terça-feira, maio 14

Arbitragem: longe da perfeição.

Em pouco mais de 60 segundos de jogo, a equipa de arbitragem engana-se quatro vezes, sempre para o mesmo lado.

Primeiro, não marca falta sobre Garay. Depois, assinala lançamento ao contrário, acabando por marcar uma falta inexistente de Melgarejo. Para terminar, um fora-de-jogo que passa em claro, resulta num golo.

Sigam a jogada toda, aqui.

Este é um excelente exemplo da total impreparação e incapacidade técnica que alguns árbitros têm e que, todos os fins-de-semana, contribuem para falsear resultados e destruir o trabalho de equipas inteiras.

O exemplo é aleatório pois encontrei-o totalmete ao acaso e não pretende justificar o resultado do jogo em questão.

A discussão que pode surgir com o vídeo é: o erro faz parte do jogo, sempre foi assim, sempre será, porque é impossível acertar sempre, mesmo com o recurso à tecnologia. Mas, se calhar, a metodologia de treino está errada, pois este caso é sintomático disso mesmo. Não é possível, num jogo, em poucos segundos, fazer tanto disparate seguido (independentemente de ter sido sempre a favor de uma das equipas).

56 comentários:

Jorge Borges disse...

Limpinho... limpinho. ;)
Terá sido desta estratégia que Vitor Pereira falou quando disse que tinha resultado o que disse relativamente ao Benfica-Estoril? :)

Independentemente disto temos equipa para ter feito muito melhor do que fizemos. Inclusive o Melgarejo esteve pésssimo na marcação. O golo resulta de uma falha de marcação do lateral esquerdo.

luis disse...

Jorge, o golo resulta de uma sequência inenarrável de erros de arbitragem.

Em relação ao jogo, já tud foi dito e escrito.

Peyroteo disse...

Eu vejo ali dois erros. O lançamento e a falta. O Luís Leal empurra o Garay, sim, mas não altera minimamente o lance. O Artur chegaria lá sempre primeiro para o chutão.
Quanto ao fora-de-jogo, o que eu vejo é os jogadores da barreira em linha com o Licá. Basta parar o vídeo aos 2:05.
Mas tens razão no essencial do post. São erros que podem adulterar um jogo e, consequentemente, todo um campeonato.

luis disse...

"O Luís Leal empurra o Garay, sim, mas não altera minimamente o lance. O Artur chegaria lá sempre primeiro para o chutão."

Não altera o lance?! Então, seria falta a favor do Benfica e não lançamento para o Estoril. Como não altera?

Acho que cada um dos lances, isolados, passavam bem. Agora tudo junto, custa mais a perceber como é possível ser tão incompetente.

Joel Monteiro disse...

Eu só vejo um erro: o lançamento.

Neste caso, a tecnologia teria perfeitamente permitido que se evitasse este erro. Bastava uma repetição para ver que o jogador do Estoril foi o último a tocar na bola.

Compreendo o teu post mas o futebol é mesmo assim. Acho que este caso nem é um dos melhores exemplos mas contribuiu para a possível perda do campeonato do Benfica.

Joao disse...

Ahahahahahhahha!

Foda-se, tenham juízo!!!!

Peyroteo disse...

Pode não ser incompetência. Muitas vezes não é.

Médio Ofensivo disse...

Finalmente compreendi, na plenitude, o que isto significa:

“Actions always have consequences!”
― Joel Coen, A Serious Man

Nota - se procurares bem, há um lance lá pelos 12' em que o árbitro se enganou num outro lançamento de linha lateral. Também podemos extrapolar?

luis disse...

Médio, podemos sempre extrapolar, umas vezes com mais sentido do que outras.

Neste caso, o que é sintomático é a consecutiva tomada de decisões erradas por parte dos árbitros.

E por isso mesmo escrevi em cima que, isolados, estes casos seriam normais. Em sequência, já me custa a perceber.

Se não percebes isto, duvido que tenhas percebido esse grande filme que mencionas, por isso, se calhar, o melhor é não fazeres citações avulsas.

Joel, é natural que só vejas um erro. Os árbitros não viram nenhum! :)

Pedro disse...

