segunda-feira, abril 1

Uma vitória caída do céu!!!

Sendo sinceros, talvez hoje o Sporting não merecesse ganhar. Entrámos bem, marcámos cedo, e mostrámos sempre mais futebol que o Braga na primeira parte. No entanto, o Sporting ainda tem várias fragilidades. E não há maneira de ganharmos um jogo sem sofrer. E a segunda parte, tirando o tiro de Wolfs ao poste, o Sporting praticamente não existiu.

Defensivamente, damos demasiadas abébias. Joãozinho, ao contrário do que Jesualdo pensa, não é jogador para o Sporting. Não ataca mal, mas defende pessimamente. Dier a meio campo é perder um bom central e ter apenas um médio razoável. E é precisamente no meio campo que o Sporting tem mais opções. Rojo a central não dá segurança.

Ao contrário, Cédric que para mim está a ser injustiçado pelos adeptos pelo mau início de época, esteve hoje muito bem, como já tem estado bem nos últimos jogos.

No meio campo para a frente, destacaram-se André Martins (que pézinhos!!!) e Wolfs... se já nos custa marcar golos e somos dos piores ataques do campeonato, imagino o que vai ser o Sporting sem o Wolfs. Um negócio incompreensível!!!

Por fim, umas palavras para Bruno de Carvalho. Fica já claro o que vai ser o Sporting do Bruno de Carvalho. Atitude, emoção, apoio total à equipa, palavras polémicas... mas pode ser esta uma forma de levantar o Sporting animicamente, não sei. Só acho que convém escolher melhor os momentos e as ocasiões para ter umas declarações daquelas. Um jogo das equipa B, ainda que seja contra o Benfica, não é claramente a oportunidade de fazer uma destas guerras. Já temos tido más experiências com a arbitragem sempre que utilizamos este tipo de discurso e talvez tenhamos já visto hoje em Braga uma certa retaliação corporativa...

37 comentários:

luis disse...

Eu acho que a vitória foi justa.

É verdade que o Braga teve mais jogo ofensivo mas tomou quase sempre as piores opções.

O Sporting é o que se sabe, defensivamente muito fraco. Valeu hoje algumas boas jogadas que Wolfs não desperdiçou.

Mas o Sporting, com 10, mostrou organização e espírito de equipa. Muito importante.

Martins é excelente, já o escrevi várias vezes.

Mossoró e Custódio podiam vir para o Benfica. Davam jeito, não seriam muito caros e ainda jogam uns anos a bom nível.

Bruno de Carvalho escolheu bem o timing, como sempre, berram contra o Benfica, mesmo num jogo que não interessa a ninguém. É verdade que o segundo vermelho foi bastante forçado mas... enfim.

Espero, e digo-o sem ironia, que o vosso presidente se manifeste sempre assim, e não apenas quando do outro lado está o Benfica. Faz-vos falta um presidente que se preocupe exclusivamente com o clube e não com o Benfica.

Quanto ao Jorge Sousa, acho que fez uma exibição razoável, não me lembro de nenhuma má decisão em lance importante.

J. disse...

Epá, já não há paciência para ter que ouvir Benfica sempre que se fale no Sporting. E dps somos nós que andamos smp obcecados com o Benfica...nem vou continuar com a conversa pq já sei onde isto vai dar.

Em relação ao discurso do Bdc, é fácil de ver para onde vai. Já hoje num desses programas de Tv de uma das pessoas mais próximas de BdC, já se viu o mm discurso em relação ao jogo de hoje.

J. disse...

Em relação ao que dizes no que toca aos temas da bola, acho que o Sporting com 10 pôs os jogadores no sitio certo. Rojo a Defesa esquerdo e Dier a central. Foi logo outra coisa.

Não acho que que Mossoró nem Custódio faziam falta ao Benfica. Bastava apenas que dessem mais atenção a um David Simão ou Miguel Rosa por exemplo...

Jorge Borges disse...

J.
Subscrevo totalmente o teu último parágrafo do comentário anterior.

Não vi o jogo do Sporting e como tal não posso falar. Ainda assim ganhar em Braga não é fácil e não é para todos.

Então o gajo vai embora e faz logo um hat-trick?

Sérgio disse...

Luís,

Viste o mesmo jogo que eu !?

"Quanto ao Jorge Sousa, acho que fez uma exibição razoável, não me lembro de nenhuma má decisão em lance importante."

