quarta-feira, janeiro 25

Jogar como nunca...

... e ser roubado como (quase) sempre!

Mourinho não tem sorte contra o Barça e hoje, uma vez mais, viu a sua equipa empurrada por uma arbitragem habilidosa, sempre em protecção dos mesmos.

Chega a ser embaraçosa a forma como os jogadores do Barcelona pedem falta ao mínimo toque. Enfim.

Hoje houve Real mas que falhou quando não podia. O Barcelona não fez o que mais gosta e há que dar mérito aos merengues que souberam jogar em antecipação.

Enorme Ozil (porra que pé esquerdo!), bom Ronaldo (molha sempre a sopa), Benzema (entrou muito bem), Ramos e outros. Do outro lado, sempre Messi a desequilibrar e nervos pouco habituais.

Nós só queremos o Real campeão! Não é assim?!

18 comentários:

Tasqueiro Emigrante disse...

-Dani Alves: Caceteiro impune
-Sérgio Busquets: simulador de agressões
-Puyol:comido pelo benzema

Ao minimo toque e ás vezes sem haver nada os jogadores do barça atiram-se para a relva e o árbitro apita.

Se são os melhores do mundo para que querem tantas ajudas?

golias17 disse...

Quanto à arbitragem o senhor errou para os dois lados, o lass foi poupado, e houve outros lances em que também deixou passar outros cartões, não creio que a arbitragem tem influenciado assim tanto o jogo. A diferença foi o real ter falhado quando não podia.

Fez um grande jogo, superior ao Barcelona em quase todo o tempo, mas teve azar. As pressões de ambas as equipas fazem aos árbitros e a porrada constante destes jogos tiram lhe a beleza.

Pedro disse...

Não sei onde viste esse jogo. A perder dois zero e entrar na segunda parte com 10 jogadores (o diarra tinha de ser expulso aos 43), não sei onde o Real Madrid marcava os 2 golos que marcou.

Enfim, estou como o Jorge da Porta 19, hoje realmente percebi que se criou um fenómeno novo em Portugal: o 4 grande português não é o Braga é o Real Madrid

luis disse...

golias17, a tendência de protecção aos jogadores do Barça não é de agora.

Mais do que um amarelo que ficou por mostrar, ou um fora-de-jogo mal assinalado, é aquela constante mania de apitar sempre que um jogador do Barça cai. É verdade isto. Além disso, simulam agressões, agarram-se à cara, rebolam... epá, usam e abusam de expedientes não próprios daquela que é considerada a melhor equipa de sempre.

Ricardo disse...

Com tanta coisa boa, discute-se arbitragens? Já chega aqui, que a paixão tolda-nos a mente.

Belo Barça e Madrid corajoso. Assim é mais bonito.

Joao disse...

Pôr Pepe a jogar (e ele querer jogar) foi de uma coragem do caraças...

Mourinho ainda vai acabar a época em glória...

golias17 disse...

Eu sei que eles gostam muito de os proteger também me irrita, só irritam mais as trocas de bola na defesa, mas desta vez o real mostrou que não eram favas contadas. Nem sei como o daniel alves acaba o jogo sem amarelo.

Virgílio disse...

Sim desta vez o real deu luta... E o Pepe safou-se, mais uma vez, de ser expulso. Outro costume é ver o Barça a arrumar com o madrid. Com maior ou menor dificuldade.

Mike Portugal disse...

"(o diarra tinha de ser expulso aos 43)"

Se assim fosse o Dani Alves tinha que ser expulso logo na 2ª parte, mas o árbitro nem amarelo lhe mostrou.

O Real aguentou a pressão e até 15m do fim estava em cima do Barça. Depois o árbitro começou a marcar faltas inexistentes a favor do Barça e ainda conseguiu expulsar o Sergio Ramos num lance em que nem amarelo é.

No entanto, na 1ª parte o Real falhou 2 oportunidades escandalosas.

Tasqueiro Emigrante disse...

Busquets, Messi e Fabregas davam um belo trio...no teatro...tanta encenação...tanto rebolar para o chão e queixas de faltinhas mesquinhas. Não havia necessidade.

Onde eu mais me ri foi num lance da segunda parte entre o Busquets e o Xabi Alonso. O Busquets passa a bola sobre o Xabi, este pára e o Busquets atira-se com as pernas para cima dele....digno de uma comédia:)

Pedro disse...

O primeiro amarelo ao Lass foi mal mostrado!

Filipe disse...

Incrível até num jogo destes conseguem ver arbitragens tendenciosas. É doença.

Gonçalo disse...

que grande jogo de futebol! Mourinho mostrou que sabe a potes de bola e "obrigou" Guardiola a abdicar da filosofia para defender o resultado.

quando o Real tiver um bocadinho mais de sorte que o Barça vai ganhar o jogo fora.

uma coisa é certa deu um gozo do caraças ver o jogo. E 40% de posse de bola? fantástico para o referencial habitual.

luis disse...

Virgílio, o Real jogou mais e melhor do que o Barça, desta vez.

Malta, como foi "um jogo destes" é doença comentar que a arbitragem foi tendenciosa ou proteccionista. Saudável é fazer um comentário a dizer que os outros padecem de doença.

Ricardo, tens algum problema que se discuta a arbitragem? Nem parece teu. A arbitragem é fundamental num jogo de futebol e é incontornável discuti-la sempre que desempenha um papel negativo no desenrolar normal de um jogo de futebol.

Eu sei que estás habituado a ver resultados alterados por acção dos árbitros, mas não é por isso que devemos ignorar, pois não?

Glorioso11385 disse...

Queremos o Real campeão? Porquê?

luis disse...

Quando não tenho afinidade especial por nenhum dos clubes, escolho sempre torcer pelo (aparentemente) mais fraco.

Pedro disse...

Queremos o Real campeão pq desse modo não é o Barça... ☺

N.T. disse...

Também aqui se alimenta o choradinho do Real?

Uma péssima arbitragem, péssima no âmbito disciplinar - Ramos vê mal o segundo amarelo mas até podia ter visto mais cedo e vários jogadores, de ambas equipas, podiam ter ido mais cedo para o balneário caso o árbitro fosse mais rigoroso -, péssima nas decisões de lances nas áreas - 2 penalties por assinalar para cada lado (Busquets, Pepe x2 e Puyol) -, só acertou no golo invalidado.

Mas posto isto, dizer que uma das equipas foi roubada...

O importante deste jogo é que o Real entrou muito bem na primeira parte, jogou à bola e foi tramado pela eficácia adversária. Respondeu muito bem na segunda, continuou a jogar à bola e o Barça tremeu. Se calhar pela primeira vez frente a Mourinho. Isto sim é importante.