sábado, março 24

Coerência

Depois de uma semana a tentar passar a imagem que os impedimento dos jogadores do Olhanense foram tudo menos inocentes e que não há coincidências, eis que o(s) pseudo "mais esperto(s) de todos" fica(m) indignado(s) com o facto do Benfica também, usando do argumento deles, achar que a expulsão do Aimar é uma artimanha para o impedir de jogar nos próximos e importantes embates!

Coerência, é o mínimo que se pede. Mas também não se espera. A esperteza, saloia, dá para tudo. Falam do alto da sua pseudo-intelectualidade superior, mas acabam por ser tão ou mais básicos que aqueles que, permanentemente, tentam humilhar e ridicularizar.

Para que conste, e para quem não leu nas caixas de comentários abaixo, para mim a expulsão do argentino é uma decisão acertada, ou, no mínimo, aceitando-se que resulta de uma disputa de bola, e o movimento do Aimar como involuntário (?), não se deve considerar um erro do árbitro, atendendo à imagem que o lance sugere.

30 comentários:

João disse...

Como é que podes achar que um choque fortuito, resultante do impacto que houve entre os 2 jogadores e a bola, é motivo para um cartão vermelho?

Na primeira parte houve uma jogada parecida, na medida em que houve um pé na coxa, entre o Jander(?) e o Javi. Nem foi falta!

No entanto um choque fortuito e que não foi de forma alguma intencional é motivo para cartão vermelho, para um dos jogadores mais correctos que jogam neste pântano que é o futebol português.

Certo.

Jorge Borges disse...

João:
a isso já respondi abaixo. Não estou assim tão certo que não tenha havido intencionalidade.

Mas o post não sobre a discussão do lance...

luis disse...

"Na primeira parte houve uma jogada parecida, na medida em que houve um pé na coxa, entre o Jander(?) e o Javi. Nem foi falta!"

Foquei esse lance no meu post. Foi igual.

Ninguém comentou, ninguém o viu.

Pedro Almeida disse...

A culpa foi do árbitro!

Benfica 3º lugar

Vieira ganha as próximas eleições com 90%

Jesus continua mais 3 anos

A culpa foi do árbitro!

Pedro disse...

No lance da expulsão só há uma coisa que nos podemos queixar: Maurício. Será que não devia ter sido expulso tb?

João disse...

Jorge, o que é acontece quando 2 jogadores rematam em simultâneo na bola, com direcções opostas? Exacto, o que houve ali foi intencional.

A culpa não foi do arbitro, mas que não ajudou, isso é certo. Já vem sendo hábito que decidam, sempre, para o mesmo lado. Porque é que o Mauricio pode agir como agiu? Porque é que vale cortar a bola com o braço na área (Toy) sem que seja motivo para penalty? Porque é que vale pontapear jogadores da equipa adversária (Jander) sem que se seja expulso?

No fundo a culpa é o Benfica que perdeu 10 pontos em 18 possíveis. Pouco importa o que aconteceu nesses 6 jogos, o que importa é que se conseguiu, mais uma vez, fabricar um campeão, com as artimanhas do costume.

Jorge Borges disse...

João:
Não percebeste o que eu escrevi.
Disse que não estou seguro que não tivesse havido intenção, ou seja, também não estou seguro que houve intenção.
A mão do Toy? se defendo que o Cardozo não fez penalti contra o Porto, não posso defender que o braço do Toy é penalti.
Não me parece que o árbitro tivesse estado assim tão mal ontem que mereça atitudes tão críticas.
Os erros de ontem são daqueles que classifico como normais num jogo. Admito, posso estar a ser ingénuo...

O que não invalida que noutros jogos o Benfica não tivesse sido prejudicado ou que houvesse uma dualidade de critérios.

Pereirinha disse...

Falam da arbitragem...caros benfiquistas julgo que deveriam estar mais preocupados com o fraco rendimento evidenciado pela equipa...

LC disse...

Pereirinha, és tu quem têm meia europa atrás?

Isso é assédio.

O Benfica empatou por culpa própria, o árbitro ajuizou um lance rápido, eu ajuizaria da mesma forma, nas repetições só nós temos acesso deu para perceber que não foi intencional, mas o árbitro não as viu.

Não há penalti nenhum do Toy, aquilo não é penalti aqui nem na china, no máximo há uma falta no mesmo lance sobre o Javi Garcia que é agarrado e empurrado pelo Maurício, mas na confusão é quase imperceptível porque a bola não está ali.