Razoavel?!, não marca penalti contra o Braga no lance do Capel, é certo que o jogador toca em primeira isntancia na bola só que a mesma fica jogável não fosse depois o derrube do defesa ao mesmo Capel, penalti indiscutível.

E a expulsão do Joãozinho !??? meu deus que o filho da puta do Ex- Super Dragão não queira marcar penalti tudo bem agora expulsar um jogador com 2º amarelo num lance daqueles revela muita má fé ... mas claro que para ti e para muitos isto afinal de contas é normalíssimo ora fodace é conta o SCP aquela equipa do meio de tabela.

Espero sinceramente que tenhas muitas arbitragens razoáveis como ontem pelos vistos nós tivemos e quero vos ver a ganhar os jogos como ontem tivemos a sorte de o conseguir.

SL,

Pedro disse...

O Peseiro...lolol...só rir. Só rir mesmo..

Peyroteo disse...

Wolfswinkel, que jogador!! E André Martins também, claro.

Quanto às declarações do Bruno de Carvalho, ele não é apenas presidente da equipa principal. E acho bem que se manifeste se sentiu que foi prejudicado, seja em futebol ou curling.

Peyroteo disse...

Quanto ao árbitro, o lance do Capel é penalty escandaloso.

luis disse...

Sergio, em primeiro lugar, e o mais importante de tudo: acalma-te. Se estás assim às 8 da manhã, imagino ao fim do dia. Daz-te mal. Isto é só bola (acho eu).

"Razoavel?!, não marca penalti contra o Braga no lance do Capel, é certo que o jogador toca em primeira isntancia na bola só que a mesma fica jogável não fosse depois o derrube do defesa ao mesmo Capel, penalti indiscutível."

Na minha opinião não existe penálti porque o defesa corta a bola e só depois se dá o natural contacto.

Se me mostrares a regra onde se esclarece a teoria que defendes, força. Mas agora, por favor, responde-me.

"E a expulsão do Joãozinho !??? meu deus que o filho da puta do Ex- Super Dragão não queira marcar penalti tudo bem agora expulsar um jogador com 2º amarelo num lance daqueles revela muita má fé"

O Joãozinho simulou uma falta. Simulou, no caso em concreto, um penálti. Viu o segundo amarelo, totalmente justificado. Qual é a tua dúvida neste caso mesmo?

O árbitro não quis marcar penálti? Mas aquilo não foi penálti, foi simulação. Não percebo o teu critério.

Na Luz, o Cardozo levou amarelo num lance idêntico, no último jogo.

"mas claro que para ti e para muitos isto afinal de contas é normalíssimo ora fodace é conta o SCP aquela equipa do meio de tabela."

Esse complexo de inferioridade tem de desaparecer. Torna-se impossível discutir bola contigo assim. É ridículo.

Ah, e antes que me esqueça, houve um lance na área do Sporting igual ao que no ano passado deu penálti contra o Benfica naquele mesmo estádio. Na altura deves ter vindo para aqui "gritar" que o árbitro se enganou, deduzo. Eu, pelo contrário, defendi que o penálti foi bem assinalado.

"Espero sinceramente que tenhas muitas arbitragens razoáveis como ontem pelos vistos nós tivemos e quero vos ver a ganhar os jogos como ontem tivemos a sorte de o conseguir."

Enfim, Jorge Sousa já prejudicou bastantes vezes o Benfica, acho que nem é preciso dizer mais nada.

Em Alvalade, na primeira volta, o Salvador fartou-se de berrar, deve ter sido prejudicado, digo eu.

Sérgio disse...

Luís,

Eu estou calmo imagina se tivesse perdido :).

""Razoavel?!, não marca penalti contra o Braga no lance do Capel, é certo que o jogador toca em primeira isntancia na bola só que a mesma fica jogável não fosse depois o derrube do defesa ao mesmo Capel, penalti indiscutível."

"Na minha opinião não existe penálti porque o defesa corta a bola e só depois se dá o natural contacto."

O contato natural que apelidas assim com tanta ligeireza chama-se falta já que o derrube é claro com ou sem intenção.

Em relação do lance do Joãozinho existe contato a existir simulação, não é grosseira expulsar um jogador com 2º amarelo num lance daqueles revela má fé, ouve diversas faltinhas marcadas a favor do Braga onde o contato foi muito menos evidente.

Relativamente ao jogo do SLB do ano passado ao contrário de ti eu acho que a regra é clara - o lance seria penalti se o Jogador do SCP jogasse a bola com a mão de FORMA DELIBERADA o que não foi o caso.

