terça-feira, setembro 27

É possível ficar-se deprimido com uma vitória do nosso clube? É.

De uma coisa podemos ter a certeza: é impossível o SLB ficar fora da Liga Europa.

Apesar da vitória, não há como estar satisfeito. Foi a atitude, foi a qualidade de jogo, foi o Emerson. Mau demais.

Valeu Bruno César (continua a somar pontos) e Artur.

Há qualquer coisa de errado quando uma equipa como o SLB joga sem vontade nenhuma contra um grupo de rapazes que, por acaso, jogam à bola e, ainda assim, quase empatam o jogo.

O empate do MU veio complicar as contas mas, ou os jogadores mudam de atitude no próximo jogo ou podem esquecer o segundo lugar.

Uma coisa é jogar mal porque as coisas não saem bem. Outra, completamente diferente, é não querer jogar, sequer.

Outra coisa, Emerson é muito mau. Não consigo compreender como é possível dizer-se que o brasileiro "é muito forte defensivamente". Muito forte? Alguém me ajuda, nesta?

Três pontos, é verdade, mas conquistados sem brilho, sem arte, sem prazer algum. E atenção, porque este Otelul Galati é, provavelmente, a pior equipa que vi jogar na Liga dos Campeões.

PS: Marco, vi o lance, finalmente. Para mim, há um "chega para lá" perfeitamente escusado mas nunca merecedor de cartão vermelho.

23 comentários:

Pedro disse...

luis, acho que nunca discordei tanto de ti.


Acho que jogámos bem. Tivemos atitude e não vi a falta de vontade q falas. Não concordo mesmo nada com isso. Acho sim q falhámos demasiado no ultimo terço do campo, na zona decisiva ou por passes estupidos ou decisões erradas ou remates sem nexo ou à figura. Jogámos qb para vencer por 3 ou 4. O q torna irritante ter que sofrer no final.

É claro que na Champions falhando tanto assim arriscamo-nos a levar um balde de água fria. Na Suiça temos q ser mais certeiros.

Tb não concordo com o q dizes de Emerson. Não estou ainda convencido mas chega perfeitamente para este tipo de adversário. Controlou sempre o seu flanco e foi bastante activo no ataque. Apenas lhe aponto os maus cruzamentos q faz.

luis disse...

Pelo fim: Emerson falhou muitas vezes, uma delas, à entrada da área, deu oportunidade de golo ao adversário. Além disso, nem proteger a bola sabe.

"este tipo de adversário" lamento, mas só voltas a ter igual na segunda volta. Até o Beira-Mar joga (bem) melhor.

Não vi isso que tu viste, de modo algum. Não consigo dizer bem de nenhum jogador à excepção do Bruno, do Gaitán e do Artur (e do Rodrigo, um pouco).

Jogámos bem? Epá, acho que foi a pior exibição da época. :)

Jorge Borges disse...

Eu estou de acordo com o Luis. mesmo com todas as desculpas que possam dar, é preciso jogar mais que aquilo.
Os jogadores entiram que não precisavam de mais para ganhar, e estiveram perto do empate.
Temos que pontual na Suiça e ganhar na Luz ao Basileia.

Pedro disse...

Eu acho que se têm entrado mais duas ou três bolas (como era quase obrigatório) tinha sido uma exibição perfeita!!!! ☺

Pedro Alves Pereira disse...

A falta de chama desta equipa está directamente relacionado com o facto de JJ não ser um bom gestor de pessoas e não ter a capacidade de motivar os jogadores.
E isso vê-se na forma como os jogadores estão em campo e a falta de espírito guerreiro...

Pedro Alves Pereira disse...

Não fosse a qualidade dos jogadores que constituem este plantel e as excelentes soluções que temos no banco, esta época seria o reflexo da anterior. No entanto, a qualidade técnica não é tudo e isso vê-se em jogos como o de hoje em que a motivação e a entrega não estava lá... E estamos a falar da Champions...

Tiago disse...

Nem tanto ao mar (luis) nem tanto à terra (pedro)...
Não esteve bem, particularmente no ultimo passe, no entanto não podemos esquecer que esta equipa, sendo fraca, fechou-se lá atrás até aos 80 minutos de jogo, mesmo estando a perder desde perto do intervalo.

Já sobre o Emerson, discordo completamente do luis. Acho mesmo que foi dos jogadores com maior atitude, e está a surpreender-me pela positiva.

Cumps.

Rui Moreira disse...

"Chega para lá" é como quem diz, na minha terra chama-se "pontapé nos tomates"! :))))

Marco Morais disse...

Luís, o Mccarthy tentou que o Rui Jorge se chegasse para lá com o cotovelo e levou 3 jogos. =)

É tudo uma questão de intensidade e de intencionalidade.

Se o Cardozo acerta com o cotovelo em alguém, não teve intenção. Se faz o movimento com o pé para agredir é um chega para lá nunca merecedor de cartão vermelho. Se um dia cuspir para alguém, foi porque alguém se meteu na frente.

E andaram toda a semana a falar no Manuel Queiroz. Irra! Nunca mais falem de tal pessoa...

Mr. Shankly disse...

Não posso estar de acordo. A equipa geriu o resultado, e o Otelul não tem uma oportunidade digna de registo. O ano passado criticavam o Jesus porque não geria e atacava sempre, este ano quando geriu (e bem) é um palerma.
Emerson, para cúmulo, jogou bem. Quem esteve abaixo do exigível foi o Saviola, e o Cardozo na finalização.
O Otelul é fraco? É. O Maccabi também era e viemos de lá com 3 no bolso. E atacámos bem mais que ontem.
A única nota negativa de ontem foi mesmo o empate do Basel em Old Trafford.