LDP disse...

E continuamos sem falar da agressão a Cardozo na área do olhanense no início do jogo, meus amigos...

Não é á toa que a repetição só foi dada uma vez e com uma câmara (muito pouco) lenta.

Procuremos as imagens porque de ingénuos não temos nada...e como disse o João "eles conseguiram"...

LDP disse...

PS: A mão do Toy não é penalty, obviamente. Mas um outro jogador dominou a bola claramente com o braço á beira da área, descaindo mesmo para onde normalmente o Cardozo é mortífero. Foi assinalado o livre? O que é que acham?

Jorge Borges disse...

LDP:
eu sou dos primeiros a falar dos árbitros e a dizer que não pretam, que duvido muito de coincidências e tudo o mais que nós benfiquistas nos vimos queixando. Mas sinceramente, acho que a arbitragem de ontem não merece ser criticada. Lapsos há em todos os jogos...

LDP disse...

Concordo em absoluto, Jorge. Não só com este, mas com a maior parte dos comentários que tens feito ultimamente. Mas são demasiados lapsos. O Olhanense mastigou o jogo até mais não e o árbitro protegeu quem perdia tempo em vez de optar por querer um jogo escorreito.

Eu continuo a insistir na cotovelada que o Cardozzo levou no peito (ou no pescoço?) ainda nos primeiros minutos de jogo. Por alguma razão só mostraram a repetição uma vez...Não quero desculpar-me com nada, mas é imperativo saber que se o árbitro assinala o que deve nesse lance o jogo não mais seria o mesmo e hoje estariamos ainda a um ponto dos bandidos.

Mas repito a conclusão do João, depois de jogo após jogo, desde Guimarães até hoje a meterem-nos cimento nos pés hoje, finalmente jogaram-nos da ponte.
O ano passado foi logo ao início, e este ano foi na parte mais delicada da época. Mas a nossa dose chegou. Eles conseguiram.

João disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João disse...

Jorge, o meu problema não é que não se tenha marcado penalty no lance do Toy, o meu problema é a dualidade de critérios que existe na avaliação dos lances em prejuízo do Benfica.

Pereirinha disse...

LC,

concordo com a tua avaliação...

LC disse...

LDP,

esse lance sobre o Cardozo é tão descarado que quase ninguém se apercebeu.

Mas tu insistes e o teu argumento segue para o que mata cada vez mais o futebol, as repetições e os vários ângulos da mesma.

Para mim o que me interessa é o lance corrido e a posição do árbitro ou dos assistentes, só assim posso avaliar o que eles viram e como viram, tudo o resto é fantochada da grossa.

Ainda o lance do fora de jogo que deu o 3º golo ao Porto na luz, o que me incomodou não foi ter dado golo, foi o assistente nunca ter visto nenhum dos jogadores em posição legal e mesmo assim não ter feito sinalética ao seu chefe de equipa, é impossível que tenha tido alguma dúvida, ontem nada me escandalizou, achei uma bela arbitragem e não me regulo por replays.

LDP disse...

LC,
parece que nos esquecemos sempre que um àrbitro anda ali para aplicar as regras. E se sao eles que tiraram nao sei quantos cursos e treinam hà anos para poder faze-lo deviam julgar os lances independentemente de estes serem descarados ou nao!
E de serem dificeis de ajuizar ou nao. Porque senao eu, tu, a minha avò, ou os vizinhos do 5° esquerdo tambèm poderìamos pegar em apitos e dizer que somos àrbitros.

O que mata cada vez mais o futebol nao sao as repetiçoes.
O que mata o futebol é teres presidentes de clubes a receberem àrbitros em casa. E a continuarem a ser presidentes desses clubes e esses clubes continuarem a competir ao mais alto nivel.
A regra deveria ser somente uma: quem subverte a lei é afastado.

Os valores desportivos desde a Grécia antiga regem-se por ganhar dentro do campo. Em qualquer competiçao. Ser mais ràpido, mais forte, mais alto, mais inteligente...dentro do campo!

Em Portugal nao. Recordo que a Juventus desceu de divisao porque o seu secretàrio para o futebol (nao o presidente) telefonou a vàrios observadores de àrbitros para dizer "para a semana quero um que me ajude, ok"? Enquanto que ao mesmo tempo, através de um jornalista amigo que era apresentador de um programa desportivo, pressionava os àrbitros obrigando este a fazer anàlises negativas aos jogos. Os arbitros percebiam a mensagem subliminar em directo na tv e na semana a seguir a Juve, a bem ou a mal, ganhava...

