quarta-feira, março 14

Liga dos Campeões.

Aí está o Chelsea a mostrar como é que é. Grande jogo dos ingleses, com Drogba e companhia a mostrarem que de velhos e ultrapassados não têm nada (o quarto golo é de antologia). E pronto, só não acertei na passagem do Basel, que mais não era do que um desejo e não uma convicção.

Equipas apuradas 1/4 de final

Real Madrid
Barcelona
AC Milão
Bayern Munique
Chelsea
Marselha
Benfica
APOEL

O que vem aí agora?

26 comentários:

LMGM disse...

Vem lá 50% de possibilidade de passarem às meias.

Joao disse...

Aqui está a prova de que aqueles gajos do Chelsea não valem nada como homens.

Podem ser excelentes jogadores mas foram maus profissionais enquanto tiveram André Villas Boas como líder.

Claro que Villas Boas não está isento de críticas mas se estes tipos tivessem jogado como jogam agora a classificação do Chelsea seria bem melhor do que a quarta ou quinta posição em que estão...

Ao Benfica resta esperar um Apoel para serem favoritos na eliminatória.

Marselha será equilibrado com a balança a pender para o Benfica (principalmente se jogar o segundo jogo em casa).

Chelsea, AC Milan começam a ser algo inacessíveis, mas mesmo assim creio que possam passar a eliminatória...

Das restantes equipas não têm hipótese nenhuma...

Joao disse...

Olho agora para os quartos de final e apetece dizer: O Porto com Villas Boas ao comando estava ali no lugar do Apoel...

Pulha Garcia disse...

Tirando o APOEL são tudo equipas de topo. O Porto também podia lá estar mas faltou um Pedro Proença lá à frente a definir as jogadas.

Pedro disse...

Grande jogo dos ingleses e do Nápoles.
Os italianos jogaram muito e sempre que precisaram encostaram o Chelsea às cordas...só que sentiram o veneno típico dos italianos só que desta vez servido pelos londrinos.

O Chelsea tem grandes jogadores sem dúvida mas apresenta grandes lacunas que o nosso estilo de jogo pode perfeitamente aproveitar. É por isso que são os preferidos de Jesus.

Ganharam 4-1 mas achei que o Nápoles foi melhor. Aquela fantástica massa adepta merecia a qualificação!!!

O meu desejo é óbvio: Apoel!!!!
O meu feeling? Bayern....da-se...

luis disse...

É. O AVB só fez uma das piores épocas do Chelsea dos últimos anos porque os jogadores embirraram com ele.

Vamos certamente acompanhar sempre a carreira de AVB e depois se verá onde terá ele sucesso.

Eu já apostei que nunca será campeão em nenhum campeonato importante (Grécias e Turquias não contam).

Pedro, o Bayern é de evitar mesmo. Assim como o Milão e espanhóis.

Podia ficar assim:

Madrid-Barça
Milão-Bayern
Benfica-APOEL
Marselha-Chelsea

Madrid-Bayern
Benfica-Marselha

Madrid-Benfica 0-1, golo de Emerson.

Tasqueiro Emigrante disse...

A evitar:

-Real
-Barça
-Bayern

Todos os outros são equipas mais acessiveis

Mr. Shankly disse...

Venha o diabo e escolha. Com o APOEL até somos favoritos, com o Marselha é 50/50, com o Chelsea temos hipótese, com os outros há grande probabilidade de goleada.

Os jogadores do Chelsea foram maus profissionais? Se tivessem jogado assim estavam melhor? Era preciso que jogassem. Ontem os melhores foram Terry, Lampard, Drogba e Essien. Mas o Villas Boas queria renovar o balneário.

luis disse...

MR. Shankly, certíssimos parágrafos.

Pedro disse...

Um trajecto épico:

Eliminar agora o Real com 1-1 na Luz e 1-2 em Madrid;

Seguia-se ida a Milão com extraordinária exibição em San Siro com vitória benfiquista por 0-2 e nova exibição de gala na Luz com 2-1 a nosso favor.

Na final o todo poderoso Barça que sofreria um golo ao minuto 44 da primeira parte de Luisão na marcação de um canto a nosso favor. A segunda parte um autêntico massacre com defesas impossiveis de Artur, cortes miraculosos dos nossos defesas em cima da linha de golo, bolas á barra e ao poste e aos 88 minutos, num contra ataque caído do céu, Nelson Oliveira numa das suas arrancadas deixa pregado Piqué ao chão e faz o 2-0 para loucura total da família benfiquista...

trim trim trim trim trim trim..."Pedro, acorda, tens de ir trabalhar" ☺

Gonçalo disse...

o meu feeling é:

madrid - apoel
barca - bayern
chelsea - marselha
benfica - milan

N.T. disse...

