domingo, abril 27

Benfica

Hoje voltamos a ser Benfica. Enquanto o Benfica teve 11 o Porto ainda causou perigo. A partir da entrada do Garay foi posse apenas. Completamente inconsequente.

O Benfica arregaçou as mangas, foi humilde e o sentido de entreajuda fez metade do serviço. A inoperância do adversário fez o resto. Nem quero imaginar se não tivéssemos que jogar na quinta-feira! Nos penaltis foi uma lotaria. Calhou-nos a sorte.

Marco Ferreira provou que é o melhor árbitro português, de muito longe, mesmo com alguns erros, nomeadamente no capítulo disciplinar (Danilo vinha para a rua depois das duas chapadas nas costas do Garay). Só espero que não comecem a dizer que os árbitros expulsam jogadores do Benfica apenas para prejudicar o Porto.

Uma palavra ainda para Luis Castro e a honestidade no flash-interview. Elevação. Dá a cara por uma culpa que não tem e não procura desculpas. Não é normal naquele clube depois de uma derrota. Talvez por isso é que ele não serve para o Porto.

Acaba por se fazer justiça de certa forma. O Porto não merecia ter jogado esta meia-final. E só o fez porque há um Herculano Lima na FPF.

Adenda: o que escreveria o homem do excel se no lugar do Jackson estivesse o Óscar "raquítico" Cardozo?

24 comentários:

Pedro disse...

Enormes!!

Merecemos tanto, mas tanto isto...e nem quero imaginar se quinta feira nos corre bem. Tb merecemos isso.

Tão bom, tão lindo. Benfica é isto. Que orgulho. Somos Benfica.

Tasqueiro Ultra-Copos disse...

Só merecia lá estar quem ganhou em campo e não fora dele.
Luís Castro um senhor no futebol, pena que me parece que fique só até ao final desta época.
Antes de falares da palmada do Danilo fala do pontapé que o Garay lhe deu nos pés nesse lance, não vejam só os que vos interessa!
Steven bem expulso para mal do Porto, falhanços do Jackson, autocarro estacionado(sem estar a criticar) e o jogo acabou aí. Tempo a passar, o Porto a engonhar até chegar aos penalties e serem (previsivelmente digo eu) batidos.
Sim o árbitro fez uma exibição boa, já a tinha feito na meia final para a taça de portugal, é o melhor neste momento.
Passou a equipa que não mereceu passar essa é que é a verdade, essa e o Porto não jogar nada tb.

Mike Portugal disse...

O SLB (JJ) deu uma lição tatica ao FCP (Luis Castro). No entanto houve 3 oportunidades escandalosas de golo perdidas pelo FCP na 1ª parte e 1 na 2ª.

O SLB teve a sua unica oportunidade no lance em que um jogador do FCP perde a bola e a equipa fica descompensada e Ivan Cavaleiro trata de desperdiçar já dentro da grande área.

Vamos ver que tipo de luta é que o Rio Ave poderá dar ao SLB nas finais.

Ace-XXI disse...

O resultado não me surpreende já tinha escrito a seguir a Vitória em Nápoles que o Porto já ficar afastado de todos os objectivos pelo simples facto de não jogar nada! Tem bons jogadores mas colectivamente não exiatem.

Fiquei surpreendido pela postura ultra defendiva e pela pouca qualidade do futebol apresentado pelo benfjca, percebo a alegria dos adeptos pelo resultado mas a verdade é que foi de longe a pJor exibição da época e das piores que me lembro destes últimos anos, mas verdade seja dita a sorte não pode sorrir sempre aos mesmos e hoje virou-Se o Porto provou 1 pouco do veneno que tem servido nestas últimas épocas ao Benfica.

Hugo disse...

Como sempre o Jorge nao resiste a mandar uma bicada ao Porto. Tanto ressabiamento

J. disse...

Sem querer ser demasiado simplista, mas que diferença deve ser jogar com Moutinho, Lucho e James ou Herrera, Defour e Quaresma.
Acho que depois os resultados estao á vista...

Pedro disse...

"Fiquei surpreendido pela postura ultra defendiva"

Com menos um e um 11 de segunda linha querias o quê? Jogar de peito aberto?

Luís Fiúza disse...

Jardel a surpreender dentro e fora de campo, a flash intervew foi 5 estrelas.
Benfica a mostrar quem manda, mais uma vez.
E com 10 jogadores, a maioria suplentes.
A humilhação suprema dos corruptos.