Bola na mão é penalti, infelizmente no nosso campeonato quando os passarocos se lembram ou que de jeito qualquer..

E sim o Braga foi prejudicado em Alvalade no lance do golo salvo erro, foi uma arbitragem "razoável".

SL,





luis disse...

"O contato natural que apelidas assim com tanta ligeireza chama-se falta já que o derrube é claro com ou sem intenção."

Mas antes cortou a bola, acho que isso faz toda a diferença não?

O que tu dizes é que a bola ficou jogável para o Capel, e daí dever-se assinalar a falta (deixando de interessar o corte na bola). Esta regra é que eu queria ler mas já vi que não vou ter sorte.

"Em relação do lance do Joãozinho existe contato a existir simulação, não é grosseira expulsar um jogador com 2º amarelo num lance daqueles revela má fé, ouve diversas faltinhas marcadas a favor do Braga onde o contato foi muito menos evidente."

Epá, o jogador do Sporting mandou-se para o chão ostensivamente, basta ter olhos na cara.

Quanto ao Capel: O contacto é natural porque, na minha opinião, o jogador tenta cortar a bola como primeira acção. Não me parece que tenha tentado travar em falta o Capel.

Bom, mas se o Braga foi prejudicado num golo, então a arbitragem foi má. Eu apenas considero uma arbitragem razoável quando, na minha opinião, os lances mais importantes foram bem analisados, como aconteceu ontem.

Sérgio disse...

"O que tu dizes é que a bola ficou jogável para o Capel, e daí dever-se assinalar a falta (deixando de interessar o corte na bola). Esta regra é que eu queria ler mas já vi que não vou ter sorte."

Chama-se a regra do bom senso Luís.

Temos opiniões distintas sobre os diversos lances.

"Epá, o jogador do Sporting mandou-se para o chão ostensivamente, basta ter olhos na cara. "

Eu até tenho vantagem para além dos olhos tenho lentes ... e não palas.

SL,

luis disse...

Eu também tenho lentes, vê lá tu. E palas têm os burros, e eu não sou burro.

Eu acho que tu estás a confundir a conversa, Sérgio, em relação ao Capel.

Se a bola não ficasse jogável, não era falta?

É que, para mim, independentemente da bola ter ficado jogável ou não (nem sequer sei se ficou, estou apenas a confiar no que dizes), o defesa do Braga pretendeu cortar apenas a bola (o que conseguiu) sendo que apenas no seguimento do gesto anterior acabou por provocar a queda do espanhol.

Já tu, parece-me, defendes que houve falta, independentemente do defesa ter cortado a bola antes, e independente da bola ter ficado jogável ou não. Porque, ou há falta ou não há falta. O que é isso da bola jogável?

No lance que expulsou o jogador do Guimarães (por falta sobre Melgarejo), na jornada passada, defendi o mesmo, que o jogador foi mal expulso, pois tocou primeiro na bola, e só depois no jogador.

Até houve esta conversa da bola ter ficado ou não jogável mas sinceramente, apesar de até poder fazer um certo sentido, penso que não se aplica.


J. disse...

O Sporting foi claramente prejudicado e isto não vai ficar por aqui.
Alertei no post que sempre que utilizamos este tipo de discurso temos sempre depois uma retaliação cooperativa.
BdC chegou agora ao futebol e cedo vai perceber isso. Agora resta saber qual é melhor maneira de defender o clube e como se vai considerar a Associação de Arbitragem.

Se é para mandar bujardas para o ar, qdo o resultado nao nos é favorável, fazendo o mesmo que os outros, então acho que aqui BdC inova muito pouco

Pedro disse...

"O que tu dizes é que a bola ficou jogável para o Capel, e daí dever-se assinalar a falta (deixando de interessar o corte na bola). Esta regra é que eu queria ler mas já vi que não vou ter sorte."

Luis, aqui estás errado. O que as regras devem dizer, não estou para lá ir cuscar, é que o derrube é falta. Foi isso que aconteceu. Há o corte na bola mas tb há um derrube. Resta definir se esse derrube é falta e é quando a bola fica jogável. É igual ao lance que deu a expulsão do jogador do Guimarães por falta sobre o Melgarejo. Há corte da bola mas esta continua jogável e o Melga teria continuado a jogada mas foi impedido de o fazer por ter sido derrubado. Logo há falta.

luis disse...

