terça-feira, junho 5

O urso não está constipado.

"Isto parece um circo à volta da seleção. Fiquei com a ideia no jogo com a Turquia que estavam a transmitr imagens de jogadores a serem massajados. Isto não pode acontecer de forma nenhuma. Parece o 'Big Brother'. Não acho que estejam criadas as condições para obter sucesso".

Lá está. Imagens gravíssimas de jogadores a serem massajados. Como é que alguém quer ter sucesso assim? Lá no Egipto é que havia condições para se ter sucesso. Não era?

"Para além disso, fizeram dois jogos que lhes retiraram toda a confiança que tinham".

Toda. Todinha. Então agora não venceram dois jogos de preparação? A confiança dos jogadores portugueses deve estar pelas ruas da amargura. Ainda por cima aquilo é tudo malta pouco habituada à pressão de ganhar: Ronaldo, Nani, jogadores do FCP, do SCP. Enfim, com certeza que depois de dois resultados negativos nunca mais serão os mesmos.

"Repare-se que o Cristiano Ronaldo foi condicionado marcar o penálti e falhou".

É. Bem vi. Aliás, toda a gente viu. Coitado do Ronaldo. Condicionadíssimo. E falhou. Por acaso o guarda-redes também lá estava mas pronto. A verdade é que a sua presença acabou por condicionar o Ronaldo que, como sabemos, é menino para se deixar condicionar.

"A Seleção precisa de tranquilidade, de estar alheada deste circo. Naturalmente, os jogos são a sequência própria e lógica deste mediatismo todo".

Portanto, sem o mediatismo em torno da Selecção, seríamos campeões do mundo?

"Depois do jogo com a Macedónia, todos vimos os jogadores a ir de folga em carros de 400 mil euros, num país que está em crise. Isto só aumenta a responsabilidade e, depois, a agressividade do povo. Isto depois vai ser pago."

Vai ser pago? Parece que estiveste fora do país algum tempo. Já está a ser pago há muito tempo, olha para os cortes dos ordenados da malta. Este futebolistas malandros, pá. Então fazem contratos milionários, trabalham honestamente, e depois têm o desplante de aparecer em público com "bombas" do asfalto? Num país em crise? Onde todos os dias aparecem escândalos financeiros, buracos orçamentais, escutas ilegais, atentados à liberdade de imprensa sempre com a classe política em destaque, mas o que irrita mesmo o povo são os carrões dos meninos da Selecção? Que falta de decência tem esta juventude.

"Na maior parte das vezes, o primeiro jogo determina o futuro".

É verdade. Em 2004, perdemos o primeiro jogo contra a Grécia e alcançámos a melhor classificação de sempre num Europeu.

"Este circo todo não revela profissionalismo. A Seleção passa a vida em festas e mais festas e charretes. Não estou nem pouco mais ou menos otimista. Mas é a realidade".

Aqui estou mesmo de acordo. Olhem para o exemplo norte-coreano, pá. Anda ali tudo na linha. Como deve ser. Não há cá charretes, nem festarolas, nem gajas boas. E com grandes resultados.

"Tenho o maior respeito e simpatia pelo Paulo Bento, mas acho que, talvez devido à juventude, se está a deixar levar. Nunca deveria de ter permitido isto".

Hum... deixa-me adivinhar: o que falta à Selecção é um treinador mais velho. Com experiência. Que tenha treinado no Egipto. Que tenha experiência em treinar um clube que já foi um circo encarnado.

"Os jogadores têm de estar conscientes e concentrados no seu dever e no que sabem fazer, que é jogar futebol. Com este circo todo é evidente que eles não se concentram, mas mesmo sem isto, Portugal não é favorito. Não temos a equipa do passado".

E pronto. Com ou sem circo, estamos fodidos, de qualquer maneira.

18 comentários:

Peyroteo disse...

Ele ainda está lixado por não ter sido seleccionador nacional.

luissm disse...

E imagens do homem a ser massajado no cotovelo, não há?

