sexta-feira, setembro 21

Caro Sá

Escrevo-te na qualidade de pai e amigo.

Ainda não percebeste que a equipa, ao contrário do que dizes, está amorfa em campo? Dizes que não pode haver pressão alta quando a equipa está desequilibrada no campo. Eu pergunto se não viste o ponta de lança na expectativa sem atacar os centrais? Ou quando se dava ao trabalho de mexer o rabo e pressionar, o resto da equipa estava 10 metros atrás. Se no SLB até aquele preguiçoso do Cardozo começa a pressão, não entendo porque no Sporting ela não existe.

Espero que percebas que, contra a esmagadora maioria das equipas, esta atitude de jogar na expectativa não resulta. Falas em 25 minutos de qualidade ontem. Eu pergunto quantos remates e quantas oportunidades foram construídas nesse período. Será o Basileia algum colosso do futebol?

Pára de envergonhar a malta a dizer que o plantel está fortíssimo quando não andamos a jogar nada à bola contra adversários fraquinhos. Repara que uma derrota no FCP coloca definitivamente a equipa afastada dos primeiros lugares à 6ª jornada. Que discurso terás a seguir?

Mais importante do que os jogadores que escolhes é a táctica e a forma de jogar que não são consistentes com uma equipa ganhadora. É  a minha opinião, vale o que vale. Mas neste momento são poucos os que de comportam como tu te comportavas quando eras titular do Sporting.

7 comentários:

J. disse...

Acho que não é só uma questão de atitude ou de correr mais.
Sinceramente acho que deve haver uma confusão táctica tal, que os jogadores se sentem um pouco perdidos em campo quando têm que atacar.
O problema do Sporting é criar um caudal ofensivo suficiente para marcar golos. E isso não se consegue só com correr mais.
É preciso um sistema que aproveite a características dos jogadores que entram em campo.
E é isso que Sá está a demorar tempo a perceber.
Se no ano passado marcamos menos 20 golos que um braga, algo estavamos a fazer de muito mau. E este ano está a ser a mesma coisa.

Pedro disse...

Vocês vão ganhar no Dragão.

Peyroteo disse...

Mesmo assim, acho que foi dado um pequeno passo na direcção certa com a colocação do Izmailov a 10. E a verdade é que o russo colocou várias bolas para os laterais cruzarem perto da linha de fundo. Mas é preciso que cheguem mais jogadores para finalizar. Não podemos esperar que o Wolfswinkel resolva tudo. Elias tem de finalizar melhor.

Arlindo Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
J. disse...

Sim, esse Elias parece que ficou especialista em mandar bolas para a bancada....
Enfim,neste momento também há pouca gente que se aproveite!!!

Tasqueiro Emigrante disse...

"Pedro disse...

Vocês vão ganhar no Dragão.
☺"


Claro que sim...


Arlindo Tavares disse...

O ano passado, na minha cabeça, via uma lógica para a forma de jogar do SCP de Sá Pinto. Uma equipa com dois centrais como Polga e Capitão América não podia pressionar alto porque estes dois não tinham velocidade. Para além disso, era uma forma de diminuir o risco e, ao poucos, dar bases e confiança à equipa.

Mas ao ver a equipa este ano percebo que não percebo nada de futebol. A coisa continua e o Sá Pinto é treinador e eu estou aqui a escrever num bloque.