E os 4 erros são do fiscal de linha que era quem tinha obrigação de ver a falta sobre o Garay, o lançamento, a não falta do Melga e o fora de jogo. Tudo do mesmo fiscal. Em 2 minutos...é obra.

Defendo, claramente, o uso da tecnologia mas, aqui, penso que só é plausível para o lance do golo por causa do fora de jogo que sendo no limite é sempre impossivel de o olho humano ser infalível.

Não vejo como exequível o recurso a tecnologias para saber se o lançamento lateral é a favor de A ou de B. Não vejo como isso seja possível.

Acho que o futuro passa por ter tecnologias q permitam saber se a bola saíu ou não, se passou a linha de golo ou não. Acho q isso é "fácil". Depois o árbitro, sempre que tiver dúvidas, recorrer ao vídeo e, cada equipa, ter um número definido e limitado de pedidos de visualização do vídeo. Tipo 3 por jogo.

Não é possível que jogos, resultados, competições, continuem a ser deturpadas por decisões erradas que sim são humanas mas custam muito, financeiramente e emocionalmente. Sendo possível diminuir o peso do erro só mesmo esta cambada de mafiosos que vivem na UEFA/FIFA é que se mantêm indefectíveis a defender este estado do futebol actual.

jcnaguiar disse...

por acaso foi um jogo curioso o escolhido porque podia-se ter posto o fora de jogo inexistente que deixa luis leal na cara do artur do qual ja o tinha sentado em que aparece uma linha completamente surreal do fora de jogo ou o penalty nao assinalado ao mesmo luis leal em que até o Rui Gomes da Silva com um ZOOM máximo diz que nao houve toque quando houve claramente toque.

luis disse...

jcnaguiar, honestamente, e acredita que faço um esforço, acho que pessoas como tu não têm o mínimo de sentido crítico.

Eu escrevo "Este é um excelente exemplo da total impreparação e incapacidade técnica que alguns árbitros têm e que, todos os fins-de-semana, contribuem para falsear resultados e destruir o trabalho de equipas inteiras."

"O exemplo é aleatório pois encontrei-o totalmente ao acaso e não pretende justificar o resultado do jogo em questão."

"Não é possível, num jogo, em poucos segundos, fazer tanto disparate seguido (independentemente de ter sido sempre a favor de uma das equipas)."

Por fim, o objectivo do post era receber comentários como os do Pedro, por exemplo.

Insisto, porque continuo a acreditar que consegues entender isto: esquece as equipas do vídeo, porque isso não interessa para nada.

Foca-te apenas no que interessa: na sequência de erros.

Ah, e com os exemplos (correctos) que dás, ainda reforças mais o que escrevo no post. Mas consegues perceber isso?

Foda-se que é preciso ter uma paciência.

J. disse...

Santa paciência, ainda vêm com isto?

Peyroteo disse...

Tasqueiro, esses comentários brilhantes não podiam ser condensados num só texto?

Sérgio disse...

Inicialmente eu iria escrever:

Melhor exemplo de um arbitro que erra consecutivamente em lances cruciais tivemos no SLB - SCP isso sim.

Mas depois refleti no que escreveste Luís:

"Este é um excelente exemplo da total impreparação e incapacidade técnica que alguns árbitros têm e que, todos os fins-de-semana, contribuem para falsear resultados e destruir o trabalho de equipas inteiras."

E o Capela não so estava bem preparado como se revelou-se bem capaz de adulterar o que poderia ter sido um resultado favorável ao SCP.

Mas compreendo que estejas mais preocupado com lançamentos laterais ou foras de jogo ... nunca tiveste 3 penaltis não assinalados na mesma partida de futebol.

SL,






Pedro disse...

"nunca tiveste 3 penaltis não assinalados na mesma partida de futebol."

Eu sei que não é isto que o Luis pretende discutir mas...

Penafiel - SL Benfica 2004/05

Não foram 3, foram 4 penaltys por assinalar. E todos reais.

http://www.youtube.com/watch?v=ZvuPlqacy-A

A partir dos 0:55

Os outros lances são brinde só por diversão. Quem nos dera termos "Capelas" para nos queixarmos.

Desculpa Luis.

Antonio Silva disse...

Como não podem queixar-se do Proença no Porto-Benfica há que encontrar o bode expiatório noutro árbitro qualquer. Típico.

luis disse...

