quinta-feira, janeiro 17

Mais Taça de Portugal: Benfica forte demais.

Estou a adorar a atitude da equipa nesta competição e, agora, o Jamor está muito perto. Seria lindo, recordar aquele ambiente, o mesmo ambiente que vivi em 1989, frente ao Belenenses de Marinho Peres (com golaços de Chico Faria e Juanico), apesar da derrota (depois de termos clamado por Vata, que entrou para empatar).

Em Coimbra o Benfica não deu hipóteses e hoje só um Xistra muito inspirado poderia inclinar o campo. No final, ficou por escrever-se uma goleada histórica, apesar do acerto de Lima (muito bom).

Gostei da equipa no geral. Destaques positivos para Lima, claro, Luisão e Jardel, Almeida, Ola (é muito criterioso e assertivo), e Enzo (mais um óptimo jogo). Pela negativa, Cardozo (pelos golos falhados), Sálvio (compensa pela entrega, mas não chega), Melga (não me convenceu, ainda).

O resto esteve apenas razoável individualmente mas, muito bem, como equipa.

Parabéns aos jogadores e a Jesus. A equipa tem demonstrado muita personalidade e consistência contra este tipo de adversários que, afinal de contas, representam 90% dos jogos nacionais. Só falta o resto.

6 comentários:

Pedro disse...

Rumo ao Jamor.
Excelente jogo do Enorme que fez fácil um jogo que tinha tudo para ser difícil. Manter esta postura contra o Paços e Jamor será uma realidade.

Jamor. Por muito que o outro tente tirar de lá a Taça!! Jamor!!!!

LMGM disse...

O jogo acabou aos 8 minutos, se qualquer dos três grandes fizer o que lhes é minimamente exigido é muito dificil reagir.

A Académica tem principios de jogo, mas jogou contra melhores interpretes, praticamente perfeitos em campo e carregados de confiança.

Após aqueles 8 min., foi um mero treino e o sonho apagou-se.

Estive nessa final de 89 (a minha primeira final da taça), magnifico!
Marinho Peres a arrasar, Jamor, sol, publico misturado e um maravilhoso cromo duas ou três filas atrás de mim que berrar como uma louco "Mete o Vata!!!", depois do golo "Eu não dizia para meter o Vata!", e após vários falhanços do Vata "Mas porque é que este gajo meteu o cabrão do preto!!!"...

Marinho Peres a descrever a preparação para este jogo é maravilhoso, a primeira pessoa que lhe aparece pela frente ao chegar ao Jamor foi Mozer, de quem ele era grande amigo, e que descompõe de imediato para demonstrar aos seus jogadores o espirito com que tinham de ir para campo.

Dia de loucos, com o meu pai a ter de convencer três brigadas de trânsito consecutivas que a razão para ir a 100 km/h numa localidade era levar-me ao hospital por causa de um acidente que eu tinha tido a fazer surf...

Pedro disse...

Foi a minha primeira ida ao Jamor...a faixa da dizer "Mozer Fica", o corte de calcanhar do Mozer a um lance de ataque do Belém...o golo de livre, e entrada de Vata e Chico Faria. Bah! :)

Antes de começar um cromo qualquer com uma bandeira grande do sporting para em frente à bancada dos benfiquistas e começa a abanar a dita. O que se passou a seguir tem que ter bolinha vermelha no canto. Há cada maluco. :)

LMGM disse...

Juro que não levei bandeira nenhuma.

luis disse...

E também não era eu que estava à tua frente, LMGM... :)

Aquilo antes era mesmo apenas um jogo de futebol.

J. disse...

Retirarem a final do Jamor, é um crime para o nosso futebol.
Aquilo é um fartote!!!

Merecem claramente esta Taça de Portugal.
E aquele Lima....
E pensar que o meu sporting não quis dar esse dinheiro, para ir buscar mais uma promessa na Argentina