Peyroteo disse...

Marco, essa conversa do McCarthy é absurda, uma vez que foi a 4ª suspensão do McCarthy no campeonato dessa época!
Foi expulso frente ao Boavista (jornada 11) por socar o Milhazes, levou 2 jogos.
Na jornada 17 levou um sumaríssimo por uma agressão que escapou ao árbitro no Académica-Porto. Levou 2 dois jogos de suspensão, o Porto recorreu, o que permitiu jogar com o Leiria na jornada 18. Nesse jogo é novamente expulso por acumulação de amarelos. Ou seja cumpriu 3 jogos de suspensão (2+1).
E contra o Sporting deu uma cotovelada no Rui Jorge e levou 3 jogos, que era o mínimo dos mínimos para alguém com este historial de reincidência.

Quanto ao Benfica, não vi o jogo mas parece-me daqueles casos em que sabiam que, mais tarde ou mais cedo, ganhariam o jogo e o esforço foi pouco ou nenhum.

luis disse...

A equipa fez um péssimo jogo de futebol, contra uma equipa miserável. Esta é a minha premissa.

O Otelul tem uma bola que só não entrou por sorte.

Acho que não se devem gerir resultados de 1-0 contra equipas de merda.

No ano passado não me lembro disso de acusarem JJ de não gerir resultados. Quais?

Bem, eu só vejo o Emerson a fazer asneiras, a perder bolas, a falhar passes. Deve ser da minha TV.

Zita disse...

Querem à força que o Emerson seja o Fábio Coentrão... Não é, ponto.
Tirando a falha no tal lançe (único) de quase golo do hotel galáctico e os centros de que o Pedro falou até cumpriu.
O gaitán é que faz com cada passe que é meio golo.
Saviola está a baixar no seu rendimento.

Zita

luis disse...

Marco, quando me vires aqui defender uma agressão, faz um post a chamar-me atrasado mental.

Eu, assim como muitos outros, adeptos do SLB, FCP e SCP, não considero aquilo uma agressão.

Não é comparável com o lance do James, por muito que o repitas :P

luis disse...

Não Zita, a mim bastava-me um lateral que acompanhasse o nível geral da equipa.

Metralha disse...

http://videos.sapo.pt/JPdTjSh0tqq2zo6zRcSm

Cotovelada transformada em chega para lá. Não é por se repetir muitas vezes que se torna verdade Marco.

luis disse...

O Marco não estava querer dizer que o lance do Benny não foi agressão. Estava era a dizer que se o do Cardozo não foi, então o do Benny também não o seria (é óbvio que ele considera os dois lances como agressão).

Tasqueiro Emigrante disse...

Como é possivel o Benfica a 20 minutos do fim só jogar para o Artur pontapear a bola? Contra esta equipa? Que nem 3 passes sabe fazer? Mau Demais!

Mr. Shankly disse...

luis, o Benfica teve sempre a bola. A primeira parte foi sofrível, mas na segunda temos várias hipóteses de marcar. Acho que se tentou o equilíbrio entre tentar fazer o segundo e não sofrer calafrios.
Os jogos em que se acusou Jesus de não gerir foram, por exemplo, os da Champions fora, ou o de Barcelos este ano.
Em relação ao Emerson, ou é da tua TV ou é da minha :). Fiquei muito apreensivo com as primeiras exibições dele, mas ontem pareceu-me esclarecido e calmo, embora não tenha sido brilhante como era Coentrão. Mas isso é algo que temos que nos habituar: um jogador daqueles passa pelo lugar uma vez cada dez anos.

luis disse...

"luis, o Benfica teve sempre a bola. A primeira parte foi sofrível, mas na segunda temos várias hipóteses de marcar. Acho que se tentou o equilíbrio entre tentar fazer o segundo e não sofrer calafrios."

Os outros rapazes eram fraquissímos. Não eram um Gil Vocente. Esta é a principal questão. :)

No ano passado não tivemos nada para gerir. Só se estás a falar dos 0-0 iniciais.

Bem sei que Coentrão não há outro. Mas em relação ao Emerson, acho mesmo que não tem estaleca e que está ao nível de um Miguelito.

É distraído, displicente, desconcentrado, pouco rápido e nada incisivo. Qualidades? Foi campeão em França, signifique isso o que significar (mas é o argumento de peso da sua contratação).

Mr. Shankly disse...

"Os outros rapazes eram fraquissímos. Não eram um Gil Vocente. Esta é a principal questão. :)"

Parecem fracos, de facto. Mas são campeões romenos. O que não me diz muito, confesso.

LC disse...

Marco, então tu pedes dualidade de critérios num jogo que o Hulk dá um encosto de cabeca ao Maxi (agressão pelas tuas palavras) e o Cardozo não é expulso?

És ridículo.

Marco Morais disse...

Eu não pedi dualidade alguma... nem acho que isso se possa pedir.

A dualidade que falei é a do critério dos adeptos e não dos árbitros. Aliás se eu tivesse alguma dualidade de critérios não teria considerado o lance do Hulk como de agressão. Mas eu sei que isso é difícil entenderes. Até porque o vosso cérebro deve andar confuso com o que é uma agressão. Claro que vestida de vermelho nunca será, mas isso já o meu post, todos os comentários, e ainda mais estes (o teu incluído) prova.

Claro que sou ridículo, se não achas que alguma vez te responderia?