sexta-feira, maio 24

Oficial

O negócio Porto-Monaco para a venda de Moutinho e James foi oficializado. Como já tinha sido adiantado por alguma comunicação social, o valor total das transferências chegou aos 70 milhões: James vai por 45 e Moutinho por 25.

Quer isto dizer que, entre os 25% da mais valia (3,5 milhões) e os 5% dos direitos de formação (1,25 milhões), Moutinho rende ao Sporting perto de 5 milhões de euros. Deverá ser mais ou menos isso que Pinto da Costa vai pedir por 50% de Josué :)

21 comentários:

Ricardo disse...

O Josué é do Porto?

Filipe disse...

Interessante a divisão, mais dava demasiado nas vistas, vá lá que a cláusula do Rames não era de 59 milhões.

luis disse...

25-11=14
14-comissões de alguns milhões

Depois é só fazer as contas.

Levam com o Rolando e não se fala mais nisso, pronto.

Jamez 45M? heeheheheheh

Peyroteo disse...

O Josué é jogador do Paços mas o Porto tem 50% do passe dele.

luis disse...

E do treinador, e do estádio, e do presidente, e do árbitro e dos bilhetes, e do...

Jorge Borges disse...

Não sabia que os jogadore do Porto desvalorizavam. Quanto é que o AVB dava pelo Moutinho no Verão passado?

Pena que os dirigentes do Sporting ainda não tenham percebido que o Porto só dá um presunto a quem lhe der um porco.
Está na cara que o Sporting foi enrolado.

Mauro Silva disse...

Apenas uma curiosidade: http://www.maisfutebol.iol.pt/fcporto/fc-porto-sporting-joao-moutinho-lucro-transferencia-monaco/1453195-1304.html

Engraçado que os dirigentes do Porto façam isto, Jorge Borges. Já os do Benfica andam preocupados em roubar atletas ao Sporting no futsal, andebol, atletismo e vamos a ver se fica por aqui (isto quando havia um acordo de não agressão entre os Clubes). Ele há coisas...

Sérgio disse...

Isto é o que dá fazer negócios com gente da laia do PdC ... a ser simpático diria que é um chico esperto.

Mas lá está a culpa será sempre nossa que reforçamos um concorrente direto e ainda o ajudamos a ganhar uns milhões.

Jorge,

Exatamente o meu pensamento ... Moutinho terá se desvalorizado em 10M€.

Já agora 45M€ pelo James !??? só mesmo com Russos.

SL,

Antonio Silva disse...

É, o Witsel vale mesmo 40M queres ver...

Jorge Borges disse...

Mauro:
Eu não ataco os dirigentes do Porto. Fizeram o que tinham a fazer no negócio. Negócios são mesmo assim. Cada parte deve defender o melhor possível os seus interesses. Parece que os dirigentes do Porto acautelaram os seus interesses superiormente.
Quem se devia ter acautelado eram os dirigentes do Sporting. pelos vistos não o fizeram.

Quanto ao teu 2º parágrafo, este não é o local, mas deixo a dica: o que sentiste no Verão de 93? E antes que venhas contudo para cima de mim: acho uma fiha-da-putice um clube aproveitar-se da debilidade económica de outro. Hoje é um, amanhã é o outro. Eu ainda não vejo o futebol como um negócio onde vale tudo.
Quem se riu no passado, deve hoje achar muito bem.

Peyroteo disse...

Mas o Sporting ainda vai buscar quase 5 milhões com que nem contava.

Mauro Silva disse...

Jorge Borges,

Quanto aos dirigentes do Sporting, culpa a quem os elege, que se deixam levar por quem lhes faz meia-dúzia de promessas vãs (e contra mim falo)...

Quanto ao Verão de 93, relembro-te que foi precisamente após isso que se assinou o "acordo de cavalheiros" num pacto de não-agressão mútuo. Cumprido na íntegra até há umas épocas atrás, quando o Benfica começou a surripiar atletas ao Sporting, em várias modalidades (o último foi João Silva que nem sequer se dignou a informar o própria agente). Como disse Moniz Pereira também há uns anos, "para haver acordo de cavalheiros, é preciso que haver cavalheiros". Não me ri no passado - em boa-verdade, era demasiado novo para sequer me lembrar hoje, nem me riria hoje. São golpes demasiado baixos, e que em nada beneficiam o desporto e o desportivismo. Se era por aí que queria discutir, não poderia ter encontrado pessoa mais fundamentalista...

Infelizmente, é o capitalismo quem dita as regras, não só no desporto como em tudo. Não seria problema, se os Clubes, nas pessoas que os governam, tivessem bons princípios; no entanto, anda toda a gente mais preocupada em lixar o vizinho que em fazer valer o próprio valor...