O que mata o futebol nao é eu ou outros acharmos estranho uma agressao ao Cardozo na àrea nao merecer mais do que uma repetiçao...

Mas o polvo faz bem o seu trabalho. Melhor do que ver o Benfica sem conseguir ganhar mais titulos, é ver muitos benfiquistas duvidarem da sua equipa.

és dos que dizem que a culpa é do Jesus? Se o Saviola marca aquele golo no ultimo segundo, a responsabilidade seria dele, porque lançou no jogo o homem que resolveu.
Em vez, tivemos uma arbitragem inteligente e com um propòsito claro. A responsabilidade? Continua a ser do Jesus, claro!

Pedro Almeida disse...

É o que eu digo, enquanto existirem árbitros, a culpa nunca será do treinador, nunca será do presidente, nunca será dos jogadores.
Não importa se são bons, se são competentes, não importa se não aprendem com os erros, não importa se desperdiçam uma vantagem confortável no campeonato, não importa se apoiam para cargos que mandam efectivamente no futebol os mesmos de sempre, não importa o desnorte e a falta de vontade.
Se a equipa perde, é por causa do árbitro.
Se a equipa ganha, é apesar do árbitro.
E assim se perpetuam os de sempre, nem alternativas haverá, porque a competência não é para aqui chamada.
Apenas e só uma coisa interessa, o árbitro.

Pedro Almeida disse...

ps: os adeptos acríticos são os melhores amigos de presidentes e treinadores incompetentes.

O Anti Lampião disse...

Julgam que a sua agremiação tem um direito divino ao benefício da arbitragem
""Expulsa Aimar, pela primeira vez na carreira do argentino, por uma jogada legal, por muito que alguns teimem em ver o contrário"


Para além da desfaçatez em classificar a agressão de Aimar como uma jogada "legal", o inefável Jorge Gabriel mente ao dizer que esta foi a primeira expulsão do jogador argentino.
Aimar foi expulso pela terceira vez.

http://oantilampiao.blogspot.pt/2012/03/julgam-que-sua-agremiacao-tem-um.html

O Anti Lampião disse...

"Os valores desportivos desde a Grécia antiga regem-se por ganhar dentro do campo."

Onde andam os valores da agremiação ?

um clássico à 23ª jornada no Estádio do Dragão, o Benfica estava em 1º lugar com a diferença de um ponto.
http://1.bp.blogspot.com/_s8RMoyzxdtA/SWnlLGuFQlI/AAAAAAAAAXU/ZlGNa54sWkY/s400/roubodeigrejayg5.jpg

ou o fora de jogo no golo de David Luiz contra o Braga
http://futebol.videos.sapo.pt/H30QpR2PtDf9OI8Uj64J

LDP disse...

Pedro Almeida, centrar-me-ei num ponto em especifico do teu comentàrio.
Eu jà te leio hà uns anos pela blogosfera assim como tu a mim, penso. Portanto sabes de certeza que Vieira hà muito que perdeu o meu apoio, e sabes também que critico e muito JJ.

O teu ponto é este: "não importa se desperdiçam uma vantagem confortável no campeonato", e aqui resume-se muita coisa.
Pois Pedro, diz-me que com àrbitros que apitam correctamente o que acontece dentro de um terreno de jogo pelo menos metade desses pontos nao teriamos perdido.
Achas normal o penalty sobre Aimar em Coimbra ser transformado em cartao amarelo para o argentino? Isto nem nos malucos do riso. E em Guimaraes? E o porto? Que com um singelo golo em fora de jogo passa para a frente do campeonato! Ultrapassando quem?...Mas a culpa é do Jesus, coitado, poderia ter acabado esse jogo na frente do campeonato e com vantagem directa no confronto com os portistas, mas como a arbitragem foi deficiente e protegeu aqueles que protege jà desde hà tres décadas a culpa é de Jesus , o que é que hà de se fazer.