Pedro, não faz mal nenhum, apesar de não ser mesmo esse o objectivo - era mais levar a conversa para o teu primeiro comentário, por exemplo.

Eu já nem lhes respondo, Pedro. Mas fico mesmo na dúvida se serão burros ou apenas palermas.

É que uma coisa é um gajo não perceber bem à primeira, mas mesmo depois de aturadas explicações continuarem sem entender, já me parece falta de tacto, de honestidade intelectual e de inteligência (além das claras dificuldades interpretativas).

Desisto, porque esta malta gosta é de chafurdar em conversas de surdos.

luis disse...

LOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLOL

Jorge Borges disse...

Ponham as camisolas do jogadores a preto e branco e todos concordarão com o que o Luis escreve.
O que o post pretende é uma análise objectiva dos lances. Não causa preplexidade tantos erros da mesma pessoa no mesmo lance? a mim causa.
Ninguém está a tentar passar a imagem que o campeonato se perdeu neste lance.

Sérgio:
fora algumas excepções, a generalidade dos adeptos de futebol dá como assente que o Sporting foi gravemente prejudicado nesse jogo. Mas agora não se pode falar de mais nada? ou quando se fala de erros tem que se falar só desse jogo?
Não me escondi nem me escondo e sempre que falar desse jogo direi o mesmo, mas nada invalida que possa falar de outros erros de arbitragem, a favor ou em desvafor do meu clube.

Objectivamente: o fiscal de linha errou ou não?

Peyroteo disse...

Mas esperavas outro tipo de comentários, Luís? :)

Antonio Silva disse...

Se o Benfica tivesse ganho o campeonato ao vencer no Dragão este post existiria?

Peyroteo disse...

Eu digo isto muitas vezes: Uma equipa de arbitragem pode influenciar um jogo, mesmo sem cometer erros graves. Seja pela marcação sistemática de pequenas faltas inexistentes ou pela amostragem de um cartão injustamente que condiciona um jogador para o resto do jogo e, não raras vezes, acaba numa expulsão por duplo amarelo.
Esses são os mal intencionados. Mas há a outra categoria de árbitros. Aqueles que falham por falta de qualidade.

luis disse...

"Mas há a outra categoria de árbitros. Aqueles que falham por falta de qualidade."

Exacto, Peyroteo. E esta arbitragem é um claro exemplo disso. Até porque como alguém lembrou, ficou um penálti por marcar para o Estoril, por exemplo.

E lá está, se falham 4 vezes seguidas, mais falharão em lances separados.

Também não sei se a tecnologia resolveria. Há muitos lances que me parecem ser extremamente mal avaliados, seja por desatenção, seja por falta de prática.

Jorge Borges disse...

Silva:
1º - o Benfica ainda não perdeu o campeonato, repito, ainda. O mais provável é que o perca, mas...
2º Porque não? os erros deixavam de ser erros?
3º Pena enésima vez, o post não tem a ver com o Benfica. tem a ver com erros pouco normais.
4º - Podes dar a tua visão sobre os lances? Só para matar a minha curiosidade.

Antonio Silva disse...

Jorge, eu não disse que o Benfica perdeu o campeonato. Só falei na possibilidade de já o ter ganho. Duas coisas distintas.

Jorge Borges disse...

A tua selectividade nos comentários faz-me rir.
Não ficas diminuido em nada. Descansa que ninguém está a pedir que digas opu reconheças que o Benfica foi prejudicado. É só para analisares a actuação do fiscal de linha.
Estes comentários não são lidos por gente importante, nem deixas de ser o portista que és. O Pinto da Costa não lê.
Podes exprimir-te à vontade.

Antonio Silva disse...

No dia em que analisarem erros dos árbitros a prejudicar o Porto será dia de festa. Não, este post não é nada sobre o Benfica. Que ideia.

Jorge Borges disse...

Já deves ter lido por aqui, e eu escrevi, que por exemplo, para falar do masi flagrante, que o Porto, foi prejudicado num jogo, salvo erro contra o Gil, apitado pelo Bruno Paixão. Não me cairam os parentes na lama, nem deixei de ser benfiquista por isso.
Queres colar este post ao Benfica é um pretexto para não te pronunciares.
A diferença é que eu não me vinculo a nenhuma cartilha. Sou livre. Digo o que penso, falo mal do presidente do meu clube, dos adeptos, dos árbitros, do que quer que seja.