Marco Morais disse...

Muitíssimo bom =)))

Pedro disse...

Desta vez não estou contigo. Não sou grande apreciador de Manuel José mas ele tem toda a razão no que diz, pelo menos, na parte das festas e concentração (ou falta dela). Acho que um estágio para um Europeu deve ser trabalho e mais trabalho. Rodízios, churrascadas, carroças, etc...é pá...menos.

Sim Luis os carrões caiem mal. E o facto de meio mundo andar a meter milhões de euros ao bolso não anula isso. E basta veres a reacção que há para com os gastos de hotel da selecção na Polónia...são pormenores, merdinhas que podiam fazer a diferença. E o que Manuel José diz faz todo o sentido: a ostentação aumenta a responsabilidade e a exigência do "povo". E, mais uma vez digo, basta "ouvir" as bocas depois da derrota com a Turquia...

luis disse...

Não concodo nada contigo, claro. Eu estou sempr à espera que as pessoas sejam inteligentes e que não utilizem falsos argumentos para justificar as suas próprias frustrações.

O que as pessoas dizem, a mim, diz-me pouco. O tipo de público que participa nestes jogos nem sequer é "futebolisticamente educado". Estão pela festa, conhecem o Ronaldo e pouco mais e, no final, se houver derrota, vão-se embora pseudo chateados a dizer que "isto é uma cambada de chulos".

É aquele discurso miserabilista que me irrita solenemente.

Estão ali alguns dos melhores do mundo a fazer o que fazem. Quem me dera a mim ser um dos melhores do mundo a fazer o que faço. E quem dera a 99,99% da população.

A responsabilidade não aumenta nada, Pedro. Já é ENORME. Nunca nenhum de nós, se calhar, vai viver tamanha responsabilidade ma vida. Eles vivem essa realidade todos os dias, quase.

Eu detesto carros. É-me indiferente que apareçam de carrões. Eles adoram carros, seria hipócrita aparecerem de taxi.

E para finalizar: quando treinava o SLB, Manuel José fazia treinos ridículos, que eu próprio testemunhei. E reconto aqui uma história.

Uma sexta-feira fui ver o treino antes do jogo de Domingo contra o Salgueiros. Sai de lá indignado com tamanha falta de profissionalismo. Os jogadores a brincar, o MJ a conversar de costas para o relvado, tudo num clima de deboche total.

Perdemos 3-2 em casa.

Por isso esta entrevista tresanda a frustração. O homem nem sequer tem moral para falar e exagera claramente.

Marco Morais disse...

Que a selecção não trabalha como deve ser toda a gente sabe. Eu tive a hipótese de cobrir um estágio na Covilhã e nunca percebi o objectivo daqueles treinos abertos ao público e daquele circo todo.

O problema é que o Manuel José vem falar num tom corrosivo mas completamente sujeito a contra-argumentos. O Luís 'arrasou-o' de uma maneira brilhante e com muito mais pinta do que ele com a selecção.

A selecção tem de trabalhar, arranjar um modelo e praticá-lo nas fases-finais. Estas coisas ao Deus-dará não têm grande fundamento. Mas como disse no post anterior, não é tempo de ser velho do Restelo e de prever cataclismos. Depois do Euro se falará e se verá se o tal investimento tem razão de ser ou não. É que com vitórias tudo se perdoa...

luis disse...

luissm, Pedro e Marco, e as apostas para o Euro? Não participam?

Gonçalo disse...

mto bom.

LMGM disse...

luissm, Pedro e Marco, medricas, medricas!!!!!

Como não há regra sem exceção por uma vez na vida estou de acordo com o Pedro e plenamente de acordo com o Manuel José (sim eu também queria ser seleccionador nacional).

Não interpreto as palavras do Manuel José sequer como uma critica directa à selecção, nesse aspecto apenas critica a incapacidade da estrutura federativa (treinador incluido) em proteger a equipa do circo mediático que se cria a cada evento.