Evitar a todo o custo:

Barça e Bayern

Com as fragilidades defensivas demonstradas ao longo da época, cheira-me a goleadas... Em dois dias bons perdemos na mesma. são 2 equipas tremendamente eficazes.

Pode parecer absurdo não colocar o Real, mas parece-me que os madridistas revelam em, algumas ocasiões, alguma ineficácia. Sujeita-se o Benfica igualmente a uma goleada, mas acho que o Real, para efectivar uma goleada, precisa de maior caudal ofensivo que as anteriormente mencionadas. E poderá ser mais permeável defensivamente.

O Milan é italiano e basta. Não vi os jogos contra o Arsenal, apenas o resumo da 2ª mão. Tremeram, é certo, mas quando foi preciso atingiram o objectivo. O Arsenal tinha tudo para poder dar a volta com 45 minutos para jogar e o Milan segurou a eliminatória.

Sobram portanto o Apoel, onde o Benfica é claramente favorito (não significa que deva encarar a eliminatória como favas contadas) e o Marselha como adversários ideais.

O Chelsea só vejo com bons olhos caso a primeira mão seja jogada em casa e o Benfica garanta um bom resultado. Depois teria que fazer bem melhor que o Nápoles. Acho que seria uma eliminatória muito difícil, as probabilidades de passagem às meias não seriam tão altas como leio por aqui, mas é verdade que o futebol inglês costuma ser simpático a Jesus.

N.T. disse...

errata: "como leio por aqui" deveria ser "como leio por aí"

Peyroteo disse...

Com a sorte que costumam ter nos sorteios, Apoel ou Marselha :)

luis disse...

Da última vez que chegámos aos quartos de final tivémos de eliminar o campeão europeu da altura.

Depois calhou-nos o Barcelona, campeão europeu.

APOEL é mais fraco do que o Marselha. Aliás, vocês referem o Marselha mas a verdade é que limpou o rabinho aos italianos porque são melhor equipa. Quem viu os dois jogos sabe que isso é verdade.

O único sorteio favorável será o APOEL.

Noutro nível, Marselha.

Sorteio desfavorável mas..., Chelsea.

Sorteio madrasto, Milão.

Sorteio de 10%, Bayern.

Sorteio de 1%, Barça e Madrid.

LDP disse...

luis, o Marselha em Milão salvou duas bolas em cima da linha de golo.

Não foram massacrados, é um facto, mas também não dominaram o jogo em nenhum momento e tiveram muita sorte no ultimo minuto quando a bola bate nas costas do avançado e fica ali á espera de ser chutada para o 1-1 final que lhes garantiu a passagem.

Pedro disse...

Acho o Bayern mais difícil que o Real...

luis disse...

LDP, não é verdade isso do domínio.

Os primeiros 20' da segunda parte foram até bastante claros nesse aspecto. Só deu Marselha.

O golo do Inter não foi propriamente resultado de uma grande jogada. Aliás, foi ainda mais consentido do que o dos franceses. Sorte?

De resto, o Inter nunca dominou o jogo. Em Marselha, os da casa foram superiores sempre, e também tiveram algumas oportunidades.

Passaram justamente, na minha opinião.

Pedro, sinceramente? A partir de um certo ponto acho muito difícil passar, seja Madrid ou Bayern. Se calhar com o Bayern é apenas mais provável que lhes calhe uma noite menos boa. Mas é só isso.

LDP disse...

Julio César limitou-se a recolher duas bolas na primeira parte enquanto que Sjneider e Milito tinham visto golos salvos em cima da linha.


Aliás a primeira verdadeira defesa complicada de J. César foi já na 2a. parte, pois os franceses dominaram os primeiros 5 minutos, numa bola cabeçeada vinda de um canto, e a seguir o Inter marcou.

Mandanda continuou a negar o golo e Cambiasso sozinho á frente da baliza manda por cima.

Depois o golo no ultimo minuto - um passe do GR que acaba dominado com as costas...

A par de Diawara, Mandanda foi o melhor em campo.

Este foi o jogo que eu vi. E em nenhum momento vi rabinhos a serem limpos.

luis disse...

É engraçado como não rebates absolutamente nada do que eu digo.

Falas no bamburro do golo dos franceses, respondo-te com o bamburro do golo do Inter e tu voltas a referir o golo do empate foi de bamburro.