LMGM disse...

Peyroteo, e acaba por vender o jogador com uma mais valia financeira superior à do Porto...

Só falta agora venderem o Varela por, sei lá, qualquer coisa.

Tasqueiro Emigrante disse...

Ao todo e já com as comissões são 58 milhões para os cofres do Porto...agora é arranjar alternativas.

Adolfo Sapinho disse...

Estava na cara que o Sporting ia ser enrolado neste negócio. Mas esse "enrolamento" foi em 2010, não foi agora.

Portanto, já chega de tristezas à custa dele e de quem o vendeu. Vejamos os pontos positivos:

1) o Sporting recebe mais quase 5M€, o que, no total, acaba por superar a melhor proposta recebida por ele até então (15M€ do Everton)

2) Admito que com Moutinho o Sporting fosse hoje ligeiramente melhor, mas não passava disso e portanto dificilmente faria 15M€ com ele.

3) Acredito que depois desta febre russa, passageira como qualquer febre, um colosso abra os cordões à bolsa e o Sporting ainda receba mais uns patacos uma vez que tem quase a totalidade dos direitos de formação.

4) Moutinho vai passar a ter um campeonato à sua altura moral.

5) O fcp fica mais fraco.

6) Vamos deixar de o ver com aquela camisola horrível.

E certamente haverá mais. É muita coisa positiva. Hoje foi um bom dia.

SL

Sérgio disse...

Ai Tasqueiro essas contas a surripiar :)

70 =Retiras: 10% do James que não pertence ao FCP - 4,5M€

- 11M€ compra Moutinho
- 3,5M€ % do SCP
- 3,75M€ venda e recompra

Em outubro (2010) do mesmo ano, porém, a SAD comunicou à CMVM que vendeu 37,5% por 4,125 milhões de euros à Mamers B.V. Entretanto, em agosto de 2011, os portistas readquiriram 22,5% do passe de João Moutinho, por quatro milhões de euros, mas a quantia foi paga ao Soccer Invest Fund - Fundo Especial de Investimento Mobiliário Fechado, sendo que a SAD portista esclareceu, à CMVM, que era agora este o fundo detentor dos restantes 15% de João Moutinho. Agora, os dragões recuperaram a totalidade dos direitos económicos do médio português, algo que deixa um prejuízo de 3,175 milhões de euros na transação dos 37,5% vendidos em 2010.

Ficas com 46,25M€

Retiras o valor de aquisição do James

-5 M€ de compra de 90% do passe

-6,2 M€

O clube azul e branco readquiriu esta quarta-feira 35 por cento do passe do jogador colombiano ao fundo de investimento, tendo pago 8,75 milhões de euros por essa percentagem dos direitos económicos de James.

Recorde-se que, em dezembro de 2010, o FC Porto tinha alienado a mesma percentagem do passe, recebendo em troca 2,5 milhões de euros. Ou seja, teve de pagar mais 6,2 milhões do que tinha recebido.

Lucro 31M€ muito bom em qq dos casos mas cerca de metade dos 58 M€ que falas.

SL,




Tasqueiro Emigrante disse...

LOL

Daqui a pouco estamos a dizer que o pintinho ofereceu o James e o Moutinho ao magnata russo...

Pedro disse...

Sérgio,

Limpinho. A matemática não falha.

Mauro, o que entendes por "roubar" jogadores nas modalidades? O que é que o SLB está a fazer? (é uma pergunta séria, não sei o que se passa)

Mauro Silva disse...

Pedro,

A aliciar, por meios não transparentes (ou seja, sem conhecimento do Clube oposto), por meios "por outro lado", tanto que, por esses lados, João Silva assinou contrato pelo SL Benfica, sem conhecimento nem do agente nem do próprio Sporting CP, quando tinha proposta pra renovação. Qual a variável? «Sou benfiquista», disse João Silva, aquando da assinatura que traiu o próprio agente.

Nada contra o Clubismo, tudo contra a falta de princípios.

But then again, faz parte...

O aliciamento indevido é punido pelas entidades, no entanto o desportivismo deveria ser inerente a qualquer Clube.

Pedro disse...

Mas eram jogadores em fim de contrato?

Filipe disse...

O Tasqueiro tem razão, 70 tirando 5 do scp, 2 de formação do James, 4.5 do passe do James que não pertence ao FCP são 58 milhões. Disso há que tirar 10% de comissões. Essa verba é a que entra nos cofres do FCP esta época.

Os números do sérgio referem-se à mais valia. Tirando comissões dá cerca de 24 milhões.