J. disse...

Isso dos autocarros é cá uma conversa....Principalmente depois de ter visto o jogo do Real Madrid e do Chelsea a semana passada.

Assim de repente, acho que começamos a ver a equipa que se prepara para dominar o futebol portugues nos próximos anos.
Hoje em dia é bem possivel acreditar que o Benfica vai fazer o triplete em Portugal. E ainda falta ver o que vai acontecer na Liga Europa...
E depois, acho que ainda ng falou nisso. Mas tb o Benfica lidera em Juniores, Juvenis e Iniciados.
No final da época, pode haver um cenário de hegemonia completamente inédito em Portugal.
Que horror, meu Deus!!!

Á atençao dos rivais!

Jorge Borges disse...

Ace,
A postura ultra defensiva deve-se ao facto de termos ficado a jogar com 10, e tinhamos em campo 7/8 jogadores que não são habituais titulares, e o jogo ser na casa do adversário. Não era possível mais.

Enquanto foi 11 contra 11, dividimos o jogo.

Hugo:
Não é bicada ao Porto, disse-o na altura e limitei-me a repetir.

luis disse...

Ace, também não estou a perceber o que querias. Uma equipa secundária, a jogar com menos um, com o calendário carregadíssimo (para alguns dos titulares que jogaram), em casa do principal adversário que conta com um ascendente psicológico nestes jogos.

Não jogámos bem? Jogámos bastante bem, dadas as condicionantes. Defensivamente, a partir da entrada do Garay, fomos quase perfeitos, e era nessa componente do jogo que tinhamos de o ser.

Ofensivamente era complicado fazer mais.

E com certeza que houve jogos bem piores do Benfica, a menos que os tenhas visto a todos.

Se havia jogo em que só o resultado interessava, dadas as especificidades que o envolveram, era este.

Ace-XXI disse...

Bem o simples comentário provocou uma onda de indignação...

O Benfica de ontem nao é assim tão diferente do Benfica que jogou na taça de Portugal em que banalizou o Porto, ontem puseram o autocarro em frente a baliza e nem sequer tentaram fazer um contra ataque e isto foi assim com 11 e com 10 apenas se acentou a tendência. Acho que o Benfica esta época já demonstrou que consegue fazer mais e melhor mesmo com estas condicionantes.

Em relação a hegemonias e a ciclos de vitórias nunca vi nenhum apenas com 1 campeonato... Recordo-me bem que essa era a nossa conversa quando fomos campeões com Jardel ( e não voltamos a vencer) e vocês quando venceram com JJ tb disseram o mesmo e depois viram o Porto fazer a festa 3 vezes seguidas.

Em relação a formação estão de parabéns por terem aumentado a qualidade mas enquanto a aposta continuar a ser próxima de 0 a verdade é que podem vencer todos os títulos das camadas jovens que não terão qqr benefício disso até porque os títulos estão longe de ser o mais importante nas camadas jovens.

luis disse...

Indignação? Eu já não sei como escrever, pá. Estou tranquilíssimo e apenas quis discutir o assunto contigo, sem indignações.

"O Benfica de ontem nao é assim tão diferente do Benfica que jogou na taça de Portugal em que banalizou o Porto"

Artur, Maxi, Garay, Sálvio, Enzo, Gaita e Rodrigo. É muito diferente, Ace.

Para além disso, temos de ver que Amorim e Gomes, Jardel e Steven, Cavaleiro, Sulejmani e Cardozo não fizeram jogos em conjunto (são jogadores que têm entrado na equipa individualmente).

As diferenças não acabam aqui. São competições diferentes, uma bem mais importante (TP) e o primeiro foi jogado na Luz, perante 60 mil benfiquistas.

Mais: entretanto houve Olhanense, copos e festa e, na passada Quinta-Feira, Juventus.

Mais do que o cansaço de alguns, o foco não é o mesmo.

E apesar disto tudo, estamos na Final.

luis disse...

Em realção às hegemonias, estou 100% de acordo contigo. É preciso uma óbvia continuidade que não se tem com apenas uma época.

Jorge Borges disse...

Ace,
Também não me senti indignado. Na boa, pá. Se passei a imagem de indignação, peço desculpa, não era isso que queria transmitir.
Apenas discordei de ti e apresentei os meuis argumentos.
Subscrevo o anterior comentário do Luis relativamente a este jogo e ao jogo da Taça de Portugal.