Antonio Silva disse...

A tal diferença que tentas usar para te distanciares de mim só existe na tua imaginação. É o típico argumento do strawman: meter as tuas palavras na boca dos outros.

Querem discutir erros de arbitragem e escolhem um jogo onde o Benfica perdeu dois pontos, em casa, e que acabou por lhe custar a liderança e acham que somos ingénuos? Que isto não tem nada a ver com o Benfica? Não nasci ontem.

luis disse...

LOLOLOOLOLOLOOOOLOLOLOL

Jorge, mensagens subliminares, entendes? Não há limites para a demência.

Pedro disse...

Foste apanhado Luis!!!
:)

Antonio Silva disse...

Nem para o insulto, aparentemente Luís.

Jorge Borges disse...

Quando se escreve o que escrevemos por aqui...
Oh Silva podes acusar a malta de muita coisa, discordar de tudo o que escrevemos, mas não podes acusar de falta de frontalidade. Acho injusto.
Eu não preciso de expedientes desse género para dizer o que quero dizer.
Deves estar enganado no blogue. O outro é que diz que é uma coisa e age como se fosse de outra.
Se deixasses de ver o futebol como uma dicotomia Porto/Benfica ou Porto/Anti-Porto, ajudava.
Mas já vi que não vale a pena.

Peyroteo disse...

António, sinceramente não percebo essa conversa do "Querem discutir erros de arbitragem e escolhem um jogo onde o Benfica perdeu dois pontos, em casa, e que acabou por lhe custar a liderança e acham que somos ingénuos?"
Achas que o Luís ou este blog tem alguma influência junto da Liga ou algo parecido?

Mr. Shankly disse...

Luís, lamento dizer mas puseste-te a jeito. Escreveste um texto sobre arbitragem dois dias depois de termos perdido o campeonato, logo estás a dizer que o perdeste por causa do árbitro. Gostava de dizer que a culpa é de quem não sabe interpretar um texto, mas não é: é tua. Escreves há bastante tempo, já devias saber do que a casa gasta.

É o mesmo que tocar o sino e esperar que os cães percebam que desta vez não vai haver carne (não entendam esta dos cães como insulto, não é).

luis disse...

Shankly, até podia dar-te razão mas este blogue tem centenas de visitantes por dia e apenas alguns comentam.

Como deves calcular, não escrevo para uma minoria de palermas sem vida, que se limitam a grunhir e que demonstram, diariamente, que são burros que nem uma porta.

Desses alguns que comentam, uma minoria é bastante diminuída. Se me disseres que faço mal em reagir, sou forçado a concordar contigo. Contudo, sou um crente, pá. Eu acardito que é possível ensinar um urso a comer de faca e garfo!

Está difícil, mas é como amanhã: eu acardito, apesar de saer que é extremamente difícil! :)

luis disse...

E onde é que vais ver a bola?

jamsilva disse...

ó luis, se calhar podias ter pegado noutro jogo para exemplificares o que queria dizer...
digamos q é um jogo especial ou nao?

luis disse...

jamsilva,

se não critiquei o árbitro na altura do jogo (dei os parabéns ao Estoril pelo bom jogo que fizeram - está num post), se destaquei que não interessa quais são as equipas do vídeo, que esse vídeo "não pretende justificar o resultado do jogo em questão", que o título e o conteúdo do post de hoje é generalista em relação à "arbitragem", que até houve lances mal assinalados ao contrário (prejudicando o Estoril), é preciso ser muito urso para tirar as ilações que alguns tiram.

O vídeo descobri-o hoje, apenas, num blogue que já nem sei qual é onde se justificava o empate com os erros, coisa que eu em momento algum fiz.

O que é especial é o cérebro de muita gente que não entende um conteúdo básico, linear e objectivo.

Ao mesmo tempo, preocupa-me saber que existem pessoas assim e como disse anteriormente, acredito que até um urso é capaz de tocar harpa. Talvez seja esse o meu erro.

luis disse...

Mas, se quiseres, manda-me um vídeo de outro qualquer jogo e que retracte o mesmo, que eu substituo o que lá está. Foda-se!

