira-Mar foi melhor em quase tudo, menos no último passe. Tens razão que os campeões têm que saber ganhar estes jogos, só digo que jogámos mal e não vejo justificação para isso.

zorg disse...

O meu argumento nem sequer tinha a ver com o Jesus.

Acho é que há pessoas com uma concepção do futebol muito mais determinista do que o futebol é na realidade. Os treinadores sabem isso, (que há muitos factores que estão fora do seu controlo) e é por isso que são pragmáticos nas abordagens aos jogos.

Um adepto de futebol é parecido com um economista neo-clássico: cria um modelo matemático, define as variáveis de input desse modelo e depois espanta-se quando os resultados do modelo não correspondem à realidade. :)

Jorge Borges disse...

Zorg:
Eu compreendo o queres dizer, mas este abaixamento do Benfica, exceptuando o jogo com o Paços, já se denota há algum tempo...

luis disse...

Zorg,

claro, somos todos uns românticos e como até começámos a ver bola só há meia dúzia de anos...

Sinceramente, essa mania de meter a cabeça debaixo da areia faz-me confusão. Não jogámos um caralho, ontem. Um caralhinho. Temos uma equipa de MILHÕES. Um caralhinho.

Não se trata de dominar e encavar o último da Liga. Trata-se de exigir mais a uma equipa que entrega a possibilidade da liderança a factores que nem tu consegues objectivar.

Aliás, no ano passado dizias o mesmo, com certeza.

Assim vamos cair, garantidamente, e a mim só me espanta mesmo é haver benfiquistas que não percebem que a história se repete quase todos os anos.

Basta um daqueles manhosos do apito para encostares em Guimarães ou na Madeira, entendes? Porque a equipa não está a fazer o que deve e depois fica mais fácil para os factores do costume acabarem com o resto (e nesse campo a direcção também não faz um caralho!).

Se esta equipa fizer o mínimo, é mais fácil. E exigir o mínimo não me parece pedir muito.

zorg disse...

Luis, mas a questão é que não há equipa no mundo, por mais milhões que valha (e julgo que é pacífico que há equipas mais valiosas que a do Benfica, como por exemplo, a do porto), que consiga evitar exibições menos conseguidas. Não tem a ver com atitude, ou falta de empenho. Tem a ver com as próprias características do jogo.

É evidente que a equipa do Benfica é melhor que a do Beira-Mar e haverá com certeza jogos entre as duas equipas em que essa diferença qualitativa se traduzirá em golos, oportunidades e domínio. Mas também há circunstãncias em que a equipa mais forte terá dificuldades perante a equipa mais fraca. Isto é assim com todas as equipas do mundo!

Até o Barcelona do Guardiola - que para mim é a melhor equipa da história do futebol - teve jogos em que sentiu dificuldades perante equipas mais fracas.

Mr. Shankly disse...

zorg, eu não peço goleadas nem vitórias sequer. Podemos estar o jogo todo em cima do adversário, e se a bola vai ao poste 4 vezes, não ganhamos. Azar. O que exijo é atitude, e contra o último temos que dominar e encostá-los lá atrás. Até podemos perder esse jogo, com um contra-ataque ou um chouriço do meio da rua, mas tenho que ter a certeza de que fizemos por ganhar. Ontem fizemos por ganhar durante 15 minutos, e depois nada. Só isso. Não vi o Barcelona do Guardiola ser dominado por ninguém, desculpa lá. Perdeu jogos, campeonatos até. Mas ser dominado assim por um adversário muito inferior não vi.

E depois é o que o luis diz: parece que se repete a história (embora eu não esteja - ainda - tão pessimista como ele). Mas uma coisa é certa, ontem com um Olegário ou outro do género encostávamos.

zorg disse...

>O que exijo é atitude, e contra o último temos que dominar e encostá-los lá atrás.

É precisamente isso que eu estou a dizer que não é exigível, ou pelo menos não é exigível em todos os jogos que o Benfica faz contra equipas mais fracas. E não tem nada a ver com atitude ou falta dela.

O que se pode exigir a um candidato ao título é que faça o suficiente para ganhar em todos os jogos e ganhe a grande maioria deles. Foi isso que o Benfica fez ontem. :P

>Mas uma coisa é certa, ontem com um Olegário ou outro do género encostávamos.

A vantagem de se comprar árbitros - e é essa a principal razão de ser uma actividade tão apreciada lá mais para norte - é que é irrelevante a qualidade das equipas para o resultado final. Com um Olegário até o Barcelona pode perder com o Beira-Mar.