Jesus erra, Vieira erra, Aimar erra, Artur erra, assim como Cardozo e todos os outros...mas, na fase fulcral do campeonato em cada jogo do Benfica hà erros que, nao sò nos prejudicam como nos impedem de ganhar? Sou sò eu que vejo aqui um padrao?
O jogo em Guimaraes da època passada é o exemplo claro das forças que regem o campeonato portugues - com tres penalties escandalosos nao foi assinalado absolutamente nada...e na véspera todo o paìs ficou a saber da presenòça de Olegàrio na AF Porto para receber uma homenagem...Pdiamos ter ficado ali a jogar até às quatro da manha e ser bombardeados com misseis scud de cada vez que entràvamos na àrea adversària que nada seria assinalado e nao ganharìamos.

Jà antes se sabia, e as escutas depois vieram sublinhar: no futebol portugues NAO hà coincidencias.

Ao mesmo tempo vias o porto a ganhar jogos de penalty inventado por 1-0, sem ponta de lança, sem lateral direito, ou com penalties no ultimo minuto de jogo a nao serem assinalados contra, como em Coimbra. E assim se controem campeoes e treinadores de 15 milhoes de euros.

Por isso nao sei se o ingénuo sou eu porque, segundo alguns, parece que me desculpo com os àrbitros, ou aqueles que acreditam que sò nao somos campeoes porque o Emerson é titular uma época inteira...

Carlos disse...

onde estava a tua indignação nestes dois singelos foras de jogo
http://www.youtube.com/watch?v=Wjr-9KjW8p0&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=YWAiBYghgqY

ou nestes:
http://www.dailymotion.com/video/x863lj_benfica-1-braga-0-liga-sagres-2008_sport
http://www.youtube.com/watch?v=U2TkD1uCZdA&feature=related

LC disse...

"LC,
parece que nos esquecemos sempre que um àrbitro anda ali para aplicar as regras. E se sao eles que tiraram nao sei quantos cursos e treinam hà anos para poder faze-lo deviam julgar os lances independentemente de estes serem descarados ou nao!
E de serem dificeis de ajuizar ou nao. Porque senao eu, tu, a minha avò, ou os vizinhos do 5° esquerdo tambèm poderìamos pegar em apitos e dizer que somos àrbitros."

Só li esta parte e achei que é o suficiente, mas vou responder-te.

1 - Realmente o árbitro anda para aplicar as regras/leis, mas só pode aplicar nas acções que vê, as que não vê ou fica sem certeza não pode aplicar.

2 - Um lance até pode ser descarado, basta que o posicionamento não seja o melhor que é impossível ser ajuizado.

3 - Eu até podia apitar, tu a tua avózinha ou o vizinho do 5º esquerdo não porque não sabem as leis do jogo.

LC disse...

LDP, és doente pá.

Antonio Silva disse...

Ele não é doente, ele é cómico.

LDP disse...

Ficamos então assim, LC.

Se daqui a umas poucas semanas chegarmos ambos á conclusão que mais uma vez não fomos campeões, depois fazemos um rewind da época.
Para bem de todos nós esperemos que tenha sido por causa do Emerson ou da unha encravada do Matic que perdemos tantos pontos em fases importantes, e não por "lances impossiveis de ajuizar".
Depois, porventura, mandaremos tudo ás urtigas e muda-se o Vieira, muda-se o Jesus, muda-se o Emerson e tudo o mais que há de errado. Menos a apaf, essa está bem onde está e consegue sempre os objectivos propostos no inicío de cada época.

JL Martins disse...

Jorge Borges. Esse argumento de que o adversário seguinte é que é beneficiado com as expulsões só serve para os outros. Para o Benfica são casualidades, pá. Aprende a perceber as diferenças :)

Óh Carlos que chatice pá, vir para aqui com provas que os erros são para todos os gostos e feitios.

LDP, quando um adepto do nosso próprio clube diz "és doente pá" se calhar é altura para pedir para cagar e sair.

Jorge Borges disse...

JL Martins:
Por acaso li ao contrário na blogosfera por aí... mas pronto.
Não andaram a semana inteira a dizer que os amarelos ao Olhanense foram cirúrgicos? Parece que sim, ou não?
E agora os mesmos insurgem-se contra a posição do Benfica?

mas eu sou burro, não percebo o alcance das palavras desses pseudo-intelectuais que nunca têm dúvidas, raramente se enganam, e tudo o que debitam contra o SLB são verdades insofismáveis...

Acho tão absurda ideia dos amarelos cirúrgicos ao Olhanense como o comunicado do Benfica, relativamente à premeditação da expulsão do Aimar. Se não comentei o primeiro...