domingo, fevereiro 12

SLB 4 Nacional 1.

Uma vitória tranquila, num jogo de sentido único, com bons lances, bom futebol, golos e cerca de 55 mil espectadores na Luz. Nos dois últimos jogos em casa para o campeonato, mas de cem mil estiveram nas bancadas. Cem mil.

Aimar foi ovacionado e já ninguém disfarça: o argentino é o novo "deus" da Luz. Witsel a lateral direito só mesmo na cabeça de Jesus. Nolito com mais duas assistências para golo, Gaitán com um lance impressionante, Cardozo ainda mais líder no top dos marcadores e Jorge Sousa com dois pénaltis mal assinalados, um para cada lado. E ainda houve Rodrigo, duas vezes. Que jogador.

Há uns tempos comparei o espanhol com Wolfs mas hoje, meses depois, não há dúvida que o maior destaque pertence ao benfiquista. Finta, remata, luta, corre e mostra uma alegria imensa (como a chama) a jogar à bola.

Matic vai ser titular na Rússia e sem ser Javi, parece-me que não será por ali que não trazemos um resultado positivo.

Entretanto, o SCP já está a 16 pontos (!) da liderança. O SCP continua o descalabro no campeonato onde não consegue derrotar nenhuma equipa do "seu" campeonato. Domingos tem muito trabalho pela frente e, definitivamente, as coisas não estão melhores.

Patrício é um guarda-redes que falha muito. Aliás, falha em demasia, mas como faz uma defesas à Moretto, a malta vai batendo palmas. Não serve para um Clube como o SCP e muito menos para a Selecção Nacional.

Voltando ao SLB, começa agora o difícil (sim, porque este Nacional é muito fraquinho) caminho para o sucesso. Próximos três jogos fora: Zenit, Guimarães e Coimbra.

22 comentários:

LC disse...

Mais uma demonstração inequívoca do poder de fogo que abunda na Catedral, Aimar não é o novo "deus", já é Deus há muito tempo, basta ser apreciador de bom futebol.

Witsel a lateral direito teve lógica, cumpriu e bem não a nível defensivo mas ofensivo e em casa com uma equipa de meio da tabela é o que se pede.

O penalti do Nacional ainda não vi, o do Benfica vi e não deixa nenhuma dúvida, é puxado ostensivamente pelo braço e não percebo porque dizes o contrário.

Rodrigo faz-me lembrar Henry, a ver vamos se continua a trabalhar e a evoluir como até aqui, no lance do 4ºgolo fiz-lhe uma vénia.

Nolito é como Gaitan, consegue tirar-me do sério e a seguir faz-me aplaudi-lo de pé.

Do Sporting não quero falar muito, só dizer que Domingosé um erro de casting e que caiu o mito Rinaudo.

os 3 jogos seguintes afiguram-se de dificuldade mas não vejo grandes diferenças dos opositores internos para este Nacional, são equipas da mesma igualha, que o Benfica entre em todos eles com a mesmo querer, raça e ambição.

PS: Amanhã um empate caia que nem ginjas ;)

dezazucr disse...

Rodrigo faz lembrar sim Ronaldo o fenómeno, o original dos seus tempos de Barcelona, até no pormenor de fintar os guarda-redes.

Pedro disse...

O penalty sobre o Cardozo é claríssimo. O monte de esterco azul só o assinalou pq estavamos a 10 minutos do fim e com 4-1 no marcador. Senão ignorava como é costume. Mais uma arbitragem à lá super dragão mas, mais uma vez, como na final da Taça da Liga, teve azar. Não foi suficiente para travar o rolo compressor. Incha palhaço, incha!!!

Grande exibição do Glorioso. Grande mesmo. Aimar é Deus. Que jogador, merece tudo. Rodrigo será o novo Fenómeno, tenha cabecinha e paciência para crescer mais um ano na Luz, onde terá jogo nas pernas para evoluir e depois sim, sair já como avançado de créditos firmados.

Não digas isso do Patrício não vão ainda se lembrat de meter o Boeck a titular. Deixa-o lá estar.. ☺. Sem Proença os ares da Madeira ficam mais complicados...

Três jogos fora, três vitórias para depois confirmarmos nos jogos em casa que se seguem!!!