Nunca ouvi falar nisso da bola jogável. Mas se a regra é essa, então estou errado. Só gostava que me dissessem qual é a regra que diz isso.

Sempre ouvi dizer que o "jogador toca primeiro na bola" para justificar que o derrube posterior não é faltoso (independentemente da bola ficar jogável ou não, o que pode ser bem difícil de se perceber no imediato).

Obviamente que nem sempre. Há casos em que o jogador "por acaso" toca primeiro na bola. No lance de ontem parece-me que o jogador só teve a intenção de cortar a bola, sendo o posterior contacto inevitável.

luis disse...

No lance do Melgarejo a bola saíu pela linha de fundo, ficou jogável aonde?

Pedro disse...

Saíu pela linha de fundo pq o Melga foi derrubado, senão não tinha saído. É essa a questão.
:)

luis disse...

Por acaso vi os últimos 35 minutos do jogo agora ao almoço e continuo a achar que o Joãozinho foi bem expulso (faz-se ao penálti) e que o lance do Capel é um corte intencional e depois acaba por tocar no pé do espanhol. Sempre vi estas faltas não serem assinaladas.

No jogo de ontem vi também um empurrão claro do Rojo, num lance em que o jogador do Braga ia disputar a bola com o Patrício (à entrada da áriea, portanto). Não foi assinalada falta nenhuma.

Contudo, num jogo super emotivo, onde os jogadores deram tudo (os do Braga também), é um erro sem influência, um erro de avaliação.

Pedro, vi o lance e duvido que o Melga chegasse àquela bola...

zorg disse...

Eu também acho que o Joãozinho foi bem expulso. Faz-se ao penalty e isso deve ser punido com amarelo.

zorg disse...

Já agora, discordo quando se diz que a segunda parte foi do Braga. Acho que o Sporting esteve bem organizado na segunda parte, marcou um golo e ainda lhe pertenceu a melhor oportunidade de marcar outro. O Braga teve bola, mas não conseguiu criar grande perigo.

J. disse...

Lá estão vocês. As análises aos lançes não pode só depender da cor da camisola.
O jogador corta a bola, mas não o suficiente para a tirar a Capel, depois derruba o espanhol originando uma falta.
Joãozinho é tocado na área. Talvez não seja suficiente para o penalty,mas para considerar simulação!?

O Braga já na primeira parte, pouco fez para marcar os 2 golos, contudo chegou ao intervalo com um 2 a 2.
Na segunda parte, tivessem tido outra eficácia e ganhavam o jogo na boa.
Curiosamente só se equilibrou com o Sporting a jogar com 10. Rojo a defesa esquerdo e Dier a central foram a base, a meu ver, desse equilibrio.

zorg disse...

J., não tem a ver com cor clubística. A minha opinião é que o Joãozinho simula claramente a falta e, por isso, o amarelo é bem mostrado. Até me parece que é um lance relativamente claro.

Não vi o lance sobre o Capel e, por isso, não posso opinar. Agora o do Joãozinho parece-me bem ajuízado.

luis disse...

Zorg, mas repara que o argumento é excelente (o das cores). Dá para todos, e tu próprio podes utilizá-lo contra quem diz que o Joãozinho não simulou. :)

E estou de acordo contigo quando dizes que o lance é relativamente claro.

Miguel disse...

O cepo fez o melhor jogo no Sporting....

O Joãozinho não é futebolista, é agricultor.

luis disse...

:D

J. disse...

Até no jornal A Bola consideraram o lançe como injusto vejam lá.
Fosse um Gaitán, ou um desses que está a ser a cair na área, queria ver....
Mas enfim,uma conversa que não interessa para nada.

LMGM disse...

O que gostei mais foi do silêncio dos comentadores após a repetição do lance do Capel, mais um bocadito e dava para ir à casa de banho e voltar sem se ouvir um piu.

Depois, a custo, lá reconheceram que foi penalty. Fizeste lá falta Luis!

Sobre o lance do Joãozinho, só ainda não consegui perceber como é que ele conseguia evitar o contacto com o defesa do Braga. Talvez saltando por cima dele, mas seria nos olhos do boi do apito simulação na mesma portanto a regra manteve-se. Jogador do Sporting que cai na área ou se olha para o céu ou é simulação.

zorg disse...

No futebol, o contacto não é proibido. E, na minha opinião, o Joãozinho não caiu devido ao contacto com o jogador do Braga, caiu porque se mandou para o chão quando percebeu que estava dentro da área e podia "cavar" um penalty, como se tornou moda dizer. Se fosse o Gaitán, a minha opinião seria a mesma.