Humberto Coelho defendeu bem a sua equipa quando os meteu dentro de um castelo em Bragança, dai para cá foi um fórobodo. O Euro 2004 na Academia Sporting teve também caracteristicas diferentes.

Ontem eu já não podia ouvir falar na posição ou nos minutos de atraso do avião da selecção... Qual é o interesse disto?

Ele não criticou as massagens, criticou o facto que durante o periodo de massagens andarem equipas de filmagem pelo meio dos jogadores, Circo...

luis disse...

LMGM, são coisas perfeitamente normais que em nada condicionam aquilo que verdadeiramente interessa.

Claro que existem problemas estruturais (com os dirigentes que temos tido até nem está mau) e claro que nem tudo é perfeito.

Nós ainda no outro dia falávamos aqui da Dinamarca que, sem estar preparada, subiu aos relvados e venceu o caneco.

"Ontem eu já não podia ouvir falar na posição ou nos minutos de atraso do avião da selecção... Qual é o interesse disto?"

Nenhum. Mas em que é que isso interfere com os resultados da equipa?

Eu acho que MJ esteve francamente mal (raramente esteve bem) porque pretendendo atingir alguém, acaba por atingir os menos culpados, pois apenas refere directamente o PB e o Ronaldo.

E o que dizer da sua conclusão? Que com circo ou sem ele a equipa não é favorita (como se alguma fez fosse, num grupo como este)? E acaba por menosprezar a qualidade da mesma.

Não cheira, tresanda a ressabiamento.

LMGM disse...

Se calhar até foi mesmo por terem ido "laurear a pevide" com as familias em vez de andarem neste circo que ganharam.

Luis, tudo tem influência quando se fala de alta competição. Claro que não é decisivo, posso ter as melhores condições do mundo e perder, posso ter as piores e vencer.

Mas como Manuel José conclui, se já temos uma selecção desiquilibrada (não acho que falte talento individual) se estamos num grupo dificil tudo aquilo que possa ser feito para melhorar as nossas probabilidades... é lucro.

Com esta exposição exagerada onde tudo é filmado e comentado pelos filosofos da bola... é como dizia o comentador do jogo com a Turquia, aos 54 min. já tinhamos a derrota garantida.

LMGM disse...

Olha, o Patricio marcou um golo no treino de hoje, na própria baliza a jogar a defesa esquerdo...

Virgílio disse...

LOL

Para o post e para o RP (que marcou um (auto)golo... Já estava a ficar tão preocupado com a ausência de golos. Começava a fazer-me lembrar o Polga...

A maledicência do Manel Zé é claramente exagerada.

Mas, com festa ou sem festa, tb não estou optimista. Não noto a equipa suficientemente consistente. Oxalá me engane, mas estou com mau feeling.

Qd é q acaba o prazo do euro do sector? Amanhã? Como bom tuga que me orgulho de ser, vou deixar os meus prognósticos para o ultimo dia. Bem... a verdade é que desde que a Espanha ganhou o mundial e o europeu que teimei em chegar em ultimo às competições... é cá uma superstição que arranjei. Se calhar fiz mal em divulgar, e agora perde o efeito... Carago!

(Oops... carago não, carago!)

Marco Morais disse...

Vamos lá ver então as apostas.. ainda não vi, não percebo, nem sou muito bom apostador.

Mas jogo, medricas é que não pá!!! lolol :D

Pedro disse...

Já seguiram as apostas...

☺☺

Pedro disse...

Clap, clap, clap.

Texto brilhante Luis.

Dou a mão à palmatória.

Miguel disse...

O texto está muito bom, o Manel Zé parece um ressabiado de primeira, há de facto circo em torno daquela malta (com a selecção do Brasil é 1000x pior), não estou muito confiante mas estou a torcer pela selecção como há mto tempo não estava.

Sérgio disse...

Agora pelos vistos o clube dos AZIADOS teve mais um reforço de "peso" o Prof. Carlos Queiroz !!!

Quem será o próximo !???