segunda-feira, agosto 22

Notas Soltas

1.O Benfica tem estado bastante inconstante no inicio de época. Altera momentos de grande qualidade futebolística atacante com uma organização defensiva bastante fraca.
A explicação pode estar na falta de trabalho na pré-época (jogadores a chegarem/saírem a conta gotas), mas não só. A táctica do 4-4-2 continua a deixar a defesa bastante partida, e o ponto fraco do Benfica tem sido recuperar a posição em transições defensivas. Espero que Jorge Jesus perca a teimosia do 4-4-2 com jogadores que pouco ou nada defendem nas alas (em especial Gaitan), sobretudo em jogos fora. Dos reforços, gosto muito de Nolito, Witsel e Garay (como toda a gente aliás).

2.A selecção de sub-20 conseguiu um grande feito, que foi chegar à final do Mundial e estão todos de Parabéns. Espero que Nélson Oliveira tenha bastantes minutos esta época. Tenho a certeza que se fosse sul americano jogaria bastante, sendo tuga é mais difícil .

3.Falcao transferiu-se para o Atl. Madrid. Estranha-se que nenhum “tubarão” o tenha vindo buscar quando a cláusula era de “apenas” 30 milhões e tenha ido parar a um clube que está longe de lutar por grandes títulos (campeonato ou Champions). É dos melhores “9” do mundo e provavelmente o melhor cabeceador do futebol europeu da actualidade. Li ontem na Marca que o Atl. Madrid não vai pagar a totalidade da transferência, pois existe um fundo de investimento (com Jorge Mendes e Peter Kenyon envolvidos) que é responsável pelo pagamento de 20 Milhões. Como todos sabemos, a CMVM está sempre atenta ao que se diz na comunicação social desportiva do país vizinho (vide transferência de Roberto), por isso em breve irá obviamente pedir mais informações ao fcp.

4.Mourinho continua na sua guerra para destronar o Barça do lugar de melhor equipa do mundo, mas não está nada fácil e o treinador português sabe disso. Talvez devido a toda essa frustração mostrou todo o seu mau perder ao agredir cobardemente o adjunto de Guardiola. Demonstrou uma falta de carácter difícil de igualar e continuou a mostrar falta de coragem ao não assumir o disparate que fez. Nos últimos dias escudou-se (através do seu assessor de comunicação Eladio Paramés) com a ideia de que apenas está a defender os interesses do Real Madrid e que não tem nada que pedir desculpa (faz lembrar um pouco a história do “defender o minino”, de Scolari). Isto é obviamente um álibi muito fraco, até porque a única coisa que conseguiu com isto foi motivar os catalães (para os próximos encontros) e dar mais satisfação pela vitória a todo o mundo culé (e Mourinho sabe muito bem disso).

1 comentário:

David J. Pereira disse...

Boas!

Devo dizer que gosto imenso deste blogue!

Podem adicionar os meus aos vossos links? Eu prometo que retribuo :p

http://davidjosepereira.blogspot.com/

Saudosos cumprimentos!