LMGM disse...

Zorg, exactamente, e o defesa do Braga não esticou a perna porque vinha lá o Joãozinho, teve uma comichão súbita na virilha e depois não se lembrou de tirar a perna...

Sérgio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sérgio disse...

Jorge Coroado: «Capel foi autenticamente varrido pelo adversário num lance merecedor de castigo máximo, só que o árbitro assim não entendeu.»

Pedro Henriques: «Edelrson toca inicialmente na bola, mas, acto contínuo, fá-lo também num pé de Capel, acabando por derrubar o jogador do Sporting. Infracção de difícil análise em movimento rápido, mas passível de grande penalidade.»

José Leirós: «Edelrson, consecutivamente, toca na bola, que não sai da zona, e rasteira e derruba Capel, impedindo-o de recuperar o lance e a bola. Grande penalidade por assinalar.»

(opiniões hoje expressas no Tribunal d' O Jogo)


Oh Luís já visto os 3 falam em penalti, como disseste e bem palas têm os burros.

SL,

luis disse...

Oh Sérgio,

Palha - consiste num subproduto vegetal de algumas gramíneas, sobretudo cereais que, após desidradatas, são usadas em indústria ou como forragem animal.

Em alguns estados brasileiros, palha é uma gíria para designar algo fácil, ruim ou com pouca aceitação. A expressão fogo-de-palha em alguns lugares do Brasil, pode significar algo que acaba rápido, que é mentira ou momentâneo. Exemplos: "Fulano está com fogo-de-palha pra criar um blog"; "Samantha gostava de Maurete Leoa: era fogo-de-palha, agora já está com fogo-de-palha para a esquecer".

LMGM, que choradeira que vai praí. O Miguel até diz que o Joãozinho é agricultor. E ele bem que tentou cavar um penálti, mas deu batatas, olha. :)

Sérgio disse...

Oh Luís Palhas plural sff.

És demasiado rasteirinho para me ofenderes, mas reconheço que me fazes rir :).



luis disse...

É isso, Sérgio, tu chamas-me burro, eu falo em palha (que é o que os burros comem) e eu sou rasteirinho.

Não sei porque perco tempo com estas conversas, deve ser uma perturbação a nível cerebral de que padeço.

De qualquer maneira, admiro a forma como tu, depois de voltares a descer o nível da conversa (coisa que eu não fiz em momento algum), pretendes sair como ofendido.

Em relação ao assunto, não percebo como é que uma opinião (a minha), que ainda por cima foi dada com argumentos (certos ou errados), significa que eu sou burro.

É um estilo de argumentação de uma criança de 5 anos.

Esse exemplo que deste do OJogo é simplista, sabes porquê?

Porque eu estava muito mais interessado em discutir honestamente os lances contigo mas tu foste sempre incapaz de perceber (ou aceitar) isso.

Não sei porquê, deve ser por ser benfiquista. Mas isso revela pequenez, que sempre me pareceu não teres.

Eu também tenho internet. E li o Jornal Record e vi a apreciação que fizeram ao árbitro.

No lance do Capel, falam em dúvida. No lance do Joãozinho, dizem que o árbitro esteve bem. E, espanta-te, dizem que o Braga foi prejudicado num penálti aos 50 minutos (lance que penso eu ter referido anteriormente mas que tu olimpicamente ignoraste, como outras coisas, aliás).

E agora, quererás falar do que vem no Record? Ou não serve, porque não atesta o que defendes?

É por isso que acho que aquilo que postaste do Jogo é palha. Assim como será a do Record (que tu não deves ter lido).

Seria bem melhor que continuasses a fazer valer o teu ponto de vista sobre um lance, do que chamares-me de burro com um copy-paste do Jogo, entendes?

Posto isto, perdeste este jogo e fizeste uma lamentável figura de totó (diverte-te com esta ofensa).

Sérgio disse...

Ok Luís,

Vou passar a ler mais o Record e vou me esforçar para na próxima troca de argumentos não fazer figura de tótó!!!

SL,

zorg disse...

LMGM, não interessa porque é que o defesa do Braga esticou a perna. O que interessa é que o contacto com o Joãozinho não foi, nem de perto nem de longe, a razão pela qual o Joãozinho caiu.

O Joãozinho caiu porque se mandou para o chão, a tentar simular um penalty. E, por isso, levou amarelo. E bem!