Jorge Borges disse...

De certeza que viste mão do Luisão? Tens uma vista do cara***-**o.

Já agora viste um lance id~entico a esse na grande área do beira-mar aos 8 minutos? Não deves ter visto...

Mr. Shankly disse...

Ó cinco, vai espalhar a tua verborreia propagandista para outra freguesia, pá. Deixa o ar aqui minimamente respirável.

zorg, eu acho que com a diferença que há devíamos dominar todos os jogos com o Beira-Mar. E normalmente fazêmo-lo. A minha única questão é que não sei porque é que desta vez não o fizemos e gostava de perceber. Tens alguma teoria?

Pulha Garcia disse...

Fizemos um mau jogo e é justo admitir que o Beira-Mar, a fazer pressing à saída da nossa grande área e a dominar o meio-campo, teve muito mérito nisso. Como é que o Beira-Mar vai em último? Jogou como gente grande, e se as equipas do Costinha vão jogar sempre assim, temos treinador. Se calhar temos até sucessor para Vítor Pereira ...

No entanto, é justo admitir:

1. Ninguém em Portugal está a jogar mais que nós. O Porto tem mais meio-campo que nós, mas um plantel muito curto, e sem Moutinho sofre no rendimento desportivo. Mesmo no jogo de ontem, que podíamos ter empatado, tivemos mais oportunidades de golo do que o contrário;

2. Já houve jogos em que merecíamos ter ganho e empatámos (Braga na Luz, Académica fora, por exemplo). Ontem na minha opinião, merecíamos ter empatado mas só vi duas ocasiões de perigo do Beira-Mar e sempre mais em insistência do que em organização.

3. Estamos perante, insisto, um grande ano de Jesus. Não somos favoritos (porque falta o jogo do Dragão) mas liderar o campeonato em Fevereiro, sem derrotas, com o melhor ataque, numa pontuação elevadíssima e num ano em que ficou privado de Javi e Witsel ... é de treinador.

Abraço desportivo

Ps Não há campeões sem sofrer ...

zorg disse...

Há muitas razões possíveis.

Há questões de forma dos jogadores. Apesar de cansaço poder ter prejudicar a forma de um jogador, isso não significa que um jogador esteja em boa forma, só porque não está cansado. Ao longo de uma época, e apesar dos esforços dos técnicos e preparadores, os jogadores vão atravessando momentos melhores e momentos piores.

Também há razões psicológicas. Havia a a pressão acrescida do porto ter perdido pontos e haver possibilidade de ficarmos isolados em primeiro. Se no início a equipa até lidou bem com isso e entrou a jogar bem, a incapacidade em fazer o segundo golo e "matar" o jogo, aliada ao crescendo do Beira-Mar, acabou por gerar algum nervosismo na segunda parte. Tivéssemos feito o 0-2 ainda na primeira parte, ou no início da segunda, e julgo que teríamos feito ainda mais um ou dois golos.

Por outro lado, o Beira-Mar está em último, mas fez um excelente jogo. Com a aproximação do final da época, as equipas que estão na luta pela manutenção vão-se tornando progressivamente mais difíceis, à medida que as chicotadas psicológicas se vão sucedendo e a pressão para conseguir pontos vai aumentando. O Jesus ontem pensou que o Beira-Mar ia cair fisicamente na segunda parte (e as subsituições que fez foram no sentido de aproveitar o espaço para fazer o segundo golo numa jogada rápida de contra-ataque e não de "equilibrar o meio campo", na minha opinião), mas isso também acabou por não se concretizar.

luis disse...

Shankly e Borges, se puderem não responder ao atrasado mental pois os comentários dele serão sempre e todos apagados, agradeço.

Jorge Borges disse...

Feito, Luis. Tens razão, a este tipo de gente mais vale não responder, mas por vezes a tentação é grande, tão clara que é a dualidade deles...

Pedro disse...

Finalmente Luis...a sério.
:)

cincoAzero disse...

clara dualidade
http://1.bp.blogspot.com/-l1FcaQ9jKGY/UTTHb_AtjAI/AAAAAAAAAHc/pC9ts51zGcw/s320/bMar+x+5lb+penalti.png
http://3.bp.blogspot.com/-G0dmTbU0FNQ/UTTHbB6FHqI/AAAAAAAAAHQ/ir6HEBZpV6o/s320/bMar+x+5lb+penalti2.png
http://1.bp.blogspot.com/-EBrH47KsPtY/USZRwoVNSlI/AAAAAAAAAFM/givGNzDL0cE/s320/5lb+x+acad+penalti5.png