quarta-feira, setembro 25

Sem problema, Paulo

Fica a certeza de que o treinador do FC Porto não lê o sector:

"Acho piada a essa questão do meio-campo. Até ao jogo com o Gil Vicente nunca se questionou; agora que a equipa vem de um empate e temos uma vitória em Viena, que reconheço não foi das mais conseguidas, é que surge...Não ando aos 'esses', trabalho para dar sentido ao que acredito"

7 comentários:

luis disse...

O discurso do PF é fraquinho (mais fraco do que o de VP) e parece estar a acusa a pressão.

Mas os tiques de vitimização costumam dar algum resultado.

Para já, acho que está a expor-se em demasia.

A equipa não está a jogar nada e os adeptos vão começar a apertar, mesmo com as vitórias.

Marco Morais disse...

VP saiu do Porto muito mais treinador. Aliás, quando assumiu também era muito fraco em vários capítulos. Eu não dei margem de manobra e enganei-me.

Com o PF é mais do mesmo, com a agravante de não ter 'queda' para a cultura do clube e soar tudo a despropositado - não teve a escola de AVB que permitiu ao VP endireitar-se.

O discurso desde a apresentação que não me convence. O sistema desde o primeiro jogo que não me convence. Fica-me a certeza que vai ter de evoluir muito para ter algum sucesso. Mas pode acontecer...

E se não acontecer fica o amargo de boca por Marco Silva ser muito mais treinador. É que o défice qualitativo do futebol do Porto, neste momento, não vem só de um sistema que não serve, mas de uma falta de atitude gritante.

zorg disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zorg disse...

Posso estar muito enganado, mas acho que o PF é muito verdinho para orientar um clube grande. Acho que o porto se precipitou quando decidiu avançar com a sua contratação.

O discurso, a forma como a equipa (não) joga e até a forma como se relaciona com os jogadores, tentando assumir o papel de mais um elemento no grupo, em vez do papel de líder do grupo, que em determinados momentos tem de tomar decisões difíceis e dizer coisas desagradáveis, parece-me que são sinais que indiciam falta de maturidade. Posso estar enganado, mas acho que não vai ter uma carreira longa como treinador do porto.

LMGM disse...

Pode sempre fazer como o Izmailov e pedir para não ir falar às conferências de imprensa. É capaz é da resposta do chefe não ser tão simpática como a que ele deu ao seu subordinado...

Hugo disse...

Até gostava do Marco Silva como treinador mas depois da sua atitude na altura do segundo golo, bem pode ir para outro lado.

Gonçalo disse...

Tirando os disparates do fim de jogo do Estoril, tenho gostado do discurso do PF... mas o que interessa mesmo é o futebol, não as palavras, e este ano já estivemos no muito bom (supertaça) e no sofrível (estoril e viena). No fim e se compararmos com o primeiro ano de VP, estamos melhor e temos um plantel ainda em definição por contraponto com uma equipa vencedora da liga europa.