Quanto a hegemonias e fins de ciclo, já escrevi noutra altura algo que vai no mesmo sentido do que escreveste. Concordo na íntegra.

relativamente às apostas na formação, estamos também em sintonia

J. disse...

Se o Benfica limpar tudo este ano, ie, campeonato, taça Portugal/Liga, mais os titulos das camadas jovens atrevo-me a dizer que é um ano impar no futebol português.
Nao sei se houve algum dia, algum clube que teve o mesmo feito, mas este possivel acontecimento por si só é já uma primeira prova dessa possivel hegemonia.

É claro que o futuro falará por si.
Há-que ver que Sporting teremos no proximo ano com a Champions e as dificuldades financeiras que teremos em compor um plantel preparado para as diferentes exigencias.
Dps tb ver como o Porto vai sair deste annus horriblis.

Mas há uma coisa que me preocupa neste Benfica.
Estao com aquela dinamica que jogue um ou outro naquele grupo de 15/16 jogadores e o resultado é sempre uma equipa extremamente competitiva.

Pedro disse...

Se o J. fala em hegemonia benfiquista deixem-no falar. :)

Ace, não foi indignação, foi mesmo espanto por teres criticado a postura defensiva do Benfica no contexto do jogo de ontem.

Ace-XXI disse...

Fico contente por não haver indignação lol é na boa!

Pedro, não era a postura que eu estava a criticar mas sim os elogios que hoje todos fazem a essa postura, o Benfica começou o jogo com 11 e mesmo aí deu para perceber que não estava a jogar "á Benfica" mas aí até podemos dar merito ao Porto por estar a colocar uma intensidade no seu jogo que eu ainda não tinha visto esta época mas na 2 parte o Porto voltou ao nível que tem apresentado e o Benfica abdicou de jogar a bola.

Este foi o jogo que eu vi, no entanto percebo a vossa "euforia" a verdade é que vencer no Dragão seja em que contexto for é extremamente difícil e o que fica para a história é a vossa Vitória.

luis disse...

O FCP entrou bem e até à expulsão mandou no jogo, como lhe competia. Volto a referir que o Benfica jogou com uma equipa pouco ou nada mesmo entrosada. Isso foi visível nas falhas de Steven, mas não só.

Com a expulsão a equipa teve que se juntar e Garay trouxe a qualidade que faltava.

Defensivamente fizemos um excelente jogo com 10. O FCP não criou perigo. Acho que ninguém enalteceu o jogo do Benfica do ponto de vista ofensivo, até por que foi inexistente.

E é mesmo como referes: vencer ali é sempre complicado e o que conta mais é o resultado.

Jorge Borges disse...

É isso.
O benfica ofensivamente não existiu e como tal nem sequer se pode falar disso.
Defensivamente esteve bem (quase irrepreensível) depois da expulsão.
O que eu quis transmitir é que das as circunstâncias não era exigível muito mais.
penso que os elogios dirigidos ao Benfica vão no sentido de ir ao Dragão, desfalcado, defrontar o melhor 11 do Porto, ficar reduzido, e ainda assim não ter perdido.

LDP disse...

Mas o Mangala bem que tento equilibrar o número de jogadores de parte a parte. O árbitro é que não foi na cantiga...

Tasqueiro Ultra-Copos disse...

Sinceramente não vos percebo ou armam-se em parvos ou então só vêm mesmo o que querem. Falam do mangala no lance com o cavaleiro que primeiro corta a bola depois atinge-o na coxa. Suleimani fez igual no inicio, cortou na bola mas depois foi com os pitões ao pés do quaresma que teve que ser assistido. Disso já não falam. Danilo dá palmada nas costas do garay depois deste o ter pontapeado. Vejam BEM as imagens e não sejam hipócritas ok

Pedro disse...

LOL

Peyroteo disse...

O Benfica foi ao Porto jogar com uma equipa de segunda linha, jogou com 10 durante 60 minutos e saiu de lá com uma vitória e mais uma final.
Ou seja, tudo correu na perfeição para o Benfica. Noutros tempos, isto seria impossível.
Se fosse o Sporting nesta situação, eu, como adepto, não podia ficar mais satisfeito e nada teria a apontar à estratégia e ao futebol praticado.