CARREGA BENFICA!!!

LDP disse...

Calma rapazes. Jogàmos bem e com nota artistica alta e tal mas jogàmos contra uma equipa fraca e que teve um jogo de elevado indice fisico e mental hà poucos dias.

O caminho para o sucesso faz-se com todos os ingredientes que metemos em campo ontem. Mas atençao que o rolo compressor era aquilo que todos sabemos mas sò carimbou o titulo a menos de meia hora do final do campeonato. E o ano passado foi o que foi: quatro jornadas de massacre de modo a fazer-nos implodir e depois, enquanto cavalgàvamos para 20 vitòrias consecutivas outros ganhavam consecutivamente por 1-0 de penalty inventado. Quando se chegou à conclusao que o Benfica nao ia desistir facilmente o Dr. Xistra tratou de nos operar.

Quanto a mim, o penalty assinalado ao Emerson é apenas um prenuncio daquilo que nos espera nas pròximas semanas. Somos os melhores e merecemos tudo aquilo que conseguimos até à data neste campeonato, mas todos nòs conhecemos bem a mao invisivel que comanda os fantoches que actuam no futebol portugues.

Portanto calma, pois estamos ainda muito longe de ser campeoes.

Pedro disse...

Claro que estamos e é por isso que que se releva a importância dos próximos jogos!!!!

Jorge Borges disse...

o Benfica jogou à campeão. Não é preciso dizer muito mais.

Ontem até Gaitán jogou bem!

Nem o superdragão que tentou equilibrar o jogo, conseguiu resistir.

Luis não compares o dois penaltis. O que beneficiou o Benfica é forçado, admito. O outro simplesmente não existe. Apenas exixitiu para quele "árbitro"

@oel@ disse...

Se o mal do Sporting fosse o Patrício estávamos nós bem.

Peyroteo disse...

A verdade é que o Benfica está com dinâmica de campeão e a atravessar uma grande fase.

Ao menos o Luís é coerente nos penaltys. Já outros comentadores aqui... Quem os viu na 5ª a comentar o Nacional-Sporting e quem os vê agora...

Quanto ao Sporting, mau demais para ser verdade mas também ridícula a recepção dos adeptos no aeroporto. Domingos anda desorientado, já não sabe o que fazer, altera tudo de jogo para jogo. Pereirinha passa da bancada para a titularidade, com Schaars e Izmailov no banco. Se não podem fazer o jogo todo, é preferível jogarem de início e saírem quando já não der mais.
Patrício falha mas acerta muito mais do que falha. E se não serve para a selecção, quem jogaria no lugar dele? Eduardo? Pois...

LC disse...

"Patrício falha mas acerta muito mais do que falha."

É tipo Roberto, também acerta mais do que falha, o problema é que quando falha os pontos voam.

LC disse...

Peyroteo, os penaltis são para ser analisados em lance corrido, quem não o faz deixa de ser sério, o penalti do Cardozo é evidente, quando está a tentar chegar à bola é puxado e bem puxado pelo braço, eu estranhava era se ele a ser puxado caísse para o lado contrário como fez o Onyewu na luz, a lei da fisica é igual em todo o lado.

Peyroteo disse...

LC, e quantos pontos o Patrício já ganhou esta época e em anteriores? Não se pode ver apenas os erros. Aliás, o golo nasce de um canto que resultou de uma defesa impossível do Patrício. Se a bola tivesse entrado logo aí, ninguém falava no Patrício. E o Marítimo ia marcar mais tarde ou mais cedo.

Para mim, o lance do Cardozo é penalty. Acho estranho é considerarem este penalty e o do Insúa na Madeira não.

Peyroteo disse...

Eu até já fui um crítico do Patrício mas é tão visível o crescimento dele na baliza que não é por ou outro frango que vou questionar a qualidade.

luis disse...

Peyroteo, eu acho que o Patrício tem qualidade. Para um Nacional. Defesas boas todos os guarda-redes fazem.

Para um clube como o SCP (e SLB e FCP), um guarda-redes deve garantir pontos, sempre. Não é só quando calha.

Patrício tem debilidades técnicas evidentes e é muito lento a sair.

Eu bem sei que até o SLB foi campeão com o Quim, mas mesmo assim...

