domingo, janeiro 27

Deu Benfica.

Finalmente, o Benfica de Jesus venceu um jogo importante, um jogo contra um adversário directo, onde estavam mais do que três pontos em disputa.

E que bom foi ver os onze escolhidos entregarem-se à causa encarnada, como se de uma final se tratasse. A entrada foi impetuosa, violenta em talento. Salvio, primeiro, num golo de garra, de querer (o argentino é um jogador de futebol, daqueles verdadeiros), Lima depois, num golo simples, eficaz.

A primeira parte foi equilibrada, mas o Benfica foi sempre mais equipa, mais imprevisível. O Braga respondia, quase sempre sem grande perigo. O intervalo chegou e o resultado adequava-se ao que se passara em campo. Um grande jogo de futebol.

Na segunda parte, a equipa encarnada recuou, o Braga não se rendeu e o homem do apito teimava em continuar o excelente trabalho que até então havia realizado. O resultado não estava seguro, apesar de, aparentemente, o Benfica controlar o jogo.

Faltou ao Benfica ser mais objectivo na segunda parte. A troca de bola nem sempre foi bem conseguida e o Braga aproveitou para reduzir, num excelente golo de João Pedro.

No final, a vitória assenta bem à melhor equipa em campo, pese embora a boa réplica dos bracarenses.

Destaques 
Artur, com algumas boas defesas.
Jardel, com uma exibição superior à de Luisão.
Lima, sempre disponível, e com mais um importante golo.
Salvio, pelo golo mas, essencialmente, pelo desequilíbrio que provocou.
Gostei bastante de Enzo Perez. Que jogador.
Matic pareceu-me menos bem, com algumas bolas perdidas, por lentidão.

Três pontos importantíssimos conquistados. O Braga está fora da luta pelo título.

Parabéns aos jogadores e parabéns ao Jorge Jesus.

Ps: ainda bem que Cardozo não pôde jogar. Jogou Gaitán, e jogou muito bem. Mas quem ganhou mesmo foi o meio-campo benfiquista...

16 comentários:

Pedro disse...

Tb tenho essa dúvida...se Cardozo não se lesiona a táctica seria a mesma ou seria a habitual com dois avançados?

O SLB fez um jogo enorme.ENORME!!! E foi só recuar um jogador para o meio campo, para vencer essa batalha tão importante num jogo de futebol e depois, ter três jogadores da qualidade de Ola, Sálvio e Gaitan a sairem a jogar de frente para a baliza. Tivesse sido assim com o fcp e estavamos isolados na liderança. Com toda a justiça.
Resta saber se é para continuar. Se for, dificilmente não seremos campeões.

Finalmente, Jesus. Finalmente.

Mr. Shankly disse...

Não achei nada um jogo enorme do Benfica, Pedro. Entrámos bem, marcámos e passámos a gerir, bem na primeira parte e mal na 2ª. Era escusado aquele sofrimento, porque o Benfica é claramente melhor que o Braga, como se viu depois do 1-2. Estes jogos não são para gerir, são para jogar a 100% durante o tempo todo, porque o adversário é forte e pode dar a volta. Faz-se gestão de esforço é quando se está a ganhar 3-0 à meia hora a um adversário mais fraco, contra estes não.
Enfim, valeu pelos 3 pontos mas não fiquei 100% confiante. Acho que jogámos melhor com o Porto, por exemplo (mental e tacticamente). Gaitan e Salvio em grande, Ola John abaixo do habitual, Lima sempre importantíssimo. No Braga jogou muito bem o Alan (como sempre) e gostei do Eder também.

Luís Fiúza disse...

Grande Benfica apenas com um pecado: a entrada fora de tempo e fora do lugar de A. Almeida. JJ podia ter deitado tudo a perder, porquê?!
O Braga até essa substituição jogou o que o Benfica deixou, na segunda parte demorou 20 (!) minutos a chegar à baliza.
Jardel (não é dos meus preferidos) esteve demais, concordo. Luisao estará no fim do ciclo? Cada vez mais lento, o golo nasce de um passe mal feito, e Jardel sozinho no centro nada pode fazer.
Garay não jogou. Está lesionado, ou comprometido?...
Cardozo não jogou. Está lesionado, ou fora de forma?...