Essa dos 5 minutos é completamente falso. Os primeiros 20 da segunda parte o Inter limitou-se a ver os franceses a trocarem a bola.

E também é engraçada a forma como dizes que o Inter marcou: "Aliás a primeira verdadeira defesa complicada de J. César foi já na 2a. parte, pois os franceses dominaram os primeiros 5 minutos, numa bola cabeçeada vinda de um canto, e a seguir o Inter marcou."

Aqui dizes que nesses primeiros 5 minutos os franceses dominaram (depois de teres escrito nunca dominaram período nenhum) e criaram a tal oportunidade. E logo depois disso, o Inter marcou.

Muito bom. Só que o golo foi aos 75 minutos. E tu dizes que foi logo depois.

O Marselha dominou até aos 50 minutos teve uma oportunidade e logo a seguir sofreu. 25 minutos depois, é logo a seguir.

Viste o jogo?

luis disse...

E já agora, viste o primeiro jogo? É que a ideia principal a reter deste Marselha é que, no cômputo geral das duas mãos, foram superiores.

LDP disse...

Em nenhum momento falei do primeiro jogo. Porque simplesmente nao o vi. E em nenhum momento disse que o golo do Inter não foi de bamburro.

Penso que dominar por 5 minutos não deva entrar sequer nas estatisticas num jogo que, com os descontos dura 95 ou mais..

O golo italiano foi aos 75, parecia-me ter sido mais cedo, de facto.

Continuo sem perceber como é que o Inter limitou-se a ver jogar o Marselha nos primeiros 20 minutos, quando tens Sjneider a ver uma bola ser salva a poucos centimetros da linha por Mandanda, já no chão, aos 7 ou 8 minutos, e aos 10 tens Milito que com o peito obriga mais uma vez o gr frances a defender in extremis. Além disso, se me mostrares um lance ainda na primeira parte em que Julio César tenha tido sequer metade da dificuldade que Mandanda teve em qualquer uma das 4 ou 5 oportunidades do Inter...

luis disse...

Estava só a perguntar-te se tinhas visto o primeiro jogo para que me dissesses o que tinhas achado e para que desses a tua opinião global sobre as duas mãos.

Mas substimaste o golo do Marselha para justificar a sorte. Eu apenas te disse que então o do Inter tinha sido igualmente com sorte, nada mais.
20 minutos da segunda parte.

Resumido, da minha parte: o Marselha foi (bem superior) em casa e em Itália conseguiu equilibrar o jogo (acho até que aquilo acabou 50/50 de posse de bola, não garanto).

O Inter apenas em casa, com o futebol de repelão teve algum ascendente, pois é verdade que teve uma ou duas oportunidade de golo claras.

Contudo, só marcaram faltavam 15 minutos... para serem eliminados.

Abraço

LDP disse...

Resumiste a coisa melhor do que eu, luis. Dou-te razão na maioria dos pontos, mas não aceito a definição dos rabinhos borrados.

Mudando um pouco de assunto, mas falando sempre de merda, isto não merece um post?

http://www.gazzetta.it/Calcio/Squadre/SerieB/2012-03-15/padova-torino-1-0-0-3-granata-nuovo-vetta-81636176980.shtml

"Pádua-Torino, do 1-0 ao 0-3. Esta é a decisão do Tribunal Desportivo no que concerne ao jogo da 18a. jornada, jogado no dia 3 de Dezembro de 2011. O encontro entre as duas equipas foi interrompido pelo árbitro ao minuto 30 devido a um "black-out do sistema eléctrico do estádio Euganeo", quando o resultado estava em 1-0 para os da casa. O restante dos 90 minutos foi depois jogado no dia 14 de Dezembro, não sofrendo o resultado qualquer alteração.

Graças a esta decisão o Pádua foi punido por responsabilidade objectiva no sucedido, e o Torino volta assim ao primeiro lugar da classificação com 62 pontos ultrapassando o Pescara. Enquanto o Pádua continua quinto classificado mas de 52 passa a ter 49 pontos e ficando a 7 do Sassuolo (...)"


A mim faz-me recordar um psicadélico braga-Benfica de novembro...se em Portugal o futebol fosse gerido de maneira justa como nos países civilizados, teríamos também o Benfica de volta ao primeiro lugar?

Pedro disse...

Realmente entre Itália e Portugal, no que a justiça desportiva diz respeito, vai uma distância maior do que daqui á Lua...☺☺☺

LDP disse...

Pedro, é preciso fazer barulho com isto.

Ao que parece a imprensa portuguesa só se preocupa em fazer copy/paste de notícias de Itália quando querem que o Capdevilla assine pela Juventus...