O lance do Cardozo para imm não é falta pelo simples facto que aquele puxão ter sido normal. Quem joga ou jogou à bola sabe que não é aquilo que derruba um gajo. Cardozo sentiu o braço e deixou-se cair.

Mas por mim, até falhou, por isso, siga a marinha.

LC disse...

"Acho estranho é considerarem este penalty e o do Insúa na Madeira não."

Eu disse que o penalti do Insua é indiscutivel, de certeza absoluta, até acho que foi aqui que o comparei com um penalti do Mossoró sobre o Di Maria no jogo do "so se for na playstation".

Pulha Garcia disse...

O Patrício é um bom guarda-redes e que tem evoluído muito. Agora há uma diferença entre ser um "bom guarda-redes" e ser "um grande guarda-redes" ou mesmo de classe mundial. Patrício não é mais do que um bom keeper para consumo interno e, pelo que se tem visto, para a selecção nacional (Eduardo e Quim, na minha opinião, também podiam ser opções mas estão ao mesmo nível ... falham de vez em quando, mas se o resto da equipa jogar bem dá ideia que são melhores do que o que são).

Em qualquer cenário nem os Benfiquistas, nem os Portistas quereriam o Patrício para nada ...

J. disse...

Lá está, com esta dinâmica de resultados/exibições não vale nem a pena estar a discutir jogador A ou B.
Tudo o que está ligado a um clube é mau, e o tudo o que está ligado ao outro é bom.
Agora resta estar calado, ter que ouvir certos comentários e esperar que uma equipa começe a ganhar jogos e provar depois certos pontos de vista.

Tasqueiro Emigrante disse...

Alguém me explica como é que o Nacional está na primeira liga?

Que equipa ridicula!

luis disse...

J, às vezes quase que "acardito" que fazes de propósito.

Não se pode criticar um jogador do teu clube só porque se acha mesmo que o gajo não presta?

Epá, o Quim era do SLB quando fomos campeões há dois anos, e não foi por isso que passei a considerá-lo um GR para o SLB.

Não tem a ver com ganhar e perder, tem a ver com aquilo que tu consideras ou não ser um bom jogador. Independentemente da cor da camisola.

Mas fica prometido: quandco o SCP começar a vencer, eu passo a dizer bem do Patrício. Só para provar um (o teu) ponto de vista.

Miguel disse...

O Patrício é claramente o melhor guarda redes português.

luis disse...

Pois não os conheço a todos. De qalquer maneira, não estavamos a discutir nacionalidades, Miguel.

Pulha Garcia disse...

Concordamos nesse ponto, J. Neste momento a dinâmica de resultados do Sporting é tão fraca que é difícil avaliar jogadores individualmente. Eu podia dar-te exemplos de jogadores do meu clube que sempre achei óptimos jogadores mas que na fase em que estiveram no Benfica passaram "despercebidos" aos Benfiquistas: Gaston Taument, Scott Minto, Donizette, Brian Dean, etc ... é que é preciso não esquecer que foram colegas de equipa de gajos como o Mark Pembridge e não de Aimar, Nolito, Gaitan, Witsel, Javi, etc ...

Dito isto, mantenho que o Rui Patrício é bom, tem evoluído (tomara muitos Polgas desta vida ...) mas não é um "jogador chave". Um jogador chave nessa posição, é por exemplo o Artur. Bastava não ter tirado o golo quase certo do Elias - ninguém lhe levava a mal se aquela bola tivesse entrado - para o Benfica neste momento não estar a liderar a competição. Lá está: é a diferença entre um "keeper muito bom" e um Rui Patrício, apenas bom (pelo menos nesta altura da sua carreira).

J. disse...

Lá esta, estar hoje a comparar jogadores em equipas em estados totalmente diferentes dá nisto.
Mas nem vale a pena opinar como disse antes:
"Lá está, com esta dinâmica de resultados/exibições não vale nem a pena estar a discutir jogador A ou B.
Tudo o que está ligado a um clube é mau, e o tudo o que está ligado ao outro é bom.
Agora resta estar calado, ter que ouvir certos comentários e esperar que uma equipa começe a ganhar jogos e provar depois certos pontos de vista."