Pedro disse...

Shankly, acredita, foi mesmo um jogo enorme. Cheio de classe e categoria e, acima de tudo, um jogo adulto. De quem sabe que está em vantagem, num terreno difícil contra uma boa equipa. A ganhar dois zero fizemos o q tinhamos a fazer. E sempre bem. Excepto o recuo exagerado qd entrou André Almeida. E mesmo assim o golo do Braga resulta de um acaso com Jardel a não conseguir cortar a bola q tornava logo o lance inexistente ou ainda se o Melga tem acompanhado, como devia, o João Pedro.

Tasqueiro Emigrante disse...

Alguém me arranja uma repetição do lance do vermelho ao Haas?

Mr. Shankly disse...

Pedro, temos que concordar em discordar :)

Pedro disse...

:)
Concordamos que foi uma grande e importante vitória!!!

Tasqueiro Emigrante disse...

Não consigo encontrar nenhuma repetição que mostre realmente que existiu falta do Haas.

Só se vê o Lima a cair ao chão 3 metros á frente do defesa do Braga.

Ninguém conseguiu ver qualquer falta o que leva a crer que foi um erro grosseiro do árbitro numa altura em que o Braga estava por cima do Benfica e tinha oportunidades de empatar.

Filipe disse...

Adeversário directo? O Paços luta pelos mesmos objectivos do Braga, o Benfica nem por isso.

Gein disse...

Troll MO:
Eu...
"Não consigo encontrar",
logo,
"Ninguém conseguiu ver"

luis disse...

Eu ia dizer ao Tasqueiro para ir ao programa da Júlia, naquela secção em que pobres almas, desesperadas, pedem ajuda.

Grosseira é a tua falta de inteligência.

Shankly, concordo contigo, em tudo.

Pedro, o Benfica foi feliz. Não retira mérito à equipa, especialmente porque, em Braga, costuma ser infeliz e isso nunca foi razão apontada para os maus resultados.

Eu gostei bastante da primeira parte, da segunda, nem por isso.

Tasqueiro Emigrante disse...

luis,

se me conseguires arranjar uma repetição que mostre efectivamente a falta do Haas sobre o Lima apresentarei aqui as minhas desculpas.

todas as repetições que vi não mostram qualquer falta, inclusive dá a entender que o Lima tropeça nele próprio.

se foi falta era efectivamente para vermelho porque ía isolado, mas do que vi até agora nem falta existe. e até agora nenhum benfiquista disse com todas as letras que conseguiram ver um toque do Haas no Lima.

luis disse...

Não sei se o árbitro é benfiquista, mas serve?

Tasqueiro Emigrante disse...

se o árbitro é benfiquista não sei mas o Jesus este numa bela conversa particular no final do jogo.

quanto ao lance até me apresentarem uma repetição a desmentir que demonstre que foi mesmo falta vou continuar com a minha análise e interpretação.

se reparares a única repetição que existe dá para ver que o Lima tropeça no próprio pé 2 metros depois de passar pelo Haas. a acontecer falta seria antes de ele se isolar.

luis disse...

"se o árbitro é benfiquista não sei mas o Jesus este numa bela conversa particular no final do jogo"

Então é porque deve ser. Os vermelhos controlam tudo.

Nuno Dias disse...


http://www.youtube.com/watch?v=VcSx6lqxBNw

1:19.

O Lima não está a 2m do Haas, vao a correr perpendicularmente um do outro e dá a ideia (curiosamente a sporttv que tem recursos para apresentar imagens com grande grau de zoom, decidiu não fazê-lo neste lance) que o Haas toca no pé do Lima.
Não digo com 100% de certeza que é falta, mas tenho-te a dizer que se for simulação o timming do Lima foi perfeito.