Antonio Silva disse...

http://i.imgflip.com/1hx56.gif

Antonio Silva disse...

básico, linear e objectivo. Deves mesmo pensar que o pessoal é ingénuo. Volto a repetir: se o benfica tivesse conquistado o campeonato ao ganhar no Dragão tenho a certeza absoluta que este post não existia

luis disse...

http://media.tumblr.com/tumblr_lw7yim2A9w1qc22e2.gif

LDP disse...

Alguém me pode tirar uma dúvida?

Ontem quando eu falei em "competentes campanhas europeias" só obtive respostas sobre a Champions.

Talvez tenha sido uma ingenuidade, mas sabendo que há mais competições da uefa para lá da CL, gostaria de saber se isto representa duas coisas distintas ou é somente meter palavras na boca dos outros.

Sobre o golo em fora de jogo do Estoril, eu sei quem são os meninos(e eles também sabem quem são) que há uns anos sublinharam a palavra "roubo" quando o Benfica marcou um golo (por Saviola?) contra o porto, quando outro jogador estava sentado na linha de baliza.
Mas algumas regras devem ter mudado, porque na altura falou-se muito em "influenciar o lance sem tocar na bola" e agora já não.



JL Martins disse...

Luís, cheguei tarde a este post, que entretanto descambou para um nível que me recuso a aceitar.

Mas sim, como blogger expert que és dou-te todo o mérito pelo post.

1 ponto para ti.

PS: o que me interessa
e amanhã, por isso vou já passar para esse post.

Tasqueiro Ultra-Copos disse...

luis, o maior benfiquista aziado que até apaga comentários para não ficar ainda pior visto ahahah

luis disse...

Não te apaguei nenhum comentário, anormal. E já o escrevi inúmeras vezes, não apago nenhum comentário que me queira ofender. Ficam aí todos à vista, por mim.

Martins, é o nível exigido pela ala mais dura do sectorb32. Eu estou cá para levar com os tomates podres mas, claro, devolvo.os, sempre que posso, em dobro.

É cansativo, sim. Mas divirto-me tanto que não consigo parar.

Jorge Borges disse...

fui eu que apaguei, e vou continuar a apagar enquanto deres mau ambiente a este espaço.
Se queres ser inoportuno, malcriado, provocador ou simplesmente parvo ou estúpido, entretem-te lá no teu cantinho a falar contigo próprio enquanto trocas de nicks.
Aqui as regras são outras, e se não estás bem, vai-te embora é um favor que fazes a todos.

Antonio Silva disse...

Queres mais mau ambiente que o luis? Só neste post fartou-se de ofender todos que não concordam com ele.

Jorge Borges disse...

Silva,
continuo sem saber se concordas ou não. Ainda só fizeste ataques e suposições, declarações de intenção do Luis sobre o post. Não sabemos, e pelos vistos não saberemos.
E mais, contigo discute-se, com aqueles dois é impossível

Antonio Silva disse...

É tão importante saber a minha opinião, é?

Só é importante para poderes dizer "O Benfica foi roubado e até um portista concorda."

Quanto aos ataques, foste logo o primeiro a insinuar que eu me vinculo a uma certa cartilha.

Jorge Borges disse...

"Só é importante para poderes dizer "O Benfica foi roubado e até um portista concorda.""


Silva, penso que depois desta frase, a tua postura inviabiliza qualquer discussão. Concordas, não concordas?

luis disse...

LOLOLOLLOL

Médio Ofensivo disse...

Percebi muito bem o teu ponto de vista, e nem vou enveredar pela via que poderias ter escolhido um melhor exemplo.

Não, este exemplo serve perfeitamente para ilustrar o óbvio que descreves no post.

Outra analogia, para que se entenda a minha perspectiva:

Gopnick procura resolver seus problemas de acordo com um código ético que parece ruir a cada acontecimento do qual não tem controle.

Miguel disse...

Tal como jogadores e treinadores, há árbitros bons e maus.

Tal como jogadores bons e treinadores bons, às vezes os árbitros bons têm jogos maus.

Com isto, eu vivo bem porque nunca vai desaparecer.

A única coisa que me preocupa é erro premeditado. Isso sim, é grave!